Tenho HIV, não sei se peguei do meu atual e tenho medo de perdê-lo!

36

Leitora: Olá, tenho 28 anos e estou namorando há um tempo com um cara. Há dois meses, descobri que sou soropositiva, desde então tenho arrumado desculpas para transar com camisinha e já disse a ele que o médico pediu exames para mim, pois desconfia que possuo o vírus HIV. Dei até uma data para pegar o resultado dos exames e será nesse dia que eu vou contar pra ele… Eu o amo muito e não quero que ele se separe de mim por causa do resultado, até porque não sei de quem peguei e pode ter sido dele mesmo, mas não quero que nossa conversa tenha um tom de troca de acusações… Tenho autoestima suficiente para superar um término, mas não quero ficar sozinha nesse momento, quero ter uma família bonita e tudo que tenho direito e quero muito que seja com ele. Só preciso de ajuda para fazer com que esse comunicado seja da melhor forma possível, pois ele vai ter que fazer os exames também… Ajudem-me, não é que eu não queira perder esse homem, mas é que não quero que seja uma coisa ruim pra nenhum dos dois. Como devo contar a ele?

Tenho HIV, não sei se peguei do meu atual e tenho medo de perdê-lo!

Gata, vou te falar a coisa mais clichê da face da terra, mas que é real: se ele te ama, não irá te largar tão fácil assim não! E nem precisa achar: pode ter certeza disso! Claro que ninguém quer ter HIV. Claro que no começo é um baque e todo mundo tem medo. Claro que talvez ele precise de um tempo pra pensar. MASSSS, a gente sabe que o coração pesa mais do que qualquer coisa no mundo. A não ser que você tivesse o traído, feito alguma sacanagem, ou demais coisas do tipo, mas se você contraiu o vírus ANTES de ficar com ele, caberá a ele ver se “vale a pena”, a depender do sentimento, aceitar ou não.

Como você mesma disse, você nem sabe se pegou dele, ou até mesmo se ele pegou de você. Então, o ideal é que ele também faça os exames e vocês peguem os resultados no mesmo período. Por via das dúvidas (vai que o cara é meio “ignorante” kkk), explique que não é porque o seu exame saiu antes, que foi você que passou pra ele. E que, se tal como você, ele também já transou sem camisinha, ambos jamais saberão quem pegou de quem.

Inclusive, também vale a pena dizer que, mesmo que a taxa viral de um esteja maior que a do outro, não necessariamente significa que o “mais infectado” se contaminou primeiro, mas que talvez ele esteja com o sistema imunológico mais debilitado, etc. Ou seja, são várias possibilidades e variáveis – que para ambos não ficarem malucos, é melhor se juntarem – no amor e na dor, ou se separarem de vez. Sem trocas de acusações…

Agora, se no fim rolar de apenas VOCÊ estar com o vírus, aí minha amiga, eu no seu lugar deixaria pra levar o primeiro papo sério frente ao (seu) médico. Ou seja, combine com seu infectologista uma ajuda pra levar o bofe ao consultório e esclarecer tudo. Sabe por quê? Primeiro porque um médico passa confiança e abre para que seu namorado possa tirar todas as dúvidas possíveis e variáveis (como pega, como não pega, etc). Depois, que como ambos estarão em uma clínica, seu  namorado provavelmente escutará tudo até o final, e as chances dele dar chilique antes de terminar de ouvir tudo serão quase nulas. É claro que, no fim, ele poderá optar por aceitar ou não,  mas ao menos terá se informado e você terá feito a sua parte – que é o que importa.

Por fim, não fique tão ansiosa tentando prever um futuro que você nem sabe direito o que vai acontecer. Vai que ele também tem? Vai que ele não tem, mas te aceita como é? Aí tu ficou neurótica à toa, concorda? Deixe pra se preocupar e criar cabelos brancos quando tiver um real motivo pra isso: por enquanto, faça apenas a sua parte. E lembre-se que, se no fim vocês não ficarem juntos, às vezes era pra ser assim mesmo. Não é porque você o ama hoje, que ele é o cara certo pra você.

Leia a entrevista que já fiz com um HIV positivo. E aos leitores que ficaram curiosos para saber quais exames pedir antes de decidirem transar sem camisinha, leia esse post!

Leia um post semelhante da leitora: Ele tem HIV, mas eu não!

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.