Ela não aceita meu filho do outro casamento e não quer nem ouvir o nome dele!

126

Leitor: Conselhos… Por favor! Tenho 38 anos, sou separado e tenho um filho desse relacionamento! Minha namorada faz de tudo para não estar na presença do meu filho! E chegou a dizer que temos sim um relacionamento maravilhoso, mas ela não quer se envolver nisso, pois diz que não cabe a ela isso, pois o filho não foi feito com ela! Estava até tentando levar numa boa! Pois pensei que poderia ser algum medo ou insegurança! Mas que as coisas chegaram à um ponto dela dizer coisas como “não quero ouvir o nome dele esse final de semana”, “Pare de dizer o quanto o ama”!

Desculpe! Mas eu a chamei de egoísta! Onde já se viu dizer amar e querer algo mais sério sendo que ela diz querer, mas ser capaz de dizer que meu filho não teria direito de ter um quarto em nossa casa se nos casássemos!

O que faço? Estou sendo insensível ou algo do gênero?

Ela não aceita meu filho do outro casamento e não quer nem ouvir o nome dele!

Meu amigo, você tem dúvidas de que ela sente medo e insegurança? É claro que sim!!! Ela tá querendo disputar um lugar que simplesmente não existe com seu filho. E apesar de ser algo óbvio, ela não tá entendendo que o amor entre homem e mulher é uma coisa e que o amor entre um homem e seus filhos é outra completamente diferente! Certamente ela pensa que você só poderá ter “um amor maior”, e que esse favorito TEM que ser ela. Sem contar uma possível frustração por ela não ter tido um filho contigo, ou até mesmo o fato “dele lembrar a ex”. Rivalidade, ciúmes e ego meu amigo, já ouviu falar? 🙁

Porém, como no fundo ela sabe que jamais será “a única” (na cabeça de uma pessoa possessiva, que não sabe que rola de amar os dois, claro!), acaba surtando e simplesmente querendo sufocar o menino da sua vida! Ela não quer “se conformar que dói menos”, nem vencer pelo amor. Ou até mesmo se aliar ao menino e assim, fora viver em paz, ver se vocês se conectam ainda mais – mas sim vencer pela ignorância, lutando uma luta que ela sabe que não existe, mas que no desespero, é a única coisa que o cérebro bloqueado dela é capaz de processar!

Já ouviu a frase que diz que, quem muito pede pra escolher, acaba não sendo escolhido? Pois é! Primeiro porque filho tem que vir em primeiro lugar: ou você pretende trocá-lo por uma mulher que está claramente desequilibrada? Depois que ela precisa de ajuda psicológica para aprender a dividir o pão, ou simplesmente não se relacionar com homens que tem filhos – visto que nada justifica ela fazer da vida deles um inferno, né? Sem contar que se você a aceitar assim, com o passar do tempo, sua dor de cabeça só aumentará: não só em relação ao que já está acontecendo, como também porque ela poderá acabar criando o hábito de encrencar com todo mundo que ela desconfiar que “é concorrência”. E isso valerá para amigos, familiares e quem mais vier! Ou seja, um verdadeiro inferno que tenho certeza que você não quer viver.

Assuma seu papel de pai decente e que de egoísta não tem nada: muito pelo contrário, está sendo bonzinho até demais com sua namorada!!! E entenda que, se você quiser ser feliz, jamais poderá se relacionar com uma mulher que não gosta dos seus filhos. A gente entende que ela não é obrigada a aceitar um filho que não é dela, e pensando pelo lado positivo, ao menos ela foi sincera e não se fez de boazinha na sua frente. Porém, a gente também sabe que não é porque ela foi sincera que você será obrigado a aceitar esse tipo de situação altamente sufocante e negativa. Se a tampa não cabe na sua panela e não tem como você voltar seu filho pra barriga da mãe, você já sabe o que fazer, né?

No fim, a saída é muito simples:

1- Terapia nela! – Coisa que provavelmente ela não aceitará, por acreditar que “não tem nada de errado com ela e que ela não é obrigada a nada”.

2- OU termina e acaba com seu sofrimento e do seu filho. Na hora doerá e você sentirá saudades, claro. Mas a longo prazo, valerá a pena ao pensarmos que sua paz espiritual não tem preço.

Bola pra frente e caso não consiga sair dessa sozinho, procure ajuda psicológica!

Boa sorte!

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.