Levei um fora, perdi o controle e a ofendi, agora me arrependo!

22

Leitor: Eu (36) me relacionei durante meses, entre idas e vindas, com uma garota (32) q trabalha comigo. Td ia bem, menos o fato dela sempre dizer q eu era ogro. Eu nunca concordei, talvez pela minha timidez e por isso as poucas palavras, ela confundia com grosseria.

Qndo o filho dela (13) ficou internado por 2 semanas, ela preferiu dar um tempo, se dedicar aos filhos, ela tem uma menina tb (2). Eu entendi, mas como via ela sempre, ñ deixava de investir e algumas vezes funcionava. Mesmo nós não tendo voltado a ficar oficialmente, entre nós ficaram algumas brincadeiras de casal, como tapas e passadas de mão em alguns lugares, rs. Até q certo dia, eu dei um tapa na bunda dela, como vários outros e ela, ñ sei pq, se enfureceu, disse q nunca tinha me dado essa liberdade, etc… e ficou sem falar comigo por 2 semanas, até q fui tentar entender e ela disse q nem minha amizade queria.

Nesse momento eu já estava apaixonado por ela e qndo me vi perdendo, perdi a cabeça. Ñ agredi fisicamente, mas verbalmente, demais. Falei q ela estava se vingando dos ex em mim e mandei “tomar no c…”. Me arrependi no segundo seguinte q parei de gritar bobagens. Ela tinha ido embora, me bloqueado em tudo q eh rede social. Resolvi deixar o tempo trabalhar, ela acalmar… depois de um mês, resolvi por meio de uma carta dizer o qnto amo ela e o qnto estava arrependido e pedi perdão.

A resposta dela? Ela pediu pra trabalhar em outro lugar que ñ fosse comigo. Ainda a amo. O q faço? Obrigado.

Levei um fora, perdi o controle e a ofendi, agora me arrependo!

Amigo, você levou um fora, sentiu uma dor imensa por isso e, como resultado, a xingou para ver se ela sentia ao menos um pouco da dor que você sentiu. Seu orgulho foi ferido, daí você partiu para a ofensa pessoal – coisa que e apesar de entender que foi apenas um reflexo do seu desespero, dou toda a razão por ela ter se afastado – conforme disse nesse vídeo aqui. O lado “bom” é que não foi “só” por isso que ela não quis mais: ela já não te queria mesmo. Porém, é claro que você não precisava deixar seus pontos como -1000 ao invés de apenas -100, né? kkkkkkkkkkkkkkkk.

Enfim, agora já passou e com certeza você aprendeu que isso não só não funciona, como piora a sua situação. E conselho que segue, rs:

Não sei porque você perdeu essa mulher, visto que certamente o tapa na bunda foi apenas uma consequência de mil coisas que você já tinha feito antes e que não foram citadas aqui. Mas de qualquer forma, você teria que ir para o “estudo da reconquista”, e isso seria apenas na consulta particular afim de ver todos os seus “erros” (os dela nem tanto, visto que o interesse é seu kkkk) para ver se, mesmo com os erros dela, valeria a pena para você “insistir”. Só que nessa você teria que investir não apenas dinheiro, como o seu tempo e você teria que ver “se ela vale tanto a pena assim”.

Mas na real? Tentando reconquistá-la ou não, de momento eu afirmo que, fora você precisar aprender as lições que serão ditas e que são óbvias, esse parece ser um bom momento pra você aprender a lidar com sua timidez e poucas palavras, visto que isso visivelmente está prejudicando sua vida social e amorosa. Sem contar que, depois dessa, por mais que você não reconquiste a sua atual, convenhamos que a lição servirá para você conquistar as próximas, concorda?

Nesse caso também existem vídeos gratuitos na internet, como os que fiz com 3 dicas para superar a timidez e o dica rápida para tímidos. Enquanto você estuda e tenta (se) compreender, não a pressione, não corra atrás, mas sim se preocupe em se tornar uma pessoa melhor depois de tudo isso que aconteceu. Você já fez o que pode, já correu atrás, já foi romântico e já pediu desculpas. Agora é ir pro lado do estudo e, se você se interessar, da consultoria. O que não dá é ficar forçando conversa com ela a partir da mesma lógica de sempre, visto que já vimos que a cada tentativa ela tem se irritado cada vez mais com você.

Boa sorte!

Assista: Dica rápida para esquecer alguém.

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.