Sempre acho que estou sendo traído!

65

Todo mundo trai?

Quem não traiu, dia vai trair?

E se o Thiago me traísse? E se o boy/boa de vocês traísse vocês?

O leitor está neurando com a possibilidade eterna de chifre e precisa de conselhos de todos nós.

Assine o Canal e clique no sininho caso queira ativar todas as atualizações!

Fanpage, InstagramTwitter

Snapchat (pergunteamulher)

Meu facebook pessoal (só não vejo inbox kkk)

 

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.

  • Um Certo Leitor de PAUM

    Mais uma pergunta sobre traição. O ser humano não está valendo muita coisa mais não.

    Gosto muito, Luiza, de você abordar sempre este tema. Parabéns pelo seu site.

  • Liz

    Acho que chifre é que nem derrubar baliza na auto-escola, cair no meio da rua, pedir esmola: depois que acontece a gente vê que passa vergonha, mas sobrevive.

    • mas a vergonha maior é d quem trai, será q nao?

      • Marcelo

        No Brasil, se o traído for o homem, a vergonha maior será dele e não da adúltera. Muito raramente a sociedade toma as dores do cara enganado, vide os ditos populares ”quem não dá assistência abre concorrência”, ”todo o castigo para o corno é pouco” etc.

        Só quando o traído mata ou morre é que desperta simpatia.

        O brasileiro, no geral, é condescendente com mulher, predomina a noção de que as mulheres só traem por carência (e o culpado por isto é sempre o corno) ou por vingança (retribuindo uma traição ou uma mancada muito grave).

        Quando a mulher é a traída, o adúltero é o comedor e ela é a pobrezinha.

        Coisas da Terra Brasilis.

      • Jps

        Não sei Lu, acho que depende muito do motivo da traição.

        Tem gente que não tem vergonha na cara mesmo, e trai sem pensar duas vezes. Ai essa pessoa pode até ficar eternamente com aquele pensamento de “todo mundo trai” e vive nessa paranoia, mas não com vergonha do que fez.

        Talvez, os traidores fiquem com mais vergonha quando ainda são novos e fazem isso por causa do momento. Por exemplo, a pessoa namora alguém legal e talz, mas um dia acaba saindo com os amigos, bebe de mais e quando a oportunidade aparece facil, ele fica com outra pessoa. Nesse caso pode gerar uma certa vergonha, porque ele fez isso no momento porque estava com tesão e outros sabem do ocorrido. Mas a partir do momento que isso se torna constante, a vergonha deve sumir.

        • Bem, se me traissem deixo a vergonha total pro cara. Ainda mais se ele fosse descoberto kkkk

          • Jps

            Sim..

            Uma coisa que você disse no video faz todo sentido. Já tinha pensado sobre, mas acho que nunca cheguei a essa conclusão (ou pelo menos nessas palavras, rsrsr)….. Mas resumindo, o ideal é a gente entrar numa relação e se jogar. Se a pessoa for trair a gente ou não, problema dela. O importante é que para a gente foi verdadeiro enquanto durou e aproveitamos.

            Concordo.

      • Liz

        O que quis dizer é que na hora realmente, parece a pior coisa do mundo, e que sua vida gira em torno disso. Depois de um tempo a gente dá (vários) passos pra trás e enxerga que no fundo, a vida sempre continua. E boa. Se todo mundo que fizesse algo errado tivesse vergonha tava é até bom, pessoal tem no máximo é remorso e olhe lá. Por isso mesmo que digo: sobrevivemos todos, no fim o/

        • eles tem vergonha quando são pegos kkk mas é algo por eles, claro
          eu levei um chifre e reagi até d boas, já ate gravei um vídeo sobre isso
          a vida é breve e linda.
          E claro, noix é foda tbm s2

  • mariana cobra

    Arrasou Lu! É bem assim mesmo. De seu melhor, espere reciprocidade, mas se não houver, a vida segue!

    • pois é, as vezes as pessoas perguntam como se a gente fosse pular da ponte kkkk

  • Marcelo

    Homens, no geral, temem mais os chifres do que as mulheres. Afinal mulher nenhuma pode acabar gestando, parindo, amamentando etc o filho da amante do seu parceiro. Enquanto que um cara pode muito bem criar, achando que é seu, o filho do Ricardão da “sua” mulher.

    Faz um tempo, foi comentado aqui sobre um cara que só descobriu que a menina que criou não é filha dele, após onze anos.

    Vejam só o tamanho do desastre que a adúltera causou na vida de tantas pessoas.

    Portanto, este nosso pavor maior dos chifres é instintivo, é um ”ítem de fábrica” do homem heterossexual e que faz todo o sentido do ponto de vista biológico, afinal criar um pirralho dá um trabalho dos diabos e é absurdo despender tantos esforços com o filho de outro homem. Para não falar da catástrofe emocional que é descobrir que aquela criança, que o infeliz tanto amou, não é dele, que a dita cuja é a prova viva do quanto ele foi feito de otário.

    De resto, do ponto de vista dos riscos à saúde física, há o perigo, comum aos dois sexos, do/a adúltero/a contaminar o/a seu/sua ”oficial” com doenças sexualmente transmissíveis. Para não falar dos estragos emocionais/psicológicos.

    • Jps

      Não será porque o homem também é o que mais trai?
      Ai fica com mais medo de ser traído, porque “sabe” que a carne é fraca.

      Entendo que cuidar de um filho que você sempre acreditou ser seu e depois de 10 anos ver que era mentira, é muito duro, mas penso assim.

      Muita pouca gente pensa nisso, pelo menos nunca ouvi falarem isso fora você, e mesmo considerando que alguns permaneçam quietos, isso é uma possibilidade muito pequena. Outra coisa, se você cuidou de uma criança até os 10 anos, o filho é seu. Se você realmente trocou fralda, deu carinho, não vai ser o DNA diferente que vai mudar isso. O problema só seria com a mulher pela traição.

      Mas claro é minha opinião, rs…..acho que o maior problema dos homens, é não querer ser passado para trás. Mulher se joga mais quando está num relacionamento.

      • Marcelo

        Se você cuidou, inadvertidamente, por onze anos, de um/a filho/a que não é seu/sua, você foi solenemente parasitado por onze anos.

        A criança realmente não tem culpa alguma disto, porém a fraude o exime de qualquer responsabilidade para com ela.

        • Jps

          Sério? Então acho que não é da minha época, ou circulo de amigos.

          Sim, te exime, mas acho que alguém cuidou de uma criança por tanto tempo, não vai querer largar a criança. É que nem um filho adotado, não perde o amor do pai/mãe só porque não é biológico. Claro que o pai em questão ficaria puto com a situação, frustado e varias outras coisas, mas no fim acho que ele olharia para o filho da mesma forma.

          Mas claro, uma situação muito difícil.

          • mariana cobra

            Vai nessa

          • Jps

            Leia minha resposta acima, rsrs

          • Leitor

            Vai nessa! [2]

          • Jps

            Leia minha resposta acima, rs

          • Marcelo

            Vai nessa. [3]

          • Marcelo

            Comparar a adoção de um filho, onde o cara tem pleno conhecimento do que está fazendo, com criar, sem saber da realidade, o fruto da traição da sua mulher é sacanagem, né?

            Menos correção política, por favor. Isto soa a hipocrisia,

          • Jps

            Ah sei la…

            Não sei o que faria sinceramente. Eu ficaria muito puto, mas mesmo assim.

            Não teve o caso da mãe que roubava os bebês da maternidade?
            Depois de 16 anos descobriram e prenderam a moça. O moleque foi levado para a família biológica, mas mesmo assim continuou a visitar a sequestradora na prisão e não se adaptou a nova familia. Porque?

            Porque querendo ou não, quem cuidou dele, fez carinho, comida, ensinou a fazer o dever, deu beijo de boa noite era a outra mulher.

            A situação é um pouco diferente, mas mesmo sendo enganado, o menino não conseguiu olhar para aquela mulher de forma diferente.

            Obs: no caso que estamos discutindo, a criança não teria culpa de nada e sim a mãe.

          • mariana cobra

            BINGO! A criança em qualquer situação irá amar a família que proveu um lar, assim como a maioria das mães. Ser mãe é muito diferente de ser pai. Veja que é uma situação extremamente diferente um homem cuidar de um filho bastardo, estando este sob o domínio da cegueira da mentira.
            Trago exemplos:
            1 – a Sra tinha feito laqueadura após ter seu casal de filhos. Reverteu o procedimento e transou com um multibilionário casado para engravidar aos 38 anos (golpe da barriga/pensão). Ela era casada. Ela se converteu tornando-se uma evangélica fervorosa. Se arrependeu do golpe. Divulgou que a paternidade era do esposo. 11 anos depois o esposo pensou “sou moreno e o menino nasceu com traços totalmente diferentes dos meus”. Levou o menino para uma suposta visita familiar em BH e lá fizeram exame de DNA. Alguns dias depois o resultado: o menino não era filho dele.
            Sabe o que houve? Ele largou da Sra evangélica e não quis saber mais do menino bastardo, entrou na justiça e tirou seu nome da criança.
            Essa Sra é minha tia. O menino passa bem e está feito, pq o papai verdadeiro foi obrigado a reconhecer a paternidade e ele é herdeiro.

            2 – O rapaz casou com a moça, a moça teve uma menina. Eles se separaram e o rapaz pagou pensão alimentícia por 13 anos, cuidando e recebendo a menina sempre que podia. Carinho nunca faltou. A mãe um dia revelou que queria ter um filho com ele e deu a entender que a menina não era dele e os ouvidos que ouviram tal segredo deu com a língua nos dentes. Resultado. Após exame de DNA descobriu-se que era mais uma bastarda. Sabe o q houve? O rapaz nunca mais quis ver a menina e entrou na justiça para deixar de pagar pensão e tirar o nome dele.
            Ele é meu primo.

            As crianças tem culpa? NÃO. Mas são prova viva e constante do engodo e ninguém quer vivenciar o erro 24h por dia isso, ainda mais pagando pensão.

            Acorda JPS pq seu discurso tá mais falho e sem pé nem cabeça. Volte para a realidade e na realidade as pessoas não assumem compromissos, ainda mais financeiros, AINDA MAIS APÓS UMA TRAIÇÃO.

          • Jps

            Isso depende muito do tipo de pai, sendo que muitos pais mesmo sendo biológicos e que nunca foram enganados, as vezes abandonam os filhos. Se for pensar assim, nenhum pai gosta de cuidar de criança. Tenho dois casos na minha família que foram abandonados e cuidados só pela mãe.

            Mas ok, vou falar como eu mesmo. EU não sei se largaria a criança, se passasse 10 anos cuidando dela ou mais. Se fosse um caso novo ainda, tipo nasceu e eu fiz o teste de DNA é outro quinhentos. Mas claro, não ficaria com a mulher nunca mais.

            1 – No seu primeiro caso, o homem já tinha suas dúvidas desde o começo. Então provavelmente nunca levou a sério a criança, além de dar presentes e um carinho de vez em quando. Tanto que fez o teste de DNA escondido. E tenho minhas duvidas, sobre isso de dar golpe da barriga. Se lá no fundo, o cara não sabe sempre.

            2 – Ele era separado da moça, então provavelmente só via a criança em fds, e como você mesma disse “quando dava”. No histórico que temos do nosso pais, os pais muitas vezes quando estão separados só levam as crianças para dar algum passeio, ficar com a “parte boa” e depois largam elas na casa da mãe. Uma prima minha aconteceu isso. E assim, como ele iria criar um vinculo com a criança se nunca trocou falda, acordou cedo e etc.

            E cair na realidade? Quantas pessoas hoje em dia se casam, são traidas, descobrem e continuam com os cônjuges (Temos os Eros para comprovar). Quantas são tratadas de forma mal, apanham e permanecem por medo ou algo do gênero. Sem contar as diversas coisas que são postadas aqui no blog todos os dias. Acho que quem não esta vendo a realidade é você.

          • Marcelo

            O seu erro é achar que mulher não é capaz de canalhice.

            Bem-vindo ao mundo real, elas podem ser tão podres quanto a gente.

          • Jps

            Nunca disse isso, rs

            O começo da discussão, foi que eu acredito que o maior problema da falta de confiança do homem é o medo de ser passado para trás, ou seja, por causa do ego. Independente se a mulher for trair ou não, o que é uma possibilidade, somos seres humanos.

            Sei…”mundo real”. Aquele lugar onde tudo mundo é egoísta, vil, interesseiro e mentiroso. OK

          • Marcelo

            Pois é, e é nele que você terá de viver até o fim dos seus dias.

          • Marcelo

            O que levou a ”sra. evangélica fervorosa” aí ao ”arrependimento” foi ter percebido que o ricaço jamais largaria a sua esposa por causa dela e que o fato de ser mãe de um filho dele não o obrigava a fornecer a ela padrão de vida de milionária.

          • Wana

            Vai nessa. (4)

          • Jps

            Leia minha resposta acima, rs

      • Marcelo

        Nossa, esta percepção de que o medo masculino dos galhos tem como razão principal o pavor de criar o filho alheio é para lá de difundida.

    • Deb

      Oi!
      Eu não digo que isso da paternidade e tal não possa estar
      envolvido, como algo subconsciente e tal, mas eu acho que (e isto é
      apenas uma opinião) o homem “teme” mais uma traição do que uma mulher pelo factor “social” mesmo de ser visto como algum que não satisfez a mulher e ela procurou fora, o homem não quer ser visto como o “maricas” e “pouco macho/homem”.

      Já a mulher, eu acho que “teme” menos (eu acho esta palavra incorreta, pq no ambito de uma relação amorosa é talvez a coisa + dolorosa de acontecer, e não acho q seja + para o homem) porque é aquela coisa: “homens são todos iguais” “se ele fizer é normal” o que de certa forma é como se ‘desculpasse’ a acção dele.

      Ela obviamente que não gosta de se sentir humilhada, mas dá menos atenção a isso do que o homem.

      • eu acho q ambos temem uma traição
        porem, o homem raramente perdoa quando os amigos descobriram
        mas se for algo q ficar só entre eles, muitosss perdoam

        mas a gente nao sabe justamente pq ficou entre eles (e eu q atendi rs)

        • Marcelo

          É claro, né?

          Se descobrirmos que o corno é manso, vamos debochar dele perguntando quando nascerá o filho do Ricardão e dizendo que pai é quem cria.

          Ou seja, vamos deixar claro que ele é um trouxa fraco e sem amor próprio.

          KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

      • Marcelo

        Este medo masculino da traição faz todo o sentido, do ponto de vista da Evolução, pelas razões que expus acima.

        As questões culturais se manifestam no fato de que bem poucos que foram traídos fizeram o que podiam para evitar os chifres, este pode ser considerado o ”pecado original masculino” nesta área. E isto vai desde a escolha à forma como se trata a cônjuge.

        Por outro lado, o ”pecado original feminino”, no campo do adultério, é crer que o amante quer da adúltera alguma coisa além de sexo.

  • Secreto Silva

    Não sei se difere de homem para mulher ou de pessoa para pessoas mas, nem fodendo que eu conseguiria pensar, caso soubesse de um chifre, que “ah, pelo menos até ontem foram bons momentos”… pelo contrário, lembraria de todas as conversas olhando nos olhos, todas as atitudes enquanto estava me enganando.
    Traição além de ser um puta egoísmo pela atitude em si ainda mexe com o mais precioso bem que temos: tempo de vida. É, talvez, a única coisa nesse mundo que quando perdemos não podemos mais ter de volta… e uma pessoa te impedir disso merece toda raiva e consequências possíveis.

  • Rodrigo Silva

    Os desconfiados desafiam a traição.

  • Eu e a Senhorita Costa temos umas pendências a resolver, mas isso não me impede de enxergar que a Senhoria Costa está cada vez mais iluminada nos vídeos. E cheia de estilo também, sem esquecer do passado, usando um vestido bem feminino mas também rock ´n roll. O Smartphone é black, com isso a Senhorita Costa mostra atitude e autenticidade, um misto de roqueira com princesinha sexy.

  • Hadassa

    Falou tudo excelente tema para ser abordado. Lú reparei você tá emagrecendo né? bjs

    • não sei se to emagrecendo, mas todo mundo q me vê ao vivo fala q vídeo me engorda muito kkkkkkkkkkkkkkkkkk
      e como eu sou mt peituda, bunduda etc dependendo do angulo pareço mais gordinha tbm, incrivel isso

      masss se tiver emagrecendo mara ! É q eu incho muito dependendo da epoca (TPM) e qd gravei nesse video não tava no periodo kkk (muitas vezes ja tenho videos gravados ha um tempo)

      • Hadassa

        Pode crê não sou de fazer média eu acho que você tá emagrecendo mesmo. Nem tá percebendo o bom é assim não fica naquela ansiedade tenho que perder peso.
        Vc sabe que tú é linda de qualquer jeito fofinha ou magrinha o Tiago é um sortudo rs.

        • obrigada salinda!! s2 s2 s2
          e d fato nao sou neurotica com dieta, nem nada disso kkk Não mato academia *raramenteee, mas não faço a fina pra ocmer nao kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Dani Almeida

    Se o homem trai a culpa é dele, se a mulher trai a culpa é dele. Tudo coisa desse feminismo cagado na cabeça da galera.

    Não dá mais pra confiar em mulher hoje em dia, o negócio é ficar sempre com o pé atrás, mas claro, sem deixar de aproveitar o momento. E ficar de olho em todas as reações de sua garota e se possível olhar as redes sociais que ela não te informou que tem.

    • pq vc é homem e ta com perfil d mulher?

      • Jps

        A duvida que não quer calar, rs

      • Wana

        Ou uma mulher inteligente. Porque não?

        • Jps

          Porque não, rs

          Pior que homem machista é mulher machista, rsrs

        • nao tem nada a ver com inteligencia, mas sim a forma d escrever sabe

    • ou vc é mulher q falou como homem? nao engane a lu kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Marcelo

    Uma consideração, do ponto de vista masculino, sobre uma questão que causa não digo espanto, mas estranheza, neste assunto.

    Vamos a ela.

    O fato de ainda haver mulher que crê que o seu amante pode vir a abandonar a sua ”oficial” para ficar exclusivamente com ela. Como, em plena era da Internet onipresente, pode ainda existir quem acredite nisto?

    Já deveria ser senso comum a percepção de que o cara (principalmente se este for comprometido), que se envolve com a mulher alheia, pensa que aquela que trai um também trairá o outro. Tendo tal mulher serventia apenas para o sexo.

    No entanto, e este blog é um ótimo exemplo disto, não faltam adúlteras caídas de paixão por seus amantes casados/amasiados/etc sonhando que eles abandonem as suas ”oficiais” e as assumam. Sendo a regra que tais casos terminem quando elas percebem que os ditos cujos jamais abandonarão (pelo menos não por elas) as suas companheiras.

    É intrigante que, mesmo com tanta informação a respeito disto à disposição de todos, ainda haja tantas mulheres que creiam nesta ilusão.

    Àquelas que retrucariam que os adúlteros são tão canalhas quanto as adúlteras e que ambos estão no mesmo barco, digo que vocês estão certas.

    Porém as cadeias estão cheias de canalhas que estão no mesmíssimo barco e nem por isto eles não deixam de se matarem, de se estuprarem etc.

    Esta é a natureza da cafajestice masculina.

    • Marcelo

      E então, mulherada, ninguém vai responder ao meu comentário? Os meus ”alunos”* estão esperando, eles são leitores assíduos do “PAUM”.

      * “Alunos”, no caso, são os jovens que participam de um grupo secreto de Facebook, que eu e alguns amigos mantemos, dedicado ao aconselhamento, sobre estes e diversos outros temas, de filhos e sobrinhos e amigos destes.

      • e pq eles não participam? sei nao kkkkkkkkkkk

        • Marcelo

          Perguntei o mesmo a eles, faz mais ou menos um mês, e desconversaram, apenas um mais corajoso admitiu ter vergonha de participar daqui.

          • mariana cobra

            Pq da vergonha de participar aqui? Fiquei curiosa

          • Marcelo

            Coisa de jovem besta que pensa que aqui não é ambiente másculo o suficiente para ele. Nada é que o tempo não cure.

          • eles devem ser bemmmmmmmmmmm machos mesmo kkkkkkkkkkkkkkkkkkk
            Sem contar q todo mundo pode ensinar ou aprender algo, TODO MUNDO
            E se a pessoa acha q nao precisa, bem, aí é preocupante

          • Marcelo

            Calma, são jovens de, em média, 16 anos com excesso de informação e mínima experiência de vida.

          • e vergonha de estar em um grupo com um monte d cara perdedor q fala mal d mulher, eles nao tem nao? rs

          • Marcelo

            Quem disse que só falam mal de mulher? Pelo contrário, todos eles sonham com uniões felizes, mas, conhecendo os nossos tempos, eles estão espertos com certas coisas.

            Já foram mais revoltados, estamos dando um jeito na revolta que resta.

          • se vc diz kkk

          • Marcelo

            Um exemplo de ”aula”:

            A Palavra Proibida

            Nunca, jamais, em hipótese alguma chame uma a mulher, com quem se relaciona, de ”puta” (ou qualquer dos seus sinônimos) sem ter motivos para isto.

            Mulher leva esta palavra muito a sério, se você a xingou de puta/vaca/biscate/etc, sem razões para agir assim, da próxima vez que você a chamar disto, pode crer que ela lhe providenciou as razões, seu corno.

          • tbm me perguntei isso kkk
            ele q deve se sentir um perdedor e coloca a culpa no site kkk
            é tipo gente q fala q não le autoajuda, geralmente são os mais inseguros e os q mais precisam kkk

          • E desses grupos q esses caras participam(q geralmente metem o pau na gente e se acham os donos da verdde) eles não tem vergonha não kkkkkkkkk vai entender

        • Marcelo

          Até o cafinha (é sobrinho de um amigo meu), sempre tão atirado em tudo, desconversou.

    • mariana cobra

      Vc está certo. Só acrescento que a burrice feminina é mais acentuada, basta ver a fila de mulheres que se dispõe a fazer visitas íntimas a presos. Enqto a fila masculina para as presidiárias é irrisória!
      Outro detalhe é que a busca pela igualdade num país tão precário como o nosso assume vieses bem esquisitos.
      Muitas tentam a equidade pelo lado ruim da cafajestagem.
      Gente com índole ruim tem de todos os lados, mas parece q o mal está sobressaindo e o errado vem se tornando cada vez mais banal!