Aceito que ele saia, porém, o que fazer quando ele quer me obrigar a ir junto?

35

Leitora: Tenho 23 anos, meu namorado 26, namoramos há 4. Considero-o muito maduro, mas tem falhas. Ultimamente ele tem saído com colegas da faculdade que são praticamente adolescentes (17 e 18 anos) e os assuntos desses colegas são sexo, todo mundo se pega, adoram beber, fazer intriguinhas e piadinhas entre si – tudo que eu detesto. Não faço caso quando meu namorado quer sair com eles, mas eu não o acompanho. O problema é que ele deu piti por se sentir sozinho nessas saídas e, por isso, pediu pra eu fazer um esforço. Dispus-me a ir, mas tenho certeza que vou me estressar. Geralmente eu recuso os convites dele, porque são locais que não gosto ou pessoas que não tenho afinidade nenhuma, acabo ficando muda o tempo inteiro. Expliquei isso pra ele, e ele disse que sempre me acompanha nos locais que vou pra me fazer feliz, mesmo que não goste de nada! Senti-me enganada, pensando que ele gostava das mesmas coisas que eu e, também, por estar se forçando, algo que nunca quis! Achei chantagista da parte dele também. Como o faço entender a minha distância dos programas dele?

Aceito que ele saia, porém, o que fazer quando ele quer me obrigar a ir junto?

Meus Senhor, que assunto mais complicado kkkk. Tô meio sem lado dessa vez, mas vamos ver se consigo dar uma opinião de forma clara. Mas se não conseguir, nem se preocupe porque você não estará lendo esse texto kkkkkkkkkk.

Você parece ser madura demais, centrada demais. Talvez, até um pouco “demais pra sua idade”. Porém, também não sei até que ponto isso pode se confundir com egoísmo ou até mesmo um pouco de ingenuidade da sua parte ao namorar uma pessoa assim, TÃO diferente de você e achar que “é só cada um ficar no seu quadrado que vai dar tudo certo”. Isso seria o mesmo que dividir sua marmita, mas querer que a outra pessoa nunca roube um pedaço do seu frango kkk.

Se ele gosta dessas pessoas, será que ele é mesmo tãooo maduro como você diz? Ou ele apenas sabe apreciar uma boa bobeira e uma boa risada, coisa que, estando certa ou não, você não sabe? Sem contar que já ir pra um lugar negativa como você está sendo e pensando que será tudo uma merda, ficará difícil mesmo aproveitar, rs.

Você concorda que, fora a incompatibilidade estar sendo com itens básicos (o que considero “grave”), não faz muito sentido você ser madura assim e namorar um menino que, “maduro ou não”, se parece muito mais com esses amigos que você “odeia”, do que contigo em si? Sim, porque ele não perderia o precioso tempo de vida dele à toa, caso não tivesse afinidade com nada que eles dizem e fazem. A não ser que ele tenha um grau de abstração terrível, o que não acredito ser o caso. E pra completar, ele também não gosta do que você faz! E aí, vocês vão fazer o que mesmo? Fora brigar, fazer sexo e se dar bem em apenas 1/4 do dia?

O engraçado é que, por sua vez, a gente vê um certo grau de maturidade nele que talvez você não tenha: ele sabe que é utópico namorar alguém e conseguir fazer simplesmente TUDO o que quer, e justamente por isso ele cede. Ele também sabe que, pra rir, tem que fazer o outro rir. E talvez seja justamente por acreditar que isso é óbvio, que te cobra o mesmo.

Também sei que isso pode acabar soando como pressão, ou até mesmo chantagem – enquanto você é super legal e não o força a fazer nada que ele não queira. Porém, você também concorda que essa atitude pode facilmente causar (a falsa?) impressão de que você não se importa lá muitooooooo com ele, e que ele é mais uma companhia pra fazer apenas o que vocês tem em comum, do que dividir a vida em si? Nisso você estaria namorando, não bem NAMORANDOOOO com todas as letras?

Ainda que a gente saiba que tudo tem limite e que só um trouxa pra fazer literalmente tudo pelo outro, será que você está realmente fazendo o seu mínimo? E será que isso reflete o seu sentimento por ele?

Talvez não! Talvez você o ame e seja apenas uma mulher absurdamente independente e desapegada, mas sei lá, será que é isso que ele quer? Ou melhor, será que é isso que você quer? Um quer o vento, o outro o aconchego, e aí quando a conclusão final não bate, faz como?

No mais, doeria tanto assim conhecer os amigos dele? Será que eles são tãoooooooo retardados assim? E se forem, será que isso não reflete parte do que o seu namorado é e que você pensa que não é? E que já que você gosta dele, poderia gostar – nem que seja um pouco – dos outros também? Ou por irônica contradição, será que o que você sente não seria um certo “ciúme”, e por isso mesmo não vai aos encontros? Por no fundo saber que, por você não ir, ele acabaria saindo menos? Ainda mais quando você sabe que ele não gosta de ir sozinho e sente sua falta?

É isso ai amiga, se for tão difícil assim pra você ceder e tão importante assim pra ele que você ceda, alguém terá que abrir as pernas, ou preparem-se para o estresse.

Boa sorte!

 
 
 
 
Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.