Socorro!! Meu marido voltou a ser criança e nem descarga na privada dá mais!!

41

Leitora: Olá, tenho 34 anos e estou ficando maluca com o meu marido e indignada com o que ele anda fazendo. Estamos juntos há quase 4 anos e 2 anos morando juntos. Ele nunca foi de me ajudar nas tarefas de casa, muito pelo contrário, ele bagunça tudo, é roupa, tênis espalhados pela casa toda e quando eu falo que trabalho o dia todo, ele também e que temos que nos ajudar, ele vem com o machismo dele. Raramente ele lava uma louça ou dobra suas roupas. Mas o que vem me deixando louca é o fato dele não dar descarga, tanto para o número 1 como para o número 2. Faz xixi no chão, deixa toalha molhada mofando no banheiro, não pega o papel higiênico quando acaba, fica com o chuveiro ligado uns 10 minutos e o bonito pensando na morte da bezerra na privada e a água lá rolando. 
Conversei de todos os jeitos que possam imaginar, general, pedindo por favor, fofinha, contando histórias, mas agora não consigo mais, estou indignada que um cara de 33 anos faça essas coisas e ainda acha que está certo, que a louca sou eu, que estou criando regras. Juro, não sei o que fazer, pois isso está atrapalhando o sexo, fico completamente sem vontade. É isso. Obrigada.

Socorro, meu marido voltou a ser criança e nem descarga na privada dá mais!!

“Mas o que vem me deixando louca é o fato dele não dar descarga, tanto para o número 1 como para o número 2. Faz xixi no chão, deixa toalha molhada mofando no banheiro e não pega o papel higiênico quando acaba”

 Pelo amor de Deus: isso é um homem ou um cachorro? Se vocês tiverem um filho, acho que até ele te dará menos trabalho do que o maridão kkkk. Na verdade, se seu marido fosse criança, fora a falta de noção básica, poderia dizer que ele tá fazendo isso pra chamar a atenção: seja por carência, ego, sei lá. Mas pqp, um homem de 33 é sacanagem! Se ele tá com síndrome do Peter Pan porcalhão, tem que procurar terapia mesmo. Isso se nenhuma das dicas que a gente der forem suficientes, claro 😉

Machista gente fina ele, heim? Já que você é “a empregada”, porque ele não paga todas as contas sozinho então? Assim te sobra mais tempo pra limpar o mijo dele. Ele não é machista não, é folgado e conveniente mesmo! E pelo visto, já sacou que você gosta o bastante dele pra não terminar, nem tomar outro tipo de providência. Daí que ele pinta e borda!

O lado bom é que, se a falha dele não é de caráter, mas apenas “comportamental”, torna a situação um pouco menos ‘pior de ruim”, rs.  Sei lá, ele podia estar traindo, roubando, matando – mas não, tá só mijando no chão mesmo kkkkkkkk. Tem que rir pra não chorar…

Se você já tentou de tudo, já pensou em conversar com a mãe dele? Ou será que nem vergonha da mãe ele tem, ou pior, nem a véia daria jeito no “moleque”?

A propósito, você já procurou saber como foi a criação dele? Será que ele foi aquele típico cara que teve tudo de mão beijada e que mal sabia limpar a própria bunda, ou ele tinha afazeres em casa, tais como guardar os próprios brinquedos, deixar o prato na pia, etc? Se ele tiver sido muito mimado no passado – o que acho que tem grande chance – mais um motivo pra pedir ajuda pra sogra, nem que seja pra ela te ajudar a explicar que mãe é uma coisa, esposa é outra. Ou você acha que nem depois de vê-lo velho e preguiçoso ela se arrependeu do serviço que fez? kkk. Isso se vocês tiverem uma boa relação, claro. Senão, tem chance dela cagar e andar pras suas dificuldades, até porque não é mais ela que limpa mesmo kkkk.

Se isso também não der certo,  só te resta partir pra terapia de choque. Explico melhor:

Por exemplo, se tiver dois banheiros em casa, eu deixaria um só pra ele e me prepararia psicologicamente pra nem aparecer por lá (penseee na fubaca kkkkkkkkk). Se ele tiver um mínimo de bom senso, vai chegar uma hora que vai ficar tudo tão cagado, mas tão cagado, que até ele vai ter agonia e limpar. E se o caso tiver crítico, eu separaria até os quartos. E quando ele quisesse sexo, eu não seria infantil a ponto de dizer “que estou em greve porque ele não faz tal e tal coisa”, mas sim diria a verdade: que adoraria ter vontade de transar, mas que não tá rolando tesão porque toda vez que me lembro do cocô dele na privada, corta. E que também tenho trabalhado tanto, que quando sobra tempo prefiro dormir. Ah, também mostraria esse artigo que diz que “homens que ajudam no lar, tem mais sexo garantido” pra ele.

Por fim, se desse, na hora de dividir as despesas, deixaria a conta de luz a cargo dele. Daí quem sabe assim ele usaria menos o chuveiro e entenderia que é muito cômodo te chamar de “caga-regras” enquanto a pior parte fica pra você. O importante é você entender que, ao que tudo indica, enquanto ele não pagar “um preço pelo que faz”, não adiantará nada ficar chamando a atenção dele. É como se ele percebesse que você só late, mas não morde e que ainda assim continuaria deixando tudo limpinho e maravilhoso pra ele estragar de novo.

Se for muito difícil pra você colocar em prática as dicas acima, uma outra saída é viajar por uns 10 dias e deixá-lo sozinho na casa: isso o forçará a saber um pouco mais sobre o seu trabalho, visto que ele teria que fazer tudo sozinho. E se ele gostar de você, será mais um motivo para sentir saudades e valorizar a esposa que tem.

Agora pense: Por que uma pessoa mudaria uma situação que está extremamente cômoda e benéfica pra ela? O ser humano tende ao comodismo, nunca se esqueça disso. E isso vale pra você também, caso não tenha coragem o suficiente de tentar mudar tudo que você fez de errado até agora.

Até mais!

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.

  • mariana cobra

    Uau Luíza, estou digitando com os pés pra te aplaudir indefinidamente.

    O caso do moço folgado/porco/relaxado dá um indicador de como foi a sua criação e que, talvez, nunca tenha morado sozinho e dependido somente de seus próprios esforços para NÃO viver num chiqueiro.

    É nessas horas que eu penso “KARALHO COMO EU TENHO SORTE”, pq o noivorido morou sozinho muito tempo e é extremamente organizado.

    Vejo também que o casal do texto namorou e casou, portanto, a moça escravizada da pergunta caiu numa cilada e, provavelmente no início do casamento, fez tudo por ele como forma de agradá-lo.

    A conta chegou e chegou cara, minha querida.

    O que você pode fazer para desentortar um galho de 33 anos de comodismo, mimos e porquices? Deixá-lo viver sem ajuda. Como a Lú bem disse, deixe a casa APODRECER para que ele veja e sinta na pele o trabalho que você tem para manter tudo em ordem e que a desorganização dele causa a vc 90% do trabalho diário.

    Quando ele jogar tênis, roupas e toalhas no chão…deixe-as lá. Não as lave, recolha ou faça nada…Controle seu ímpeto de limpar e desvie os olhos por um tempo da bagunça. Eu sei amiga, vai ser terrível, mas será necessário.

    Caso o banheiro seja compartilhado faça por onde não usá-lo quando tiver coco na privada e deixe ele ver como é lindo abrir o vaso com presentes lá. COMO eu sou tinhosa, deixaria também (a contra gosto e com fortes dores no coração) coco pra ele, pra deixar claro como é desagradável esssa porquice!

    Na situação dele mudar o comportamento, NÃO RELAXE…deixe para fazer limpezas quando ele estiver em casa pra usá-lo nos afazeres e, por favor, não fique criticando “fez errado, não é assim” pq isso é um saco!

    Boa sorte

    • “Caso o banheiro seja compartilhado faça por onde não usá-lo quando tiver coco na privada e deixe ele ver como é lindo abrir o vaso com presentes lá. COMO eu sou tinhosa, deixaria também (a contra gosto e com fortes dores no coração) coco pra ele, pra deixar claro como é desagradável esssa porquice!”

      É triste, mas eu ri pra caralho kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk PENSE na situação do moço kkkkkkk

      • Stan Lewis

        ” (a contra gosto e com fortes dores no coração)” essa parte foi a mais engraçada HUEHUAHEUAHUAHEUAHUEHAUEHAEUA

    • Monalisa

      kkkkkkkkkkkk, ri demais do seu comentário. Mas eu não teria estomago para deixar tudo uma bagunça já que interfere até no nosso psicologico. Quando estamos em casas bagunçadas e desorganizadas, nos sentimos mais cansados, sem vontade de fazer nada, e até tristes.
      Nesse caso, eu colocaria tarefas escritas para fulano fazer. Se não fizer é rua. Não é questão de machismo, é questão de se importar com o bem estar do outro. E ele não se importa nem um pouquinho. Eu mandava pastar, até porque não tem como eu gostar de homem preguiçoso..odeio.

      • mariana cobra

        Mas vc viu que não adiantou nada ela falar…e olha que no relato ela diz ter feito todos os tipos de abordagens. Então, ao meu ver, a única alternativa restante é demonstrar na prática como é ruim viver na sujeira, pq até agora ele tem as coisas nas mãos…
        Se não der certo cabe a ela obrigá-lo a pagar uma diarista ou dar um pé na bunda suja dele.

    • Mika

      Concordo totalmente, Mariana, falar não vai adiantar. Pode ser até pior, porque ele vai continuar fazendo, por pura pirraça. Falar com a mãe também não vai adiantar. Se em 30 anos ela não conseguiu moldar um ser humano decente, não será ela a melhor conselheira.
      Também acho que a única forma dela conseguir alguma mudança é através do tratamento de choque. Ela precisa agir, mas precisa ser mais esperta do que ele, e isso inclui não bater de frente.
      Eu sugeriria pra leitora o seguinte:
      1º Embora várias pessoas estejam aconselhando a mandá-lo de volta pra mãe, eu quero lembrá-la que não existem pessoas sem defeitos, e trocar de parceiro é trocar de defeitos. Acho que você foi bem clara no pedido: Ajuda-la a lidar com um parceiro bagunceiro e turrão. Se você quisesse se livrar dele, não precisaria de ajuda.
      2º Comece dizendo que a partir de hoje você só lava a roupa que for pro cesto de roupa suja. Você não é “adivinha”. Não tá no cesto? Subentende-se que não precisa lavar. E diga que isso serve também pras cuecas. NÃO pegue absolutamente nenhuma roupa do chão, nem substitua a toalha dele. Quando a bagunça estiver incomodando, simplesmente chute pra baixo da cama ou do sofá, sem que ele veja (camisetas, shorts, meias, tênis). Deixe que ele procure.
      3º Em relação ao cocô, sugiro que pegue um pote de sorvete ou de margarina, dos grandes, “pesque” o dito cujo e coloque o pote em cima do tampo da privada. Fez cara de nojo, eu sei… rs. Mas tem coisas piores nessa vida. Se ele perguntar o que significa aquilo (o que eu duvido), diga apenas que precisou usar a bacia, mas gosta dela limpa. Faça isso quantas vezes precisar. Terá de vencê-lo pelo cansaço. E não se esqueça de sempre dar a descarga. Você é o modelo a ser seguido… rs. Se ele não for um doente mental, não vai demorar muito pra se tocar. A solução de usar um outro banheiro e deixá-lo sozinho também é boa. O difícil vai ser fazer esse gato só usar a caixa de areia dele. Se conseguir isso, beleza.
      4º Pare de falar no ouvido dele. Ele deve ter ouvido a mesma coisa da mãe durante quase 30 anos. Adiantou alguma coisa? Portanto, tudo o que fizer, deve ser sem dar muitas explicações. Fale pouco e aja muito. Não faça caretas, não faça birra e não regule sexo, a não ser que o amor tenha acabado e não o esteja suportando mais. Mas aí, a história já é outra…
      Boa sorte!
      PS: Pensando bem, não fui feliz em usar um gato como exemplo. Afinal, eles encobrem seus dejetos…

      • Carlos

        Ainda bem que fez esta ressalva na última linha! Eu como gateiro viúvo iria protestar…
        Isso me lembra que prometi um texto sobre bichos para a Luiza… E ela já disse que não gosta de promessas não cumpridas…

      • mariana cobra

        É isso aí, muitas pessoas não conseguem ouvir, entender e seguir vivendo e cedendo pelo outro e pelo ambiente compartilhado. Por isso a sugestão do “mostre como tudo pode virar lixo se eu nada fizer”…talvez aí ele tenha consciência de ao menos não sujar o que já está limpo!

  • Gabriela Mendes

    menina do céuu, ele não dava nenhum indício desses modos antes? ou sempre falou que quando morasse com você seria diferente? é complicado mudar um cara de 33 anos viuu como a mariana falou… as meninas deram uma sugestão, mas não podemos ter 100% de certeza que isso irá ser eficaz, porque isso tbm irá influenciar mt em vc, chegar em casa e ficar na sujeira desarrumação etc… vejam meu caso, minha mae sempre foi uma mulher exremamente ativa, pro alto batalhadora, fazia isso e aquilo, porém o atual marido dela (meu padastro e pai da minha irmã) é supeeeeeeeer acomodado , não faz absolutamente nd, chega em casa com sapato podre e suja a casa toda, a casa vive de perna pros alto, ela no começo tentou ( eu e ela somos bem parecidas) porém minha irmã é igualzinha a ele, e fomos vencidas, infelizmente!! largamos de mão… hoje a casa vive numa zona total, (tento impor alguma ordem no meu quarto) mas é bem complicado viu, vc querer fazer algo e vc ser sozinha n ter ajuda, e só ter gente pra atrapalhar, ainda mais em casa, que é um ponto de paz, um local onde vc deveria se sentir bem, leve , confortável… é FODA

    OBS: conselhoooo!!!! larga esse cara, já conversou, desconversou e nana e nada? vc nao precisa de um encosto e atrapalhação na sua vida PLEASE………

    • mas ela trabalha ou é dona d casa?

      Não que justifique, pq mesmo sendo dona d casa cuidando d uma casa com pessoas d bom senso, já dá trabalho pra caralho (imagine com bagunça q foda), IMAGINE a mulher que trabalha E ainda tem que limpar tudo

      nessas horas eu penso q devo ser uma bruxa mesmo, pq já teria dado uma terapia de choque faz tempo kkkk

      • Gabriela Mendes

        Eu minha mae e meu padrasto trabalhamos minha irma so estusa tem 13 anos sapreguissosa kkk, ja tentamos terapia de choque viu…. Como a menina do post, general, conversar, pedir bonitinho , uma epoca tava chegandp do trabalho e fazendo tudo, varrendo, passando pano lavando louça etc, pra ver se alguém se comovia, se escocoraram ainda mais kkkk perdi as esperancas.. enfimmm n adinta gente acomodada e preguiçosa é foda afs

      • mariana cobra

        Mesmo trabalhando fora os homens (criados por mulheres machistas) não fazem a parte deles.
        Une-se a criação mimada, com tudo nas mãos, e mulheres que casam e fazem tudo para agradar no início do relacionamento, temos isso…
        Depois reclamam que são folgados, mas será que no início de tudo ela exigia que ele fizesse a parte dele?

        • É verdade, não é como no caso do leitor q a mulher antes dividia e depois que se casou não dividia mais

          esse caso ai parece q o cara era porco desde o início e a leitora se iludiu que ia acontecer um milagre do além (bem q ela podia aparecer aki pra esclarecer isso kk)

  • Deb

    Querida,você tem vivido iludida, nada do que você acha que viveu é verdade, tudo uma ilusão da sua cabeça!
    Você não casou comum homem. Você casou com um porco.
    Mas agora tudo ficou mais claro pra você. Seja feliz! =D

    (os conselhos da Luiza foram muito bons, siga eles, se não resultar, procure um encantador de porcos)

    o/ Fui

    • E olha que dizem que porco é limpo, pq ele usa a lama por não poder transpirar, ou seja esse aí tá pior do que porco. Foda kkkk

  • Nat

    Isso me lembrou daquele filme Dormindo com o Inimigo, o cara tinha TOC e surrava a Julia Roberts quando ela não o obedecia.
    Acho que a perguntadora deveria deixar o marido com o Moço do Bigode do filme, ai sim…sofrer um terrorzinho de vez em quando é bom.
    Brincadeiras a parte….
    O cara ta arranjando motivo pra briga….te provoca de propósito.
    Como eu já fui casada, não tenho mais paciência pra molecagens, eu dava ultimato…ou melhora ou rua…

  • Rafael Morales

    Cê já devia mandar esse cara ‘pastar’ há muito tempo! Essa mulherada se submete a cada coisa!

    • O ser humano tá complicado mesmo, viu no caso passado? Era o leitor com a esposa que não quer fazer nada =( nao sei onde o povo vive kkkk

  • Gaia

    Sinceramente, eu caia fora dessa o mais rápido possível!! Casamento tb é companheirismo e ele parece que ainda não entendeu isso não, na verdade, tenho a impressão que ele imagina que vc é a mãe dele e tem essa obrigação. E, olha, isso pode até mudar (na minha família tem dois casos desse), mas já aviso que ambos levaram mais de 10 anos para conseguir contornar esses maus hábitos! E isso nem incluiu cuidar da casa e sim cuidar de si mesmo, como deixar o banheiro limpo, as roupas guardadas e a louça lavada antes que acabem os copos do armário.
    Então, eu deixava bem claro que ou ele cuida das próprias coisas e divide o serviço comigo (se não quer cuidar da casa, ok, mas vai ter que compensar fazendo as compras, planejamento financeiro, cuidando do carro e coisas do gênero) ou até podemos continuar juntos, mas cada um na sua casa. Marido não é o mesmo que filho. E se não gostou, a porta é serventia da casa.

    • Interessante, e vc sabe ou pode perguntar pra eles oq finalmente fez eles mudarem, mesmo depois de 10 anos?!

      • Gaia

        Um deles começou a mudança quando a esposa disse que ia se separar. Foram 10 anos de brigas, ameaças e esforço da parte dele até conseguir chegar nesse estágio. Mas acho que uma coisa que também ajudou é que ambos agora trabalham em cidades diferentes, então ela tem ao menos uma semana por mês de descanso (e eles tem uma faxineira que limpa tudo antes dela voltar).
        O outro se recusou a mudar até que a esposa o deixou e ele foi morar sozinho pela primeira vez (ele já tinha por volta dos 45). Foi bem difícil para ele, que estava acostumado a deixar o banheiro sujo, a louça espalhada pela casa, a roupa jogada nos cantos, mas quando chegava do trabalho estava tudo limpo e guardado. Então imagina o choque que foi perceber que a cada dia ele voltava e estava tudo pior, que a louça não se lavava sozinha e o banheiro não se limpava! Agora faz dez anos que ele se separou e ele finalmente consegue manter tudo limpo e no lugar e tem faxineira só uma vez por semana.
        Para ambos esse processo foi bem demorado… que exigiu muito esforço da parte deles e muita paciência da esposa ou dos familiares (no caso do segundo, a mãe e as filhas iam uma vez por mês dar uma ajuda. E as vezes tinham a impressão que a louça estava na pia desde o mês anterior!!)

        • na verdade, na maioria das vezes o ser humano aprende só com terapia de choque mesmo, nunca vi kkk

  • Rodrigo Silva

    Lugar de criança é com a mãe. Devolva ele para a mãe dele.

    • Achei fofo apesar de tudo kkkk

      • Rodrigo Silva

        É mesmo!? Hahhahahahahhaahha!

  • Wana

    Dá para adoção. Quem tem filho grande é baleia, lembre-se sempre disso.

  • S2SunsetS2

    Bom leitora, aqui em casa as coisas não são muito diferentes. A única diferença que vi é que o meu marido dá a descarga, mas fora isso ele é bastante bagunceiro também. Já tentei mudar meu comportamento para ver se ele mudaria mas não deu certo e a solução que eu encontrei foi de buscar estratégias em busca de maiores resultados na minha vida financeira para poder contratar alguém para me ajudar pelo menos uma vez por semana. Agora que a renda caiu um pouco, voltei a fazer tudo novamente. Percebi que minha sogra educou os filhos com tudo na mão, roupas limpas e passadas, casa arrumada, comida pronta e louça lavada, mas a diferença é que ela nunca trabalhou fora. Não é querendo ser pessimista, mas com 33 anos não sei se ele vai mudar…

    • Lorena Dantas

      Infelizmente a criação familiar é o fator principal para isso… 🙁

      • mariana cobra

        Exatamente…e se a criação não fez por onde, ter morado sozinho ajuda muito…o que não é o caso da perguntadora…portanto ela terá que ter sorte, psicologia e paciência

  • Carlos

    Como são as sincronias do universo…
    Acabo de terminar a sessão ” baile das roupas na máquina, esfregações sensuais da vassoura com o lascivo piso e panos se sujando sem pudores” e resolvo dar uma olhadinha no PAUM e…
    Não dá para ter empatia com o sujeito.
    Independência, no básico, é fundamental para qualquer ser humano. Não somos araras que vivem seu acasalamento realmente até que a morte os separe. Que as diferenças, que cada um traz,são uma parte importante das ligações entre as pessoas, não tenho dúvida, mas se limpar, se sustentar e se alimentar com independência faz parte do kit mínimo. Orgulho-me do que eu sei fazer mas não daquilo que dependo dos outros.

    Cara perguntadora,
    Uns revezes impressionantes aconteceram comigo, e estou na maior solidão. A solução dos seus problemas é muito simples, não tem nada haver com que a Luiza e o resto do pessoal tá dizendo.

    Casa comigo! kkkkkkk

  • “Ele nunca foi de me ajudar nas tarefas de casa…” Deu vontade de parar aí mesmo e não ler mais nada… Mas eu li para poder comentar… Moça você insiste numa relação unilateral…
    Na moral, isso aqui não é mais século XVIII em que a mulher é uma dona de casa sem voz ativa. Seu erro é insistir numa relação com uma pessoa extremamente egoísta e com uma mentalidade que deveria ter ficado enterrada com os nossos tataratataratararatataraaratatatataravós…….

    • Joao Kamen Rider 2.0

      Confesso que sou Bem preguiçoso com serviço de casa na republica em que eu vivia era só o lixo até rato, barata, pé de maconha eu já achei o chão de Branco foi para preto fora a loucura de fazer churrasco dentro do AP mano que doideira.

      • Hauhauahuah…. mano casa onde só tem macho costuma ser essa desgraceira….
        eu cozinhando com o meu amigo… corto coisas na pia… mal lavo as facas… é um foda-se imenso…
        Ele fala que o zoonoses, a vigilância sanitária e o ibama proibiriiam nós dois de vivermos na mesma casa…
        Mas, vê se eu sou desleixado quando vou receber minha namorada… ou nem isso… quando alguma criança pequena vem visitar a minha casa…. Eu faço uma faxina do cão… e cozinho com o maior cuidado do mundo

        • Joao Kamen Rider 2.0

          Massa de mais, isso me lembro uma loucura mais ai eu estava mais doido que satanás os manos tiveram uma ideia de cria um porco no AP mano imagina a merda que deu isso a vagaba da vizinha que eu tinha tocado pé na bunda fez o maior inferno mais foi legal fizemos isso depois de assistir o Filme
          Wood e Stock eu espero nunca ter um filho que me puxe nas loucuras kkkkkkkkkkkkkkk https://www.youtube.com/watch?v=Hj4pNIV0ZUg

          • hahauhauhu mano num creio… achei que era só loucura minha… eu sempre quis criar um porco num ap….
            Mano você é o Kamen rider, anda de motocross e criou um porco… mano vc é mto lendário *_*

          • Joao Kamen Rider 2.0

            Maconha de mais deixa a gente doido. =/

  • Stan Lewis

    Faltou mais uma abordagem: converse com vários amigos e amigas que vocês tem em comum, explique essa situação pra eles e combinem de dar uma lição nele! chame de vários deles para virem na sua casa no exato momento em que estão você, seu marido e a porquice feita por ele, então combine de falar pra esses amigos agirem de forma surpresa quando virem a sujeira, fazerem cara de envergonhados e dizerem umas verdades pra seu marido e então se retirarem fazendo aquela cara de vergonha rsrss

  • Otaviano Medeiros

    Não dá descarga ai já demais, hahahahahaha.

  • Karine R.

    Realmente não é fácil. Morar junto é sempre um grande passo a se dar em um relacionamento, e quando o homem pensa que a esposa é uma “fase dois” da mãe dele, que vai limpar, cozinhar, e arrumar tudo sozinha e com toda a boa vontade do mundo sem esperar nada em troca do “filhão”… É triste.
    Depois que se conversa de todas as formas possíveis o negócio é dar um ultimato. Geralmente achamos que este é um motivo muito bobo para se terminar um relacionamento, só nos sentimos confortáveis para terminar quando a questão envolve um assunto mais “sexual”, como traição e afins, mas um relação não é feita apenas disso.
    Se a pessoa com quem você se relaciona não tem a mínima boa vontade com você… Isso já é motivo para notar que ela não te respeita e não te valoriza. Mudar não é fácil, para os homens talvez a ficha demore mais a cair que para as mulheres, mas não é impossível, pessoal que vivem juntas devem se ajudar! E essa ajuda engloba tudo o que for possível, desde as finanças até o bem estar e a saúde do outro, porque se uma mulher fica acamada ela quer ter certeza de que quando levantar não terá uma pilha de louça suja e lixo apodrecendo pela casa inteira.
    Mostre a ele, que isso é sério. Com o passar dos anos a coisa tende a piorar, deixe de fazer o que ele espera que você faça, ou acerte com ele para vocês pagarem uma faxineira uma vez por semana, já que ele não ajuda pelo menos pode pagar para que alguém faça.