Sempre que vou trair minha mulher, tenho problemas de ereção!

127

Leitor: Tenho 24 anos e casei bem cedo, comecei minha vida sexual precocemente e logo passei por algumas situações que me deixaram meio preocupado. Já tive várias parceiras sexuais, porém, algumas delas tive muita dificuldade pra ter uma ereção e isso aconteceu várias vezes, porém, nunca saí de um motel ou qualquer lugar que seja sem transar com a pessoa, mas o fato de ter a dificuldade pra ereção me deixou um pouco envergonhado. Com isso, antes de ter uma relação sexual, ficava com receio, mas quando casei tudo foi diferente. Tenho relação com minha esposa grande frequência, fico a ponto de bala a qualquer momento e a satisfaço em tudo, mas sempre que vou ter um caso extra-conjugal, se repete o que aconteceu na adolescência conforme citado acima. Só não aconteceu com meu caso mais recente, que foi uma mulher pela qual me apaixonei. Sempre que ficava com ela eu a respondia da mesma forma que respondo com minha esposa. Resumindo, será que só consigo ter uma relação saudável com alguém que gosto bastante, e para outras situações tenho uma espécie de problema psicológico?

Sempre que vou trair minha mulher, tenho problemas de ereção!

Sei não heim, acho que sua mulher fez macumba pro teu peru baixar toda vez que tu for aprontar uma kkkkk. A propósito, você ama mesmo a sua esposa? Sei lá, achei você tão de boa pra separar sua vida de solteiro com a de casado…

Acho normal se excitar mais com quem você tem intimidade. E isso acontece não necessariamente pelo amor, mas sim porque para você chegar a esse ponto, é porque você já conhece a pessoa há um tempo. Ou seja, rola mais intimidade e mais segurança – até porque, geralmente, você imagina que ela sente o mesmo e consequentemente você acaba se libertando bem mais. Eu mesma sou assim: se mal conheço, meu desempenho é tipo 1/1000 do que seria capaz de oferecer caso tivesse intimidade. Minha sorte é que não tenho peru pra “baixar” e me denunciar kkkk.

Se for pensar bem, até que faz sentido, né? É claro que chegar a “broxar” tantas vezes seguidas sugere que existe algo muito além disso, provavelmente mais um trauma psicológico, do que um problema funcional em si. Se o seu problema fosse apenas de ereção, você também teria problemas com a sua esposa, já que, por exemplo, quem toma viagra tem problemas com ereção e não com falta de tesão. E se com sua esposa rola sempre tesão + ereção, sobra 90% de chances de ser psicológico mesmo.

Como foi sua vida passada? Calma, não de reencarnação! Digo antes de ter conhecido a sua esposa mesmo kkk. Você já se sentiu “humilhado” de alguma forma, a ponto de não ter tirado isso da sua cabeça? Tente se lembrar, pois provavelmente seu cérebro fez uma associação na qual ele se trava sempre que acontecer alguma situação semelhante. A lógica seria mais ou menos como a daquele povo que se diz ótimo em português, mas péssimo em matemática: eles acreditam tanto nisso, que nunca se abrem pra provar uma lógica diferente da que eles acreditavam até então.

Por fim, você já parou pra pensar que talvez esse seja um sinal pra você parar de trair a sua esposa e simplesmente agradecer pela mulher que tem? Pensar que ainda bem que você não tem esse problema em casa é libertador – visto que se você se casou com ela, é pra ela que você tem que mostrar serviço, certo?

Sei que é místico o que vou dizer, mas acredito demais que o mundo manda mensagens. Talvez essa seja a sua. E digo outra: o santo da sua esposa é forte, heim? Leve isso como uma dica pra parar de fazer merda, antes que uma caganeira aconteça (ela descubra, sei lá…). E aí fica como? Sem funcionar com nenhuma? rs

Pare de ser guloso, tome juízo, boa sorte e assista ao vídeo abaixo que falei sobre as broxadas da vida =)

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.