Por que meu marido sempre quer ficar em grupos e nunca a sós comigo?

17

Leitora: Olá. Tenho 26 anos e sou casada há 5 anos com um homem da mesma idade. Sempre aconteceu este fato, mas de algum tempo pra cá, tem me incomodado muito. Sempre que saímos meu marido leva alguém. Fomos à praia e ele nem sequer me consultou, chegou mandando fazer as malas e chamou um casal de amigos. Se vamos a um churrasco, shopping, qualquer lugar, ele chama ou a minha mãe, amigos, a mãe dele, irmão e sem me consultar e ele sempre paga tudo. Nunca temos tempo para nós dois sozinhos. O que acontece? Obrigada!

Por que meu marido sempre quer ficar em grupos e nunca a sós comigo?

Se sempre aconteceu, por que você só está se incomodando agora? Será que não fica de lição para as próximas vezes a ideia de que, assim que algo te incomodar, já avisar logo? Do contrário, virará a famosa bola de neve e depois ele ainda poderá alegar que “você nunca reclamou antes, por que reclama agora?”. O que não deixará de ser verdade…

É claro que antes tarde do que nunca e não é porque você só se fartou agora que você precisa calar a boca pra sempre. Muito pelo contrário: se você sente que deve falar, não precisa guardar a angústia por muito mais tempo do que ela já foi guardada. Porém, se é sempre bom ver o lado do outro, você já parou pra pensar que às vezes ele é apenas um cara extremamente sociável ou até mesmo carente?

Meu pai é meio assim, não chega ao ponto do seu marido, porém é aquele cara que sempre agrada todo mundo, que adora reunir grupos, faz marmita, oferece comida, paga altas coisas, etc kkkk. Já a minha mãe é mais na dela e tals. Porém, você não é boba, né? No fundo sabe se seu marido faz isso porque realmente gosta das pessoas ou só porque quer se afastar de você.

Por exemplo: meu pai é apaixonado pela minha mãe, ama a véia loucamente que tá na cara dele kkk. Porém, quando está na rua com outras pessoas, às vezes nem pra mim ele dá bola (confesso que acho que esse é um dos maiores defeitos dele). Quando reclamo disso, sabe o que ele diz? Que olha pra minha cara sempre e que quando ele sai, quer conhecer as novidades kkk. Nisso ele fica conversando com a veiarada toda: homem, mulher, periquito, papagaio. E como todo mundo adora ele, já viu onde fico: lá no cantinho da mesa comendo meu prato de sopa kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.

Veja se seu marido não é um pouco assim. Se for, negocie, fale ao menos para ele te inserir nos papos. E se você não gosta de sair sempre, negocie também de às vezes vocês fazerem coisas juntos e outras vezes fazerem em família e tals. Se ele realmente te ama, achará até fofo esse apego a ele e fará o que você pede. Porém, se ele for muito egoísta (independente de te amar ou não) ou até mesmo não te amar mais, fará birra e irá impor que tudo seja do jeito dele. Se chegar a esse ponto, recomendo que você marque consultas particulares porque teremos que analisar o caso de uma forma muito mais profunda. Mas sinceramente? Torcerei para que isso não aconteça.

E antes que me esqueça, meu pai também pagava tudo. Porém, depois que demos alguns argumentos coerentes para ele parar de fazer isso, ele parou (por exemplo uma tia que tem muito mais dinheiro que ele e por aí vai). Converse sobre isso com seu marido e veja se, quem sabe, ele não entende também.

Boa sorte!

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.

  • top

    fristttttttttttttttttttttttttt

  • Stan Lewis

    Talvez seu marido goste bastante de estar sempre junto de várias pessoas, no caso família e amigos. Deveria conversar com ele pra tentarem chegar a um acordo, por exemplo em dias específicos vocês saem a dois, e em outros dias saem com família e amigos.

  • Franciele

    Leitora, sempre que o título das consultas é uma pergunta eu formulo uma resposta expontânea, e dificilmente erro nessa primeira impressão; no teu caso, pensei em responder “porque estar sozinho contigo é a rotina dele, oras”.
    Entretanto, compreendo teu ponto de vista sobre o qual considero importantes alguns aspectos:
    Discordo da Luiza quando ela considera teu marido carente por ser gregário, afinal, quem parece estar precisando de atenção é tu que veio reclamar;
    Isso me levou a pensar sobre a qualidade do tempo de vocês na rotina normal do dia-a-dia, porque muitos casais passam o dia separados trabalhando, mau se falam nos intervalos e quando chegam em casa o marido fica atirado no sofá assistindo tv enquanto a mulher vai cozinhar ou ocupar-se consigo mesma, acumulando todas as conversas e todo cuidado para as situações fora da rotina;
    recomendo que procure descobrir o que cada um vocês entende por tempo de qualidade juntos, para equacionar expectativas, porque talvez vocês estejam querendo a mesma coisa, atenção, mas de formas diferentes;
    Por fim, essa mania de pagar tudo para os outros é apenas um modo de sentir-se “poderoso” e apreciado, mas uma conversa aberta, sem críticas, sobre a situação de vocês e a dos convidados talvez seja suficiente para o teu marido perceber que as pessoas podem sim querer sair com ele mesmo tendo que bancar a parte delas e, quem não quiser, é apenas interesseiro.

    • … dificilmente erro nessa primeira impressão…
      Como é que você sabe disso?

      • Patrícia Silva Laurentino

        Ela quis dizer que formula uma resposta antes de ler o relato, apenas pela pergunta e não costuma mudar de ideia.

        • Entendi, mas isso leva a um problema.
          Pelo que eu sei, a pergunta título é uma escolha da Luiza e não necessariamente algo dito por quem escreveu. Se você só lê o título, faz uma interpretação encima de outra. Pelo menos para mim, não tão raro, se surpreender com um relato diferente do que eu imaginava ao ler o título.

          • Franciele

            A moça acima me compreendeu melhor que tu; quanto a tua ponderação, a última vez que li os termos para enviar perguntas, constava que o título era da escolha do consulente.

          • Foi reler as regras sobre perguntas e não consta isso que você disse, alias, acho que nunca foi assim. A Luiza pode esclarecer depois.
            Neste caso o título até que não permite muitas interpretações mas nem sempre é assim.
            É o que eu chamo de pré conceito elevado ao mais alto grau. Se as conclusões que tiramos, já são muito especulativas pelas poucas informações que dispomos, imagina se basear em algo que nem é da pessoa que escreveu…

          • O título as vezes é do blog, outras do leitor, até pq nem todos mandam ou entendem como funcionam os titulos
            porém, a pergunta, que é a mais importante, é copiada ou colada. Ou seja, literalmente do leitor e no máximo arrumo uma vírgula ou palavra, mas muitas vezes deixo até com erro (depende do estado de espírito do dia kkkkkk)

          • Imaginei que fosse assim. A impressão é que a maioria não sabe perguntar. Não que seja coisa fácil, condensar informações importantes para que se possa ter uma visão melhor da situação, mas mesmo anônimo, as pessoas tendem a omitir fatos importantes.

          • mas isso acho q é até mesmo pra elas mesmas
            por isso recomendo tanto acompanhamento particular para algumas, e para as q tem casos mais simples ou conseguem ser mais sinceras, pode ser pelo site tbm

            É como a pessoa q fala q não tem preconceitos, sendo q isso não existe (ao menos não com NADA) e por ai vai

  • Nivia Fernandes

    Acho que conforme já disseram, falta comunicação aí entre vocês. Conversem sobre o que gostam de fazer, explique que quer um tempo só para vocês dois… Não foque tanto na parte negativa, dizendo que ele só quer sair com os outros, dê ênfase no que realmente quer: ficar sozinha com ele em alguns momentos, combinem umas saídas, proponha algo também.
    Quanto a pagar, mostrar as contas devia ajudar. rs Se estiver prejudicando vocês, fale sobre isso também.

    • uma leitora acha q ele tem amante
      mas poxa, ter amante e convidar até a sogra pra passear ? kkkkkkkkkk

      • Nivia Fernandes

        é realmente um negócio muito louco, só se a amante for a sogra. rs É só um desalinhamento de expectativas, faltou conversa aí.

  • A perguntadora quer respostas, mas eu tenho muitas dúvidas.
    Por que só se incomodou a pouco tempo, o que houve?
    Por que a sós, quando sai? Vocês tem filhos e em casa não tem um momento só de vocês?
    Você já não fez o óbvio que é falar com ele? Qual foi a reação (se houve)?

    A perguntadora deve estar se sentindo desvalorizada e ignorada. Não é consultada e programa com bando, a tendência é ficar de lado, afinal ela nunca será o foco, os outros sempre serão a novidade. O “paga tudo” que ela fala é um indício de que ela vê ele valorizar mais os outros do que ela. Carência de atenção e afeto…
    Cara perguntadora, não adianta entender ele, tem é que deixar bem claro o seu descontentamento e o porquê. Alias, entender bem o motivo do seu incômodo é tarefa para você, também. Meta a mão no fundo disso para ver o que sai…

    • eu tbm acho q ele é carente, só q d uma maneira q mt gente não pensa
      nem todo mundo q quer viver rodeado apenas “gosta d pessoas”, as vezes existe algo por trás disso e tals

  • Graziela

    Você já pensou em programar algo pra vocês a sós? Ou só fica esperando que ele faça o convite. Se não gosta de sempre sair com ele e outros avisa, pois ele pode estar pensando (com razão) que se em cinco anos você nunca reclamou de sair só com outras pessoas é porque gosta.