Estou apaixonado por uma lésbica que ficou comigo, mas que não quer mais saber de mim!

53

Leitor: Oi, tenho 20 anos e há mais ou menos 2 meses atrás conheci uma garota na empresa onde trabalho. Ficamos amigos muito rápido e descobri que ela é lésbica, e o pior, me apaixonei por ela. Um dia ela resolveu falar que o seu namoro de 3 anos havia acabado pois ela não amava mais a parceira. Até hoje só eu sei disso, ela esconde para evitar comentários. Um dia após ela me explicar a sua situação eu resolvi dizer tudo o que sentia por ela, e acabei descobrindo que ela sentia o mesmo por mim. Acabamos ficando por um tempo, sempre às escondidas, pois ela não queria que ninguém soubesse do fim de seu namoro (todos conheciam a namorada dela e a adoravam). O problema começa quando eu disse que talvez estaria enjoando dela (eu tenho esse problema, me interesso pelas garotas depois enjoo), ela ficou bem chateada e disse que seria melhor sermos amigos como tínhamos prometido um ao outro caso não déssemos certo. Me falou que nessa idade é normal ficar confuso (ela tem 23 anos). Depois de alguns dias eu havia decidido ficar realmente com ela, mas depois quem sobrou foi eu, ela não me quer mais. Já pedi uma segunda chance para nós, mas ela não quer, diz que tem que resolver alguns problemas, esquecer definitivamente a ex (que está sofrendo bastante) e que ela não seria boa para mim. No fundo, algo me diz que isso tudo não passa de uma desculpa, um fora bem “leve”. Ela não acredita que estou apaixonado por ela e agora não consigo mais esquecê-la. Perdi um grande amor. Já era? É isso? Ou devo ser amigo e talvez ela volte a gostar de mim?

Estou apaixonado por uma lésbica que ficou comigo, mas que não quer mais saber de mim!

Que perdeu um grande amor o quê, menino!! Conheceu, pegou, enjoou e largou, tudo isso em incríveis dois meses e já acha que ama? Ama não, fique susse! Na verdade, vocês tem uma coisa em comum: só dão valor quando perdem. Ela que dizia não amar mais a ex e agora que perdeu já fala outra coisa, e você que foi pagar de enjoadinho, agora sobrou também, rsrs.

Não é que você enjoa fácil das pessoas, o que acontece é que, de duas uma:

1- Ou você não tem maturidade o suficiente pra assumir um compromisso (não leia isso como uma crítica, cada um no seu tempo, normal).

2- Ou ainda não se apaixonou por alguém de verdade.

De qualquer forma, não acredito que vocês sejam o amor da vida um do outro. Ela, que se for lésbica mesmo, só te pegou pra passar um pouco do tempo e diminuir a carência “da outra”, e você porque, bem, certamente a acha legal – o que não significa que seja algo demais. Sem contar o tesão que muito homem sente por lésbica, que nem precisa ser muito gata, mas que já quer pegar só pra dizer que pode ou pra fazer um ménage (doce ilusão, mas fica pra outro texto!), rs. Coisa que não sei se é o seu caso, mas também não sei se faria diferença por agora.

Sem contar que esse susto/fora que você deu nela, também pode ter servido de tempo pra poeira baixar e ela ver que também estava “à toa com contigo enquanto pensava na ppk da ex” e que não fazia sentido continuar. Assim, você teria feito “um favor” ao ter dado esse tempo pra ela pensar. De qualquer forma, se a menina disse que não te quer mais, não implore, não mendigue, não insista. Senão fica chato. Tu já pediu uma segunda chance algumas vezes, ela sendo hétero, lésbica ou bi, disse não e já tá bom, né? Ela já entendeu teu recado e, se quiser, com certeza te procurará.

Pense assim: foi até bom ter dado “errado” pra você também. Sei lá, se o lance dela é com mulher, vai que tu sofria mais ainda lá na frente, até ela encontrar uma que tenha o que você não tem, tipo um delicioso par de tetas e um bigodinho de Hitler lá embaixo? Siga sua vida e procure uma mulher que queira saber do seu time. Sei lá, mulher já é bicho complicado quando gosta de homem, aí tu arruma uma que “não gosta” e não quer complicação? kkk

Esqueça e vai ser feliz. Mas se realmente tiver difícil esquecer, assista esse vídeo aqui:

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.