Minha namorada acha um absurdo minha filha de 7 anos dormir comigo: estou errado?

88

Leitor: Tenho 40 anos. Estou passando uma situação que está complicada e gostaria de sua opinião!! Sou divorciado, tenho uma filha de 7 anos. Pego minha filha de 15  em 15 dias pra passar o fds comigo!! Ela está acostumada a dormir na cama da mãe, não dorme sozinha!! Quando vem pra minha casa, ela dorme na cama comigo!! Atualmente estou namorando e quando minha namorada vem dormir aqui em casa ela fica aborrecida quando minha filha quer dormir na cama junto comigo!! Ela não aceita de jeito nenhum, ameaça de terminar, diz que minha filha tem que dormir sozinha!! 

Quem está certo? Como devo agir?

filha gosta do pai

Olha, eu não sou a Super Nanny e acho complicado dar pitaco no jeito que as pessoas criam os próprios filhos. Porém, vou falar por mim e claro, quero que leia com carinho todos os comentários que os leitores falarem não só aqui como na nossa amada fanpage, combinado?

Uma coisa que agradeço meus pais terem feito comigo, foi terem me acostumado desde cedo a dormir em uma cama separada deles. Isso me ajudou a criar mais independência, ou seja, a me ver como um ”ser separado”, bem como, acredito eu, ajudou na intimidade do casal – e claro, casal feliz acaba sendo bom para os filhos também kkkk.

Quando a gente mima demais um filho (e erroneamente, chamamos de prova de amor), diminuimos a força dele, pensamos que ele é mais frágil do que realmente é e, no fim, ele acaba ficando fragilizado mesmo!

”Nossa Luiza, mas que exagero! O papo é apenas uma cama dividida. Nada mais!”.

Eu, Luiza, particularmente acredito muito no principio holístico para basicamente tudo que existe no mundo. Ou seja, acredito que está tudo interligado e que uma gotinha de água aqui, pode virar uma enchente acolá. Sem contar que ela tem 7 anos, não 7 meses!! E ainda digo mais: a mãe dela que se cuide, porque já já ela arrumará um namorado e provavelmente passará pela mesma situação kkk.

É claro que os filhos devem estar sempre acima de namoricos e cia. Porém, como acredito que isso faria bem para o amadurecimento infantil, acaba sendo algo legal para todo mundo. Ainda que claro, quando você cortar, ela provavelmente ficará irritada e/ou triste.

Outra coisa óbvia é se colocar no lugar da sua namorada: você gostaria de estar doido para namorar, para dar um chameguinho do bom, e aí plufff: aparecer uma criança no meio? kkkk. Sem contar que poxa, muitos pais têm exatamente essa hora para dar uma namoradinha, e é nessa hora que ela chega? rs.

”Mas Luiza, tudo acontece apenas de 15 em 15 dias”.

Mesmo assim, tira a privacidade e não seria legal nem se ela fosse a mãe biológica, não sendo então é cobrar uma paciência desnecessária dela.

Enfim, concordando com a ideia de que seria mesmo legal que sua filha dormisse na própria cama, não seja autoritário e entenda que provavelmente você não conseguirá o que quer na primeira noite. Porém, mantenha o foco do ”a longo prazo”, enquanto a mostra como seria uma super conquista dormir sozinha.

Deixe-a escolher os lençóis, uma boneca, assistir a um desenho novo (ou extra) como recompensa, ou qualquer outra coisa que você sabe que a deixaria empolgada e, sempre que possível, orgulhosa de si mesma. Quando ela acordar, mostre-a o quanto você está orgulhoso e o quanto ela é forte e capaz. Dê muito carinho, mas até as 22 horas (ou ela dorme mais cedo? kkk). Parece bobagem, mas isso a ajudará muito na vida adulta. Inclusive a não entrar em relacionamentos abusivos e demais coisas que a gente acha que não tem nada a ver, mas tem tudo a ver o.O.

Quando ela bater na porta do seu quarto à noite (recaídas, quem nunca? kkk), leve-a de volta com calma, mas sempre fazendo-a entender que bater lá nunca trará o resultado que ela espera. Olhe se existem monstros no quarto para que ela se sinta melhor, leia histórias, mas não ceda kkk. Diga também que durante o dia você será todo dela (estabeleça horários kkk), mas que a noite é feita pra dormir e que o anjinho da guarda cuidará dela. Na verdade, como acredito em mentores espirituais (isso é pessoal, eu sei kkk), acaba sendo uma boa forma de estimular a espiritualidade/fé da pequena, bem como fazê-la saber que, por mais que o pai e a mãe não estejam por lá naquele momento, ela jamais estará sozinha.

Tendo paciência e mantendo o foco do a longo prazo, você acabará conseguindo o que quer. Porém, se começar a achar muito difícil por algum motivo, procure ajuda de uma terapeuta infantil. E claro, peça ajuda para sua namorada ao pelo menos não olhar com cara de bunda enquanto te ajuda nos argumentos positivos com a sua filha. Afinal de contas, fora ser de interesse dela, ela já sabe que você é pai e precisa aprender a lidar minimamente com a pequena, concorda?

Até amanhã!

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.

  • Ana

    Olha, não vejo somente este problema que a Luiza falou em dormir com uma criança dessa idade. Para mim é estranho um homem dormir com uma menina na mesma cama, não to dizendo que o leitor faria qualquer coisa errada com a própria filha. Acredito que ele não tem esse tipo de pensamento. Mas mesmo assim é algo confuso para a criança eu acho, nessa idade as crianças já tem uma certa sexualidade, acho que essa falta de “separação” na hora de dormir pode causar sentimentos confusos que ela pode levar sim para o resto da vida. Acho que esse contato todo na cama na hora de dormir deve ser evitado sim. A filha dele pode ver coisas que ela não estava preparada como uma ereção involuntária.. Situação né.. Sei lá, acho que o melhor é evitar.

    • mariana cobra

      Eu dormi com meus pais pelos meus primeiros 6 anos e nunca o vi tendo uma ereção ou os dois transando.
      Vai muito do homem/casal e da forma como levam a vida.
      Não sei se esse seria O motivo, meu pensamento é mais ameno e vai mais pelo oq a Luíza ressaltou, sobre criar uma menina independente e com um espaço só dela.

    • Jps

      Entenda que não é um homem, e sim o pai da menina.
      Quer dizer que ele não pode dar banho nela então?

      Sei lá, achei meio bizarro esse ponto vista seu.

    • Essa da ereção eu acho que não. Meu medo foi mais da menina pensar que o mundo fora da cama dos pais é perigoso e coisas assim kkk

  • Rodrigo Silva

    Gente! Mas ter filho é complicado demais! Mas o que que é isso?!

  • mariana cobra

    A Luíza disse tudo.
    Mude os hábitos da sua filha e converse com a sua ex sobre fazer o mesmo, pois é para o crescimento da sua filha.
    Quanto a sua namorada, até entendo a frustração dela, porém vc é primeiramente PAI e a função dela é e sempre será secundária.
    A sua prioridade é a sua filha. Tenha paciência e a ensine a dormir sozinha, fará bem para todos.
    Particularmente eu não acho legal a pessoa usar o término como moeda de troca para nada e ela fazer isso demonstra um certo grau de imaturidade, portanto, se valer a pena, converse com a namorada e explique que irá mudar os hábitos da sua bb e é para ela ter paciência contigo e com a sua menina.
    Boa sorte.

  • Deb

    Pelo amor de deus… a criança tem 7 anos! Se ele estivesse casado com a mãe dela, ele iria dormir com a mãe e filha durante 7 anos?!

    Dizer que ” tudo acontece apenas de 15 em 15 dias” para ela poder dormir com o pai, é o mesmo que ela tem todos os outros dias para dormir acompanhada.
    A mãe tá a habituar a criança mal, como pai, seria uma óptima ideia começar a habitua-la a dormir sózinha. Mesmo que isso só aconteça aos fins-de-semana e que depois ela volte a dormir com a mãe quando voltar para casa, já seria um bom começo.

    • mariana cobra

      Eu dormi na cama dos meus pais por seis anos, mas nós éramos pobres e morávamos numa casa de dois cômodos.
      Nem por isso os dois deixaram de ser um casal, só tiveram que adaptar os horários de namoro, pq eu dormia com eles e meu irmão no colchão no chão. Aí namorar com dois observadores não rolava.

      • Deb

        Sim, mas no seu caso foi por necessidade, se tivesse a possibilidade de ter um quarto separado dos seus pais, muito provavelmente os seus pais iriam querer você fora dali xD até porque há noite é quando as crianças vão dormir e as pessoas estão mais á vontade!

        Existem muitas crianças que dormiram com os pais e não houve problemas relacionados a isso, no entanto, é sempre melhor habituar a criança a dormir na sua cama e eventualmente ela dormir na cama dos pais, do que habitua-la a dormir sempre com os pais e depois ter um trabalhão para a colocar na sua cama sózinha.

    • vc mora em Portugal, né? Como eles criam oos filhos aí e q vc acha diferente do Brasil?!

      • Deb

        Moro sim!
        Olha, eu não sei como é que a generalidade dos portugueses educa os seus filhos na hora de dormir, já li gente que colocou os filhos desde muito pequenos no quarto deles, outros que dormiram até os dois anos com os pais, tem de tudo.

        No meu caso, eu não me recordo exatamente de como foram as coisas xD mas a minha mãe diz que eu comecei a dormir sozinha muito cedo, e eu propria me lembro de acordar a meio da noite, sózinha no meu quarto, para ir ao WC, e nem ligava as luzes sequer, ia no escuro mesmo, e depois voltava para dormir.

  • Jps

    Lu, entendo tudo o que você disse, mas não concordo contigo (uma das primeiras vezes, rs).

    Hoje em dia principalmente, está uma cultura muito forte de “fazer os filhos independentes”, seguindo um padrão até americano, e acabam esquecendo de dar carinho e atenção aos filhos, porque pode “mal acostumar” a criança. Isso acaba criando muitas pessoas independentes sim, mas sem apego ou respeito aos pais, filhos que, como acontece muito fora do pais, vão morar fora e só vem a família 4 vezes por ano (em feriados ou festas).

    Eu entendo que os pais precisam criar seus filhos para serem independentes na vida, porque uma hora eles não estarão perto para ajudar, mas acredito que dormir com a filha que tem apenas 7 anos não vai mudar isso. O que conta mais é todo o resto da criação. Ensinar a criança a dar valor no dinheiro, a ter responsabilidade e várias outras coisas.

    Levando esse caso em pensamento, esse pai só vê a criança de 15 e 15 dias, e daqui pouco toda a constituição “base” da garota vai estar montada. Ele faz isso, porque dessa forma ele está tentando criar um vinculo com a filha, além de tentar compensar os dias perdidos.

    Não to dizendo que a criança então deve dormir com ele todos os dias até fazer 20 anos. Acho que daqui a pouco, não custa ajeitar um quarto para quando a menina for visita-lo, para deixar as coisas dela, mas não proibir que ela durma com ele. Eventualmente, ela mesmo vai querer ter privacidade, porque vai começar a se encher de hormônios, amadurecer e etc.

    Falando sobre essa namorada, eu sinceramente a dispensaria se essa conversa continuasse. Se ela não pode aguentar a filha do cara 1 fds a cada 15 dias, quer dizer que ela não gosta da da menina. Isso por si só, na minha concepção já a desqualifica.

    Obs: da mesma forma que ele deve montar um quarto para a filha, ele deveria aconselhar a mãe da menina fazer o mesmo. Não deixar a cama “oficial” dela como a cama da mãe.

    • Concordo totalmente contigo, hoje em dia forçam uma independência e tiram inclusive o filho da infância. Mas falei apenas da hora da hora de dormir, não de tirar a infância da pessoa, q tal como acho q vc sugeriu, super concordo q o povo tem forçado muita coisa antes do tempo. Só tente manter o foco no tema ”dormir na cama”, pq se vc for falar desse lance aí de padrão americano , de pais ausentes, etc, ai ja sairia bastante do que ao menos eu quis dizer.

      e sim, concordo, a cama oficial dela não poderia nem ser a da mãe pq ai no fim pareceria q o pai que é carrasco, não q seria o certo. Também concordo q ele quer compensar os dias perdidos, mas não se compensa assim (na minha opinão0. Se fosse meu pai, eu preferiria que brincasse mais comigo enquanto não estivesse dormindo, perguntasse sobre a minha vida, isso sim criaria um vínculo de independencia (pq saberia q teria apoio emocional), enquanto recebia muito amor. Agora só dormir na cama de pai ou mãe? Eu como criança teria mais os meus medos fomentados do que uma ajuda psicológica. Pensaria q o mundo fora da cama deles pode ser perigoso (mas isso seria um textão para explicar kkk)

      • Jps

        hahaha

        Falei sobre isso como um todo, porque não acho que dormir com os filhos na cama até os 7 anos como algo ruim. Não acho que a criança vai ser menos independente no futuro só porque não consegue dormir fora da cama dos pais. Por isso disse que para mim importa mais todo o resto. Como você comentou, dar carinho, brincar com a criança.

        Dormir junto seria um “mimo” a mais e no caso desse cara, algo bom porque ele não passa muito tempo com a filha dele. Algo que ele deveria mudar também.

        Por fim, separar dessa namorada, rsrs

        • Deixe sua namorada dormir com a filha pra ver se vc não muda de ideia kkkkkk Na boa, DUVIDO q vc ficaria tranquilo, ainda mais homem que, em geral, tende a ser menos de boa ainda quando envolve intimidade kkkkkk Vc tá falando sem se colocaar no lugar do leitor, pq se fosse cm vc gostaria d filmar a cena kkkk.
          Como disse a Mika, só se for pra namorar menos com vc kkk
          No mais, não acho que seja o caso de separar da namorada (CASO ele ache q isso é um defeito, quem nao tem ne? kkkk Tem q ver se ela tem mais defeitos ainda do q isso ou aquilo), mas sim decidir oq é ok pra ele. Se ele não quer abrir mão de dormir com a filha pq ó meu Deus como isso é importante pra ele, terá q terminar mesmo. Mas se por acaso ele ver q fez sentido oq a maioria disse, OUU que existem outras formas d dar afeto (pq se não faz tanta diferença dormir ou não no sentido da maturidade – caso ele pense como vc, pra q ser cabeça dura?), também dá pra adaptar essa forma de amor e ficar com as duas, né?

          Enfim, independente de estar solteiro ou namorando ele tem q ver oq faz sentido pra ele em relação a criação da filha, não entrar no mesmo mimi q ela entrou d ~’áh então vamos terminar~. Por isso q os relacionamentos não duram, cada um se acha o dono da razão e acha q até coisa pequena é ~termina ou fica kkk

          No mais, concordo com a Mika: isso me parece coisa de casal q se sente culpado ou está com problemas no relacionamento deles. Um casal saudável, q curte se curtir etc , mesmo q o filho seja deles em comum, dificilmente toparia isso

          • Jps

            Lu, sinceramente não teria nenhum problema para mim.

            Eu simplesmente iria dormir no sofá nos dias que a filha de alguma namorada minha fosse vir para a casa. Claro, levando em consideração que eu tenho uma relação recente com a moça (1 ano) e conhecia a pouco tempo sua filha. Se eu criasse como minha filha, seria outra situação (tipo o pai abandonou a filha e eu estava pensando em casar com a minha namorada).

            Claro que não existe formula exata. Só digo que se a namorada dele está querendo terminar só porque não aguenta ficar sem sexo por 2 dias, a cada 15 dias, eu acredito que ela teria rancor com a criança, ciumes ou algo do gênero e isso não seria bom a longo prazo. O foco dele deve ser sempre a filha dele.

            Se ele não queria ter responsabilidades, que tivesse usado camisinha, rs

            Não posso dizer por todos os homens, mas falando apenas de mim, minha família me criou para ser alguém correto e até o momento eu tento ser, rs

            “Por isso q os relacionamentos não duram, cada um se acha o dono da razão e acha q até coisa pequena é ~termina ou fica kkk”

            Eu acho que nada dura hoje em dia, porque justamente é muito fácil morar junto, casar, assim todo mundo faz só por causa da festa, ou de alguma carência e insegurança.

            E sobre casais saudaveis, e criações diferentes……eu conheço muitos casos próximos, de pessoas que tiveram todo a apoio da familia, carinho na medida certa e ficarem “bem” na vida e alguns “ruins” na vida. Acho que no final, depende muito do perfil da criança também. Por isso não existe uma formula certa na criação de crianças e nem em relacionamentos.

          • Mas vc acha q só pq ele não dormiria com a filha ele não teria responsabilidades?

            Apoio da família é bemmm diferente de ter q dormir na cama. Sinceramente, eu duvido q vc conheça casais que REALMENTE se dão bem entre si (q não mintam pra sociedade que se dão bem, oq é comum kkk) e que durmam ele, ela a filha. Ou a filha com ela (ou com ele) e o outro lá longe. Sério, eu não acredito nisso. Para tudo existe exceção,mas não vamos ignorar a regra nesses caso, vai, rs.

            E de fato não existe fórmula certa, mas acho que nem praticamente nenhum pedagogo, psicólogo, nem a maioria dos profissionais acharia certo uma criança de 7 anos (saudável) dormir com os pais. Muito menos achariam q isso é prova de amor. Eu acho q vc tá misturando muito as coisas, a gente tá falando d dormir na cama e vc começa a viajar q claro nao foi oq vc quis dizer, mas fica parecendo q só pq ela dorme com os pais é pq ela está recebendo muito amor e que ”ele está sendo o contrário dessas famílias jogadas”. Sei la, to achando mó viagem, rs, mas to gostando do debate kkkk

            ”Eu simplesmente iria dormir no sofá nos dias que a filha de alguma namorada minha fosse vir para a casa.~”

            nessa vc tbm foi bem ingenuo. E se vc se casasse com ela?? Ou namorasse por anos a fio? Esse tipo de hábito é difícil ser mudado e certamente ela continuaria dormindo com a mãe (a nao ser q vcs cogitassem a seguir a dica q vc atualmente nao concorda, q seria ela dormir na cama dela).

            Sem contar q o leitor pretende ter algo sério coma moça 1- mandou pergunta pra ele. 2- tem 40 anos e não deve estar pra namorico

          • Jps

            hahah, sim o debate ta legal, rs

            Não sei se eu to viajando sobre o que você quis dizer, então desculpa, mas vou tentar resumir o meu argumento.

            A criança pode dormir na cama dela, como dormir na cama dos pais dela se ela quiser. Eu acho que isso não afetará muito na criação do seu carater e etc. Eu acho que quando a criança começa a ficar mais velha, tipo 8, 9 anos , vai começar a amadurecer e querer ter sua própria privacidade. Pensando assim, ela eventualmente vai começar a dormir sozinha na sua cama.

            O que eu sou contra, é esse pensamento que dormir com a criança é errado, que a criança vai ficar super mimada e que é coisa de casais problemáticos de alguma forma, rs

            Um exemplo pode ser eu, haha…..Eu sempre tive minha cama, mas muita vezes eu dormi com a minha mãe, até uns 7 e 8 anos senão me engano. E hoje aparentemente não tenho problemas, sempre trabalhei, fiz faculdade rsrs……meus pais ainda estão casados e sempre me pareceram unidos.

            Se eu me casar com a moça, vou considerar a filha dela como a minha. Ai poderia dormir na mesma cama, mas com a menina do lado da mãe. Eu falo isso, porque não acredito que o pai da criança iria querer outro homem do lado menina. Além disso, a menina iria ter o proprio quarto, algo que com o tempo ela iria usar mais. Ninguém gosta de dividir uma cama quando está velho, rsrs.

            Dormir de conchinha é ilusão de filme de romance, no final das contas é desconfortável hahhaahaha
            (pensei nessa piada quando tava escrevendo, e decidi colocar, rs)

            “E de fato não existe fórmula certa, mas acho que nem praticamente nenhum pedagogo, psicólogo”

            Médicos trabalham pensando na frieza, e nem sempre tem 100% de certeza no que falam. A algum tempo atrás a homossexualidade era considerada uma doença pelos médicos, ou seja, eles podem errar. Fora que existe várias técnicas diferentes sobre criação de um bebe, mas uma coisa que nunca fica fora de moda, é dar carinho e atenção rs.

          • ”A criança pode dormir na cama dela, como dormir na cama dos pais dela se ela quiser. Eu acho que isso não afetará muito na criação do seu carater e etc. Eu acho que quando a criança começa a ficar mais velha, tipo 8, 9 anos , vai começar a amadurecer e querer ter sua própria privacidade. Pensando assim, ela eventualmente vai começar a dormir sozinha na sua cama.”

            COm certeza em breve ela irá querer a privacidade dela e é justamente aí q penso: precisava mesmo dormir por 7 anos com o pai? Ela vai gostar de dormir sozinha, e o pai tb. Ela só nao sabe q irá gostar kkkkk.

            Depois q entra oq a Mika disse: será q isso nao diz muito sobre sentimento d culpa ou afastamento do casal? Eu acho q sim. Nao imagino um casal feliz por mt tempo assim (vc ja namorou ou se casou por mais de 5 anos?).

            2-Além disso, a menina iria ter o proprio quarto, algo que com o tempo ela iria usar mais. Ninguém gosta de dividir uma cama quando está velho, rsrs.

            Concordo, o problema é q se vc passar 7 anos esperando ela ficar velha, lascou kkkk

            3-Dormir de conchinha é ilusão de filme de romance, no final das contas é desconfortável hahhaahaha
            (pensei nessa piada quando tava escrevendo, e decidi colocar, rs)

            Ah não é MESMO! KKKKKK Menino, isso é bom, mas é bom q vc nao faz ideia kkkk Mas zoeiras a parte, de fato não é todo mundo q gosta. Só nao ache que é coisa de filme romantico pq vivo isso ha 7 anos, rs. E aqui o lance é tão serio, q se eu acordo o Thiago briga pedindo preu voltar logo. Ele fala que eu ”benzo ele e ele dorme melhor sempre q dorme assimkkkk”. Nessas horas fico faceira pensando se minha energia ta boa assim, quem me dera! Eu nao sou casadaaaa no papel, mas sou” casada” (aguarde um video q já gravei kk)

            ~”’Médicos trabalham pensando na frieza, e nem sempre tem 100% de certeza no que falam. A algum tempo atrás a homossexualidade era considerada uma doença pelos médicos, ou seja, eles podem errar. Fora que existe várias técnicas diferentes sobre criação de um bebe, mas uma coisa que nunca fica fora de moda, é dar carinho e atenção rs.’

            Volta a pergunta, vc acha q dormir junto é dar carinho e atenção? Eu gostava quando meu pai brincava comigo, me ouvia, essas coisas. Isso eu nunca me esqueci. É sempre um tood, nao uma parte.

            E sim, muitos médicos sao frios, super concordo, mas ainda q a ciência mude muito, nesse caso no mundo inteiro e contando vários profissionais, acredito que a maioria nao acharia isso recomendável, e nao pq o contrário disso seria q seria errado tipo óóóóó q errado, mas nao precisa e pode atrapalhar inclusive o casal, sabe?

            ”mas filhos antes do casal”. Concordo, mas quando atrapalha o casal, atrapalha o filho. Vc já imagina pq, ainda q pouca gente pare pra pensar nisso.

            Por fim, eu imaginei q vc foi um filho assim de tanto q vc defendeu kkkkk., mas assim, vc dormia TODO DIA, ou as vezes? Pq no caso do leitor ficou claro q se ele morasse com a filha seria todo dia. Assim como atualmente é todo dia com a mae (q ela mora). Acho q SEMPRE e as vezes são coisas bem distintas, ainda q minha mae nao deixasse nunca,s o em caso d doença kkk

            Tem gente q leva pro lado q ser filho d barriga ou nao, sei la, eu acho q mae oficial ou de coraçao pensaria igual rs.

          • Jps

            Precisar não precisa, mas é que nem pais que tomam banho com seus filhos, andam pelado em casa, e pais que nunca se mostraram nus para seus filhos. Depende da familia e do jeito que de cada uma, rsrs

            “Nao imagino um casal feliz por mt tempo assim (vc ja namorou ou se casou por mais de 5 anos?)”

            Lu, não namorei na minha vida mais que 2 anos, hahaha…..esse pode ter sido o efeito colateral de dormir com meus pais, sera? hahaha
            E sei la, tem muitos pais que focam muitos nos filhos mesmo, mas desde que depois eles saibam voltar a si mesmo e sua intimidade, tudo bem. Além do que o comentário da Mika achei muito pessimista, como um todo, rs

            2 – Pô Lu, é só a hora de dormir. Sempre existem motéis e horários específicos que um casal pode usar para ter seus momentos, rs….e aposto que muito pai/mãe adora dormir com seus filhos.

            3 – Realmente não gosto de conchinha, rs…..uma garota já reclamou isso comigo uma vez, que eu dormi de bruços e não fiquei “tocando” ela, rs….Sei la, não tenho problema de que alguém me abrace (eu sendo a pequena colher, acho que é assim que fala), mas eu abraçar não curto, porque eu normalmente me mexo de noite e isso me impedi.

            Uma pergunta, normalmente é você que fica por cima ou por baixo (ou sei la como é falado) ? curiosidade, se quiser responder.

            “Volta a pergunta, vc acha q dormir junto é dar carinho e atenção?”

            Eu acho que um pouco sim. É uma forma de ficar junto, e quando você é criança, você se sente mais seguro. Pelo menos para mim era assim, mas é claro que era importante também o que acontecia depois eu acordava. Só isso não é o suficiente.

            “Por fim, eu imaginei q vc foi um filho assim de tanto q vc defendeu kkkkk., mas assim, vc dormia TODO DIA, ou as vezes?”

            Claro Lu, defendo minha criação. Vejo tantos casos e pessoas que ficaram piores do que eu (claro, não sou o melhor exemplo, mas você entendeu). Não era todo o dia, mas aconteciam muitas vezes, muito mais quando eu era mais jovem.

            Mas entendo e concordo que é bom a menina ter um quarto próprio. Não é legal a cama dos pais ser a “oficial” da criança.

            “Tem gente q leva pro lado q ser filho d barriga ou nao, sei la, eu acho q mae oficial ou de coraçao pensaria igual rs”

            Eu também acho isso, que nem quando um casal adota uma criança. Mesmo não sendo biologica, é tão filho como. Mas em caso de casais separados, o buraco é mais embaixo. Muito mais quando um homem entra na relação com a mãe. Pode ser um pensamento machista, mas é diferente na minha opinião, ou pelo menos mais complicado.

          • Kkkkk eu também odiavaaaaaaaaaaaa conchinha e o Thiago também. Dava calor, gastura, tudo. Hoje em dia se não fizer da briga kkk tipo de acordar p fazer xixi e o outro reclamar e sentir a falta, sabe? Tipo um acorda simplesmente pq perdeu o contato

            Eu tenho uma teoria em relação a isso, mas vc teria q entrar na minha viagem. Preparado? Kkkk

            Tipo, eu acredito q somos energia: corpo, alma, tudo. Nisso, se não estamos totalmente conectados (acontece com casais novos = pouco tempo de namoro, muito tempo e pouca coneccao , etc)também, rola uma gastura, até mesmo uma repulsa, sabe?

            O Thiago fala q que quando fica 3’dias sem dormir comigo começa a dormir mal. Eu viajo muito sem ele e ele sempre fala q fica mais quebrado.Mas sinceramente não acho q eu seja uma pessoa especial ou ele (também sinto o mesmo em relação a ele), mas sim q ciramosnamconecao tão forte (inclusive de amizade. Por ex, a gente pode brigar feio, mas nunca dura mais d 5 mim, acredite kkk), mas sempre conversamos e expomos tudo. Ele fala que nunca gostou muito de trocar amor e carinho, mas comigo ele é um mimo só kkkk e volto a dizer, não sou especial, mas foi algo construído ao longo dos anos. Eu posso não saber oq é casamento tradicional, mas sei oq é ter minha forma d “casamento feliz ” por 7 anos e espero trazer isso aos poucos p vcs inclusive nos vídeos. Eu brinco q se for corna amanhã, eu vivi feliz até hoje e ele tbm

            Na medida da humanidade claro, mas só quis dizer q no nosso caso a conchinha nos dá mais energia, parece quase um reiki kkkkkk pq a maioria das pessoas sugam ao invés d acrescentar e aí entra minha outra teoria pq tanta gente não gosta de conchinha( mas já tirei energia dele, inclusive contei isso no vídeo d hoje mas até nessas horas a gente se ajuda).

          • Jps

            Hahaha, tendi

            Bom nunca tinha ouvido essa teoria, ou pelo menos nunca prestei atenção se alguém me falou, rs….mas quem sabe, né?

            Para algumas coisas sou mais cético, para outras sou mais espirituoso também, mas o que você falou, principalmente sobre a conexão dos casais faz sentido.

            Tipo, para criar uma intimidade mesmo, uma amizade, carinho leva tempo e poucos casais conseguem. As vezes, para ter uma conchinha de sucesso, você precisar estar disposto a ser abrir totalmente com seu parceiro naturalmente e por isso tem pessoas que não gostem tanto.

            “Eu posso não saber oq é casamento tradicional, mas sei oq é ter minha
            forma d “casamento feliz ” por 7 anos e espero trazer isso aos poucos p
            vcs inclusive nos vídeos”

            “Casamento” é um conceito que deve ser aberto mesmo. Tipo, se vocês moram juntos, pagam as contas, se respeitam, são companheiros, tem desejo um pelo outro e todas as outras caracteristicas que um casamento tem fora a cerimônia, então é casamento, hahaha

            Eu não vejo problema em quem quer fazer festa, e tudo mais, acho até legal se for algo em um sitio ou coisa assim, mas não é o mais importante na minha opinião. Que nem a gente já conversou uma vez sobre relacionamento, não vai ser o nome que a gente da na relação ou uma festa que vai mudar alguma coisa sobre como os dois se sentem. Se for para terminar ou continuar, não importa o status, rs

          • “As vezes, para ter uma conchinha de sucesso, você precisar estar disposto a ser abrir totalmente com seu parceiro naturalmente e por isso tem pessoas que não gostem tanto.”

            Perfeito! Tanto uma conchinha, como sexo, relacionamento, amizade e qualquer coisa d sucesso vc tem q 1-honrar a confiança q depositaram em vc 2- literalmente se entregar e se vc se ferrar tá tudo bem, não precisa ter tanto medo da solidão ou d se dar mal assim. Até pq nada dura pra sempre e tudo é aprendizado. Sempre me lembro disso p ter força até quando me ferro kkkk

            Não sei se vc já pensou, mas isso d se sentir mal muitas vezes é exatamente esse medo da entrega total. Nisso a pessoa fica com gastura por estar “exposta”, digamos assim. Eu brinco que o povo cumprir o social, mas ser feliz q é bom fica pra próxima encarnação kkk

          • Jps

            É então, o problema é só a coragem para se abrir, haha…..ou talvez, encontrar a pessoa “certa” para se abrir

            Sim, porque querendo ou não, ficar fazendo “social” é muito mais facil e nos deixa feliz naquele momento. O problema é que nunca estaremos 100% feliz fazendo isso, ou melhor dizendo, sempre estaremos felizes pela metade porque não nos jogamos de cabeça.

          • Eu questiono muita coisa sobre a sociedade sabe? Mesmo q isso soe q sou meio revoltada ou que pareça a dona da razão ( já falei mil vezes que não sou e tô velha pra isso kkk) mas por ex naquele papo q não te respondi sobre casamento ( me empolguei falando sobre outras coisas e me esqueci, mas falo agora kkk)

            Oq é casamento? Dividir contas? Morar junto? Assinar papel? OUUU lealdade, fidelidade, cumplicidade e amizade? Independente d todo o resto burocrático e social? Acho facil dizer que é casado(a) sem amor, sem alma, sem nada pq claro “tô bonito pra sociedade e não exige maiores esforços “.

            Porém, é claro q tem como ter tudo isso: papel e a p** toda kkkkk, mas enfim, não quero ser a anarquista, mas espero ter me feito entender kkkk

          • Jps

            Vamos fazer greve para apoio ao amor e contra convenções sociais ahahhaahah…..brincadeira

            Eu entendi o seu ponto, rs

            Eu acho que esses padrões que a sociedade cria é bom de certa forma, porque guia as pessoas que se sentem perdidas na vida. Tipo, não é errado querer conhecer alguém legal, montar uma família, arranjar um emprego e até ir numa igreja de fds se a pessoa for religiosa. O problema é que da mesma forma que ajuda, atrapalha muito, porque a maioria das pessoas ficam engessadas nesses padrões e tudo que for um pouco diferente já é considerado errado. Digo isso para empregos não convencionais, famílias homo-afetivas (acho que é assim que fala), tatuagens e etc.

            O que as pessoas estão tentando fazer, mesmo que tendo muito dificuldade, é dizer para a sociedade que todo o resto é normal também. Diversidade tem que ser respeitada, da mesma forma que as pessoas querem respeito em suas idéias mais tradicionais.

            Isso é muito dificil, porque os seres humanos são preconceituosos, gananciosos, egoístas da mesma forma que podem ser bondosos, caridosos e respeitosos.

            Não sou dono da razão também, rs……mas acho que enquanto rola essas brigas e discussões, a gente precisa se esforçar e ser feliz do nosso jeito, mesmo que desagrade os outros.

            Obs: claro, felizes do nosso jeito sem prejudicar ninguém.

          • mas é clarooooo que quem pensa diferente da gente é normal tb kkkk
            e quem quer se casar tradicionalmente, q faça. Só não queira dizer q é melhor
            tudo tem o lado bom e o lado ruim, dai vai de cada um ver oq, de acordo com o perfil (que pode mudar a depender da época) ver oq é melhor pra si

          • Jps

            Depende da pessoa, hahahahaha

            Sim, cada época as coisas mudam e eu acho que as coisas tendem a melhorar. Conforme as gerações vão passando, é cada vez mais normal se aceitar a diversidade, porque tudo isso é jogado na nossa cara em filmes, séries, jornais, internet. Por causa da tecnologia pouco coisa é escondida pelo tapete e esses assuntos deixam de ser tanto taboo.

            Assim, uma hora as coisas vão se ajeitar…….isso até rolar uma Guerra Mundial ou a dominação das máquinas, rsrsrs

          • Carol Amaral

            “Ai poderia dormir na mesma cama, mas com a menina do lado da mãe.“
            Querido, nenhuma criança gosta da mãe perto do namorado. Ela nunca permitiria você na mesma cama, ok?

          • Jps

            “Se eu me casar com a moça, vou considerar a filha dela como a minha. Ai poderia dormir na mesma cama, mas com a menina do lado da mãe. Eu falo isso, porque não acredito que o pai da criança iria querer outro homem do lado menina. Além disso, a menina iria ter o proprio quarto, algo que com o tempo ela iria usar mais”

            Primeiro, leia todo o texto antes de opinar só sobre uma parte fora de contexto. Estou falando de uma situação hipotética, onde estaria casado com a mãe da moça, ou seja, já estaria na familia a alguns anos e a criança ainda teria vontade de dormir com a mãe.

            Segundo, ‘nenhuma criança gosta da mãe perto do namorado”, não sei de onde você tirou isso. Existem MUITOS casos onde o pai abandona a família, e a criança adota o novo namorado da mãe como pai dela, muito mais se forem casados. Depende muito da idade.

          • Jps

            Só um adendo.

            Existem defeitos e DEFEITOS, rsrs…..tem coisas que a gente aceita de boa, mas tem coisas que não da.

            Se uma namorada não curtisse ficar perto da minha filha, para mim já era um motivo forte para separação. Vai saber o que essa namorada iria fazer quando eu não estiver olhando. Preciso ter 100% de confiança nela em relação a isso.

            Eu venho de uma familia bem unida, de visitar os outros regularmente, então meus parâmetros podem ser diferentes da maioria das pessoas. Falo pelo que conheço dos meus amigos e conhecidos.

          • mas será q ela nao gosta da filha do cara , ou apenas nao acha certo ela dormir na cama com ele?
            Se ela nao gostar da filha do cara, ai sim eu concordo, tem q terminar PRA ONTEM kkk

            nossa eu odiaria quem nao gosta d um filho meu. Mas é q no caso eu acho q ela só pensou q esse fato da cama é desnecessário, ai vai do leitor abrir o olho se é só isso mesmo. E se for só uma opinião pontual dela, nao acho q seja o caso d termianr
            pq tem pai/mae q acha que tudo é falar mal do filho/filha e nao é bem assim. O leitor tem q confiar no carater da mulher q ele arrumou. Se ele nao confia, é melhor nem ter um relacionamento
            pense ficar com uma pessoa q nao pode opinar em nada q vc ja acha q nao gosta do seu filho? Inclusive acho q é por isso q mt gente nao gosta d quem tem filhos, pq tudo pensam que é pq nao gosta ou está se metendo na criaçao, sendo q as vezes a pessoa so quer ajudar

          • Jps

            Então, não sei. O perguntador teria que ter postado algo a mais explicando. Mas levando em consideração que ela quer terminar por isso, me parece algo muito extremo. Parece que ela tá com ciumes da criança, então pode não ser algo bom.

          • É ciúmes de filho, caso seja isso, não é bom. São amores diferentes, mas são amores (caso ele a ame né), pq tant gente tem dificuldade de entender isso?

          • Jps

            Acho que porque é um lembrete de “amores passados”, então a pessoa fica insegura, o que é uma besteira. Não tem nada haver uma coisa com a outra, rs

            Outros casos, é porque a pessoa é egoísta mesmo, e nesse caso não tem cura.

          • Mika

            Ele pode largar dessa namorada, mas a outra vai pensar da mesma maneira, mesmo que tenha filhos. E se ela também for praticante desse estilo “ninho de cobra”, quem vai ficar de fora da cama é ele… rs.
            Tenho um conhecido que namorou uma mãe separada, com 3 filhos de menos de 10 anos. Certa vez ele comentou comigo que passava por situação similar. Ela botava toda a filharada pra dormir na cama junto com ela, e ele tinha que ir embora pra casa dele ou dormir na cama de um dos meninos. Se não for o pai, nenhum homem ou mulher aguenta isso por muito tempo.

          • e as vezes nem o pai eu acho q aguentaria kkkkkkkkkkkk

          • Monalisa

            Também acho. Não é porque tem filhos que deve viver apenas para eles. Conheço vários casais que se separaram depois que os filhos saíram de casa. Nem sabiam mais como era ser homem e mulher. viviam em função dos filhos, e quando eles foram embora a união deles não fazia mais sentido.
            Tenho duvidas se terei filhos, mas se eu tiver ,quero meu espaço com meu marido para namorar sim. E se não respeitar fica de castigo! haha

  • Prevejo a Luiza tentando por 1, 2, 3 meses fazer a Luizinha a dormir na própria cama e desistindo depois da exaustão.
    Na TV tudo acontece perfeitamente, a Super Nanny sempre obtinha o resultado, mas na vida real, pela minha experiência como pai e observando centenas de casais aqui na minha cidade, filhos dormirem no próprio quarto é raridade.
    Da teoria a pratica existe um abismo.
    Para os futuros papais aqui do site eu recomendo julgamento próprio ao analisar questoes assim.
    Minha esposa tentou fazer tudo que a midia passa e sabem qual foi o resultado?
    1 – Inúmeras noites de sono mal dormidas ao tentar fazer nossos 2 filhos dormirem no próprio quarto.
    2 – Uma infecção séria no seio ao tentar amamentar a minha última filha com o próprio leite, sendo que estava havendo um pouco de dor na amamentação e o retardado do médico insistia nessa questão.
    Médicos costumam ser péssimos gestores e se embananam em tomadas de decisões.

    Sobre a namorada do leitor, termine com ela imediatamente. Filhos sempre em primeiro lugar.

    • Quanta infantilidade, Eros (pareceu vc a criança agora ai eu escolho banana pq deram opinião no meu queijo kk). Ninguém tá falando de escolher entre namorada ou filha, óbvio q sempre seria a filha CASO ele precisasse escolher, mas sim sobre algo q seria bom para a filha tbm. Nem tudo q posto aqui é questão de escolher entre um ou outro, mas sim ver uma opção boa para ambos, no caso, os 3.
      Eu sempre dormi na minha cama. Minha irmã que era bemmm mais mimada do que eu quando pequena sempre dormiu na cama dela. Perguntei pro Thiago, ele o irmão e a irmã sempre dormiram na própria cama também. Na verdade, eu conheço poucos casos na família de criança que dormiu com a mãe até mais velha.
      Não acho que essa seja uma tarefa impossível, mas sim que talvez por vc e sua esposa não terem conseguido, vc pensa que seja.

      Noite de sono mal dormida? Melhor uma semana mal dormida do que a vida inteira com o filho criando esse hábito que, na minha opinião, faz mal inclusive para ele. E sua esposa já não precisa cumprir horário, vai, não vou nem discutir essa pq ela nem trabalha como funcionária padrão para ter o sono prejudicado assim, rs.
      Agora claro q se ele tiver alguma doença q precisasse, até a Luiza aqui deixaria.

      • Desculpe Luiza mas dessa vez você está completamente errada.
        Não existe opção boa para ambos os 3 desde que a namorada começou a reclamar da filha. Se reclamou, é adeus. Filho é joia rara e esse pai é um frouxo.
        Não foi apenas eu e minha esposa que tivemos dificuldades para fazer os filhos dormirem no próprio quarto. Moramos numa cidade pequena e se você ler o meu comentário eu disse que conheço centenas de casais. Meu filho já tem 14 anos, portanto eu sou acostumado a conviver com casais com filhos há mais de 1 década. Você ainda é solteira, convive com solteiros, vai em festas de solteiros e nem sonha o que é ter um filho.
        Você viu episódios da Super Nanny e acreditou naquilo. Estranho eles nunca mostrarem a Super Nanny falhando né rsrsrs
        Eu lhe digo, você tentará por 30, 60, 90 dias e cansada pelo parto, abalada emocionalmente pelo choro da criança. Quando tudo ocorrer, você lembrará do infantil do Eros lhe avisando aqui rsrs
        Quem decide se dorme na cama dos pais é a própria criança, eu lhe garanto.

        • 1-Não sou solteiraaa, só não tenho um papel tradicional que a sociedade amaa (aguarde meu vídeo q por sinal já gravei, rs). E mesmo se fosse, sou e fui filha. Acho que também posso falar nesse papel e sobre o quanto me ajudou os ”não” q levei da mamis (mas claro q tudo é um conjunto).

          2-Eu nunca disse que acreditei na Super Nanny, eu só fiz uma piadinha dizendo que não sou a Super Nanny. Eu falo q vc tem preguiça de ler kkkk

          3- E é claro que quem decide é a criança, pois ela sempre quer dormir com os pais. Eu queria, chorava, mamis falava preu voltar kkkk

          Agora me responda:

          Como é o seu casamento? Vc é feliz? Se sente realizado? Sua filha dormir com a esposa não diz absolutamente nada sobre a vida q vcs levam? Sua esposa é feliz com todas essas responsabilidades? Vc acha que realmente é um bom pai pq deixa sua filha dormir com ela pq ela escolheu assim?

          Se todas as respostas forem sim, me perdoa pq não tá mais aqui quem falou. Dá dedinho rs.

          • 1 – Vamos trocar solteira por “você não é mãe”
            2 – Na verdade tudo que você indicou é o que passava no programa da Super Nanny rsrs
            3 – Você nasceu com mais coragem, só isso. Não foram seus pais que lhe implantaram coragem colocando você no seu quarto. Quem não nasce com coragem chora até o esgotamento total ( a maioria ).
            . .
            Meu casamento é algo muito complexo Lulu, mas tenho muita vivência, experiência e hoje um dos meus Hobbies é ver os outros errando como eu errei. Eu tento avisar, mas não adianta rsrs

          • 1- Mas pq muita mãe pensa como eu?

            2- vc assistia super Nanny? Então você até gostava da moça kkk, mas sério, oq disse são estudos que li em vários lugares. E cá pra nós, são bem óbvios né kkkk Eu sou fã do método francês também. Mas tem coisa q discordo deles, como todo bom fã kkk…

            3- Nessa vou ter q concordar contigo. Lembro do dia que minha mãe falou que admirava muito a minha força e meu coração (quase chorei pq mamis não era muito de afago não. Fiquei muito feliz em ter recebido um elogio delakkkk). D

            4- Quanto ao seu casamento, já estou com varias ideias há um tempo.Aquele seu desejo é uma ordem e quero te ver feliz. Nunca vou usar oq vc me diz contra, mas sim a favor pra vc pensar e ter um casamento feliz (ainda que erre as vezes,claro). Só faço puxão de orelha do bem (tento né kkk). Quero ter orgulho do meu trabalho e da minha função na sua vida e de todo mundo q acreditar que posso ser útil. Nisso as vezes vamos ter uns arranca aqui e acolá (a propósito, já tivemos alguns nesse mês oq é isso senhor kkkkk)

          • Luiza, todas as qualidades que citei sobre você no artigo
            anterior são verdades. Você é muito importante para mim e pode me xingar, me bater, discordar e tudo mais sem receio algum. Eu sou um pouco cabeça dura mas nunca um inimigo ou desafeto seu.
            Queria ti dizer um dado importante sobre o meu casamento: Eu posso passar a vida toda infeliz casado se for para o bem dos meus filhos. Eu amo meus filhos mais do que a mim, eles são a minha vida.

          • Seus filhos são fortes, muito fortes, vc que tá fragilizando eles demais (cuidado com isso).

            É claro q o ideal é a família margarina, quem não quer? Mas a vida te exigirá mais do que isso. Exigirá que você seja mais forte do q vc mesmo, reveja conceitos, experiências, tudo. E você, tão sensível como é, como aguentaria a vida inteira assim? Isso sinceramente me preocupa e é por isso teremos nossa eterna meta do amor eterno eros-esposa-filhos. Não eros-filhos. E outra, e quando eles se casarem? Como ficará aí dentro da sua casa? E vc já pensou que apesar de amar seus filhos infinitamente, talvez vc os “use” para justificar falhas e problemas seus?

            No mais, eu sempre tive uma conexão forte com meu pai. Moro há mais d uma década longe dele e sinto ele todos os dias. Hoje mesmo passamos a tarde papeando (ele sempre me liga e sinto o amor dele de longe, mesmo quando ele é duro comigo ).

            Ele por sua vez é doido pela mãe (aquela minha avó do vídeo) e ele me fala sempre q se preocupa quando ela morrer pq a conexão entre eles é muito forte e eu replico que quando ela for, é pq ele já estará forte o bastante para aguentar sem ela. E sabe quantas vezes ele a vê por ano? Agora q ele está vendo mais (umas 5 em média), mas já passou anos por causa de coisas da vida. Só que sempre sentiu o amor dela. Não duvide do seu poder d pai independente do lugar q vc estiver, ainda q claro, nossa meta seja ser feliz margarinamente kkkkkkk Não é vc q acredita em confecções espirituais?

            PS: Eu sei que a gente briga e depois fica tudo bem e isso me faz gostar mais ainda d vc. Até pq conviver comigo sem umas lapas seria impossível pq sou danada. Se vc se casar d novo quero ser madrinha. Se não casar chama pro casamento dos seus filhos kkkkkkk

          • Lulu, minha mãe e meu pai quase se divorciaram há uns 5 anos atrás. Mesmo eu tendo já minha família e filhos, caso eles se separassem seria um enorme incômodo para mim e para todos.
            Eu não gostaria de ver outra mulher com o meu pai e não gostaria de ver a minha mãe com outro homem. Imagina que chatice eles me apresentando seus novos “affairs” kkkkkkkk
            Hoje está tudo uma “margarina”, os dois superaram a crise e a família está unida.
            Eu conheço poucos casos de pessoas divorciadas felizes ( lógico que estou falando de pessoas que se divorciam por problemas rotineiros, não estou levando em conta casos graves onde ocorre violência, etc.. )

            No caso dos meus filhos, eu não gostaria de vê-los perto de outro homem. Eu morro infeliz mas não deixo outro homem carregar minha filha no colo. Eu quero ser o patriarca geral da família Himeneu, aquele homem forte estilo imperador/general que comanda o exército com punhos de ferro e traz a paz e prosperidade rsrsrs

            Aproveitando esse assunto, Luiza, na sua opinião e da Mika, as atitudes dos pais moldam os filhos.Gostaria de saber de você o seguinte:

            A pessoa nasce homossexual ou é o ambiente que a transforma em homossexual ?

          • 1- Mas seus pais se amavam, não? Ou alguém se casou sem amor ou só pelos filhos? Acho bem diferente superar problemas quando o amor endureceu um pouco, do que quando ele nunca existiu.

            2- Isso é ego e se voce ama mesmo seus filhos, livre-se disso urgentemente pq o foco aí estaria em vc, não neles. Se vc quer q eles sejam felizes, deixe sim um homem segurar sua filha caso necessário,desdeeeeeee que ele a ame muito e cuide bem dela. Esses dias fiz uma enquete na fanpage sobre “se a pessoa deixaria chamar a madrasta de mae” e claro q não precisa mudar os nomes (mãe é mãe e madrastra é madrasta) e ao meu ver, as mais evoluidas, já entendem que quanto mais amor um filho receber, melhor p ele e q dar amor p ele seria como dar amor p elas. Quando uma mãe/pai não deixa o filho/filha receber amor de outras pessoas, ele só está amando a si, enquanto tem posse e ciúmes do filho q como diz meu pai, nem é dele, é do mundo. Você não faria isso por eles, faria por vc e seu imenso egoísmo em q vc até deixaria d ser feliz por medo do outro ser feliz (essa é uma verdade dura q talvez vc não assuma ou nem entenda a relação agora). E se seu amor pelos filhos é maior do que tudo acho q vale pensar melhor sobre isso d “só podem me ter”. Não, eles só não podem t perder, é diferente. Agregar amor sempre pode.

            3- Acho por sua vez muito feio quando um filho fala pros pais q não quer q eles se separem e não aceitam outras pessoas pq isso seria desencoraja-los a procurar felicidade em outros lugares. Eu sempre falo pros meus pais q se for pro bem d ambos um dia precisarem se separar, terao meu apoio, pq mesmo q não queira isso hoje, sei q poderia ser melhor p eles e só quem vive a dor pode saber. Familiar, até mesmo filho, as vezes opina demais. E se a felicidade não tem regra e é só questão do que a gente sente seria pretensao demais pensar q poderia opinião sobre o futuro da felicidade alheia, sendo q mal sei onde estaria a minha kkkk… Sem contar q ainda acho q usamos muito a família só p não tomarmos decisões próprias e arriscadas. Tipo muleta mesmo. Família é importante, mas vc ser feliz é mais, até pq não tem mt como ser infeliz e querer q a família seja feliz. Tá interligado e por isso vejo a necessidade q vejo.

            4 – Claro que nasce gay, independente da criação q vc der p ele. Pelo amor né vc precisa sair um pouco desse seu padrão de vida mental kkkk. Isso tá limitando seu cerebro em Vários assuntos, já percebeu? Nada contra ter um pensamento antigo, desde q ele t fizesse feliz, mas como não t faz fico preocupada com toda essa ideia q vc criou sobre o mundo familiar q quase sempre , t gera infelicidade e muita teoria e medo.

          • Luiza, desligue o seu modo sensibilidade que lá vem comentário bombástico rsrs: [sensibilidade off]
            . .
            Luiza, você sonha com um mundo cheio de pessoas evoluídas. Isso é típico de professor.
            Tem um amigo meu que sonha em ver empresas sem patrões. Ele montou uma empresa e tudo mais. Sabe de onde vem a renda dele hoje? Das aulas que ele dá kkkkkkkkkk
            Quando existe muita conversa e teoria -> professor
            Na prática tudo se complica.
            Recomendo que você jogue fora a cartela de anticoncepcionais, engravide do Thiago e daqui 9 meses você teste suas teorias.
            . .
            Agora sobre os gays. Estou fazendo um estudo sobre os gays aqui da cidade. Primeiramente analisei cerca de 30 gays e logo percebi um fato em comum: “Todos possuem famílias desestruturadas. Pais divorciados ou pais problemáticos.”
            Na semana passada, continuando o meu estudo, percebi que meu filho possui 10 amigos fixos já faz alguns anos.
            Dos 10, 2 vivem apenas com a mãe ( pais divorciados ).
            Adivinha só quem são os amigos mais afeminados do meu filho?
            Estranhei demais esse fato.
            Não estou fazendo esse estudo porque sou contra gays, nada disso. Eu sou só um homem em busca das verdades. Você me conhece e sabe que o meu sonho é ser herói nacional. ( Minha primeira batalha é vencer o problema de saúde do Brasil ). A próxima batalha talvez esteja relacionado a filhos e gays.
            ..
            Pronto, pode ligar o modo sensibilidade rsrs
            [sensibilidade on]

          • 1- Luiza, você sonha com um mundo cheio de pessoas evoluídas. Isso é típico de professor.
            Tá. Eu assumo, pode me prender kkkkkk. Ou melhor, não pessoas evoluídas, mas sim pessoas cada vez melhores para o mundo e eu me incluo nessa. Vc acha mesmo q não consegue ser melhor? Precisa mesmo se justificar como vc sempre faz nesse tópico, rs?

            2- Ainda insisto que sou filha e que muitas mães pensam como eu (ao menos a minha e das pessoas q citei kkk). Nesse caso não acho que precise ter um filho, mas sim ter empatia e senso lógico. Agora sim, existem coisas q precisarei ter um filho para saber, mas nenhuma entra no que te disse. Sério.

            3- Quantas vezes eu preciso falar q nao tomo pílula? C é loko cachoeira kkkkkkkkkkkk

            4- ”Tem um amigo meu que sonha em ver empresas sem patrões. Ele montou uma empresa e tudo mais. Sabe de onde vem a renda dele hoje? Das aulas que ele dá kkkkkkkkkk”

            Seu amigo tá doido e errado. Vc me conhece o suficiente para saber q não penso assim, vai kkk. Agora é claro q gostaria de menos chefes e mais líderes. Odiaria trabalhar no método tradicional pq sei q encontraria muito chefe e detesto esse estilo. Agora um líder q”’mandasse” em mim? Adoraria pq aprenderia mt com ele. Precisamos de líderes e empregados, mas ambos precisam ser bons para honrarem os próprios cargos.
            PS: Você ainda me vê como professora, né? Eu faço tantas coisas kkkkk
            5- ”Quando existe muita conversa e teoria -> professor’
            Te entendo (e isso nao vale apenas para professores, mas para uma sociedade hipócrita), mas não acho q se aplique a mim. Eu vivo muita coisa que prego. Na verdade quem me conhece pessoalmente fica bem assustado com isso pq pensavam q ”escrever é fácil” kkkkkkkkkkkkkk. Ainda q claro, eu tenha defeitos, problemas familiares e pessoais como todo bom ser humano que habita a Terra. Por ex, não dou certo com todos os meus familiares (alguém dá? kkk), mas muito disso é pq rolou mt inveja, principalmente dos meus pais e outros problemas q não nasceram bem por minha causa, mas levei a bomba. Só tem um caso q é um pouco por minha causa sim, kkkkkkkkkkkkkkkk.
            Agora nos meus relacionamentos eu tento ser impecável, até mesmo pra dar conselhos. Tento ser feliz todos os dias, me uso todos os dias como combaia. Agora claro q as vezes rola uma treta (é até gostoso fazer as pazes depois) e por ai vai kkkkkkkkkkk. E se rolar chifre faço vídeo, mas sempre tirando algo de bom, nunca de ruim de tudo q me acontece.

            6- Nunca pensei q vc fosse contra gays, mas sim q está viajando mesmo kkkkkk. Depois me lembre da gente conversar sobre isso. É bem complexo, mas acho que ficará claro. A propósito, nutro muita simpatia pelo seu filho, só não me pergunte pq pq tbm não saberia explicar (talvez ele me lembre da minha época rock? Energia? Não sei kkk, mas acho ele um fofo,kkkk).

          • Mandou muito bem Lulu.
            Estranhamente eu já vi essa conexão sua com o meu filho. Ele está ficando grandão, adolescente, mas deixa qualquer um abraça-lo. Eu mesmo abraço ele todo dia.

        • Mika

          “Eu lhe digo, você tentará por 30, 60, 90 dias e cansada pelo parto, abalada emocionalmente pelo choro da criança.”
          Cansada pelo parto? Abalada emocionalmente pelo choro da criança?
          Inflamação nas mamas por tentar amamentar? Pode me dizer o que tudo isso tem a ver com deixar filho grande dormir na sua cama?
          Erinhos Big Daddy, pegou uma vicinal e se perdeu nas explicações… rs

          Cansei de assistir esse Super Nanny (na TV a cabo tinha um outro no mesmo gênero, mas com nome diferente). A única coisa que se podia concluir dessas histórias é que eram os pais que SEMPRE estavam errados. Criança batendo na cara dos pais, xingando, gritando feito loucos, batendo nos irmãos e amiguinhos, desobedecendo e desrespeitando os pais e pessoas mais velhas. É tudo questão de falta de autoridade.
          Pais fracos, filhos malcriados… e que dormem na cama deles! kkkkkkkk

          • Claro que posso lhe dizer Mikazinha meu amor rsrs
            Até os 10 anos de idade toda criança é pequena. Instruir uma mãe a colocar a força o recém nascido ou até mesmo uma indefesa criança de 7 anos no quarto separado, para mim é muito errado.
            Podem aparecer 1.000 cientistas/pesquisadores/terapeutas aqui na minha casa me dizendo que estudos indicam que o certo a fazer é a criança dormir separado, mas o meu instinto de pai diz o contrário. Eu tenho a vida toda para ensinar o meu filho a ser educado e forte.
            É o mesmo caso do amamentamento. Todos os dias aparecem pobres médicos na televisão dizendo que a criança deve amamentar no seio da mãe, que o leite materno é mais saudável, etc… Mas não mostram a quantidade de mães que sofrem com mastites.
            Meu primeiro filho não tomou leite materno e com 14 anos é um cavalo de forte, nunca ficou doente e já está me passando na altura.

            Aproveitando esse assunto, na sua opinião e da Luiza, as atitudes dos pais moldam os filhos. Gostaria de saber de você o seguinte:

            A pessoa nasce homossexual ou é a criação que a transforma em homossexual ?

          • Monalisa

            “indefesa criança de 7 anos em um quarto separado”
            kkk que drama. Eros entenda, muitas vezes os pais jogam os seus medos em cima das crianças. A criança nunca teve medo de escuro, mas o pai acha que ela tem, isso é apenas um exemplo.
            Eu desde que me lembro como gente sempre dormi na minha cama, e não tenho nenhum trauma por isso. Nem meu irmão. As crianças se acostumam, se adaptam, e quanto mais cedo você apresentar o mundo real para elas, mais cedo irão se adaptar e sofrerão MENOS com isso. Claro que toda a criança tem seu tempo de amadurecer e entender as coisas, mas é responsabilidade dos pais estimula-los.

            “Ah monalisa, mas vocÊ não pode dizer nada porque não tem filhos.” Eu praticamente criei a minha irmã, e eu sei exatamente o que é. Eu sei o que é acordar de madrugada porque ela teve pesadelo, e sei muito bem como foi a transição do berço para cama dela, eu vi ela aprender a andar, e ele demorou muito a aprender porque é especial, eu vi ela reprovar varias vezes na escola pelas suas peculiaridades. Enfim, eu vivenciei isso e tenho moral para falar sobre o assunto.

            Sobre os gays, conheço familias super estruturadas com pessoas gays e familias bagunçadas com gays. Realmente isso não tem nada a ver. Não acho que a pessoa nasça como homossexual ou heterosexual, acho que vamos apenas nos descobrindo com o tempo. Claro que a sociedade ajuda com os estimulos especificos para menino e menina. Tanto que muitos homossexuais vivem oprimidos e não se aceitam. mas isso é uma discussão bem mais profunda.

          • Cara, é claro q muitas vezes a experiencia ajuda e muito, mas eu começo a ficar meio agoniada quando o debate é ~eu tenho diploma/filho/caralho a quatro e posso opinar, vc nao tem entao cala a boca kkk Quem dera se só de ser pai/mae garantisse sabedoria eterna em tudo e q ninguem q ta d fora poderia opinar e inclusive ver melhor certos pontos . Sem contar q se for assim:

            1- O Eros nunca poderia ter me dado ótimos conselhos sobre ser blogueira, visto q ele nunca foi uma/um ( e olha q ele ja me deu conselhos fodas, mesmo sem ter vivido isso)
            2- Vcs nunca poderiam me dar opiniao sobre como melhorar um site. Afinal de contas, vcs só leem e nao possuem um (e olha q ja peguei muita dica mara de leitor)
            3- Nao podemos mais opinar sobre gente q trai ser ou nao mau carater, visto q nunca traimos. Tambem nao podemos mais opinar sobre nenhuma vida q nao seja a nossa, visto q nao a vivemos e nunca passamos por ela.

            Gente, tem coisa que é questao d bom senso e empatia: precisa comer merda pra ver q é ruim? kkkk Ainda q claro, vivendo ou nao todo mundo pode errar

            Como dito, é claro q tem mt coisa que é importante viver mesmo, porem, eu por ex sou formada em Letras e quando mais aprendi a escrever foi agora com meu segundo livro, q fiz na raça sem todo o retete de professor/aluna

            Tambem nao posso opinar sobre a galera da coreia do norte pq so minha sensibilidade nao ajudaria. Tem q viver la
            eu acho q vira mimimimi demais. O lance é pegar a dica q faz sentido e a q nao faz sentido descarta, ignora, mas sem isso d ”’nossa vc nem é formada em nutricao pq acha q entende de alguma receita fitness?~
            mimimi pirikiti

          • Lulu, veja o exemplo que dei para a Monalisa sobre opinar ao piloto do avião. Eu como pai sou como o piloto do avião. Você e a Monalisa são as passageiras que querem dar pitaco na pilotagem kkkkkkkk

          • pois leia minha resposta pra Monalisa pilotão kkkkkk
            PS: Contei esse debate pra minha mae e ela disse ”afe Maria deixar filho dormir na cama kkkkk”’

            vo perguntar se, mesmo sendo mais velha q vc, ela ainda nao sabe pilotar

            Ela é mais velha, certamente sabe mais do que vc

            (eu ri kkk)

            Agora sério, vamos parar de mimimi. Isso parece coisa d besta kkkkkkk sempre terá gente q discordará e gente q concordará com a gente: independente da idade, e mesmo tendo filhos, tal como vc

            Vamos combinar como disse pra Mona

            Achou o conselho ruim? Nao siga, mas sem essas bobagens de ”ai mas vc nao teve filho”. Isso é besteira, coisa de quem não quer debater ou aprender, só quer ficar dando carteirada kkkk. Descarte meu amigo, e continue fazendo como faz. Pronto rs

          • Monalisa, se prepare para verdades que mudarão a sua vida (eu espero) rsrs:

            1 – Todos nós temos medo do escuro, crianças, adultos ou idosos.

            2 – Eu também já voei de avião, mas nem por isso eu posso chegar no piloto e dizer para ele: “Olha, no momento da decolagem, vai mais com calma porque eu assustei com essa arrancada kkkkkkk”
            Podemos opinar sim sobre assuntos diversos, mas em alguns casos é necessário maior conhecimento ou vivência. Eu lhe garanto que quem nunca teve um filho não sabe nem 10% do que ocorre.
            Quem ainda não foi pai/mãe não sabe qual é a intensidade do amor que transborda em nossas veias por um filho, algo que acontece naturalmente e de forma surpreendente. ( é claro que existem alguns poucos casos de pessoas frias e “sem coração”, mas não acho que é o seu caso ).

            3 – Vejo uma incoerência nas opiniões das pessoas aqui por isso toquei no assunto homossexualismo.
            – Se os pais não são autoritários e não colocam os filhos para dormir na própria cama, criam-se pessoas malcriadas/inseguras.
            – Mas no caso dos gays não, os gays já nascem gays?!?!?

            Lendo os seus comentários eu posso concluir que quem transforma o filho em gay são os pais. ( O que de certo modo vai de encontro com a minha superficial pesquisa )

          • Monalisa

            Não concordo com quase nada do que disse. mas é sua opinião. Sobre os gays não acho que os pais “transformariam” os filhos em gays.
            No entanto, os pais podem transformar seus filhos em incapazes, medrosos, dependentes, birrentos, orgulhosos e etc. E acredito que isso não tem nada a ver com sexualidade.
            Meu namorado desde pequeno soube cozinhar, costurar,lavar a própria roupa e etc. E ele não teve nenhum trauma com isso, não era trabalho escravo, eram tarefas que toda criança deveriam fazer, justamente para dar mais valor as coisas. Quando ele foi morar sozinho, a adaptação foi muito mais fácil.
            Como a Luiza falou, nem sempre a pessoa precisa ter vivenciado aquilo para dar um bom conselho ou saber que uma criança que bate na cara dos proprios pais está tendo uma péssima educação.

          • Mika

            Erinhos, meu amigo, não seja dramático! rsrs
            Criança de 7 anos não é pequena, muito menos indefesa. Aos 6 eu ia sozinha pra escola e caminhava 7 quadras todos os dias. Aos 10, mudei de escola e caminhava 4km. Às vezes conseguia um dinheirinho pra ir de ônibus (também sozinha). Aos 11, minhas aulas terminavam às 19h e eu voltava pra casa depois que escurecia. Se nós, que há muitos anos, sem internet e vídeo game, não éramos inocentes nessa idade, por qual motivo a molecada de hoje seria?
            E quem falou em colocar recém-nascido à força em quarto separado? Não me lembro de ter dito isso.
            Sobre aleitamento materno, falou sem conhecimento. O fato de sua mulher ter tido mastite tornou a amamentação inviável pra ela, mas não torna o aleitamento dispensável como a principal fonte de alimento do recém-nascido. Mastite é uma doença; leite materno é uma “arma” contra a fome e a mortalidade infantil, prevenindo inúmeras doenças da infância e vida adulta (estudos mostram que crianças que amamentam só no peito apresentam melhor desenvolvimento cognitivo, têm menos problemas de saúde e chegam à vida adulta com menos riscos de desenvolverem doenças crônicas como diabetes e obesidade, só pra citar alguns dos inúmeros benefícios). Entendeu agora por quê os médicos não falam de mastite?
            Quanto a seu filho, é forte porque nasceu saudável e tem boa alimentação, APESAR de não ter amamentado na mãe.

            “Eu tenho a vida toda para ensinar o meu filho a ser educado e forte.”
            Só tem até uns 12. Depois disso, pode falar à vontade, que ele só faz se quiser… rs (isso daria um tema pra um post inteiro).

            “A pessoa nasce homossexual ou é a criação que a transforma em homossexual ?”
            Sim, as duas coisas… ou não… rs

        • mariana cobra

          Não achei que vc tenha sido infantil no primeiro comentário e nem nesse. Só mostrou a realidade, pois uma coisa é idealizar a criação de um ser, outra bem diferente é ter que criar um ser.
          Vi muitos casais falarem mal de vídeos da Xuxa, peppa e Dora aventureira e diziam, JAMAIS meu filho vai ver essa porcaria.
          Lhe pergunto, quais DVDs infantis tem na casa desse povo hoje?
          É pra rir e quem sabe daqui alguns anos o povo aqui vai lembrar do quão difícil é lidar com um bb/criança.

          • Infantil foi em dizer q teria q escolher entre namorada ou filho, CASO o problema seja apenas aquele mesmo dela ter dado uma opinião (pq nao gostar do filho seria outra coisa). Inclusive é por isso q muita gente nao quer homem/mulher com filho, pq querem q de amor, mas nao pode dar nenhuma sugestao pra eles (com excecao, claro)
            2-Não é assunto filho, é QUALQUER assunto é sempre complicado opinar, pq todo mundo pode quebrar a cara um dia. Inclusive nas suas opinioes fortes vc pode mudar de ideia, mas mesmo assim vc nao deixa d da-las. Na verdade, a gente nao pode falar mais nada pq amanha podemos mudar de ideia kkkk

            mas fiquei feliz q ao menos agora vc parou d brigar com o Eros kkkkkk

            e ó, vou defender a mamis como extra aqui:

            Mamis me dava suco natural sempre (salivava por um guarana), e era superrrr cachias com TUDO. A véia tem moral pra falar q foi essas mães de teoria. E qual [e o problema com Peppa e Dora e a Xuxa? Toda criança precisa de entretenimento e alguns deles eu acho educativo inclusive. O papo era dormir na cama com a mae até os 7 anos de idade, apenas isso.

    • Mika

      Filho na cama é escudo pra mulher que não quer sexo com o marido… rs

      • kkkkkkkkkkkkkkkkkk
        não tinha pensado nessa ideia

        • Mika

          Elas nunca irão admitir, mas é a maioria dos casos…

      • Pode ser Mikazinha, mas não no meu caso. Perceba no meu comentário que eu disse que minha esposa perdeu inúmeras noites de sono tentando colocar nossos filhos no quarto deles . .
        Eu nem tinha pensando nisso, já sou convencido e agora estou me achando um deus do sexo kkkkkkkk

        • Mika

          Erinhos, meu caro, você pode até ser um empresário de sucesso, mas em matéria de autoridade paternal é um zero à esquerda (você e todo esse povo conterrâneo aí.. rs). Que tolice dizer que quem decide se dorme na cama dos pais é a criança?! Nem eu, nem meus irmãos, dormimos na cama dos meus pais, e desconheço um só casal que tenha feito isso em toda a minha família (se houver, escondem por vergonha).
          Sobre ser convencido, confesso que não entendi o motivo. Sua mulher bota os filhos na cama pra arrumar uma desculpa pra não dar pra você, deus do sexo…
          Conta mais, que as gentes desse blog adoram uma mentirinha… kkkkkk

          • Mikazinha, na verdade eu sou nascido no seu Estado mas já estou há mais de 20 anos aqui em MG.
            Ah eu amo a vida tranquila da cidade pequena, o ar puro das montanhas e um detalhe que diferencia o interior da cidade grande: “Aqui ninguém engana ninguém.”
            Sabemos tudo de todos. Sabemos quem tem dívidas e posa de rico, quem compra carro e casa financiado e posa de rico, quem está pulando a cerca e posa de bom marido/esposa.
            Aqui se um filho dorme com a mãe, eu sei. Se uma mãe teve mastite, eu sei.
            Se eu sou um deus do sexo e minha esposa é louca para transar comigo, eu já lhe adianto, aqui na cidade todos sabem a verdade.
            A internet talvez seja como São Paulo, cheia de ilusões rs

  • Franciele

    Leitor, tua filha tem sete anos e não tem nenhum problema; eu tive vários problemas de saúde, a ponto dos meus pais fazerem vigílias alternadas para identificar paradas respiratórias e refluxo, e mesmo assim, com dois anos fui dormir no meu quarto, que tinha uma cortina e uma colcha do pato Donald.
    Isto posto, fiquei pensando se, tanto tu como tua ex não transferiram a carência resultante do processo de separação para a criança, dormindo com ela para “preencher o espaço vazio, e passaram a gostar da substituição inconsciente.
    Claro que, criado o hábito, inicialmente pelas facilidades de bebê e depois pela carência que mencionei, será muito mais difícil desfazer o equívoco dessa confusão de espaços em casa; discordo desse conceito todo de (in)dependência, mas considero importante a criança sentir-se segura por estar em casa e saber que tem a quem recorrer, sem precisar estar fisicamente próxima, até porque, essa será a ajuda que ela terá na maior parte da vida.
    Quanto a tua namorada, repito o que já foi dito sobre ser bastante imaturo esse comportamento de ameaçar terminar, e acrescento que provavelmente ela não aceite tua filha, embora diga o contrário; digo isso porque, na minha opinião, quem namora alguém com filho aceita algumas restrições, eventuais ou permanentes, em função da criança, bem como, se compromete a ajudar a cuidar sem reclamar apenas por isso.
    Respondendo tua pergunta, ambos estão errados, tu e a tua ex, porque deixaram a função de pais impedir as outras em certos aspectos.
    Conselho, procure namorar mulheres que também tenham filhos, evita esse tipo de conflito, porque poucas pessoas são como eu, que falo sem medo que não aceito cara com filho.

    • Pra mim, o problema não é ter homem/mulher com filho. O problema (já aviso que vou generalizar antes que me apedrejem pq óbvio que muita gente não faz isso kkkkkk), é que no Brasil muita gente mima o filho e pensa que isso é amor. Depois que cresce, vira uma pessoa cheia de medos.
      É claro que fazer o exato oposto (ou seja, deixar o filho largado, tendo que se virar em tudo e virando um mini adulto), geraria igual medo, ou no mínimo, muita ansiedade. Eu particularmente sou fão do método francês de educara filhos, vc já leu?
      Não tenho filhos, então sei que posso morder muito a minha língua (e vou em um ponto ou outro, claro). Porém, eu converso com milhares de pessoas que já foram filhos(as) e vejo esse padrão acima direto nas consultas que dou.
      Esses dias mesmo tava atendendo um leitor q mimou tanto, mas tanto (inclusive a esposa), q ele nao sabia mais ocmo voltar atrás kkk
      É claro q APENAS dormir na cama não seria mimar demais, porém, se seria algo bom para a menina, nem sei que seria a questão debater isso, mas sim fazer (com calma, muitaaa calma, respeitando os limites da criança, mas enfim).. E se lembrar q dar amor não se trata de dormir com a filha.

      Claro q nunca seremos perfeitos e o equilíbrio exato não existe. Na verdade, até mesmo a teoria é complicada (apontar o dedo é fácil, eu sei), mas mesmo assim, fica a reflexão.

      • Monalisa

        Fiquei curiosa sobre esse metodo frances de educar os filhos..

        • tem um livro só sobre isso, virou best depois de uma olhada é bem interessante

          • Monalisa

            Tem uns países que é proibido bater nos filhos. Não concordo muito. Nesses países as crianças são insuportáveis! cospem na cara dos pais, batem na cara , fazem tudo o que querem. Por isso eu gostaria de conhecer um metodo eficiente de educar os filhos sem bater. Porque até agora não vi nenhum. O da super nanny nem sempre funciona, dependendo da idade da criança.

          • veja aquele livro q t disse, é mara~!
            Na verdade, crianças brasileiras são constantemente ”zoadas”’por estrangeiros q dizem q são mimadas, mal educadas etc

  • Monalisa

    Quanto mais cedo acostumar sua filha a dormir sozinha, melhor será para ela e para você. Existem pais que se acham bons pais, super protegendo a criança. Mas isso só gera uma adolescente/adulto inseguro e cheio de medos que não sabe tomar uma decisão sem os pais. Creio que não é isso que vai querer para sua filha.
    Eu não me lembro de dormir com meus pais todos os dias. Desde criancinha eu tive minha própria cama e meu irmão tinha a dele, só dividiamos o quarto, e com o tempo, meu pai construiu um quarto separado para mim e meu irmão. Só de vez em quando que eu dormia com meus pais. Já minha irmã mais nova nasceu especial e com uma série de problemas de saúde, e demorou demais para meus pais deixarem de se preocupar com ela e faze-la dormir na cama sozinha. Demorou, foi cansativo, mas hoje ela dorme sozinha, e gosta de ter o próprio espaço.

    E minha irmã que é especial faz muitas coisas que crianças superprotegidas pelos pais não fazem. Tenho certeza que sua satisfação será muito maior quando ver sua filha alcançando essas “pequenas” conquistas, como dormir sozinha, arrumar a própria mochilinha, fazer o próprio café, dentre tantas outras coisas.

    Lembre-se que se você não ensinar, o mundo ensina, e de forma muito cruel. Pelo menos quando ela estiver com você tente educa-la de forma correta, com o tempo ela se acostuma e vai passar o aprendizado para a mãe.
    Quanto a sua namorada, ela está certa em não querer dormir junto com a sua filha, só acho que ela está exagerando em terminar com você por um motivo tão bobo. Converse com ela, diga que vai todas as noites fazer sua filha dormir sozinha, e que será uma questão de tempo. Se ela não tiver paciência com esse processo, então você que deve terminar com ela. Porque se ela não tem paciência nem para essa transição, acha que vai ter com outros possiveis problemas que você possa ter com sua filha?

    • ”E minha irmã que é especial faz muitas coisas que crianças superprotegidas pelos pais não fazem. Tenho certeza que sua satisfação será muito maior quando ver sua filha alcançando essas “pequenas” conquistas, como dormir sozinha, arrumar a própria mochilinha, fazer o próprio café, dentre tantas outras coisas.

      Lembre-se que se você não ensinar, o mundo ensina, e de forma muito cruel.”

      eu tbm teria medo de morrer. E se eu morrer e minha filha pensar que o mundo dela era eu? Que minha cama era a segurança? E por ai vai? Acho que um ato de amor tbm é fazer a filha ver as proprias potencialidades
      muitos pais veem os filhos como mais fracos do que realmente são e isso é um desserviço que fazem a eles

  • Mika

    Leitor, já vi esse filme antes…
    Casais equilibrados criam filhos emocionalmente saudáveis. Uma coisa é ter filho e criar pro mundo, outra muito diferente é usá-los como muletas pros nossos próprios problemas afetivos. Olhe à sua volta e observe os casais que permitem que os filhos durmam com eles. De imediato, enxergo três tipos:
    1 – Os muito pobres, que não podem dar/ter privacidade;
    2 – Os separados, que sentem culpa, e procuram compensar, de qualquer forma, as frustrações da criança;
    3 – Os que vivem de aparência, os “falsamente felizes”, cujo relacionamento sexual/afetivo praticamente inexiste, e sublimam o conceito de “família” vivendo exclusivamente para os filhos.

    Sua filha dorme com a mãe e com o pai porque vocês sentem culpa (ela também pode se sentir insegura com a separação de vocês, mas isso é caso de conversa ou psicólogo). Ambos acreditam que os agrados e a aproximação física quando estão com ela compensa a ausência da família tradicional. São vocês que se sentem melhor fazendo concessões que não fariam sob condições normais.

    Não saberia dizer se isso é bom ou ruim pra formação da sua filha. Acho que depende muito do grau de manipulação entre os envolvidos (já observou se sua filha encara sua namorada como uma ameaça?). Há casais que usam os filhos como massa de manobra ou arma de guerra, há filhos que chantageiam pais com sentimento de culpa, e há os que simplesmente os abandonam à própria sorte.

    No seu caso, acho que faltam apenas uns poucos ajustes. E não falo da criança, mas dos pais. Aprendam a lidar com a culpa e entendam que “pais não são amigos”. Pais têm autoridade e responsabilidade na educação (observe que usei o termo autoridade, que é bem diferente de autoritarismo).

    Sobre sua pergunta… O que incomoda sua namorada, incomodará qualquer mulher que não seja a própria mãe, assim como qualquer homem que venha a namorar sua ex-esposa. E vocês não precisam abrir mão da vida afetiva por causa de filho, assim como não precisariam abrir mão da vida sexual caso ainda estivessem casados.
    Resolva isso de forma racional, mas amorosa, que ninguém vai sair dessa traumatizado.

    Felicidades!

  • Stanley Lewis

    Minha sugestão é: daqui pra frente, inicie um trabalho para fazer a criança desacostumar a dormir na sua cama e ficar confortável em dormir no próprio quarto. Vai ser melhor para ambos. Não vou dizer que está errado em permitir que a filha durma junto com você, porém, pela idade dela, é hora de começar a mudar certos hábitos, com o objetivo de fazer a criança ser mais independente e dos pais terem mais privacidade.

  • João “Manu”

    Diante a tanto bla bla que foi falado só 3 coisa.

    Sua filha não poder continua dormi com vc nem preciso da motivos os colegas já falaram, mais acredite isso ajudara muito ela na jornada para ser torna uma Mulher.

    É justo sua namorada reclama e não quer dividi cama com vcs 3, imagina o aperto disso Mais cuidado mano não de asas para mulher percebi algo que estava passando do olha de muito aqui “ameaça” já começou os joguinhos psicológicos ou faz ou termina cuidado com isso esse tipo de mulher a exceções, são mulheres manipuladoras, falsas, donas da razão da verdade fica de olho, mulher e o bicho mais ciumento que existe ainda mais quando o parceiro tem um filho de outro relacionamento muitas odeia isso, NUNCA permita que alguém ou buceta nesse mundo atrapalha o relacionamento com sua filha esse laço esse amor são sagrados únicos por toda a vida.

    Ae louco buceta vem fácil vai fácil não se poder desespera essa e a lei da natureza. Boa Sorte na sua caminhada.

    • Edu

      Que comentário mais chulo, até parece que está num buteco depois da pelada.

      • João “Manu”

        Obrigado, sim tenho 20cm. =)

        • Edu

          Faltou argumento, começa a defecar pela boca!!!!

          Respeitem as mulheres, elas não se resumem a isso.

          • João “Manu”

            Cara eu citei a “exceções” vc que esta com a maldade na mente em querer tumultua o BLog afinal sua intenção e essa né pq vc não todo esse cavalheirismo amigo causador nem seque comentou para ajuda o Rapaz do texto. Se vc tem apreço pelo trabalho da Luiza faz isso mais não cara vc só veio aqui para da barraco isso prejudica mais o Blog do que EU cara, gosto muito dela posso dizer que tenho um amiga em Curitiba sim exagero as brincadeiras com ela mais nunca vou querer prejudica essa menina nem ninguém do Blog só citei alguns experiencias traumáticas que tiver assim como as meninas aqui tbm tiveram. Não vou mais responde vc quer da barraco vai se em outro lugar não nesse Blog se quiser encontra comigo aqui fora marca dia a hora mostra a CARA nois resolver. =)

            “Do jeito que inimigo vem a gente vai” Dimas Primeiro vida Loka pesadelo do Sistema

          • Edu

            Realmente nao comentei nada sobre o post, pois não tenho opinião formada sobre esse assunto, já voce pelo jeito deu uma bela contribuição.

            Valeu cara, continue assim.

  • Valdeci Soares Lustosa

    Tenho um filho de sete anos e que quando está comigo, dorme na mesma cama, mas só por quê meu quarto é pequeno e não cabe outra cama, porém se tivesse como, mesmo que dormisse com a mãe, dormiria na cama sozinho, pois criança deve ter seu espaço e o pai e a mãe também. Você deve conversar com sua filha e também com sua namorada e entrarem em um acordo que não prejudique seu relacionamento e nem sua relação de pai.

  • Costa

    Tenho um filho de dez anos e muitas vezes dorme comigo, quando era casado dormia varais vezes com minha esposa e eu (estou separado a 5 meses). Na boa se sua namorada não aceita é porque não serve para ter uma relação saudável com você. O fato do meu filho dormir comigo não o faz mimado, meu filho sempre esta com joelhos, pernas, braços ralado, bebe água da torneira e é um dos melhores alunos da escola, tando na questão pedagógica quanto na relação de amizade com os amigos.

  • Lo Lo

    Sim, vc esta errado. Não seja hipocrita, se fosse sua namorada que dormisse com o filho na mesma cama, vc tbm odiaria. Pare de se fingir de besta.

  • Vicente

    Sabe. Existe ex.namorada mas nunca ex.filha.
    por tanto escolhe Irmão .