Qual é a cor dos meus mamilos? – Abordagem Masculina

21

Não vou nem dizer a minha resposta (só no vídeo kkk), que é pra não influenciar a resposta de vocês, porém, o que vocês pensariam caso um cara perguntasse qual é a cor do mamilo de vocês?

Levaria de boas? Na brincadeira? Ou descia a voadora na cara, sem nem precisar perguntar se ouviu direito? kkkk.

Um leitor me perguntou isso e achei um bom início para conversarmos um pouco sobre abordagem masculina…

Assine o Canal e clique no sininho caso queira ativar todas as atualizações!

Fanpage, InstagramTwitter

Snapchat (pergunteamulher)

Meu facebook pessoal (só não vejo inbox kkk)

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.

  • Rodrigo Silva

    Eu acho que já está nos genes. Eu admito que já fui um completo imbecil e estraguei altas conversas com as mulheres. Ate eu descobrir que elas gostam de uma coisa camada “respeito”. Mas eu já estava usando esse truque. Só que eu usava todas as mulheres da família.

    • M Holmes

      Rodrigo, eu não tenho certeza se isso é genético, mas eu tenho apenas uma certeza em relação a este tipo de comportamento masculino: a criação. Por muitos séculos os homens dominaram as mulheres, e só no final do século XIX que a classe feminina começou a ascender na sociedade. Porém, mesmo passado mais de um século, os homens continuam sendo criados para serem os dominadores e, com isso, acabam achando que todos os espaços (inclusive o virtual) são deles. Tudo isso reflete no modo como eles as tratam, e a Lu deu um claro exemplo de desrespeito e não somente pelo fato de ele ter achado ela gostosa, mas porque lá no fundo ele quer ter o domínio sobre o corpo de qualquer mulher já que foi criado para ser o “predador”.
      Para você ver como a raiz do problema é mais profunda hehehehehheheheh e ainda bem que você viu este ponto cego em ti e começou a melhorar.

      • E olha q engraçado, tava pensando aqui q os homens q mais me dominaram foram os mais gentis e cavalheiros comigo
        Até falei sobre isso em um vídeo: meu pai foi maravilhoso comigo, nunca me deixou faltar nada. Sempre um cavalheiro e eu amo demais o meu pai
        Na verdade, minha exigência com homens veio muito dele. Nunca gostei d ser mal tratada, ignorada. Meus namorados são sempre os “bonzinhos cavalheiros da turma”
        aí vejo meu pai e penso: obrigada meu véio! Vc me fez ver q mereço algo bom

        • Monique

          O inverso, no geral, também é verdadeiro. A ausência de um pai no dia-a-dia, na criação de uma menina também se reflete, no geral, nas escolhas inconscientes que ela faz, no que se refere a vida amorosa.
          Ah se todos os pais (e mães) soubessem do poder, da influência sobre seus filhos, ixi…

          • M Holmes

            Sim, o inverso é verdadeiro tbm!

        • M Holmes

          Mas aí é que mora a diferença entre dominar e prover. Dominar tem a ver com posse do tipo: eu escolho o que quero pra sua vida, já que você é minha/meu e de mais ninguém.
          Já o prover é segurança e apoio, é dar o que o outro precisa para que ambos cresçam juntos.

          • perfeito
            mas é q esse prover seria tipo “dominar a minha vontade” q queria dizer
            não no mau sentido, sabe?

          • M Holmes

            Eu entendo, é porque simplesmente não consigo enxergar a palavra dominar como uma ação positiva, só no contexto sexual mesmo. Hehehehehehehh

          • mas vc tá falando da forma mais correta do q eu kkkk
            eu q to viajando um tico na palavra, tipo interpretação pessoal
            mas vc tá certa se formos olharmos no cru. Ou seja, t entendi perfeitamente s2

          • M Holmes

            Normal, nem sempre o que nós falamos ou escrevemos expressam o que a gente pensa. Hehehehhehehe

            Bjos Lu, adoro comentar aqui. O pessoal é muito bacana e sabe discordar de forma respeitosa.

          • é q as palavras podem possuir vários significados, uns mais usados, outros menos, aí dá bastante pano pra manga kkk
            tbm adoro e não é pq o site é meu não, mas gosto mesmo do povo daqui s2 Tanto q venho sempre futucar kkkkkkk coisa q não é todo mundo q faz

        • sara

          flor preciso demais falar com vc.ha um bom tempo tento falar com vc..
          pode me escrever um email?
          [email protected]

      • Rodrigo Silva

        Pois é, Holmes. Não vou mentir… É difícil lutar contra os instintos. Mas vamos tentando ae.

  • Quando eu era mais jovem e inexperiente eu abordava as moças de uma forma muito sexual. Na balada já chegava com fogo nos olhos e o resultado disso eram moças assustadas.
    O tempo foi passando e eu fui aprendendo a tratar as moças com o máximo de cavalheirismo. E sabe o que aconteceu depois que aprendi a tratá-las com toda a gentileza? . .. Quem começou a ficar assustado fui eu, porque quando chegava no motel essas moças se sentiam tão seguras e excitadas que viravam umas feras e voavam em cima de mim kkkkkkkkkkkk
    Então jovens punheteiros que acessam o site, aprendam a tratar as moças com o máximo de respeito e carinho, pois esse é o caminho para uma transa muito gostosa e quem sabe até o início de um romance sexual.

    • É por aí mesmo auhaiuhaiuhaiuhaiuahauih
      daí q elas se assanham mesmo, garoto esperto!!!
      Claro que o homem tem q trabalhar mais do que a mulher (ai meu Deus, as feministas vão me bater agora kkkkkkkkkkkkk mas é mais por gosto pessoal, não por feminismo/machismo), tem q demonstrar interesse, fazer por ela oq não faz pelas outras (odeio quando as outras ganham as mesmas coisas q eu e acho q homens tbm pensam meio assim kkkkkkkkkkkkkkkkk), porém, ser “punhetão”, jamais

      pode até punhetar, mas disfarce. E claro, todo mundo curte uma boa putaria, inclusive as esposas, mas pra isso existe um bom caminho a ser percorrido, não é do além.

      Eu ainda não sei como vc trata mulheres ao vivo, mas vc tem cara d sendo amiga ou não, vc sempre trata muito bem. Tem q tomar cuidado pq deve ser por isso q as amigas da sua esposa tão doidinhas em vc
      goxtoso!
      kkkkkkkkkkkkkkk

  • Monique

    kkk vc é MALUQUETE e as edições são MASSA.
    1:48 kkkkkkkkk
    Eu tenho nojo de homem assim, de comentário assim. E admiro sua maturidade. Tipo, vc é de boas…não que eu não seja rs, mas eu não tenho disposição pra dar oportunidade pro cara se explicar, se corrigir, e o carinha também não terá a liberdade/oportunidade de fazer o mesmo tipo de comentário novamente. Já pego um ranço rsrs. Errado, eu sei.

    • kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
      eu sou muito de boas, mas não me apaixonaria por um cara desses
      agora se for ocm intimidade entre 4 paredes deixo até me chamar d puta, safada, oq quiser kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
      Mas hj fui xingada por um cara pq tava andando na rua e ele tava muitooo proximo, fiquei meio agoniada e dei bem na cara
      o resultado? Ele começou a me xingar kkkk
      as vezes na rua eu respondo (já até contei umas histórias dessas no snap, não sou TÃO de boas kkkk), mas hj fiz cara d nuvem

      Eu tbm entendo q tem cara que é fã, só q não sabe manifestar isso, sabe? Admira seu trabalho, as vezes quer t dar um lepo lepo (e nem importa se vc é bonita pq a admiração aumenta a coisa pelo oq entendi) e ai nao sabe mt como manifestar isso

      ai fica ”nossa q decote lindo”
      nao q eu nao goste d ser elogiada, eu gosto, até pq odiava homem q nunca se manifestava e nunca me elogiava em nada tbm kkk
      mas bem, vc é mulher e me entende

      • Monique

        entre 4 paredes é outra história rsrs.

        kkkkkkkkkkkkkkkkk imagino a situação….o melhor é fazer cara de nuvem mesmo. Mas é um exercício de autocontrole diário.
        Um tempo atrás fui atravessar uma rua bem estreitinha e o cara parou em cima da faixa de pedestre. Tive q entrar na outra pista para atravessar. Fiz cara meio de “putz, amigo!” e apontei para a faixa e ele começou a me xingar também kkk …foda, na hora deu até medo…
        hj em dia nego mata por qualquer coisa…até por direitos a gte tem q pensar algumas vezes se questiona ou se deixa quieto.

        É, no seu caso essa questão de fã justifica um pouco a abordagem.

        Entendi!

  • Úia! Chapéuzinho Vermêio!

  • Marcelo

    Extrema civilidade (quase formal) e uma leve expressão de deboche no rosto (cínico com cara de cínico?), mas sou assim com todo mundo. E já que posso posso me queixar de muita coisa na vida, mas não de não ter mulher interessada em mim, em todas as fases da minha existência desde a adolescência, acho que isto funciona com elas.