Como dizer para o cara que amo que não quero me casar?

59

Leitora: Bom, eu tenho hoje 30 anos e estou me separando, nunca pensei em arrumar um outro alguém na vida, até o meu filho me pedir… e eu o fiz. Isso já tem mais de um ano… arrumei um namorado… Acho que para evitar repetir o erro com meu ex, escolhi um que era totalmente o contrário dele… um baixinho, feio, mas compreensivo e muito querido… nos damos super bem e eu o amo muito pelo seu jeito de ser…

Ele está na casa dos 40, nunca se casou nem teve filhos e até gosta do meu… me sinto feliz com ele… O fato é que agora ele quer casar… até então eu o enrolava com a desculpa de que eu era casada no civil e não podia, mas agora que meu divórcio está à porta, estou com medo de que ele insista em casar… não sei se estou pronta para enfrentar isso de novo! Mas não quero perdê-lo… Um beijo. 

Como dizer para o cara que amo que não quero me casar?

Gente, às vezes tenho vontade de dar uns tapas na bunda de vocês kkkk. Como você quer se relacionar com alguém que você não tem coragem de dizer O MÍNIMO? Amiga #pelamordedeus, você não tá indo dizer que tem aids, que o chifrou, que na verdade é uma marciana, nem nada disso!! Você irá apenas dizer que não está preparada para se casar por um motivo que, cá pra nós, qualquer pessoa minimamente sensata entenderia: que é porque você acabou de sair de um casamento e tem seus traumas!

Sem contar que, cá pra nós, pela pergunta dá pra deduzir que vocês não se conhecem há TANTO tempo assim. Então, é como nosso amigo Carlos falou:  no começo, todo mundo tem o verniz da fofura e é só com o tempo que ele é retirado. Logo, tendo trauma ou não, em paralelo a isso pense se você o conhece o bastante pra tomar um passo tão sério – e isso independe de trauma e/ou do seu antigo casamento. Pela sua experiência você já deve saber que gostar é apenas um dos mil pré-requisitos para se casar.

E agora que essa situação sirva de lição para, da próxima vez, você parar de se enrolar tanto para dizer as coisas, ainda mais as simples, né? Só que agora que já “deu merda”, que você consiga entender que mentira tem perna curta e que é melhor falar a verdade no seco o quanto antes, do que ficar enrolando e pagar caro por isso sem necessidade. Em suma, não vale a pena, inda mais por algo que, mais uma vez, é coisa boba!

“E agora eu faço o quê?”

Agora você faz o óbvio que você já deveria ter feito há muito tempo: seja sincera, fale com todas as letras que você o ama, que tava com medo de magoá-lo, mas que espera que ele se coloque no seu lugar e entenda que é meio traumático acabar de sair de um relacionamento e já ir pra outro. Sem contar o mimimi verdadeiro de que se vocês se amam, não é um pedaço de papel que irá selar as coisas, que não precisa ter tanta pressa assim, que o que prende a gente é o sentimento, não o casamento, etc.

Sem contar o pequeno que você tem em casa, que apesar de querer muito “um pai”, não sabe dos trastes que a vida manda e que, justamente por ter essa responsabilidade, você precisa de um tempo pra saber se o noivo é realmente tudo isso que você pensa. Ou seja, uma pessoa confiável pra entrar na sua casa e conviver com seu filho.

Força na peruca, vai lá e fala! E se o cara fechar a cara, pra mim só conta como mais um motivo de que realmente não é hora pra vocês se casarem: não só por tudo que disse, como também porque se um homem de 40 anos não entender algo simples e ainda querer casar é dose, né? Lembrando que a importância do saber dizer “não” não é só por você, mas sim pra saber selecionar quem realmente gosta de ti e respeita seu tempo.

Por fim, cogite se, pessoalmente, você não é uma pessoa que complica demais as coisas (a dramática? kkk), tem medo excessivo de reprovação, etc. Em caso afirmativo, tente melhorar isso para além dos seus relacionamentos, visto que isso só atrapalha a vida social e pessoal de qualquer um.

Boa sorte!

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.