Sou casado há 20 anos e ela ainda ama o antigo amor!

42

Leitor: Sou casado há 20 anos. Minha relação sempre foi morna com minha esposa, somos bem diferentes, ela é bem animada gosta de estar rodeada de amigos, também já fui assim, mas ultimamente mudei e prefiro ficar mais reservado. Claro que as vezes quero ir em festas ou encontro com amigos. Há cerca de oito meses ouvi ela comentar com uma amiga que havia encontrado por acaso com seu primeiro amor e começou a trocar mensagem com ele. Coloquei-a contra a parede e ela confessou que o ama até hoje, ficamos muito mal, choramos juntos e ela inventou uma viagem para espairecer e começou a dizer estar confusa e que também me amava. Enfim, estamos juntos até hoje, mas não é mesma coisa, pois sempre desconfio dela, ainda mais depois que ouvi ela dizer à mesma amiga que havia passado final de semana com os mesmos chatos (eu, minha irmã e cunhado). Não sinto que ela me ama e desde o acontecido fiquei ciumento demais. Às vezes tenho vontade de pedir separação, por outro lado tenho medo, sou inseguro e tenho baixa autoestima, já tentei que ela mudasse, mas disse que não está disposta a mudar seu estilo de vida por min e que tenho que aceitá-la desse jeito.

Ela ainda ama o antigo amor

Amigo, ela ser sociável e você não é seu menor problema, até porque vocês não nasceram grudados e era só combinar essa parte. O maior problema é que, fora desde sempre a relação ter sido morna, se ela ainda ama o antigo amor, é claro que ela não te ama. Sei que tem gente que fala que dá pra amar duas pessoas ao mesmo tempo e mimimi, mas sinceramente? Nesse caso parece que ela ama um (o outro) e se sente protegida e acomodada com você – o que não considero muita vantagem pro seu caso. Ou você acha que se o outro resolver assumi-la ela ainda ficará com você? Essa não foi uma pergunta irônica. Apenas reflita ao conhecer a mulher que você tem.

E aí eu te pergunto o grande clássico dos bafafás amorosos: é isso que você quer pra sua vida, boy?

Não sei o que você precisa pra se tocar que já deu o que tinha que dar e que não tem nada a ver pedir que ela mude por ti:

1- Primeiro porque ela não está interessada o suficiente pra querer mudar;

2- Segundo que o maior interessado nessa história é você. E vamos ser sinceros: ela foi bem direta contigo, você que fica se enrolando aí por causa de uma migalha ou outra que ela te joga. Até porque, é como você mesmo disse: nem você mesmo sente que ela te ama. Então, né? Vamos pegar o caminho pra roça enquanto há tempo.

É normal a gente gostar muito de alguém e querer que essa pessoa mude por nós. De preferência, “que comece a gostar mais da gente”, como se fosse um verdadeiro milagre. Só que no fundo você sabe que isso é utópico, que é apenas uma desculpa pra você descarregar os seus medos em cima dela ao esperar desesperadoramente que ela te salve. Sendo que, né? Planeta Terra chamando e se você não gosta e não corre atrás de se gostar, fica difícil alguém fazer isso por ti.

Entenda que, ao menos por enquanto, o seu problema pode ser considerado apenas seu, porque é você quem mais sofre com ele e é apenas você que “ama” (isso se não for apenas baixa autoestima por acreditar que somente ela iria te querer, e por isso não larga o osso). De qualquer forma, é você que tem que se coçar. E é o que sempre digo por aqui: é difícil até pra gente se mudar por nós mesmos, como vamos querer que os outros – que por sua vez, nem estão muito interessados assim – mudem pela gente? É comodismo e ilusão demais da sua parte, não acha?

Percebe como você está sendo covarde o tempo inteiro? Sem contar que ela já disse coisas suficientes pra você correr atrás de alguém que te queira de verdade. Ou você acha que só por que ela falou “que te ama também” é suficiente? Você precisa de atitudes, não de palavras e sabe disso.

Se você sabe que não conseguirá sair dessa sozinho, não economize com terapia: procure um bom profissional e pague o preço por ele. Pelo o que você mesmo insinuou, você não conseguirá terminar sozinho por causa do amor que sente por ela + a sua baixa autoestima, e tá tudo bem com isso – DESDE que você assuma suas fraquezas e procure ajuda, claro. Até porque ponto fraco todo mundo tem, feio é quando a gente quer ficar apenas chorando enquanto não faz absolutamente nada pra mudar o problema. Não pense que um milagre irá acontecer sem que você trabalhe por ele e agradeça por já saber qual é o seu problema, visto que assim fica muito mais fácil superá-lo!  Note que você poderá se enganar ou postergar o quanto quiser, mas quem pagará o preço por isso será essa pessoinha que me lê agora.

Força na peruca que você consegue!!!

Veja a diferença entre psicólogos, psiquiatras e terapeutas e leia o post com Dicas para elevar a autoestima também.

Assista também: Como esquecer o ex?

Boa sorte!

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.