Meu marido não me deixa chegar perto do celular e colocou senha: será que ele tem outra?

76

Leitora: Olá, tenho 23 anos sou casada há 7 meses, mas estou com meu marido há quase sete anos (namoro). Há algum tempo meu marido mudou muito, ele não me procura mais para termos relações, não conversa comigo e vive com o celular na mão conversando com alguém. Ele não me deixa chegar perto do telefone e colocou senha. Sempre que está mexendo no telefone e eu chego perto ele da um jeito de desligar o telefone. Já tentei conversar mas ele não fala nada, já fui direta e perguntei se existe outra pessoa e ele sempre nega, mas me trata muito mal, chegando até a falar palavrões. Não sei mais o que fazer e essa dúvida está me matando. Me ajudem!

Meu marido não me deixa chegar perto do celular e colocou senha: será que ele tem outra?

Sabe o que parece? Que ele tá te culpando pelas merdas que ele fez/faz e, acima de tudo, por uma decisão que ele não consegue tomar por conta própria: seja por algum problema pessoal, no trabalho, sentimental ou até mesmo uma amante. O que a gente sabe é que feliz e satisfeito que ele não está, porém, o que a gente também sabe é que ficar descontando em você também não dá e só acontecerá se você deixar, ok? Então vamos lá.

Primeiro de tudo, se fosse pra chutar o que tá rolando, não só eu, como você e 99% das mulheres chutariam que ele tem uma amante sim. Como assim não quer te comer? Te trata mal e não te deixa nem chegar perto do celular por quê? E isso de resolver colocar senha foi “coincidentemente” bem nesse período? Falando com o chefe que ele não tá, né? Só se ele tiver bolando uma super surpresa para o casal, o que também não parece vide a insatisfação do garoto.

Eu acho que tem mulher na história sim: não necessariamente alguém que ele esteja pegando, mas às vezes tá paquerando, quer pegar, não sei. Masssssss, porém, todavia, entretanto, uma coisa é a gente desconfiar, outra coisa completamente diferente é ter 100% de certeza do que estamos falando – coisa que não temos. Ou seja, existe uma chance de a gente estar sendo injusta com o garoto, mas mesmo assim eu pensaria meio “igual”:

1- Se ele tem amante, fodeu.

2- Se ele não tem amante, fodeu também, porque eu não mereço que ele me trate mal e com desrespeito.

Em qualquer um dos casos, se eu não tivesse as manhas de terminar o casamento (o que me conhecendo, eu teria sim, ainda mais se não tivesse filhos, kkk), eu viajaria por uns 15 dias, pra deixar o boy respirar…

Se durante e após a viagem ele não sentisse saudades, não me ligasse e, acima de tudo, não me tratasse melhor, eu entraria com a bota na bunda dele. Sabe por quê? Porque chega uma hora que não interessa se a pessoa tem amante, se tá conversando com o tráfico, se quer esconder um corpo ou sei lá o quê: ele tá te tratando mal e você não merece isso. Muito menos merece que ele fique estressado, te xingando e não te fale o motivo. Se você não é tapete pra ser pisado, no seu lugar eu falaria algo do tipo:

“Não sei quais são seus motivos: se não quer conversar, não quer me respeitar e continuar me tratando como lixo, sai da frente que a fila anda”.

A cada vez que você se deixar ser pisada, será muito cômodo para ele deixar tudo como está.

Pense nisso e até mais!

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.