Conheci uma menina no intercâmbio e ela está com medo de sofrer quando nos separarmos

43

Leitor: Olá, estou fazendo intercâmbio na Inglaterra faz 2 meses e vou ficar aqui mais 4 meses e meio. Estou praticamente namorando com uma garota de Portugal faz 1 mês e meio. Nós criamos uma conexão muito forte neste tempo juntos, pois nos vemos praticamente todos os dias. Ontem ela me disse que não quer ter que voltar pra Portugal e ficar pensando em mim, mas tb não quer parar de ficar comigo aqui, pois a relação entre nós está muito boa. Ela tem medo de não conseguir me esquecer e voltar para Portugal pensando em mim e sofrer bastante (ela já sofreu com namoros passados). Falei para ela para nós aproveitarmos o momento e deixar isso pra mais pra frente, mas mesmo assim ela fica com essa pergunta na cabeça e não sabe o que fazer. Apesar de as coisas entre nós estarem às mil maravilhas, ela quer dar um tempo, o que devo fazer em relação a isso? Dou um tempo no relacionamento? Parto pra outra? Outra dúvida que tenho é o fato dela não querer fazer sexo, ela me falou que só faz sexo depois de estar 6 meses com a mesma pessoa. O que posso fazer para ela ter vontade de ter relações antes desse tempo? Já tentei de tudo. Obrigado. Tenho 21 anos ela vai fazer 20 agora em novembro.

Conheci uma menina no intercâmbio e ela está com medo de sofrer quando nos separarmos

Meu amigo, esse lance de “como fazer ela fazer sexo”, já tem alguns posts aqui  no blog e se ainda não tiver postado quando você ler esse post, em breve terá mais um post/vídeo sobre “erros ao tentar tirar a virgindade de uma mulher”. Acredito que no caso ela não é virgem, mas como na essência a ideia é quase a mesma na maior maior parte do vídeo, então vale a pena assistir.

(Atualização, postei o vídeo!)

Agora vamos ao resto do problema:

Uai, pelo o que entendi, ela já sofreria de qualquer jeito. Se é assim, que diferença faz ela sofrer agora, ou esperar você voltar pro seu país e sofrer? rs. Sei lá, no meu ponto de vista, ela está sofrendo antes do tempo e por ansiedade. E se eu fosse ela, seguia bem essa sua dica de “aproveitar enquanto dure” e depois pensar nisso. Sem contar que, cá pra nós, se ela quiser, também existe a opção de já ir se acostumando com a ideia enquanto continua contigo. Talvez agir assim fosse até menos “trágico” do que simplesmente “terminar do nada e pronto, acabou”.

A propósito, dizem que muita gente faz bem isso mesmo antes de terminar um relacionamento: se prepara e depois mete o pé kkkkk. Não que isso seja correto, mas se ambos conversarem sobre o assunto, não deixa de ser uma forma de sofrerem menos. Só que, obviamente, para seguirem essa opção teria que rolar uma empatia e certo altruísmo entre ambos a ponto de manter um papo aberto sobre o assunto.

Por outro lado, também sabemos que o amor não é algo racional, ou seja, dá pra tentar amenizar, mas não dá pra evitar tudo. Porém, se ele realmente existir no caso de vocês, quem disse que precisa terminar ao invés de simplesmente se empenhar em tentar se ver mais, apesar da distância? Ou seja, vocês podem ir guardando dinheiro para se ver futuramente e, se for o caso, um ajuda a bancar a viagem do outro, por que não? Quem está realmente interessado, vende até docinhos na faculdade pra pagar a viagem, mas se vira. Ao menos, é o que faria se estivesse realmente interessada em alguém. A gente não economiza pras viagens de férias quando a gente quer? Por que não podemos economizar em nome do amor também? Tudo depende da importância que as coisas/pessoas têm na nossa vida.

O que acontece é que talvez você esteja menos interessado do que ela, e por isso mesmo propõe “deixar pra sofrer no momento”, que seria a saída mais fácil pra quem não está interessado em ao menos tentar superar o problema. Não que seja fácil, mas se tem tanta gente que namora à distância, por que vocês não podem? Tudo dependerá apenas do interesse de AMBOS, não apenas dela. Se no fim você ver que nem está tãooo interessado assim, essa é uma boa hora de abrir o jogo. Sem ego e sem pensar apenas em você, mas sim pensando que se você não quer iludir os outros “só pra se sentir o gostosão amado da parada”, talvez essa seja uma ótima hora pra jogar a real. Isso não é novela mexicana, é vida real meu amigo. Então bora tentar não se iludir, nem iludir os outros.

Até mais!

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.