Não sou lésbica, porém, adoro ver mulheres me desejando. Existe algo errado comigo?

24

Leitora: Olá Luiza, sou grande fã de seu trabalho, não sei ao certo se poderá me ajudar e desde já agradeço sua ajuda. Bom, parece louco, mas é o seguinte: tenho 24 anos, sou hétero, por mais estranho que se pareça, já tive certeza bem no íntimo de minha pessoa que gosto apenas de homens.

Não sinto desejo por mulheres, porém, em festas e lugares quando percebo que alguma lésbica ficou interessada em mim, meu ego vai a mil. Pode ser pelo fato que mulheres são mais exigentes com aparência ou outro motivo.

Recentemente minha mãe me levou para apresentar uma amiga de infância dela e eu me produzi toda para ver a reação dessa tal amiga, pois é lésbica. Bem, isso me deixa sem entender realmente o que se passa em minha pessoa. Gosto de homens, de imaginar beijando ou tocando outra mulher sinto repulsa, porém, adoro chamar a atenção e o interesse de mulheres que curtem o próprio gênero.

Na sua opinião, o que será isso? Agradeço muito se poder ajudar bjs.

Não sou lésbica, porém, adoro ver mulheres me desejando

Oi lindona, fetiches e até mesmo um pouco de ego, quem nunca? kkkk. E olha que isso pode nem ser fetiche, mas sim como você mesma disse, a necessidade de aprovação por outras mulheres pelo simples fato de que você acha que “elas sim tem bom gosto” e, quem sabe, não são essas pistoleiras que “pegam qualquer uma que tem ppk” que nem muitos homens por aí kkkkkk.

Sinceramente, acho que esse seu “gosto” tem muito mais a ver com uma necessidade de (auto)aprovação, o que por sua vez, sugere mais uma certa baixa autoestima da sua parte – que precisa se provar o tempo inteiro – do que com ser lésbica ou algo do tipo. Até porque, pode acreditar minha amiga: se tu fosse, já saberia disso há muito tempo e já teria se imaginado – nem que seja escondidinho – saindo e beijando altas pepekas por aí kkkkkkkkk.

Sendo assim, como todo mundo tem seu lado “ego”, não acho nada demais, caso isso não prejudique a sua vida, mas sim seja apenas um “detalhe” dela que você use vez ou outra para se sentir mais viva e tals. Porém, se você achar que, no fim, você sente necessidades constantes de aprovação e, ainda que a princípio isso possa parecer exagero de minha parte, eu te aconselharia uma terapia sim. E sabe por quê? Porque se seu problema for baixa autoestima (todo mundo tem um pouco, mas a sua não pode ser exagerada), você sempre sentirá um vazio que deverá ser preenchido por alguém e isso te desgastará demais. E acredite, poderá te gerar até depressão e crises de ansiedade quando você “não se sentir satisfeita em relação às suas expectativas de ser desejada”.

Pense que agora pode ser por um quesito estético, porém, depois pode virar um relacionamento que te deixará insegura, porque no fundo você sempre pensará que “é mais o seu corpo que te faz ser uma pessoa atraente, não o seu todo” e por aí tudo vai só piorando e virando uma bola de neve. Lembrando que você irá envelhecer e ninguém te olhará mais na rua. E aí você não irá se matar, mas sim aprenderá a lidar com isso e ver outros valores em si, né?

No mais, seja linda e feliz do seu jeito que tá tudo certo!

Lu

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.

  • Cara perguntadora,
    existe uma afirmação bastante polêmica, mas que eu não desconsidero, que diz que podemos enrustir a orientação sexual de nós mesmos. E somam-se a isso os estudos que apontam que a sexualidade humana não é imutável, nem definida ao nascermos. Tem tese para todos os lados. Mas acredito que para nós, simples mortais, não há tempo para esperar enquanto os estudiosos tentam decidir o “sentido da vida”, então simplificando:
    Estar com estes questionamentos internos e com tal intensidade a ponto de vir perguntar aqui sugere que tem “coisa” neste angu, talvez nem seja relacionado a orientação sexual.
    Que a pergunta seja o início de suas descobertas. O que não dá é viver com dúvidas sobre si mesma. Sobra pra vc e pra quem cruzar seu caminho.

    • tem mulher q é mt competitiva ou insegura
      o comentário da Mari deu um ex muito bom
      kkkkkkk achei do babado

      • Jps

        Eu concordo, mas o que não entendo é a moça “focar” nas lésbicas.
        Se fosse só questão de autoestima, ela iria querer chamar a atenção de todo mundo, rs

        Mas pode ser só isso mesmo, sei la.

        • não é bem assim nao
          Conforme ela disse, ela acha q mulheres são mais exigentes, por isso o foco “nasminas” kkk

          • Jps

            Realmente, rs

            Mas se fosse só isso, ela não teria que perguntar aqui. Ela comenta disso no texto, mas mesmo assim apresenta duvida.

          • nao sei, as vezes as pessoas querem q as pessoas falem oq elas ja sabem
            ser humano é complexo
            mas claro, tudo pode ser sempre kk

          • Jps

            Sim, vai saber, rs

            Tentar entender o ser humano por completo é dificil e talvez até uma tarefa impossível rsrs

        • Franciele

          Muito simples, com as lésbicas ela não irá se relacionar, nem terá que dar foras; com os rapazes, corre o risco de ter desenvolver interesse recíproco, e ter que lidar com os problemas de autoestima.

          • Jps

            Claro que tem dar foras. Quem nunca deu fora em alguém do mesmo sexo (se no caso você não curtia a fruta)? rs

            Eu entendo o que vocês falam, e parece só mais um caso de baixa autoestima. Mas analiso de um outro angulo, porque tem algumas coisas que possam estar fora.

            O porque ela querer causar interesse e não inveja.

            E sei la, quando a gente faz questão de algo, é porque isso nos interessa. Seja inflar o ego ou etc.

          • Franciele

            Dizer que não gosta da fruta isenta ela de inventar outra desculpa, o que não funcionaria com homens, supondo que ela não quisesse queimar o próprio filme; no fim, reafirmo o que coloquei, é puro comodismo de despertar interesse sem riscos.

          • Jps

            Posso estar analisando muito algo simples, mas não tinha necessidade de nos 3 paragrafos que ela escreveu, mencionar de alguma forma que não é lésbica. É quase como se ela quisesse autoafirmar isso.

            Mas entendo o seu ponto e faz sentido.

          • mariana cobra

            Talvez ela queira demonstrar que o problema não é ela querer e não poder (Ex ser enrustida)…leia “já tive certeza bem no íntimo de minha pessoa que gosto apenas de homens”.
            Pra colocar uma afirmação dessas é pq ela já se colocou em situações com outras mulheres e não curtiu.

          • Jps

            Sim, tendi o que você falou. Pode crer.

            Eu tinha encarado essa frase diferente. Como um “ja transei com homens e é isso que gosto”.

    • mariana cobra

      Nem sempre o angu tá entornando, alguns problemas são intensificados demais pra quem tá no olho do furacão e quando alguém de fora analisa, verifica que o negócio é mais simples do que pensamos.
      Problematizamos demais coisas que são bobas e nem deveriam tirar o sono.

      • Jps

        Concordo, normalmente o problema é uma coisa boba que a gente nunca analisou objetivamente.

        Mas sei la. O “focar” nas lesbicas que me deixa intrigado. E normalmente as mulheres querem causar inveja nas outras, e não desejo, rs

  • mariana cobra

    Não vejo mal nenhum nisso, se vc está segura quanto a sua sexualidade, tá tudo certo.
    Por exemplo, quando saio em festas me produzo (coisa que detesto no dia a dia) e não o faço pela ocasião ou para agradar meu companheiro, mas pra causar e nem sei como explicar, mas está relacionado a estar acima das coleguinhas do recinto.
    Eu sei que isso tá ligado a insegurança causada lá na infância e a imagem que tenho do mundo masculino, por isso gosto de competir numa competição inexistente com as demais.
    No último evento, comprei um vestido periguete, maquiagem e cabelão de salão e salto 15. Quando meus pais me viram, ficaram chocados com a produção…a minha mãe me chamou em off e perguntou pq o mozão tava emburrado e pq eu tava tão produzida pra um evento sertanejo (eu odeio)…eu disse que lá o clientela estaria nesse nipe e que era pra ela esperar e ver.
    Quando chegamos lá eu disse…se ele quiser olhar pro lado, tudo bem (não existe cerca nos olhos), mas saberá que outros estarão cuidando da mulher dele…dito e feito, a noite foi regada a cuidados, ciúmes e olhares de outras mulheres (não para ele…para mim) e eu amei.
    Portanto amiga, isso aí é pura insegurança e como a Lu bem ressaltou deve estar ligado a necessidade de aprovação e não tem relação alguma com desejo.

    • amei a sinceridade Mari!
      E pra quando a pessoa está insegura, seu plano foi simplesmente brilhante!! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Jps

    Que situação diferente.

    Eu acho estranho o porque de você querer que as mulheres te desejem, e não que elas sintam inveja de você, se você entende o que quero dizer. Normalmente quando a pessoa tem baixa autoestima, ela se arruma bastante para que as pessoas que lhe interessam notem sua beleza ou para que as pessoas comuns sintam inveja, mas no seu caso parece que as coisas se misturaram?

    Pode ser apenas um fetiche, ou questão de autoestima, mas será que não é algo a mais?
    Quantas pessoas são “héteros” até os 30 anos, por exemplo, e depois se “descobrem” homossexuais.

    Será que não é uma questão sua de preconceito ou religião, que te afasta dessas sensações?

    Eu digo, que por mais que deva ser legal ser desejado por pessoas de todos os sexos, é totalmente diferente, você se arrumar especificamente para ser notado por um tipo de pessoa. E que você diz não se interessar.

    No seu caso, acho que não custa nada você tentar “conhecer” alguma garota. Não precisa fazer sexo com ela, nem nada. Mas pelo menos tentar um encontro simples. E vá sem preconceitos, neuras ou pensamento do que sua familia ou Deus, vai achar. Quem sabe você não descobre coisas que você nem tinha parado para pensar?

  • Franciele

    Leitora, achei interessante tu enfatizar tanto que já teve certeza íntima de ser hétero; suponho que essa necessidade se deva ao fato de que, quando “descobriu” a possibilidade, cogitou se não gostaria da fruta, pelas comodidade de entender melhor o próprio gênero.
    Como chegaste a conclusão que de fato se imagina apenas com homens, talvez sinta alguma culpa por ter pensado na possibilidade, embora desse pensamento tenha resultado a constatação que, despertar desejo em alguém que tu no fundo não irá corresponder, te isenta igualmente dos riscos relacionais, o que é bastante cômodo.
    Aconselho acompanhamento psicológico, mas para descobrir porque tu parece ter tanto “medo” de se relacionar com homens, a ponto de deslocar o foco de interesse para situações infrutíferas.
    Por fim, assevero que não acredito em bissexualidade; a meu ver quem assim se rotula é homossexual enrustido ou hedonista oportunista, que aceita o que aparecer nos momentos de abstração, a fim de facilitar os excessos a que pretende se integrar.

    • mariana cobra

      Não acho que isso tem relação com isenção na resposta afetiva da parte dela, mas creio que seja como a Lu disse…uma necessidade de aprovação. Em nenhum momento ela disse que não se relaciona ou que tem problemas em relacionar-se.
      Como eu disse,s vezes as coisas são simples, nós que a problematizamos demais.

      • Franciele

        Entendi o que tu quis dizer, mas acredito na fusão das duas hipóteses, porque, se fosse apenas necessidade de aprovação, ela atiraria para os dois lados, como tu fizeste, aliás, rs.

  • Denilson Padalecki

    Me lembra um texto que eu li uma vez, falando sobre as vantagens de ir em uma balada gay:

    6- Se você estiver linda vai causar inveja ao invés de desejo. No fundo, é o que toda mulher prefere.

    Vc gosta de receber olhares, de sentir que é desejada, insegurança, nada novo sob o sol.
    Se isso não atrapalha a sua autoestima, te fazendo se sentir bonita somente se receber olhares, investidas, não vejo problema.

  • Moça, a parte imaterial do ser humano (alma) não tem sexo. O que está acontecendo contigo é simplesmente uma das etapas da transmutação do seu ser. Para a elevação da consciência, um dos atributos básicos é o controle das forças, que em desejos e pensamentos, o prendem às formas.

  • Rodrigo Silva

    Então é isso que significa quando dizem que uma mulher se arruma para outras mulheres? Eu achava que era um tipo de competição, pois já vi isso. Ela quer a união da VAIDADE dela com a LUXÚRIA das outras. Agora essa da amiga da mãe dela me pareceu meio estranho…