Levei um fora, perdi o controle e a ofendi, agora me arrependo!

22

Leitor: Eu (36) me relacionei durante meses, entre idas e vindas, com uma garota (32) q trabalha comigo. Td ia bem, menos o fato dela sempre dizer q eu era ogro. Eu nunca concordei, talvez pela minha timidez e por isso as poucas palavras, ela confundia com grosseria.

Qndo o filho dela (13) ficou internado por 2 semanas, ela preferiu dar um tempo, se dedicar aos filhos, ela tem uma menina tb (2). Eu entendi, mas como via ela sempre, ñ deixava de investir e algumas vezes funcionava. Mesmo nós não tendo voltado a ficar oficialmente, entre nós ficaram algumas brincadeiras de casal, como tapas e passadas de mão em alguns lugares, rs. Até q certo dia, eu dei um tapa na bunda dela, como vários outros e ela, ñ sei pq, se enfureceu, disse q nunca tinha me dado essa liberdade, etc… e ficou sem falar comigo por 2 semanas, até q fui tentar entender e ela disse q nem minha amizade queria.

Nesse momento eu já estava apaixonado por ela e qndo me vi perdendo, perdi a cabeça. Ñ agredi fisicamente, mas verbalmente, demais. Falei q ela estava se vingando dos ex em mim e mandei “tomar no c…”. Me arrependi no segundo seguinte q parei de gritar bobagens. Ela tinha ido embora, me bloqueado em tudo q eh rede social. Resolvi deixar o tempo trabalhar, ela acalmar… depois de um mês, resolvi por meio de uma carta dizer o qnto amo ela e o qnto estava arrependido e pedi perdão.

A resposta dela? Ela pediu pra trabalhar em outro lugar que ñ fosse comigo. Ainda a amo. O q faço? Obrigado.

Levei um fora, perdi o controle e a ofendi, agora me arrependo!

Amigo, você levou um fora, sentiu uma dor imensa por isso e, como resultado, a xingou para ver se ela sentia ao menos um pouco da dor que você sentiu. Seu orgulho foi ferido, daí você partiu para a ofensa pessoal – coisa que e apesar de entender que foi apenas um reflexo do seu desespero, dou toda a razão por ela ter se afastado – conforme disse nesse vídeo aqui. O lado “bom” é que não foi “só” por isso que ela não quis mais: ela já não te queria mesmo. Porém, é claro que você não precisava deixar seus pontos como -1000 ao invés de apenas -100, né? kkkkkkkkkkkkkkkk.

Enfim, agora já passou e com certeza você aprendeu que isso não só não funciona, como piora a sua situação. E conselho que segue, rs:

Não sei porque você perdeu essa mulher, visto que certamente o tapa na bunda foi apenas uma consequência de mil coisas que você já tinha feito antes e que não foram citadas aqui. Mas de qualquer forma, você teria que ir para o “estudo da reconquista”, e isso seria apenas na consulta particular afim de ver todos os seus “erros” (os dela nem tanto, visto que o interesse é seu kkkk) para ver se, mesmo com os erros dela, valeria a pena para você “insistir”. Só que nessa você teria que investir não apenas dinheiro, como o seu tempo e você teria que ver “se ela vale tanto a pena assim”.

Mas na real? Tentando reconquistá-la ou não, de momento eu afirmo que, fora você precisar aprender as lições que serão ditas e que são óbvias, esse parece ser um bom momento pra você aprender a lidar com sua timidez e poucas palavras, visto que isso visivelmente está prejudicando sua vida social e amorosa. Sem contar que, depois dessa, por mais que você não reconquiste a sua atual, convenhamos que a lição servirá para você conquistar as próximas, concorda?

Nesse caso também existem vídeos gratuitos na internet, como os que fiz com 3 dicas para superar a timidez e o dica rápida para tímidos. Enquanto você estuda e tenta (se) compreender, não a pressione, não corra atrás, mas sim se preocupe em se tornar uma pessoa melhor depois de tudo isso que aconteceu. Você já fez o que pode, já correu atrás, já foi romântico e já pediu desculpas. Agora é ir pro lado do estudo e, se você se interessar, da consultoria. O que não dá é ficar forçando conversa com ela a partir da mesma lógica de sempre, visto que já vimos que a cada tentativa ela tem se irritado cada vez mais com você.

Boa sorte!

Assista: Dica rápida para esquecer alguém.

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.

  • Caro perguntador,
    você é um Ogro.

    Os teus problemas parecem ser bem maiores do que reconquistar a mulher perdida.
    Timidez, agressividade, incapacidade de lidar com a contrariedade, falta de empatia, carência afetiva… Tudo isso transparece no teu relato.
    E o problema maior é que você não se enxerga assim. Esse deve ser o ponto de partida da solução.
    Conte até mil antes de me mandar tomar no c… e tente refletir. Se, além do que a Luiza te aconselhou, os outros comentaristas tiverem opinião semelhante a minha é um aviso.
    Você seria o soldado do passo certo no batalhão do passo errado?

  • Marcelo

    Além de ogro, é burro.

    Você não se tocou que era a FE (foda eventual) dela?

    Trinta e tantos nas costas e ser incapaz de perceber algo tão óbvio é de lascar.

    Cresça, meu chapa.

  • Denilson Padalecki

    Rapaz, tentar entender o que se passa na cabeça da mulherada é uma tarefa difícil, desconfio que as vezes, nem elas saibam o que querem, mas voltando ao seu relato, ao meu ver nós temos duas situações:

    1 – Ela não estava afim de algo sério e quando percebeu que vc estava indo além da aventura, ficou assustada e fugiu para as montanhas, pode ser trauma de relacionamentos anteriores, ela não quis te dar um chega pra lá pro clima não ficar pesado entre vcs dois, já que vcs trabalhavam juntos, e foi se afastando aos poucos, torcendo pra q vc entendesse os sinais.

    2 – Ela até gostava de vc, mas quando um dos filhos dela adoeceu, ela decidiu fazer escolhas, deu prioridade ao que era mais importante pra ela, no caso, o filho dela (ponto pra ela), o seu temperamento e as suas atitudes tbm podem ter contribuído para ela perceber que vc poderia se tornar um potencial problema no futuro.

    É claro q vc não vai assumir que age como um ogro, e eu não vejo outra solução a não ser o tempo, vc já se desculpou e a resposta dela foi se afastar de vc, não há mais o que se fazer por vcs dois, mas vc pode fazer por vc, seja sincero com vc mesmo, vc levou um fora e respondeu com agressão, quando na verdade era só ter perguntado o motivo de ela ter mudado com vc, isso não é normal, nós quando levamos fora ficamos chateados, frustrados, dizemos pra nós mesmos que o azar é do outro (a) e que somos capazes de achar coisa melhor, mas agressão não é normal, o que te impediu de partir para uma agressão física ?

    Vc não deixou claro pra gente uma coisa, essa sua amada é solteira ? E vc é solteiro ?
    Vc está com o coração partido, mas pelo menos não perdeu o emprego, é melhor chorar com os boletos pagos, do que estar com o coração partido e endividado.

    CRESÇA, todo mundo leva fora nessa vida, acontece com o alto, o gordo, o bonito, o rico e com vc não seria diferente, mentaliza o seguinte:
    “Onde se ganha o pão, não se come a carne”, pode ser que da próxima vc não tenha a mesma sorte.

    • Marcelo

      É fogo, os caras acham que uma mulher, só porque os considera atraentes o bastante para ir para a cama com eles e por ter gostado do seu desempenho lá, está caída de paixão. Daí fazem besteira e vêm chorar na Internet.

      Pô, ela tem 32 anos, dois filhos (talvez de pais diferentes, a julgar pela diferença de idade entre o rapaz e a menina, o que só complica as coisas para o perguntador, afinal seriam frutos de dois relacionamentos sérios fracassados) etc. Não se trata de uma moçoila em busca de um grande amor, trata-se de uma mulher já muito vivida e, talvez, também muito sofrida.

      • Mika

        Taí, Marcelo, gostei do seu comentário. Por trás desse ar sisudo bate um coração mole… rsrs

        • Marcelo

          O meu coração pode ser mole, pode ser de pedra e pode ser os dois ao mesmo tempo, é um coração hegeliano.

          É algo, mais ou menos, assim:

          https://www.youtube.com/watch?v=zp0RZzgzH7k

        • Marcelo

          E estou vivendo um caso ligeiramente semelhante ao do perguntador, nós somos a FE (que se tornou semanal) um do outro.

          Ela vem de um noivado frustrado (desistiu de tentar consertar um cafajeste
          nato, quando eu digo que esta raça me persegue…) e eu sou este cara
          que você bem sabe. Para não falar dos vinte anos de diferença entre nós
          dois e do fato de ela viver entre Sampa e São José dos Campos.

          Então a coisa funciona assim: ela entra em contato comigo, nós nos encontramos e daí é cada um para o seu canto.

          Até quando isto vai durar não é algo que me preocupa.

      • Denilson Padalecki

        Sim, a realidade é que nós homens achamos que somos os únicos que podem ter sexo casual, os tempos são outros, e pode ser sim que ela tenha caído fora pq só queria uma aventura sem compromisso, mas eu acredito que o comportamento dele contribuiu muito pra ela dar o pé, quando ela dizia que ele era um ogro, na verdade era uma dica, ele não acatou, ela deve ter visto que ele não serve pra ela.
        Acredito eu que nessa idade, a maioria das pessoas procuram um relacionamento maduro, de parceria, e o leitor parece que ainda está preso na adolescência, precisa melhorar alguns pontos.

  • Stanley Lewis

    Quando ela te chamou de ogro, você devia ter refletido, pois esse provavelmente foi o motivo dela ter te largado, de início pode ser que ela queria apenas sexo casual com você, mas se em algum momento ela pensou em ter algo mais sério, ela voltou atrás depois que percebeu que você é um ogro mesmo. Agora dificilmente ela vai voltar a gostar de você. Fica de lição, se quiser mulher, arrume uma que goste de ogros, ou então pare de ser um.

  • mariana cobra

    Primeiro: ela é uma mulher e não uma garota.
    Segundo: ela tem dois filhos e tendo dois filhos e relacionamentos passados que não deram certo, ela irá considerar muito bem o próximo da fila pra assumir como companheiro.
    Ela deve tê-lo achado atrativo em alguns pontos e descobriu que vc não se encaixa na vida dela.
    Considere que vc é grosso, mal educado e nada carinhoso e isso pesou na escolha de classificá-lo como foda casual ou namorado.
    Aceite o fim, vai ser difícil ela mudar a opinião sobre vc depois de tamanha imaturidade.
    Repense seu jeito de lidar com as pessoas e procure fazer uma auto-análise .

  • Mika

    Além do que já comentaram, eu acrescentaria que ela pode estar tentando cortar o mal pela raiz. Da agressão verbal para a física é um “pulinho” e, talvez (é apenas uma suposição), ela tenha observado algumas atitudes suas que a tenham deixado em alerta.

  • Omagnífico

    Bem parecido comigo, mas no meu caso eu fiquei bravo por ela não ter aceitado namorar no momento, por ter passado por um relacionamento ruim. Me arrependo bastante de ter sido grosso com ela, mas a vida segue. Aprender com os erros, e não repetir é uma boa lição.

  • Antes de namorar firme e me casar eu passava por situações parecidas como essa. Mulheres se apaixonavam por mim ( muitas sem nem ter ficado comigo ) e quando percebiam que eu não ficaria com elas, algumas me xingavam. Quando eu visualizava olhinhos fixos e brilhantes em minha direção, eu passava longe, mas não adiantava. Na faculdade eu vivia cercado por olhares assim.

    Leitor, não acho que você seja um Ogro. Você mesmo disse que é tímido, mas essa mulher não é para você, aceite isso e peça desculpas se retirando de cena. Escreva uma carta e envie flores, mas não para tentar reconquistá-la, apenas para desculpar-se e despedir-se.
    Você é apenas um homem cheio de amor em busca de uma paixão. Você precisa encontrar uma mulher que encaixe perfeitamente, uma mulher que saiba lhe ouvir, que saiba lhe fazer falar, que tire o melhor de você.
    Aqui na minha cidade já vi muito homem violento, bagunceiro, arruaceiro se transformar em homem de família, homem da igreja, tudo graças a uma boa mulher.
    Eu tenho certeza que dentro de você vive um homem bom, educado, cheio de amor e compaixão.

  • Jps

    Resumindo, o que eu entendi de tudo isso é que mesmo ela te dando alguns toques e foras mais sutis, você não entendeu e começou a forçar a barra com as caricias. Ela, para não criar atrito e talvez até não achar ruim no começo, aceitou a sua “atenção”. Ao invés de ficar assim e não se queimar, você passou dos limites e deu um tapa na bunda da mulher no meio do expediente. Ela obviamente se enfureceu com a situação e te deu um fora completo. Você, como a Luiza disse, revidou com xingamentos e agora “se arrepende” pela situação.

    O meu conselho é simples:

    Primeiro, se afaste dessa mulher. A relação já ficou gasta o suficiente para ela querer mudar de local de trabalho e isso quer dizer que nada de bom vira dai. Além disso, você parece estar mais carente do que realmente amar ela.

    Segundo, tente se conhecer melhor. Seja por livros, videos ou até aconselhamento profissional, era bom você entender o porque dessa timidez e ogridade (rs). Existem pessoas que são mais “duras” e isso não tem problema. O problema é querer agredir alguém, tanto verbalmente como fisicamente.

    Se entendendo melhor, te trara beneficio para seus relacionamentos futuros e fará você amadurecer como pessoa e ser humano.

    Obs: Se uma pessoa diz alguma critica sobre você repetidamente, vale a pena averiguar. As vezes, o erro está na gente mesmo e não no “mundo”.

    • Wana

      Ótimo conselho. Acredito que você entendeu o que estava acontecendo, e a forçação de barra do cidadão sobre a moça.

      • Jps

        É então. O problema é que as pessoas, as vezes, se fazem de desentendido, e forçam uma situação até desgastar. Talvez se ele fosse mais paciente com a moça e menos egoísta, eles poderiam ter tido alguma coisa no futuro.

  • Franciele

    Leitor, me parece que tu nunca teve um relacionamento com esta colega de trabalho, mas sim um jogo sórdido para descobrir quem fingia melhor que se importava menos e, nesse caso, ela ganhou.
    Perceba que durante esses meses houveram muitas idas e vindas; foi levantada aqui a hipótese de foda fixa, mas nesse caso teria que haver um acordo entre vocês, e quem se apaixonasse teria que aceitar o fim.
    Entretanto, parece que havia entre vocês uma guerra de égos, na qual ela pediu um tempo para demonstrar o quanto não precisava de ti, ainda que estivesse num momento difícil, enquanto tu decidiu não investir mais, para tentar mostrar que não sentia falta.
    Passada a situação do filho dela, tu não conseguiu sustentar o papel de indiferente e passou a ser inconveniente, agindo como se vocês ainda fossem um “casal”, se é que o foram algum dia.
    Acho que tu precisas admitir que o fora nem te incomoda tanto, o que te deixa mal é ter levado o fora, enquanto talvez tivesse a ambição de dispensá-la, partindo do pressuposto que mulher com filhos é carente e louca para encontrar um pai para os rebentos, e acabou quebrando a cara.
    Recomendo que a deixe ir, até porque quem sofre por esse fim não é tu mas o teu égo, e claro, busque autoconhecimento, procurando descobrir se realmente é tímido, introvertido ou os dois, porque muitas pessoas confundem essas características.

    • Hadassa

      Clap, clap <

  • Hadassa

    “Ñ agredi fisicamente, mas verbalmente, demais. Falei q ela estava se vingando dos ex em mim e mandei “tomar no c…”. Me arrependi no segundo seguinte q parei de gritar bobagens. Ela tinha ido embora, me bloqueado em tudo q eh rede social. Resolvi deixar o tempo trabalhar, ela acalmar… depois de um mês, resolvi por meio de uma carta dizer o qnto amo ela e o qnto estava arrependido e pedi perdão.” by leitor
    ———————————————————————————————————————–
    Caro leitor não sei se vc sabe ou finge e dissimula não saber já se pode caracterizar uma agressão contra a mulher agressão verbal é uma violência interligada é objetivo atacar o psicológico tá aí a LEI DA MARIA DA PENHA a própria Maria o ex marido dela fazia as três coisas com a ela nessa sequência sofria agressões: verbais, psicológicas, sexuais, físicas.
    Quando um rapaz ou homem seja a idade que for não controla as suas emoções e um destemperado mostra-se que ele tem um problema psicológico muito sério não consegue administrar uma negativa e detesta ser contrariado então qual é arma que esse tipo de homem utiliza é xingar, distratar e fazer pouco caso e tentar minar e apagar a luz da mulher tem prazer sádico de controlar, possessivo tem fortes características de ser um ABUSADOR na realidade homem assim não sabe amar ninguém a sua bronca não poder controlar a sua vítima/presa.
    Ela tomou atitude certa se afastar de você já se vê que ela pelo menos tem auto estima elevada ela até pode não ter sido feliz por enquanto até agora nos seus relacionamentos e ter dois filhos mais ela não é carente de afeto que precisa de um relacionamento a todo custo para se sentir completa e entrar num relacionamento abusivo estou aqui de pé digitando e batendo palmas ao mesmo tempo espero que ela continue firme não querer mais contato e nem queira mais papo contigo seja um exemplo a todas mulheres de qualquer idade fica atentas no comportamento do rapaz ou homem e não tolere esses variados tipos de violência porque a base de um relacionamento amoroso vem com alguns ingredientes é um deles é o RESPEITO sem isso não há para ter um namoro, noivado, casamento saudável.

    Recomendo a você assistir até o final esse vídeo se tiver disposição tenho minhas dúvidas rs.
    https://www.youtube.com/watch?v=FIw69OL80Wo&index=20&list=PLHzV-gXNk06wybDMGM0k1WpRIcJV67hMz

  • Arianny

    “Td ia bem, menos o fato dela sempre dizer q eu era ogro.”
    Eu acho que vc ja mostrava algumas características que ja não agradava a moça, a agressão verbal foi apenas a ultima gota d’agua pra ela colocar o fim em tudo.

    Acho que vc deve pensar melhor no jeito que se relaciona c as pessoas, nem uma mulher gosta de ogro muito menos de homens que a ofendem, que fique de lição p o proximos relacionamentos pq esse já era!

  • Rodrigo Silva

    Concordo com a Luiza. Ela já não queria mais ele. Só precisava de um motivo para acabar a boia. Eles dois não tem nada a ver pelo que percebi. E se apaixonar em uma situação dessas só acaba de piorar o que já tá ruim. Melhor coisa que ele pode fazer é esquece-la.

  • Deb

    Olha, sinceramente, eu tambem acho que ela já não queria nada contigo. Mas sabe de outra coisa? O “vai tomar no cu” foi bem mandado!

    Vocês não continuaram a ficar oficialmente mas no texto tu disseste que ela acedia ás “brincadeiras”, posso então deduzir que ela aceitava e até que dava o troco.
    Tu não tiveste culpa de que, um belo dia ela decidisse já não querer mais e optar por acabar com as brincadeiras sem te avisar sequer, e começar com as tretas de “eu não te dei confiança” armada em Madre Teresa de Calcutá.
    Se ela quer agir como uma maluca não se pode admirar de que tu a trates como uma.