Sexo não é tão bom quanto eu pensava?

36

Leitora: Olá, tenho 18 anos e perdi minha virgindade há 2 meses atrás com o meu namorado, que tem 22 anos. Namoramos há 1 ano e 2 meses. Nesse tempo, ele apenas fez comigo cinco vezes, apesar da desculpa ser falta de oportunidade, já tivemos várias oportunidades e ele não me procurou (eu sei, eu sei, eu também tenho que procurar ele). Mas é que sou muito tímida e penso que, se ele quiser, vai me procurar. Só que, sinceramente, achei que seria uma coisa e acabei me decepcionando. A nossa primeira vez foi muito especial e tudo mais, me tratou muito bem, sabe?! Não tenho do que reclamar. Mas, apesar da vontade que sinto na hora para fazer, acabo fazendo e não gostando. Ele vai direto ao ponto e, no começo, sinto muita dor e depois não sinto mais nada. Eu já conversei com ele, temos essa liberdade e sempre que não gosto, eu falo. Contudo, não adianta, ele acaba inventando desculpas que não se encaixam, como: “tava com muita vontade”. Outra coisa são os beijos, quase não recebo mais (sim, antes eu recebia) beijos que tiram o fôlego. Então, não vi maravilha nenhuma em fazer sexo. O erro foi meu em esperar demais de uma coisa?

Sexo não é tão bom quanto eu pensava?

Amiga, se a sua primeira vez foi ótima, é óbvio que sexo pode ser bom, concorda? Sendo assim, será que você não está olhando apenas o ponto negativo do seu passado enquanto se esquece daqueles detalhes que te fizeram bem?

De qualquer forma, o mais importante você já fez, que foi conversar com ele. Porém, como é que você fez isso? Foi com cuidado? Carinho? Ou apenas diminuindo o cara – estilo sincerona mal educada, rs? Se você fez a última opção – mesmo sem a intenção de ofender – faz sentido ele não querer te procurar mais. “Sacumé”, mexeu com o ego do cara e aí, se ele se sentir menos homem, é esperado que ele te procure menos. Até porque, não é só você que tem as suas inseguranças, certamente ele tem as dele também. Inclusive, arrisco dizer que não existe um ser humano no mundo que tenha 100% de autoestima em todas as áreas da vida. Só se for o Buda, afins e olhe lá, rs. Então, muito cuidado ao “criticar” alguém, ainda que claro, sinceridade e uma conversa franca tenha sempre o seu valor. No fim, não precisa ser um gênio pra concluir que é tudo uma questão de bom senso.

Por outro lado, você também faz a sua parte pro sexo ser bom? Vejas as dicas sobre como chegar ao orgasmo mais facilmente, e esse outro vídeo aqui sobre gente ruim de cama, porque não dá pra ficar só exigindo que o cara dê conta de tudo, né? Por mais que você seja tímida, você tem que aprender a se virar também. E esse “se virar” nem sempre precisará ser falando: você poderá simplesmente trocar de posição como quem não quer nada, chamá-lo para fazer algo que você sabe que você irá gostar (banho junto? rs), etc. E quando você ver que ele tá com muita pressa, dê uma parada discretamente nele. “Segure pelo quadril”, interaja com algo dele a fim de “mudar um pouco o foco pra depois voltar pra você”, e por aí vai. Não precisa sair dizendo no reto “não gostei” sem antes ter tentado direito, entende?

Lembre-se de que você sempre poderá fazer acontecer de uma forma melhor. Sem contar que a linguagem corporal, fora ser menos agressiva, costuma funcionar melhor do que a verbal nesses casos que mexem com a masculinidade do cara, rs. Até porque não adianta nada você sonhar com um sexo perfeito se você não faz nada pra isso. E claro, elogie muito quando você gostar de algo também, assim como tire suas dúvidas pessoais a fim de que ele entenda que “ninguém é perfeito” e consequentemente, não leve tanto as coisas pro lado pessoal, mas sim pro fato de que relacionamento também é um constante aprendizado e aperfeiçoamento de ambos os lados, não apenas de um “que é o sabichão enquanto o outro obedece”, rs.

Tenho certeza que ao fazer isso, sua vida sexual será muito melhor. E se mesmo assim o cara for continuar sempre muito rapidinho, talvez seja o caso dele procurar tratamento para ejaculação precoce. Mas bem, isso aí já seria papo para um outro texto e talvez seja bom ler isso aqui.

Boa sorte!

Assista a esses vídeos que irão te ajudar:

3 Dicas para superar a timidez

Como chegar ao orgasmo

Gente ruim de cama 

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.