Como ter mais assunto e não deixar o meu relacionamento cair na rotina?

67

Leitora: Olá sou uma mulher de 23 anos, iniciei há pouco tempo um relacionamento com uma pessoa da mesma idade, não nos vemos com muita frequência devido à distância. Tenho problema com insegurança, pois às vezes penso que ele está perdendo o encanto por mim. Gostaria de saber o que posso fazer para me tornar mais segura e não ficar demonstrando ataques de insegurança e não ser tão grudenta. E se existe uma frequência adequada para os casais se comunicarem  para que não fiquem sem assuntos. Abraços.

Como ter mais assunto e não deixar o meu relacionamento cair na rotina?

Quer saber como ter assuntos interessantes? Tenha uma vida interessante =)

E não, não é saltar de paraquedas, virar celebridade, nem nada do tipo. É apenas investir um pouco mais em você e, sempre que der, ter assuntos e sonhos em comuns.

Não sei se vocês percebem isso, mas eu ao menos noto que com essa onda de egoísmo e “super independência”, no típico “cada um com seus problemas”, tem acontecido bem isso que acontece contigo: falta de assunto e sentimento de “inutilidade para o outro”. Só que na maioria das vezes, isso acontece por culpa nossa, porque ao mesmo tempo em que não investimos na nossa vida, também não damos bola para a vida do outro, e aí é claro que dá merda. Ficamos inseguros(as) e acabamos pressionando o outro com ligações e cobranças desnecessárias, a fim de obter uma atenção que seria obtida naturalmente, caso fizéssemos algumas das dicas que espero deixar claro nesse post. Amém?!

Pense assim. Você teve um dia divertido – que é claro que não acontecerá todos os dias – aí o que você faz?? Conta pra ele e vocês darão boas risadas juntos. Depois, teve outro dia que foi uma bosta (normal), aí o que você faz? Ao invés de ficar só reclamando, pergunta como foi o dia dele – afim de quem sabe alegrar o seu, bem como dar aquela atenção que é boa e todo mundo gosta. Nisso você se sentirá útil ao interagir com a vida dele, terá assunto, bem como poderá trocar experiências em comum falando mais sobre a sua vida e sobre coisas que acrescentariam na dele. É claro que vocês não só podem, como devem se lamentar juntos também (isso ajuda no companheirismo, solidariedade, etc), mas acho que deu para entender. Tudo na sua medida 😉

O que importa é que, ao tomar atitudes como essas, aos poucos vocês irão entrando um na vida do outro. A partir do momento em que ele criar uma “dependência positiva” de você, que é como notar que você o coloca pra frente e o faz ser o melhor que ele pode ser, bem como notar que vocês crescem juntos, só se ele for muito trouxa pra não gostar de ti. Nisso, por sua vez, sua insegurança tenderá a diminuir, porque a partir do momento em que você se sentir importante e elevar a sua autoestima, você também não irá querer “qualquer pessoa ao seu lado”. Tudo isso te fará se valorizar mais e automaticamente o fará te valorizar mais também. Resultado? Será muito bom e saudável para ambos os lados, que acabarão se esforçando e tendo prazer em ser o que de melhor podem ser um para o outro.

No fim, o segredo é não se folgar, nem deixar que o outro se folgue (ao menos não muito, kkk) que a ligação entre vocês ficará cada vez mais forte. E no automático 😉

Vocês irão longe juntos 😉

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.