Engravidei minha ex e agora ela mente pro atual dizendo que o filho é dele!

24

Leitora: Minha ex-esposa e eu moramos por 3 anos juntos, eu tenho 24 e ela 22. Temos um filho de um ano e meio. Acontece que nos separamos por vários fatores, desde problemas financeiros a discussões. Sempre fui um excelente marido e pai. Segurei a relação quando vi que ela já havia desistido. Mas sempre amei essa mulher. Ficamos em um vai e volta. Seis meses depois, acabamos ficando depois que voltamos de uma festa de aniversário com nosso filho.

Acontece que ela já estava comprometida. O namorado dela estava há um mês em São Paulo e ela iria morar com ele. Só que nessa única noite ela engravidou. Mesmo assim viajou, nosso filho não falta ninguém para amá-lo e cuidar. Odiei ela por isso. Afirmou que queria mudar de vida e trabalhar. Ela acabou contando para o cara que o filho era dele, faz uma semana que ela viajou. Ela disse que eu podia impedi-la de ir, mas não fiz, porque pensei que se me amasse não iria. Mas ela foi, estou insistindo que volte, porque a amo, quero acordar de novo e ter minha família completa. Mas agora ela acha que não dá para voltar atrás e quer recomeçar a vida lá até estar pronta para caminhar só. Será que estou sendo cego demais e ela esteja mais feliz sem mim?

Meu desejo sempre foi ter uma família, porque a minha não foi assim e quero dar aos meus filhos isso, e agora outro vai criar um filho como se fosse dele. Não sei o que fazer, se deixo assim ou esqueço tudo e sigo em frente, mas esse remorso aqui dói, saber que tenho um filho que nunca vou amá-lo como pai e sim outro, faço uma loucura e conto e a faço infeliz de fato? Continuo insistindo até ela voltar para mim ou deixo as coisas como estão e sigo em frente? Por favor me ajudem!

E tem gente que ainda pensa que essas histórias acontecem apenas nas novelas…

Amor, FODA-SE essa mulher, #pelamordosdeusos e foque no seu filho!!! Como assim ela tem um filho SEU e acha que VOCÊ tem que aceitar que ela minta que ele é de outro e ainda quer que você fique de boa com isso? Não sei o que mais me preocupa: você não perceber que sua mulher – ops, ex – é fria pra caramba e que só pensa nela OUUUUUUUUUUUUUU mesmo sabendo o prazer e a felicidade que é ser PAI, deixar para que outro crie, “só porque ela quer assim e você não quer deixá-la tristinha“! Acorde pra cuspir e vire homem pelamordedeus!!

Não vamos ser bobos ao dizer que ela não ficará com raiva de você caso você coloque a boca no trombone dizendo que a criança é sua. Porém, pense aqui comigo: primeiro, essa mulher não te ama, tanto é que ela já aplicou um foda-se bem gostoso pra você e já está morando com outro. Depois que, mesmo se ela te amasse (What?!), NADA justifica você deixar uma criança sendo enganada no mundo. Ela não merece isso, você não merece isso e o coitado do corno também não merece isso. Só cuidado pra, depois de se sentir ameaçada, ela não dizer que se enganou e que o filho é do atual, só pra você sair da aba dela! Porém e ao mesmo tempo, eu no seu lugar também não teria 100% de certeza que o filho é meu. Ou ela só transa sem camisinha com o amante (no caso você) e com o oficial ela usa? rs.

De qualquer forma, exija um exame de paternidade. Eu no seu lugar falaria: “Olha, vamos fazer um exame de DNA por bem e em off. Se o filho não for meu, eu deixo pra lá” (e dê graças a Deus por ter se livrado de uma mulher que nem te queria e é ambiciosa a ponto de foder qualquer um pela frente, só pra conseguir o que quer). “Porém, se o filho for meu, você me querendo ou não, quero ter todos os direitos sobre ele“. Se ela chiar muito, aí sim você poderá ameaçar a procurar a justiça e claro, questionar se mãe que é mãe quer ver a felicidade dela ou do filho em primeiro lugar, né?

Meu único medo é você fazer pressão e ela querer abortar, daí penso se não seria o caso de você fazer tudo isso que propus DEPOIS que a criança nascer. E quando fizer, alegar que é porque você queria o bem do seu filho e não queria atrapalhar a gravidez da moça. Sem contar que exame de DNA é mais em conta fazer depois que o filho nasce, não é isso?

Enfim, procure um advogado e converse sobre a melhor maneira de lidar com essa situação sem prejudicar (tanto) a criança. Seja MAIS PAI, menos “amante apaixonado” e mais do que isso: NÃO SIGA apenas a minha opinião e a dos leitores. Por mais que eu escreva, esse post ficará superficial em vista do problemão que você se meteu. Procure ajuda particular, se não for comigo, com qualquer profissional que você confie, mas por favor, deixe essa mulher como o último dos seus problemas, enquanto procura acompanhamento para apaziguar todos os outros.

Ah Luiza, mas eu a amo! Como deixá-la em último lugar?

Amigo, eu no seu lugar teria é MEDO de dormir e acordar com uma mulher que é capaz até de mentir algo GRAVE assim pra se dar bem nas costas dos outros. Essa daí só conhece o próprio umbigo, rapaz. Agora veja se encontra, nem que seja por um momento, o seu.

Boa sorte!

 
Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.

  • VagnerFeijó

    Uma pergunta ela viajou e deixou você com os filhos..?

  • Marcelo

    Pqp… E eu achando que tinha feito muita merda em minha vida…

    Cara, ex, se prestasse, não seria ex. Isto é o bê a bá dos relacionamentos.

    De resto, faço coro com a Lu, certifique-se de que a criança é sua e, caso seja mesmo, lute por ela.

  • O amor é cego…
    Esse é o motivo de pessoas como nós, que só tem um texto para ver, ainda sim, enxergarmos mais claramente. Só tem dois comentários até agora, além da opinião da Luiza, mas imagino que vai ser quase unânime, a péssima impressão sobre sua ex.

    Concordo integralmente com o que a Luiza te aconselhou.

    Você está obcecado, procure apoio, dê um tempo e aceite este desgosto, afinal existe um, ou talvez dois filhos seus, nesta história e será necessário muito tato para encarar a tsunami que vem por aí.
    Falsificar a paternidade de uma pessoa é inconcebível. Você não tem o direito de mentir nem omitir-se neste momento. Imagina isso vindo à tona daqui uns vinte anos, afinal quem garante que as coisas não saiam do controle no futuro.

    • Monique

      Engraçado, eu não tive uma impressão tão péssima assim dela, como você e a Lu tiveram.
      O erro dela foi gravíssimo, é fato. Mas o erro dela, pra mim, foi 1: mentir para o outro que o filho é dele. E eu pensei assim: vai que essa menina nem tem certeza de quem a criança é e jogou essa conversa pra ver o que faz até o momento da criança nascer?
      De resto, percebi que ela não o ama, foi sincera, e ele, de certa forma, a persegue. Eles se separaram, ela desistiu do casamento e ele percebeu. Ela tem outro, foi morar com ele, e o moço do relato ainda diz que a ama, que insiste pra voltar, que a quer de volta. Não sei, não tive uma impressão tão errada dela não. Vejo um rapaz desesperado, obcecado, que precisa de ajuda pra voltar a si.
      Porém, que fique claro que, pra mim, a mentira dela é abominável.

      • Pois é, mas mesmo você que não ficou com uma péssima impressão da ex, entende que ela está cometendo um erro gravíssimo e não vamos esquecer outra coisa: ele foi transar com o ex-marido e já estando num outro relacionamento. Mentir, para ela, é algo mais abrangente…

        • Monique

          Sim, gravíssimo, concordo…e até editei meu comentário antes de vc escrever e eu visualizar o seu: Tem o lance da traição tb… Concordo contigo.
          Só quis dizer que vi um outro lado gritante tb: a obsessão dele….e talvez esse lado tenha diminuído a impressão ruim que eu teria dela.

          • Concordo, como temos apenas o relato pelos olhos deles, não sabemos até onde vão os problemas, neste relacionamento, causados por ele, mas parece, sim, alguém obsessivo.
            Mas botando numa balança grudento vs mentirosa, eu escolho como menos pior e mais fácil de remediar, a primeira.

          • Monique

            Sim! A segunda, a depender da proporção, é praticamente um desvio de caráter. A primeira, não.
            Torço pra que, assim como no caso anterior, esse rapaz esclareça melhor como as coisas aconteceram.
            Eu tenho pavor de traição. Mas lendo o relato, e imaginando as situações, da forma que foram relatadas, vejo o rapaz forçando a barra, seguindo, perseguindo, até conseguir o que queria. Trair e mentir são abomináveis. E ela é completamente responsável pelas coisas que opta fazer. Trair foi decisão dela. Mas eu ainda gostaria muito de ouvir o rapaz ser mais claro quanto a algumas passagens do relato. Eu ainda, por exemplo, não entendi direito se ele já tem certeza que o filho é dele ou se ele só acreditou nela. Também não entendi se a criança já nasceu ou ainda está na barriga rsrs. To “cafusa”.

      • mas mesmo q ele a persiga, ela tem q registrar o pai certo e manda o cara se tratar se for o caso kkkk
        porém, mentir q é d outro ela precisará se tratar junto, rs

        • Monique

          Si si! Ambos tratando a o cabeçote! rs

  • Monique

    “Será que estou sendo cego demais?”
    Está! Infelizmente. Precisa de ajuda!
    Não deveria insistir pra ela ficar com você. Ninguém deveria. Ela não merece e você não precisa. Você precisa de ajuda.
    Entendo sua frustração por não ter tido uma família bacana, e entendo você querer proporcionar isso aos seus filhos, mas acredite, no geral, filhos não querem os pais juntos porém infelizes e contra a vontade de uma das partes. E o fato de vocês separarem não significa que não serão mais uma família. E isso só vai depender de você e da moça…
    Futuramente, e havendo empenho, vocês poderão viver em harmonia e essa harmonia é que irá se converter em felicidade no coração e rosto dos seus filhos.
    Quanto à criança, exija exame e arque com as responsabilidades caso seja sua. Nem cogite isso de “deixar pra lá”.
    Você está com uma venda gigante nos olhos. Precisa parar, colocar a cabeça no lugar e, repito, ajuda. Nem que seja sua mesma. Reerga-se! Você consegue.

    • Monique

      Ahh, e na hora pensei mas esqueci de escrever sobre…
      Mas essa fala “Ela disse que eu podia impedi-la de ir” dá pano pra manga!! A princípio eu diria que é o subconsciente dela, ou o consciente mesmo rsrs, pedindo que ele traga à tona a situação do bebê, coisa que talvez ela não esteja conseguindo fazer….

  • Franciele

    Leitor, esse teu amor tá muito cômodo pra ela, sequer precisa abrir mão de alguma coisa, e ainda teve sexo ao melhor estilo “recordar é viver” para decidir.
    Espero que tu compreenda o papel de trouxa que está envergando, na ilusão que algum dia ela irá acordar convicta que não vive sem ti; isso até poderia acontecer, mas apenas se houvesse reciprocidade e atitudes positivas de ambos.
    Sobre teu filho, discordo da Luiza quanto a esperar a criança nascer; procurando a justiça desde agora, tu evita ser mau interpretado pelo juiz no futuro, porque ainda existe nos fóruns a cultura que o pai sempre é o vilão da história, e procrastinar não ajuda nesse comenos.
    Entendo o risco de aborto que a Luiza suscitou, mas penso que deixar a coisa como está não ajudará no futuro; se ela quiser abortar, um processo envolvendo a criança poderá fazê-la pensar duas vezes, porque será suspeito.
    Mas não sou tão catastrofista, acredito que, ao perceber teu interesse pelo filho, ela talvez tente voltar, porque né, a relação dela com o atual vai balançar com esta história e provavelmente termine; nesse momento é que teu amor próprio realmente será posto a prova, então prepare-se psicologicamente para passar por tudo isso sem retomar uma relação que só existiu nas tuas atitudes.

  • Deb

    Eu tava-me a cagar para o facto de ir “estragar a vida dela”, tendo em conta q ela está a constuir a sua felicidade as minhas custas…
    Caga nela, e faz o que precisas para ser feliz. Se é ter o seu filho ao seu lado, então, contar a verdade é um bom inicio.

  • Rodrigo Silva

    Como eu também estava pensando… Eu ficaria com dúvidas se esse filho seria meu mesmo. Levando em conta o histórico de vida dessa mulher. Mas se for… Ele tem que acabar com essa palhaçada para não ter o pior remorso da vida dele. E essa criança não merece se enganada.

  • Aline

    Vc diz que quer ter uma família novamente, mas nunca deixou de ter. Vc, seu filho que já nasceu e este que está para vir são sua família. Não confunda amor com obsessão por uma ideia. Vc ama a IDEIA de ter novamente uma esposa e os filhos em casa. Sei que é difícil pensar fora da casinha às vezes é acreditar que é possível ser feliz de uma forma que não imaginamos, mas tente. Pense no seu filho e procure ajuda de um profissional. Se por acaso vc ainda esteja com problemas financeiros, saiba que as faculdades que possuem o curso de Psicologia fornecem tratamento gratuito, além de ONGs e grupos de apoio diversos espalhados pelo país. Boa sorte.

  • mariana cobra

    Toda história tem dois lados e mesmo ouvindo os dois, dificilmente saberíamos a verdade.
    Levando em consideração essa premissa, parto do pressuposto que se ela desistiu de uma casamento já tendo um filho seu é pq bom marido não era.
    É horrível o que ela está fazendo com o atual e com o bb que está por vir, mas talvez nem ela saiba se de fato vc é o pai. Por isso concordo com a @disqus_GhcrMi3IES:disqus e acrescento que vc está obcecado pq nem um filho a prendeu, e, assumir a responsabilidade pela perda de alguém que se ama é uma das coisas mais difíceis a se fazer nesse momento.
    Bem daquele jeito…quando estava comigo era péssimo, agora que superei me quer de volta.
    Espere sua ex ter o bb e exija seus direitos como provável pai dessa criança e siga com a sua vida pq ela não vale o sal do batizado.

  • Stan Lewis

    Uma pergunta básica: fizeram teste de DNA pra saber se o filho era realmente seu?

    • tb quero saber, pq nao confiaria na moça nao kkk

      • Stan Lewis

        Exatamente, se enganou um, deve enganar todo mundo rsrs

  • Jps

    Concordo com a Luiza. O foco deve ser o bem estar da criança e não da sua Ex.

    Você esta cego em relação a sua ex? Claro que sim.

    Tem curar para essa cegueira? Mas é claro, esqueça ela e parta para OUTRAS, rs.

    Brincadeiras a parte, acredito que você deve esperar até ser possível fazer um teste de DNA na criança, porque como foi comentado, será mesmo que o filho é seu e não do atual dela?
    É realmente muito difícil acreditar que ela possa ter feito isso só para te “prender” e te usar como estepe caso de problemas com esse atual?

    “Mas agora ela acha que não dá para voltar atrás e quer recomeçar a vida lá até estar pronta para caminhar só…”

    Quer dizer, ela vai usar esse atual só para ter a chance de se reerguer e você ainda quer ter algo com ela?

    Bom, eu possa dar muitos argumentos, mas no final a decisão é totalmente SUA e se por caso estiver muito dificil resolver sozinho, busque uma ajuda profissional (advogado, psiquiatra, pai de santo…), porque o que acontecer ira afetar seus filho(s) também.

  • hadassa

    Amigo leitor só sabemos o seu lado da história se você que está com a verdade. Posso te dizer vc é bem carente e foi bobo e deu mole muito lindo e louvável um rapaz querer casar e formar sua família ter ótimas intenções. O problema para isso acontecer vc tem que escolher a “pessoa certa” não se encantar pela pessoa só porque bonita, fácil só porque te proporcionou prazer sexo pra ti. A gente de fato só conhece alguém olhando a sua alma o seu interior as suas atitudes mais do que as suas palavras. A maior armadilha das pessoas na área sentimental é basear o seu namoro/noivado só no sexo(prazer) que outro proporciona com seu corpo e ignora ou esquece o mais importante é olhar a alma da outra pessoa quem ela é ou ele é o seu interior quem a pessoa de verdade.
    Primeira coisa que se deve verificar antes de querer casar com alguém isso só é feito no período do namoro e saber quais são os valores e princípios? É olhar o seu caráter? Olhar se a pessoa tem hábito de mentir ou não? Resumo se a pessoa é confiável ou não principalmente em questão de “fidelidade” só se pode ter essa percepção quando é racional e não deixa a emoção te dominar a pessoa sentimental demais acaba se cegando quando só fixa nas atitudes exteriores do outro não no seu interior esse que problema. Olha só se a sua ex esposa “ficou” contigo fez rivavel com vc mesmo ela já está comprometida namorando outro se vê que ela tem uma falha de caráter ela é infiel não é uma pessoa nada confiável mesmo se ela chifrou o novo namorado com vc sendo o ex dela. Então mentir para mesmo agora dizendo que está grávida e o filho é dele isso café pequeno para mesma se vê que la tá morrendo de medo para novo namorado não descobrir que ela teve recaída contigo o ex marido se vê que ela quer preservá-lo não quer perdê-lo. Já estou com pena dele mal sabe a mau caráter e infiel que ele tá aposto as fichas e confiando nela para se relacionar. Eu na minha opinião no seu lugar sendo ex marido e pai de uma criança com ela e tendo dúvidas que o novo bebê vindo a caminho pode ser a lei está do seu lado exercer a paternidade direito seu saber se o baby que ela espera é seu ou do novo namorado. Acima de qualquer coisa tem uma criança ela merece quando nascer conviver e crescer com verdadeiro pai então pelo baby vc deve procurar um advogado e ir a justiça pedir um direito de saber é fazer um exame de DNA para sabe se você ou novo namorado dela é o pai. Lógico será inevitável a verdade vai vir a tona o namorado vai ter que saber que ela traiu ele contigo a mesma que segura esse B.O para se explicar e justificar para o mesmo isso não é problema seu. boa sorte!!!!!!!!

  • Marcio Valadares

    Sério que venho reparado nessas histórias e 95 % São de casais com menos q 25 anos …
    Ou e muita coincidência ou algumas desses contos e inventado da cabeça de quem manda …

  • Valquíria

    Se o atual dela acredita que é o pai, significa que eles transaram sem camisinha na época em que ela engravidou. Então existe sim a possibilidade de ser dele. Certo seria exigir um exame de paternidade.