Eu o agrido quando ele não faz sexo – ou faz mal feito – comigo!

41

Leitora: Oi Luiza, eu tenho um padrão de comportamento que me incomoda muito. Sempre sinto que sou negligenciada em meus relacionamentos (principalmente sexualmente) e quando cobro, os homens falam que reclamo de barriga cheia. Acontece que, quando não tenho que quero, fico muito agressiva e acabo agredindo fisicamente. Tenho 32 anos e meu namorado 38, namoramos há um ano e já bati nele por ele não querer fazer sexo comigo, por que ele sempre parece que está sem vontade ou faz mal feito. A última vez bati nele, quebrei o computador dele e joguei a chave do carro dele no telhado do vizinho, porque ele não quer conversar comigo sobre minhas necessidades.

Não sei o que fazer para ser ouvida. Sou uma namorada dedicada e uma mulher respeitável, por que não consigo o respeito do homem que namoro? Terminamos e mesmo sabendo que é negligente comigo ele não faz nada pra mudar. Ah, ele é do tipo machão/valente não é frouxo não!!

Eu o agrido quando ele não faz sexo - ou faz mal feito - comigo!

“Não sei o que fazer para ser ouvida. Sou uma namorada dedicada e uma mulher respeitável, por que não consigo o respeito do homem que namoro?”

Amiga, é por essas e outras que tem gente que pensa que eu invento as perguntas desse site. Você só pode estar de “brinqueixon with nossa face”! 🙁 kkkk.

Como assim você agride, briga, xinga e ainda se pergunta por que não consegue o respeito dele? Ou pior, se acha uma mulher respeitável? Se você fosse como pensa que é, sabe o que você faria? Conversaria ou simplesmente abandonaria o cara e arrumaria outro!

Isso que você faz é tortura psicológica e isso promove – mesmo que inconscientemente – que ele faça cada vez mais mal feito contigo.

Não estou defendendo o seu boy, mas se coloque no lugar dele. Vamos supor que você é uma cozinheira, ok? Aí toda vez que você faz uma comida “não tão maravilhosa assim”, ao invés de conversar, ele te humilha e joga tudo no chão. Imaginou? Ok. Agora me responda:

1- O que você pensaria sobre ele?

2- E o que você acharia sobre o (des)prazer que é cozinhar para ele, visto que a qualquer momento ele poderia te humilhar?

Respeito não é algo que você impõe aos berros, mas sim algo que você conquista. Bem na classe e fazendo a fina, não sendo a barraqueira do quarteirão que jura que é uma mulher super elegante e justa, entende?

Não tá bom pra você? Afaste-se.

Não sei como foi seu passado, se seus pais te criaram em um padrão “militar”, mas pode ter certeza que, agindo assim, você não conseguirá nada dele que não seja ter medo de você + um relacionamento tóxico para os dois lados.

Nisso eu te pergunto: você quer que ele tenha medo de ti ou te ame? Se você quer a segunda opção, entenda que, primeiro, você não é obrigada a ficar com ele. Depois que você pode ajudá-lo a ter um noite de amor (ui que romântica! kkk) sendo muito mais delicada do que você está sendo. Na verdade, eu no seu lugar agradeceria por ele não broxar com uma mulher assim, porque sério, só de ler o jeito que você o trata, eu já broxei por ele kkkkk.

Considere também procurar ajuda psicológica. Você me pareceu orgulhosa demais para assumir que precisa muito disso, mas vai por mim, precisa. E ah, não se esqueça que você também não é perfeita em muitos aspectos e nem por isso as pessoas te agridem.

Leia sobre relacionamentos abusivos e não se espante se você ver muito de você nesses textos.

Beijos,

Lu

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.

  • Gaia

    Vc não consegue o respeito dele exatamente por agir sem respeito nenhum para com ele. Como vc quer ser respeitada se não o respeita?
    Da forma como age, nem estranho o fato dele não querer conversar, vai que fala algo e apanha ou tem mais alguma coisa quebrada?! Estranho é o fato dele ter ficado tanto tempo com vc!
    Tente entender que estar insatisfeita com algo não é motivo para agredir alguém, seja fisicamente oum psicologicamente, e sim ou para conversar ou se afastar. Além disso, mudar é uma escolha dele e não sua.
    Vc tem 32 anos, mas age como uma criança birrenta que quebra os brinquedos do outro pq ele não brincou como vc queria.

  • Franciele

    Leitora, complementando o que escreveu a Luiza, eu fico pensando que, com esse perfil controlador de menina mimada, tu deves atrair justamente o que tenta evitar, ou seja, homens dependentes, que precisam de direcionamento até para levar a termo os projetos pessoais deles; nesse contexto, como acaba se sentindo mais “mãe” que namorada, que fica implícito quando tu escreves ser uma namorada dedicada, cobra compensação no âmbito da sexualidade, como “pagamento” pelos outros incômodos gerados pela existência do relacionamento.
    Penso que tu tens se deixado levar por caras que disfarçam suas inseguranças numa postura de autosuficiência quando solteiros, e depois se frustra por não ver essa postura sustentada na convivênncia, e acaba descontando a desilusão no outro, quando a causa da fantasia criada em torno do outro está em ti mesma.
    Aconselho que tenhas mais claro pra ti o que procura de fato em um possível parceiro, evitando criar “mitos” em torno de alguém, com base apenas em palávras e atitudes artificiais de certos contextos, como por exemplo a forma como ele age no barzinho, e entenda que relacionamento é a formação de uma equipe, sendo descabido somente uma das partes fazer “tudo” na cama, enquanto a outra resolve os outros aspectos do relacionamento, como se eles se compensassem entre si.
    Seja adulta o suficiente para não transferir para o outro frustrações e insatisfações consigo mesma, porque isso só tu podes resolver.

    • M Holmes

      “Penso que tu tens se deixado levar por caras que disfarçam suas inseguranças numa postura de autosuficiência quando solteiros, e depois se frustra por não ver essa postura sustentada na convivênncia, e acaba descontando a desilusão no outro, quando a causa da fantasia criada em torno do outro está em ti mesma.”

      É isso mesmo, pois é muito comum se iludir no começo dos relacionamentos e não conseguir enxergar certos padrões ruins. É preciso muita observação para escolher seus parceiros.

      • Franciele

        Exatamente, mas as pessoas, ansiosas por atenderem às necessidades sexuais, num contexto que considerem legítimo, apressam a consolidação de relacionamentos enquanto os alicerces ainda são muito frágeis para suportar as adversidades futuras, quando passar o encantamento.

        • M Holmes

          E por isso eu digo, por mais educação sexual e emocional em escolas e nas famílias!

  • Stanley Lewis

    Leitora, pra você o sexo vale mais do que qualquer coisa, acho que de tanto você fazer isso, só vai piorar ainda mais a situação pois seu marido vai associar o sexo com você ao ‘desprazer’ em vez de prazer. Procure um psicólogo porque esse não é o tipo de comportamento saudável em um relacionamento.

  • Hadassa

    Leitora procure um psiquiatra e psicólogo(a) urgente meu você não tá bem a sua agressividade física e psicológica pra cima dos caras que vcs namora está mascarada nada mais é que baixa auto estima, amor próprio zero e insegurança na potência máxima. Vc não tem amor algum a ti sabe porque no trecho deixa claro na minha visão lendo seu relato você força a barra bastante. Então quando percebe que o cara não tá querendo a sua companhia, não tá querendo diálogo, não tá querendo cumplicidade, não tá querendo te dar sexo você vê de ter dignidade e conversar numa boa como uma pessoa civilizada para repensar sua relação continuar ou não com o namorado vc literalmente surta e sai do salto isso só mostra existe vários problemas que precisa resolver no seu interior se não continuará assim com novo namorado mal resolvida e com esse tipo de comportamento e atitude.
    Violência gera violência desde quando isso leva algo bom a qualquer ser humano seja homem ou mulher vítima de agressões de várias formas de violência psicológica e física e até uma vergonha vê uma mulher que é violenta. Já basta a violência contra mulher nesse brasil e mundo que a estatística e enorme de homens violentos que agridem física, psicologicamente, sexualmente. Recomendo a ti dois livros: Porque os homens amam as mulheres poderosas? Um guia para vc deixar ser boazinha e se tornar irressistível autora: Sherry argov e “Namoro blindado a prova de coração partido” autores: Cristiane e Renato Cardoso. Boa sorte!!!!!!!

    • MiaMia

      Já li os dois livros. Agradeço a opinião. Sò nao gostei da parte de”ver uma mulher violenta é uma vergonha”, soou como se os homens pudessem e as mulheres nao.

      • Hadassa

        Não falei nada disso pera aí vc acha certo a mulher ser violenta porque tem certos que homens que são então tá tudo quite aff. Moça procure ajude psicológica está precisando mesmo urgente. Boa sorte!!!!!!

  • Denilson

    “… por que não consigo o respeito do homem que namoro?”
    Pq não dá pra exigir no outro, o que falta em vc.
    Intimidade deve ser moldada no dia a dia, em comunhão com seu parceiro, esqueça filmes pornôs ou idealizações, se algo não te satisfaz, converse com seu parceiro e explique como vc gostaria, se ele não te satisfazer, troque de parceiro.
    Esse cara deve ter uma autoestima de merda pra continuar com vc, e vc se aproveita da mancha q isso fará na imagem dele caso revide a agressão, mas tenha cuidado, lembre-se q todo valente uma hora acha alguém com mais coragem, e aí, vc
    vai sentir na pele o q faz com os outros, se sobreviver pra fazer BO já
    tá no lucro.
    A agressão ocorre somente pela sua insatisfação com o sexo ? Ou o problema é mais embaixo, e pra não assumir vc prefere descontar isso nos seus parceiros, ao invés de procurar quem pode lhe ajudar (psicólogo ou psiquiatra, dependendo do seu nível de insanidade) ?

    • acho qo caso dela é psiquiatra, não pq psiquiatra seja coisa d doido, pq não necessariamente, mas para acalmar um pouco certas areas para ai sim poder ouvir um outro profissional

    • MiaMia

      A agressão acontece pela falta de consideração como eu disse no meu comentário, eu ja falei o que quero, porem ele nao faz, deliberadamente! A agressão acontece pq eu ja conversei de tds as formas mas ele nao muda, diz que me ama, eu topo tudo o que ele me propoe, mas ele nao faz o mesmo. Estou cansada de ouvir ds outras mulheres “que o macho delas sao os fodões, que elas fogem, que tem de domir de calça etc…o meu quando eu vou procurar ele ja ta dormindo, e sempre sou eu quem procuro. Sou uma mulher bonita, tem varios homens correndo atras, me sinto tao neglicenciada.

      • se ele não muda, mude vc. Vc não é obrigada a ficar ocm ele mulher. E se ele já disse q não vai fazer…

  • Rodrigo Silva

    Tamo precisando de lei Mário do Penho! Hahahhahahahah!

    • mas essa lei vale para homens tbm, sabia?

      • Rodrigo Silva

        Eu sei. Eu tava lendo sobre isso esses dias.

      • Caio César

        Na verdade não, Luiza.

        Eu também já cheguei a pensar que valia para ambos, mas depois que errei essa questão em um concurso público resolvi dá uma pesquisada:

        http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2006/lei/l11340.htm

        O que houve na verdade, se não me engano, foi uma interpretação de analogia por um juiz.

  • Faah Dias

    Sabe pq você não consegue o respeito do seu namorado e provavelmente de qualquer homem também não terá? Pq você simplesmente não o respeita.
    Tu necessariamente não precisa agredir, brigar, gritar ou fazer chantagem emocional para ser respeitada ou ter suas necessidades atendidas dentro de um relacionamento, basta CONVERSAR com ele, ser franca, explicar o que acontece e o que ele pode fazer por você.
    Quem sabe após você deixar de ser agressiva, parar de bancar a criança mimada e agir como mulher, como adulta e o respeitar, ele comece a te entender. Se for difícil fazer isso sozinha, procure um psicólogo, um terapeuta.

    • gostar dela ou gostar mt pouco dele

    • MiaMia

      Conversar amiga? É o que mais fiz, mas ele nao tem jeito, so faz quando quer e do jeito que quer. Ri de mim e das minhas necessidades. É dificil, por que a gente se gosta muito. Ele é machao e machista, as coisas tem de ser do jeito dele.

  • Gustavo

    Entenda que quando existe um problema na gente, não importa onde, nem com quem a gente esteja, ali estará o problema, não há como fugir, não se pode fugir de si mesmo. Deste modo, estes teus conflitos se repetiram em todos os teus namoros e não importa quantas vezes você mude de namorado, eles irão se repetir até que você resolva os próprios conflitos. Ocorre que você age motivada pelo egocentrismo e quando se sente contrariada age com agressividade a ponto de agredir fisicamente. É claro que você jamais admitiria que uma namorado teu de agredisse, alegando que você não atendeu as necessidades dele. Acho que você não entende que ninguém é obrigado a atender as tuas vontades, as pessoas são como elas são, não seria correto nem adequado que elas fossem como desejamos. É mais fácil você achar que o problema sempre está no outro, de modo que se perpetuem essas brigas, bem como os terminos dos relacionamentos. Apenas com a humildade de nos percebemos com somos realmente, sem disfarces nem justificativas, é possível admitir as nossas atitudes equivocadas, para então, trabalhar-se para mudar. Como realizar esse processo sozinho sem um método é muito difícil, utilizar dos recursos da psicologia, possivelmente da psicoterapia, através de um bom profissional da área se faz necessário.

  • mariana cobra

    Cruzes leitora!
    Tá possuída pela pomba gira colega? Ou só é sem noção mesmo???
    Vc é o tipo de pessoa que faz birra quando as coisas não saem do seu gosto ou melhor, mulher barraqueira. Me admira vc vir aqui dizer que não está contente com seu “modus operandi”, MAS não faz nada para mudar seu jeito tosco de ser. Meio que não entendi qual é a sua.
    Respeito não se conquista com gritaria, barraco ou na base da porrada.
    Existe um ditado familiar: urubu voa com urubu, pombo voa com pombo. Simples assim.
    Nesse sentido, parto do pressuposto que vc só atrai gente agressiva para o seu meio e o diálogo estabelecido beira o animalesco.
    Procure com urgência tratar-se e descobrir que dialogar racionalmente te levará a melhores lugares que sair por aí distribuindo bordoadas…
    Aí vc diz que é uma mulher respeitável, mas pq? Fiquei boiando.

    • Franciele

      Dizer-se possuida por algo ou soltar aquela clássica “não era eu” é uma bela forma de transferir responsabilidade, mesmo que seja para algo abstrato, mas ok, entendi a ironia, rs.
      Penso que a intenção da leitora era encontrar alguma simpatia perversa, do tipo “homem dá muito trabalho” “tira qualquer uma do sério”, “são uns egoistas”, isso sem falar na desculpa da tpm como desencadeadora desse estado que ela só precisaria de stress para allimentar o mes todo, rs.
      Quanto à respeitabilidade, acredito que tenha a ver com conduta sexual, algo como “não dou pra qualquer um e, quando encontro um cara, ainda tenho que lidar com frustrações nessa área da vida”, o que seria mais um ingrediente do perfil mimada.
      Gostaria que tivesse algum psicólogo no blog, para falar de transferência inconsciente, porque não me surpreenderia se ela tivesse algum conflito não resolvido com uma figura masculina como pai, tio ou afim.

  • josè

    Cara lutadora de MMA ,vc precisa comprar um saco de aria e pendurar e descarregar toda essa agressividade!
    Menos porrada e mais diálogo com seu namorado .

  • Franciele

    Luiza, olha só o que eu achei passeando pela blogosfera:
    http://blogs.uai.com.br/pergunteaopsicologo/2017/04/05/39minha-mulher-curte-fotos-erotizadas-no-facebook-o-que-devo-fazer/
    Qualquer semelhança é mera coincidência, rs; claro que pode não ser o mesmo leitor, mas, se for, é muita vontade de complicar o que simples estava, rs.

  • Estranhamente eu fiquei com tesão em você leitora rsrs, não que eu goste de apanhar, mas sinto que você é como uma “égua selvagem” precisando ser amansada por um garanhão selvagem.
    Mais estranho ainda é que uma moça de 20 anos aqui da cidade começou a me paquerar recentemente e ela largou do namorado pelo mesmo motivo: “Ele não estava dando a devida atenção sexual”.
    Se minha mulher estiver com fogo eu apago a todo custo, nem que eu precise ir até o oceano buscar água. Se eu estiver cansado faço o máximo de força física e mental mas dou um jeito de levantar a minha piroca (confesso que algumas vezes nesse caso a piroca fica meia bomba).

    Na minha opinião não é com conversinha que você irá resolver o teu caso. Ou você nasce outra mulher ou procura um medicamento forte para amansar (Psiquiatra).

  • Caio César

    “…Terminamos e mesmo sabendo que é negligente comigo ele não faz nada pra mudar.”

    É incrível! O namoro termina e ainda assim ela jura que o problema é ele!

    Típica menina mimada que acredita que “o mundo gira em torno de seu umbigo.”

    Sei bem o que esse cara deve ter passado, porque já passei por algo parecido. Achei até que a leitora fosse minha ex, mas as idades não batem. Kkkkkkkkkk.

    Pela experiência que tive, esse tipo de comportamento não muda, principalmente quando a pessoa é teimosa e orgulhosa.

    Pouquíssimos homens submetem-se em médio ou longo prazo à um relacionamento desses. E são exatamente os “homens dependentes”, os que certamente conseguirão frustrá-la mais ainda!

    • Monalisa

      Meu namorado disse que a ex dele jogava pratos, copos, e qualquer coisa que estivesse perto em cima dele, além de quebrar as coisas da casa. Ela também era bem exigente no sexo, fazia todo dia, mas pelo que eu sei as brigas não era por falta de sexo, mas por outros motivos.
      Fiquei até com medo, parece que tem muitas mulheres assim! rs

      • Caio César

        Certamente o sexo é apenas um dos exemplos que a leitora optou citar neste email.

        Com minha ex não tínhamos problemas na cama. Ela era exigente (lê-se egoísta) em todas as áreas da sua vida!

        Pois é, Monalisa… Parece que tem muita mulher assim nesse mundo! Kkkkkkkkk.

      • as pessoas tem perdido o respeito de uma forma q me dá medo
        se ofendem, se agridem e não percebem q isso só as distancia
        saudades dos tempos das flores e das declarações de amor

    • serio q tu apanhava quando negava fogo? Mas gente…

      • Caio César

        Kkkkkkkkkk
        Nunca fui de negar fogo, mas no único dia que isso ocorreu devido a um dia exaustivo no trabalho, ela não foi compreensiva. Muito pelo contrário! Falou que esse tipo de coisa não era aceitável e que homem nenhum no mundo recusaria ir pra cama com ela! Tem cabimento, Luiza? Kkkkkkkk.

        O egoísmo é uma das características que mais se destaca nesses indivíduos.

        • mas isso é um pouco culpa dos homens q pagam tanto, mas tanto d trepadores, q as mulheres realmente acreditam q eles são!
          Gente, somos humanos, temos fases, as vezes queremos, outras nao. Outras não nos reconhecemos e por ai vai
          mas esse lance d querer pagar do picão (não q vc tenha feito isso) as vezes depoe contra vcs
          oq vc acha a respeito?

          • Caio César

            Discordo, Luiza.
            Isso não justifica agressão verbal e muito menos física.

          • obvio q não justifica ne
            so to perguntando se vc nao acha q usam como pretexto, ainda q obviamente nada justifique, tal como vc mesmo disse

  • Monalisa

    Se você é assim com o sexo imagine com em outras coisas? Que horror. Acho horrível gente barraqueira, tanto homem quanto mulher. Que precisa gritar que nem uma criança e fazer escandalo para ter o que quer. O mundo não gira em torno de você.
    É uma batalha injusta porque a mulher pode bater nele e ele não pode bater nela. Já que as mulheres são mais protegidas nesse aspecto. Mas não é nada legal um homem apanhar passivamente, é agressão do mesmo jeito!
    Tem um monte de gente falando em psicologo e derivados, mas tem vezes que é falta de educação mesmo.
    Trate os outros como gostaria de ser tratada. Conselho para todas as áreas da sua vida.

  • Pudim

    Eu teria medo de uma mulher dessas, e não respeito.

  • Victor Azevedo

    Pro namorado dessa moça: caia fora que isso é uma cilada Bino!!!

  • João “Manu” Jamaicano

    Ahhhh moça sorte sua que não sou seu namorado por que experimenta-se cair na besteira dar tapa te ensinava a respeita Homem, o brinquedo aqui e 20,5 nega “quebrei o computador dele e joguei a chave do carro dele no telhado do vizinho” Criatura de Deus o que faz pensar que vc tem o direito quebra as coisas dos outros é louca vc não luto por essas conquistas que quebrou vacilo na boa seu namorado e FROUXO SIM eu meteria o pé no teu redondo e sai fora para vc coloca veneno na xereca manda o trouxa cair de linguá e tão fácil quanto a louca do RS mato o cara pelo fato que queria mata, começa desse jeito um tapa, porrada ops uma facada como dizem na minha quebrada sai fora que cemitério na certa.

  • MiaMia

    Agradeço pelos comentários, todos estao me ajudando muito, o fato de ser egoista nao é novidade para mim, ja percebi isto em minha personalidade. Acontece que a agressão nao é constante, isso ocorre quando a situação chega no limite, com meu namorado nao há conversa, diálogo, ja tentei conversar com ele, porem ele nega e diz que minhas necessidades “é tudo besteira”, ri de mim e se diverte pra caramba enquanto eu dou meu show. Por isso disse que ele nao é frouxo é do tipo machao, que olha e ri, e quando eu digo que ele nao faz o que eu quero e gosto ele admite e continua rindo e dizendo que nao vai fazer. Por exemplo eu esperei quase 7 meses p ganhar um sexo oral dele. Essas coisa, a gente se gosta muito, na vida a gente se dá muito bem, e quando ele está inspirado o sexo é maravilhoso….mas já passei por alguns estresses pela falta de atenção.
    PS: eu sou militar, sou grande e nao tenho medo de porrada, quero mais é que ele venha pra cima!!!! kkkkkkk

    • kkkkkkkk
      UMA agressão já não é normal. Os dois estão em um relacionamento abusivo e acredite, isso só faz mal pra vcs
      Parece q dá tesão, mas a verdade é q causa um vazio imenso
      Um sexozinho depois da briga é delicia, mas cuidado mulher