Ele fala que fazer amor comigo é como pensar em um sorvete caro e, no fim, ver que é da Kibon!

90

Leitora: Oi Luiza, tudo bem? Acompanho seu trabalho através do canal e do blog, nunca pensei que um dia eu faria esse tipo de pergunta e nem que eu me sentisse dessa maneira.

O problema é que eu saí do Brasil e vim para outro país atrás do meu namorado, mas depois de 3 anos de relação, ele ultimamente baixa muito minha autoestima fazendo comentários sobre minha vagina… Em um certo momento, comentou que eu tenho tanta lubrificação que parecia que ele estava metendo o pênis dele em uma poça de água e que dava nojo, caramba, aquilo eu senti terrível.. Depois começou a comentar das estrias que tenho no bumbum, que pareciam que eram um arranhão de tigre.

Arranjei um PA da universidade para ver o que me dizia, que nada mais tivemos sexo 2 vezes, o cara me coloca muito bem e não fez esse tipo de comentários brochantes que eu senti tanto medo de ouvir, não me arrependo, me sinto bem de ter ido com ele.

O meu namorado tem 40 anos, eu tenho 21 anos, às vezes ele é brocha, que homem não brocha não é? Porém, recentemente no ato sexual, depois que eu fiz um oral nele, ele já partiu para penetração e brochou, eu perguntei se fiz algo de errado, o sacana me respondeu que nada, mas quando ele partiu para penetrar sentiu que trocasse de algo bom para algo ruim. Eu muito besta ainda fui perguntar como, e o idiota respondeu: sim, como se eu estivesse provando um sorvete do caro e bom e de repente trocasse por um barato da kibon.

Caramba, esse comentário abaixou de vez com minha autoestima Luiza, a um ponto que senti náuseas de mim, comecei a chorar e não sei o que fazer. Sério mesmo cara, me sinto mal, fora que na mesma semana eu pedi a ele pra a gente tentar algo diferente para não ser tão monótona a relação sexual, ele me respondeu que se eu queria sair da monotonia ele me amarrava e iria me dar uns murros, porque é assim que as mulheres querem só que não dizem.

Eu sou do tipo mente aberta e sempre tento dar o meu melhor principalmente no sexo, busco ler, faço os exercícios de pompoarismo, uma vez fui ao sex shop para dar uma variada nas coisas, já chamei ele para ver videos pornô, só que não sei o que acontece e me sinto mal.

O que você me recomenda fazer Luiza? Até o momento nunca compartilhei isso com ninguém e gostaria de um conselho já que minha autoestima está no chão. Obrigada, beijos e abraços.

ele diz que sou ruim de cama

Amiga, sério mesmo que você não percebeu que o problema é ELE, não você?

Que cara em sã consciência reclama de lubrificação na mulher, pelamordedeus!!!?????? Mande ele estudar biologia e fale que se estivesse seca, aí sim que era pra se preocupar kkk. E estrias na bunda? Nossa! Não sei se ele é perfeito ou meio gay mesmo kkkk. Apesar de que, né? Meus amigos gays não têm isso…

Sabe o que eu acho? Que por ele ser broxa, acaba tendo raiva de si mesmo e desconta em você, que boba, não só acredita nas merdas que sai da boca dele como acha que é super normal homem broxar. Ok, todos broxam vez ou outra, mas será que o seu já não está broxando demais pro seu gosto, não? Por que, né? Pra chegar ao ponto de colocar a culpa até na sua lubrificação é porque o fracasso dele já está alto…

Mais fácil do que ele procurar tratamento, e até mesmo terapia (visto que muitas vezes o problema está na mente), é falar que a culpa é sua, concorda? Sem contar que por você ser muito mais jovem, tudo indica que isso aumenta ainda mais a insegurança dele. Daí ele te coloca bemmmm pra baixo ainda pra você se sentir bem na merda e ele achar que é o melhor homem do mundo.

Cá pra nós e me responda aqui: se eu tivesse 50 anos eu faria o mesmo, mas em plenos 21 aninhos ficar com homem broxa que só te humilha, e o pior, que você tenta entendê-lo enquanto ele só te esculacha seria bom negócio em que planeta, me conta??

Se prepare para conhecer outros caras, cuide da sua autoestima, faça terapia, mas tenha SEMPRE em mente que você deve terminar esse relacionamento o quanto antes. E na boa? Cogite da próxima procurar um homem da sua faixa etária, ou que seja mais velho, porém, seguro. E não digo isso nem por preconceito não, mas sim pelo motivo que vejo sempre nesse site: caras que amam uma novinha, porém, morrem de medo de serem trocados por outro novinho e, assim,  acabam destruindo a autoestima delas enquanto na verdade quem se sente um merda são eles.

Continue com seu pompoarismo e sua pepeka piscininha, com a diferença de que você a gastará com um cara que realmente dê valor nela… Você tá ótima amiga, tenha certeza disso.

Beijos da Lu

Leia também a série sobre relacionamentos abusivos, tenho certeza que você se verá em muita coisa. E se ele quiser assistir um vídeo sobre homens broxas….

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.