7 Dicas para o sexo anal!

66

7 Dicas para o sexo anal

Sexo anal

Assunto mais polêmico que mamilos.

Quando o assunto envolve o cu, as pessoas se desesperam e demonizam a prática. Numa relação heterossexual, pelo “loke” ser uma área proibida, torna-se objeto de desejo e meta de conquista dos homens. Para uma grande parcela de mulheres, o sexo anal não é nem cogitado, pois se eu tenho uma ppk cheirosa, pra quê dar o cu? Portanto, sexo anal é um tabu tanto entre homens quanto entre mulheres.

A maioria das mulheres acima dos 30 anos que troquei ideia o consideram impraticável. Não pela dor, mas por que quem o faz é vagabunda, prostituta e perde o respeito. Oi?!

E pior, as que tiveram experiências ruins aterrorizam a mente das inexperientes, desencorajando-as a liberá-lo.

Sério isso, estamos no século XXI e a repressão da bunda está firme e forte.

Muitas mulheres mais jovens falam nas rodinhas que praticam, mas em metade dos casos são motivadas por:

  • Ser descolada entre as amigas;
  • a diferentona;
  • pra agradar o parceiro ou por medo de não fazer e ele trocá-la por quem faça.

Sobre a outra metade, elas me ensinaram muito e o que posso compartilhar é:

1 – Dói, dói muito e não tem nada que faça doer menos. Porém,  há um arco íris no fim do túnel.

2 – “Cu não se dá, conquista”. Essa frase é épica, pois para nos sujeitarmos a tamanho sofrimento, deve haver algum tipo de recompensa (falo do pote de ouro daqui a pouco).

3 – Você (homem) deve ser forte, pois terá que segurar muito e se conter, pois o anal em iniciantes demanda o sexo completo…

COMO ASSIM TIA?

Vai ter que fazer lesco lesco na pepeka dela antes de explorar o loke, pois a lubrificação da vagina unida ao tesão de um orgasmo vai lubrificar e tirar a tensão do toba. Em outras palavras, ele relaxa.

4 – Não tente comê-la de quatro, pois essa é a pior posição, a mais dolorida de todas. Tente de ladinho. É difícil, mas é a posição mais confortável.

5 – Sou terminantemente contra “fazer chuca para não passar cheque”. Se você quer o cu, encare as consequências. Fazer chuca elimina a flora do intestino e pode causar sérios problemas de saúde no futuro. A dica que posso dar é que você (dadeira ou dadeiro) regule seu intestino e faça caquinha umas duas horas antes do ato. Não tem erro.

6 – O cu não é pepeca, socar loucamente só acontece nos filmes pornôs ou com certo tempo de prática. O objetivo é que ambos sintam prazer. Então quando você colocar seu pipi no popô dela, espere alguns segundos até que ela se adapte à pressão. Dê preferência a ela, deixe que ela o guie (coloque seu pau pra dentro) e dite o ritmo. Assim que entrar tudo e a dor passar (passa, eu prometo), é só alegria. Aí é muito interessante que você ou ela estimule o clitóris enquanto a enrabada está no auge, a coisa fica louca.

7 – Não tenha nojo, algumas situações vão desencorajá-la a tentar uma segunda, terceira ou quarta vez e vai traumatizá-la a tal ponto a fechar o cu pra nunca mais abrir e difamar o anal pra todas as amiguinhas:

  1. Se peidar pela ppk traumatiza, pensa peidar pelo cu. Cara, dá uma vergonha louca. Finja que não ouviu, PELO AMOR DE DEUS, não dê risadas e haja com naturalidade;
  2. Se ao fim do ato você perceber que a sua camisinha (é óbvio que você estará usando) está lambrecada de caquinha e ela perceber, faça de tudo para demonstrar que está tudo bem e que você não tem problemas em lavar o pau de cocô!
  3. Se ela pedir para parar por que está doendo muito, PARE, seja compreensivo e não emburre. Tenha a sabedoria em esperar, pois as melhores coisas levam tempo!

Pote de ouro no fim do Arco Íris

7 Dicas para o sexo anal

Lembram-se da recompensa, meninas? A recompensa é simples. O conhecimento do próprio corpo, seus limites, seus prazeres e saber por experiências próprias do que gosta e do que não gosta.

E digo mais, o sexo anal dá prazer à mulher SIM e não me venham com o papo de que não temos próstata, pois o cu tem muitas terminações nervosas que podem levar a mulher ao orgasmo (experiência própria!).

Mas, se por ventura, você tiver intestino preso, hemorroidas inflamadas ou qualquer fator biológico que provoque dor, a prática fica inviável e não há problema algum em não curtir e não fazer. Isso não fará de você menos descolada, afinal, sexo é para ser divertido e prazeroso e não obrigação, do tipo bater cartão de ponto. Se estiver assim, repense seu relacionamento!

Bora debater nos comentários? 3… 2… 1… fight!

Instagram
Share.

About Author

Mari Cobra

Intolerante à lactose, bem cuzona, nunca disse que sou legal, tenho um coração grande e geralmente tomo na tarraqueta, geminiana e fodidamente indecisa. Apaixonada pela vida e falo muito palavrão.