Meu marido fala que tô gorda e fala que pareço uma prostituta

29

Leitora: Olá, queria um conselho, sou casada há 2 anos e meio, temos uma filha de 2 aninhos, tenho 24 anos e ele 28.. Ando muito triste, desanimada, pois meu marido é muito frio, nunca me elogia, não tem ciumes, às vezes fica 2, 3 semanas sem fazer sexo comigo e se eu o procuro, ele fica bravo, diz que precisa dormir, que tá cansado e da última vez disse pra mim parar que eu tava parecendo uma prostituta, como pode? Hoje fui conversar com ele, desabafando e ele veio dizendo que não me agrada, pois eu to gorda, relaxada, que não tem vontade fazer nada comigo… e fala assim, de um jeito frio… E eu sou bonita, loira, cabelo comprido.. não sei o que acontece, não sei pq ele é assim comigo!! Ele só trabalha, não sai de casa nem pra ver os amigos.. será que devo separar ou tem alguma solução… Me dê um conselho..

Meu marido fala que tô gorda e, se cobro sexo, fala que pareço uma prostituta

Será que ele tem depressão? Não que isso justifique, mas achei estranho, porque fora ele estar de mal com a vida, ainda por cima não sai nem com os amigos. Se ele aceitar bem certos tipos de conselhos, pergunte se ele se sente constantemente deprimido, sem ânimo para nada, etc. Às vezes ele está com um problema psicológico e acaba descontando em você. Só que, né? Tudo tem um limite e você não conseguirá fazer todo trabalho por ele.

Entendo que casamento não é algo fácil, do tipo ”vou terminar e acabou”, ainda mais se você amar seu marido. E é por essas e outras que eu faria por partes. Começando, claro, pela minha parte. Primeiro, fora ver esse esquema da depressão com ele, eu faria tudo o que EU acho que poderia melhorar em mim. E nem digo físico, digo tudo que acho que ele tinha razão. Por exemplo: “vou parar de usar pijamão e também não vou cobrar mais por sexo, visto que quando a gente cobra demais, broxa qualquer um”. E obviamente que isso não teria nada a ver com ser ou não puta (machismo dele), mas sim porque vira pressão mesmo. “Também vou emagrecer”, e por aí vai, rs.

Depois, eu verificaria se ele REALMENTE só está comigo. Mas atenção, tem que ver se você teria força mental pra “descobrir uma possível amante”. E mais importante que tudo: no seu lugar, eu só faria isso se precisasse de um motivo para terminar e se fosse terminar MESMO. Do contrário, se soubesse que mesmo se descobrisse não teria forças pra dar um pé no boy e ainda ficaria depressiva neurótica, deixaria quieto e não procuraria saber de nada, rs. Ou seja, essa dica só é válida se você achar que tem o perfil e se acreditar que isso te AJUDARIA a longo prazo, pois você sofreria hoje, mas depois agradeceria por ter descoberto e enfim ter conseguido essa força a mais para fazer o que precisava ser feito (caçar um rumo na vida, encontrar outro, etc, rs).

Por fim, se nada funcionar, você pode ter uma conversa muito franca com ele. Perguntar na caruda mesmo se ele quer o divórcio. Se ele disser que não, diga que então o único jeito é vocês fazerem uma terapia de casal – visto que não precisa ser um gênio pra saber que, se ele gostar realmente de você, saberá que ainda que ele te “ache gorda e desleixada”, você não merece ser infeliz, nem ele!  E que assim como você não é perfeita, ele também não é e AMBOS precisam procurar ajuda para melhorarem no que for preciso JUNTOS.

Você pode até brincar (caso concorde, claro) que procura uma academia se ele for pra terapia contigo e por aí vai. Só não deixe de tentar fazer algo, até porque, ao fazer isso, a ideia será basicamente “testar” o grau de interesse que ele tem em salvar esse casamento ou se você estará apenas nadando sozinha. Afinal de contas, quando um não quer, dois não se beijam, né?

Por fim, dê para ele como quem não quer nada o texto “Por que é tão difícil encontrar uma mulher puta na cama e dama na sociedade?“.

Assista: Como esquecer alguém?

Leia: Sintomas que o amor acabou.

Boa sorte! 

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.