Fiz fio-terra e gostei: vocês acham isso coisa de gay?

199

Leitor: Durante uma transa com a minha namorada, estávamos praticando a conhecida posição 69 e do nada ela introduziu o dedo no meu ânus, sem avisar nem nada. De início levei um susto, e de imediato mandei que parasse, ela disse que não pararia, porque meu pênis permanecia ereto, ou seja, no entendimento dela eu estava sentindo prazer. Ao invés de sair da posição, como resposta, também introduzi o meu dedo em seu ânus. Enfim, confesso que até senti prazer com tudo isso, e posso lhe dizer que até tenho vontade de repetir a prática. Agora me responda: O que acha de tudo isso? O que ocorreu me torna menos homem? O fato de querer repetir o ato me torna um gay? Gostaria também de saber qual a opinião das mulheres e homens em relação a essa prática. Acho importante também dizer que não sinto atração por homens!

Fiz fio-terra e gostei: vocês acham isso coisa de gay?

“Acho importante também dizer que não sinto atração por homens!”

Ou seja, como você mesmo já sabe e disse, você não é gay! Ser gay não é gostar de usar cueca ou calcinha (ainda que isso seja polêmico), fazer ou não fio-terra, ou até mesmo dar ou não o brioco (mais polêmico ainda! kkkk). O que te faz ser gay é a atração por homens e ponto final! Não precisa complicar, ainda que claro, a sociedade sempre julgará como coisas de gay tudo aquilo que seja “transgressor do sexo tradicional hétero”, tais como os exemplos que citei anteriormente. Mas na boa? O lado bom é que se (quase) tudo é cultura, o social tenderá a mudar após os anos e aí, terá cada vez mais gente debatendo o óbvio. Ou seja, que fetiche ou preferências sexuais em si e por si não têm nada a ver com orientação sexual – ainda que claro, possam se coincidir às vezes.

No máximo você poderá ser um bi enrustido, mas isso no fundo você também já saberia dizer. Não saberia? Na verdade, xô te contar um babado forte aqui em off kkkk:

Muitos, mas muitos homens curtem um fio-terra! Pode crerrrrrr na Lulu aqui! Só que pouquíssimos admitem isso em público!

O motivo? Bem, em geral, devido ao mesmo medo que o seu kkkk. Essa história inclusive me lembrou o caso do namorado – hétero – de uma amiga que pediu a famosa dedada pra ela, rs. No começo, ela achou estranho: afinal de contas, ela nunca tinha feito isso, e como a maioria das pessoas cogitam “assim de supetão”, também cogitou ser coisa de gay. Porém, com o passar do tempo e com a intimidade entre os dois, ela se acostumou e entendeu que era apenas uma preferência sexual, não uma orientação sexual.

Quer entender a lógica biológica do prazer anal masculino (mesmo para aqueles que dizem que jamais liberarão o brioco? kkk)? Então assista esse vídeo que fiz justamente sobre esse tema! E ah, mostre pra namorada pra ela poder dormir tranquila também! =)

Boa sorte!

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.