3 tipos de pessoas que você deve evitar

79

Tá pra nascer alguém que pode ser mais salvador ou mais problemático do que o ser humano. Constantemente, a gente tenta ficar perto de pessoas que, conscientemente ou não, sabemos que não podemos ficar perto delas, e se ficamos, as coisas começam a dar errado: seja em níveis de estresse e pessimismo, seja em níveis espirituais.

Evite relações degenerativas do tipo:

Pessoas que te ignoram

Pessoas que te ignoram

Sabe aquela pessoa que você conversa e ela tá sempre ocupada? Que você conversa e ela mal te responde? Que você tenta conversar de novo no dia seguinte e ela continua cagando pra você? E quando você acha que finalmente ela resolveu vir conversar com você, você percebe que é só porque ela precisa de alguma coisa sua? Pois é, fuja dela: ela não quer ser sua amiga, nem nada sua. Na verdade, ela deve estar orando para que você suma da vida dela. E é exatamente isso que você deve fazer.

Pessoas que só sabem falar de problemas

Pessoas que só sabem falar de problemas

Isso não significa não ajudar pessoas que têm problemas. Se for alguém querido, como um amigo ou familiar,  é uma questão de solidariedade e humanidade ajudá-la. Afinal de contas, você espera que façam o mesmo contigo, não é? Porém, isso não significa levar todo o peso nas costas, nem ajudar infinitamente.

Tente dar a sua opinião: se você ver que a pessoa é agressiva, ou sempre tem uma resposta na ponta da língua pra continuar fazendo as mesmas merdas de sempre, não fique com raiva ou tentando convencê-la. Deixe-a a sós por um tempo: isso não só te ajudará a recuperar suas energias, como a ajudará a pensar melhor no que você disse e concluir o que quer da vida: se ela quiser continuar na mesma, fazer o quê? Respeite o tempo de cada um e vá assistir TV que é melhor.

Pessoas que “te amam demais”

Possesiva

“Não te deixo sair porque te amo demais!”

“Sinto ciúmes porque te amo demais.”

“Ligo o tempo inteiro porque me preocupo contigo.”

“Vai sair com a sua amiga por quê, se você é comprometida? Não entendo isso!”

“Posso ir junto?”

Gente possessiva demais não te ama. Na verdade, ela não ama nem a ela mesma e é justamente por isso que tenta te prender: vai que você foge e encontra alguém melhor?

Sem contar que, geralmente, esse tipo de comportamento é proveniente de pessoas que são poucos confiáveis, ou que até são “do bem”, mas já namoraram gente pouco confiáveis e por isso pensam que todo mundo é igual. De qualquer forma, você não merece pagar por um erro que não é seu, nem viver mal a fim de aliviar as neuras de alguém que não procura terapia.

Você vai dar um tchau bem gostoso pra essa pessoa, e é hoje.

Valeu, falou e tchau.

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.