O que um casal casado há 14 anos pode te ensinar?

30

Antigamente era comum e de praxe um casamento durar a vida inteira. Hoje em dia, se conta nos dedos os casais que se aguentam por mais que 5 anos. Pensando nisso, pedi para que um casal tranquilo, com filhos e casados há 14 anos dessem alguns pontos praticados por eles e que eles consideram que ajuda a manter um bom casamento. Espero que ao menos metade das dicas a gente pratique, mas o resto a gente aprende kkkk.

O que um casal casado há 14 anos pode te ensinar?

Todo casal tem diferenças e, ainda que tenham que aprender a lidar com cada uma delas, precisam ter algo em comum. É claro que não existe receita mágica para um casamento durar a vida inteira, porém, cito algumas coisas que ajudaram a manter nosso casamento de 14 anos.

Começarei com a minha visão, depois virá a de minha esposa:

Visão masculina

Rotina

– É difícil escapar da rotina, visto que toda casa precisa de itens periódicos para funcionar bem.

– Uma rotina que afaste o casal é prejudicial à relação. Por exemplo, sair pela manhã e só chegar em casa quando todos estão dormindo é péssimo, visto que a pessoa acabava indo pra internet e fazendo demais coisas que afasta o contato familiar.

– Raramente temos compromissos individuais. Não costumo sair sozinho com amigos e preferimos estar juntos nos momentos de lazer.

– Através de uma conversa séria com minha esposa, passei a chegar mais cedo em casa e dedicar cada vez mais tempo à família. Também tento sempre dormir no mesmo horário e aproveitar esse momento para conversar e namorar.

– Dedicamos 1 hora pela manhã durante 3 dias da semana para atividades físicas juntos!

Finanças

– Os gastos devem ser decididos em conjunto e ambos devem respeitar o que foi combinado. Sem essa de cada um fazer “o que dá no dia” e um acabar fazendo bem mais e ficando bem mais sobrecarregado do que o outro.

– Nós dois trabalhamos!

– Somos sócios dentro da casa para que a mesma funcione. Eu fico com a maior parte das despesas e a esposa cuida principalmente da casa e dos filhos,

– Geralmente a poupadora é a patroa. Ela separa os investimentos para a poupança, calcula os gastos com a casa e tem sempre uma reserva na carteira em caso de emergência!

Filhos e família

– Somos um casal que apoia um ao outro na educação dos filhos e criamos “regras em comum” para que não briguemos entre a gente.

– Nunca tiramos a autoridade do outro quando estamos perto das crianças.

– Como fico fora de casa grande parte do dia, ela é responsável por ajudá-los com a escola, levá-los ao médico, etc.

– Ela também organiza uma rotina pra diversão e responsabilidades com a escola.

– Nossas famílias são presentes, mas não se intrometem no nosso relacionamento.

Brigas

– Procuramos não deixar que os problemas do trabalho e de familiares entrem dentro de casa e interfiram no nosso relacionamento.

– Com a gente, raramente os problemas criam vida, porque procuramos saber a hora certa de admitir nossos erros e tentamos deixar o orgulho em segundo plano.

– Evito discutir nos momentos em que a vejo muito estressada. Nessas horas, prefiro ficar quieto e conversar em outro momento.

– Não mudamos muito com o passar dos anos, mas sim estamos constantemente aprendendo a lidar com a personalidade do outro.

Sexo

– Aprendi que há mudanças depois do casamento, principalmente depois que os filhos nascem. Depois deles, as prioridades mudam: ficamos preocupados com a criação dos pequenos, com o trabalho, com a casa e com o sono!

– A internet e a masturbação me acompanharam nos momentos de pouco sexo ou nenhum!

– Tivemos problemas de falta de libido, por parte dela, após o nascimento dos filhos. No primeiro, chegamos a 6 meses sem sexo e quando estávamos recomeçando, veio o segundo! Tivemos 2 filhos em 1 ano e meio, mas sobrevivemos a isso: as coisas foram voltando aos poucos, 1 por mês, 2 vezes, 1 por semana, duas, mas faltava algo e aí veio o clássico diálogo:

– Mulher precisa ter desejo. É preciso (re)conquistá-la todos os dias para que ela se anime e para isso é preciso separar um tempo “exclusivo” para a patroa. Uma vez, ela me chamou a atenção pelo meu excesso de trabalho e o pouco tempo juntos. Nisso me senti ameaçado, fiquei com medo de um dia ela perder o interesse por aquele cara que vive trabalhando, acima do peso, etc e tive que me espertar, mudar a minha rotina. Comecei a fazer atividade física pelo menos 3 vezes na semana e dieta, até que me senti mais atraente após eliminar 10 kg.

– Depois que fiquei mais magro, parece que a testosterona aumentou e passamos a namorar mais! Para quem não sabe, o excesso de gordura – principalmente na barriga – produz mais cortisol e estrogênio, diminuindo a produção de testosterona. Então homens amigos, percam a barriga que é o melhor que vocês fazem.

– Mando mensagem pra ela todos os dias.

– Também parei de dar selinho. Agora dou mais beijão e fico com ereção. Gosto de provocar, agarro ela escondido dos filhos, comprei acessórios e brinquedos no sex shop. Deitamos juntos, acordamos meia hora mais cedo, antes das 5:00 da manhã! Nessa hora os filhos dormem pesado e ninguém vem bater na porta do quarto. Considero um ótimo começo de dia, mas também adoramos terminar o dia assim, vai da vontade.

– Mantivemos um ritmo mais intenso que no início do casamento: conversamos muito e queremos que seja melhor que na época do namoro e início do casamento. Só que para isso, é necessário trabalhar para que a mulher esteja sempre afim.

O que um casal casado há 14 anos pode te ensinar?

Visão Feminina

Rotina

– Temos que aceitar que temos horário para tudo e que sem ele não conseguimos cumprir com as nossas obrigações.

Finanças

– Dinheiro é um dos maiores motivos de brigas entre os casais e por isso tem que ser bem administrado. Como o marido ganha mais, ele fica com todos os gastos fixos, condomínio, escola, plano de saúde, gastos com cartões de crédito, energia, NET, supermercado, combustível e lazer. Meu salário serve para gastos pessoais, cabeleireiro, presentes, poupança e não ter que pedir dinheiro ao marido o tempo todo.

– Fora os planejamentos comuns ao casal, é necessário saber sobre os sonhos particulares de cada um. Assim um poderá ajudar o outro em sua individualidade também.

Filhos e Família

– Se há harmonia, respeito e amor entre o casal, será bem mais fácil criar os filhos.Isso também vale para a família de cada um.

– Mesmo que sejam diferentes, havendo respeito e principalmente compreensão, os dois saberão como se comportar, sem se deixar influenciar por terceiros e situações menores.

– Presume-se que alguém terá que ceder de vez em quando.

Brigas

– Elas só existem quando não há sintonia entre o casal, ou seja, é necessário observar o outro e o que passa na cabeça dele(a) no momento crítico. Assim você vai saber o que falar para não magoar e se entender com ele.

– Conhecer a história da vida da pessoa ajuda muito.

– Nenhum dos dois deve deixar de falar sobre qualquer assunto que está incomodando. Sem rancor e sem mágoas.

– Tem que ficar claro para ambos que o máximo que pode ocorrer entre um casal é um desacordo, que se resolve facilmente com maturidade. Jamais uma briga feia e troca de acusações pesadas, que podem jamais serem esquecidas para quem recebe.

Sexo

 – A mulher tem que se conhecer muito bem em todos os seus cinco sentidos, incluindo a imaginação e descobrir o que mais a excita, para depois compartilhar com o seu parceiro sem a vergonha de dizer o que quer, como quer, como gosta, enfim… abrir o jogo mesmo. E isso é tudo o que o homem sonha! Autoestima em primeiro lugar, o resto todo mundo sabe como acontece!

– Homem… todo mundo sabe que quer sexo todo dia e pra ele é fácil ter prazer. Só que para isso ele precisa se esforçar para entender a mente da sua esposa, daí a importância do diálogo com a mesma caso ela não converse sobre o assunto.

– Ainda que seja um passo por vez e nem sempre seja fácil, se o casal conseguir essa cumplicidade, evitará desconfianças e inseguranças que levam à traição.

* Nem precisa dizer que tudo isso será bom para os dois!

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Acompanhe dúvidas através do Youtube - Pergunte a uma Mulher - ou agende sua consultoria particular através do e-mail [email protected]