Ele assumiu sentir atração por outros homens e por crianças e não sei como agir

26

Leitora: Namorei durante 3 anos com um rapaz, eu tenho 29 e ele 25 anos. O relacionamento era ótimo, tínhamos gostos parecidos e as famílias adoravam. Um dia mexendo no celular dele, encontrei conversas altamente suspeitas e de cunho sexual com outro rapaz. Pressionei-o e ele me falou que procurava outras pessoas na internet porque precisava conversar sobre um problema que ele tinha e admitiu que sentia atração por crianças, apesar de ter jurado que nunca aconteceu nada com nenhuma. Pressionei-o mais um pouco e ele admitiu que teve dois encontros com esse rapaz (adulto e garoto de programa) que o conheceu em um banheiro público, onde foi em busca de sexo casual. E admitiu que depois foi pra um motel com esse rapaz, mas que em ambos os encontros só aconteceu sexo oral. E falou que já tinha tido outro encontro em banheiro público com desconhecido que o masturbou. Também falou que trocava vídeos e fotos com as pessoas na internet há cerca de um ano. Achei-o nojento, terminei o relacionamento e até mudei de cidade, pois tinha acabado de mudar de cidade para ficar junto dele. Ele iniciou a terapia e diz que agora percebe o quanto foi terrível tudo que fez e implora que eu o perdoe. Fico muito dividida, porque o amo e tínhamos muitos planos juntos, mas não conheço essa pessoa que ele realmente é, além do medo de que aconteça de novo e ter que passar novamente pela sensação de ser mulher e ser trocada por um homem.

Olha minha amiga, por mais que ele faça terapia, existem coisas que não são tão simples assim, a começar pela orientação sexual dele e depois pela atração por crianças. Vamos conversar sobre as duas coisas por partes:

Primeiramente, você se importa dele transar com homens? Porque sinto te informar, mas não acredito que ele pararia tão facilmente, ainda mais pra quem já chegou ao ponto que ele chegou, em que nem exigir muita coisa exige e já saiu transando até em banheiro público e com estranhos. Ou seja, bloqueios e limitações zero, né? Parece até algo meio fetichista-animalesco, sabe? Sem contar que ele não parecia disposto a te contar caso você não tivesse descoberto, e sabe-se lá o que você ainda não descobriu e que por isso ele ainda não te contou…

O lado bom dele é que ele foi relativamente sincero, coisa que, mesmo na pressão, nem todo mundo consegue ser. Porém, nesse caso não ajuda muito no final nas contas, visto que o problema parece ser muito mais sério do que “apenas se arrepender e não querer fazer mais”. Parece ser algo maior do que ele, e pior do que isso, não sei até que ponto ele se sente 100% errado ou apenas intimidado pelo medo de te perder e por você ter descoberto. Daí pelas costas…

De qualquer forma, quem dera se todo mundo que sente atração por crianças (nesse ponto acho que ele se sente realmente errado) fosse sincero como ele foi contigo, visto que é só assim para, quem sabe, ele nunca cometer o ato (procurar terapia, etc..). Mas mesmo assim, acho muito arriscado confiar nele. Não que seja justificativa (porque obviamente não seria), mas será que ele já foi abusado sexualmente? Possui algum trauma de infância? Enfim, existem pesquisas nesse sentido e só com muita conversa, terapia – e quem sabe até mesmo hipnose – para ele entender toda essa promiscuidade sem limitações dele. Lembrando que promiscuidade não tem nada a ver com orientação sexual….

Você que sabe o que é melhor pra você, porém, se estivesse na sua pele, agradeceria a clareza, mas assumiria que é muito pesado para mim. Poderia continuar amiga, mas relacionamento amoroso nunca mais: teria nojo mesmo, bem mais do que o que você teve, a ponto de nem amar mais, sabe? E claro, fundamentalmente, daria força para que ele nunca deixe o acompanhamento. Por fim, continuaria em outra cidade e abriria o coração para outras pessoas, visto que o distanciamento ajuda no esquecimento.

Até amanhã,

Lu

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.

  • roberto moreira

    Acho inviável uma relação que é baseada em perspectivas tão discrepantes no campo dos afetos e das expectativas do outro. O esperado do ser amado é o mínimo de previsibilidade. Espera-se que um homem que se diz heterossexual para sua parceira tenha, no máximo, pulsão sexual por outras mulheres – até pq parte-se do princípio que só pode desejar a esposa quem tem a mulher como objeto primário de desejo.

    Já quando um homem que se declara heterossexual tem relações extraconjugais homossexuais, a mulher (com toda razão) se pergunta, quem é este cara? Não conheço. E quando vc não tem a mínima segurança do que esperar do outro, fodeu. Não se sustenta.

    PS: A bissexualidade não é patologia, nem errado. Patológico e errado é a pedofilia, pois é um ato criminoso em si.

    Aqui não discuti a questão moral da relação homo afetiva, mas sim a dor psíquica de se sentir completamente enganada.

  • mariana cobra

    Leitora, não volte com ele. Sofra o que tiver que sofrer, mas livre-se de um problema que está totalmente fora do seu controle e que obviamente trará situações escabrosas para você daqui uns anos.
    A sua sanidade mental vai pro ralo moça, faça isso não. Vai viver na desconfiança, no medo de que o outro irá novamente trair, mentir e dissimular?
    Tem muita gente legal pra você conhecer e esse moço tá longe de ser uma boa pessoa. Olha os riscos que ele te colocou, pq tenho certeza que DSTs foram as últimas preocupações que ele teve ao manter relações sexuais com estranhos.
    “Achei-o nojento”. TAMBÉM ACHEI. E olha a sua sorte de ter descoberto isso cedo e dê valor a ela, continue longe e vá viver a sua vida longe dele!
    Seu ex tem sérios problemas mentais, comportamentais e confusão de sua orientação sexual e isso não é resolvido com algumas sessões de terapia.
    Portanto, escolhemos os problemas, dificuldades e tipo de vida que queremos e você quer isso pra si?
    Boa sorte nas suas decisões futuras.

  • Ana

    Aaah, depois que eu li “atração sexual por crianças” não consegui manter o foco em mais nada. Isso é de uma seriedade gigante. Pensa a perturbação que vc vai ter o tempo todo pensando sobre isso. Vai ficar o tempo todo paranóica achando que algo pode acontecer. Pensa se o relacionamento seguir adiante, vc teria coragem de ter uma “criança” com ele? Como Luiza disse é muito problema junto, nem ele deveria querer se relacionar agora antes de se tratar, apoie de longe e deixe para quem realmente sabe lidar com esses problemas a responsabilidade.

    • verdade, eu nao teria coragem d ter um filho com ele e nao tinha pensado nisso sei la pq

    • Gabriel Maysonnave

      Faço das suas minhas palavras, Depois que li aquilo… Acho que de tudo que foi falado, atribuindo julgamento de valor, esse cara tem que no minimo não parar o tratamento. Tem que ser acompanhado por profissionais sim.

  • Cara perguntadora, se o perdão que o teu ex quer significa vocês voltarem ao relacionamento diga não. Orientação sexual não é “trauma” a ser tratado em terapia, não existe cura pra isso. Se ele entende que o que aconteceu foi um “erro” é porque o tratamento tá longe de estar bem sucedido.

    Você, como eu ou qualquer outra pessoa, não amamos o “outro”. Se analisarmos bem, gostamos da projeção que fazemos da outra pessoa. Um bom relacionamento, em tese, é aquele em que o que fantasiamos, lá no início, está mais próximo do “real” do parceiro, no decorrer do relacionamento.
    Neste seu caso, sou taxativo, não existe a menor chance disso.
    Você agiu certo em trocar de cidade. Perdoe, mas mantenha distância.

  • Lo Lo

    Exatamente vc não o conhece. Ele te traiu, fingiu ser hetero e apaixonado por vc afim de te usar como capa da normalidade: um homem hetero, pra casar, que não busca sexo homo em banheiros publicos, que não é pedofilo, que não busca realizar seus fetiches na internet. Apenas se vc for uma mulher que deseja muito o sofrimento e em um breve futuro viver uma vida de desgraças, volte com ele. Se vc não é assim, o perdoe e jamais reate. E mantenha sempre seu olho aberto: muitas pessoas manipulam e usam as outras para esconder seus pecados e aparentar normalidade. Essas pessoas são doentes e não é alguém como vc que irá cura-las.

  • Gaia

    A parte dele tb sentir atração por homens eu perdoaria fácil, afinal ninguém escolhe a própria sexualidade e não vejo mal algum nisso. O que eu não perdoaria é a traição de ter saído com outra pessoa enquanto estava comigo (por mais que o caso dele me pareça diferente de uma simples traição, ele ainda procurou, saiu e transou com outros). E definitivamente não conseguiria lidar com a parte do desejo sexual por crianças. Mesmo que ele nunca tenha feito nada (o que espero que signifique que ele sabe o quanto isso seria errado e, portanto, tem poucas chances de fazer algo no futuro), pedofilia é um problema que não consigo aceitar ou lidar. Recomendaria tratamento, poderia até apoia-lo no início, mas não mais do que isso.

  • josè

    O que dizer de um quase pedófilo ?
    Esse cara vai trazer só problemas na sua vida é mesmo que ele diga que mudou ,vc sempre vai viver com dúvidas!

    • mas ao menos ele ta procurando ajuda
      é triste saber que a maioria nunca fala, mas faz =(

      • josè

        Isso é verdade,mas acho difícil curar pedofilia .

  • Wana

    Rápido e rasteiro.
    Avise à ele, se chegar perto de você a policia será chamada, e o caso também será passado para todos amigos e parentes. E saia de perto deste vagabundo chave de cadeia.

  • Kelly

    Fique longe dele! Se um dia você tiver um filho com ele é provável que ele não se controle e abuse a criança e você vai passar o resto da vida com essa culpa e o arrependimento de ter reatado com ele. Evite problemas futuros e corte o mal pela raiz agora ou sofra as consequências da sua escolha.

  • Milena Tyler

    Pervertido total, e sem vergonha nenhuma na cara. O problema dele deve ser luxúria exacerbada, ou problemas psíquicos sérios. E você está esperando o que para dar abertura para que um homem normal, com um projeto de vida decente, foco no trabalho, e que possa te passar segurança emocional, se encaixe nas suas perspectivas?

  • Perguntadora

    Obrigada pessoal! Vcs estão falando coisas muito coerentes e também condizentes com meu pensamento! Eu queria exatamente opiniões de pessoas de fora do problema, pra me mostrar que não isso não é realmente um problema contornável como tantos outros problemas na vida a dois. Penso muito nas crianças que conviveriam conosco, penso no meu afilhado que eu não ia confiar de que ele frequentasse nossa casa, penso nos filhos futuros, enfim, foi uma coisa muito pesada e foi coisa demais! Como vcs falaram, não quero esse problema na minha vida!

    • nenhum sofrimento será maior do q o d ficar com um cara assim. Vc nunca terá paz saia dessa

  • Hadassa

    Uma palavra basta: SAI FORA BINA!!! Esse cara não é hetero ele só um gay enrustido que vive no armário pelo medo de encarar a sociedade/família/amigos. Moça o cara ainda é pervertido e promíscuo fica atrás de homens para conseguir sexo já ouvi falar “banheirão”. Pra fechar com 1000 cadeados essa cadeia meu o cara confessou para ti que pedófilo sente desejo por menores de idade vc tbm não sabe se ele já assediou e concretizou se já fez crianças e adolescentes vítimas por aí recomendo denunciá-lo anonimamente a polícia do seu estado tem disque denúncia meu pedofilia é CRIME tem ideia pode salvar vidas inocentes de serem violentadas por esse psicopata. Amiga pelo amor de Deus some e nunca mais queira vê esse asqueroso na sua frente aff!!!!!!

  • Leitora, o distanciamento é óbvio nesse caso, não tenha dúvidas quanto a isso.
    Siga a sua vida, porém, faça uma pergunta para a sua alma: “Porquê aconteceu justamente comigo?”
    . .
    Recebemos sinais misteriosos todos os dias. É missão de vida desvendar esses sinais para seguirmos o caminho da luz. Eu tenho a impressão que “Deus” nos coloca em situações assim para tentar nos alertar ou para tentar nos guiar.
    . .
    No seu caso, o que você poderia vislumbrar com o ocorrido:
    – Talvez Deus tenha lhe enviado esse sinal para que você crie um grupo de WhatsApp ou uma página no Facebook para alertar as mães sobre o perigo dos pedófilos.
    – Talvez Deus tenha lhe enviado esse sinal para que você ajude os pedófilos, de alguma forma, conscientizando e encaminhando-os para a psiquiatria.
    – Talvez Deus tenha lhe enviado esse sinal para você proteger alguém próximo, ou quem sabe no futuro, cuidar dos seus filhos com toda a atenção do mundo.

    Enfim, nunca esqueça do ocorrido. Não faça apenas como a maioria dos comentaristas aqui do site que condenam, jogam pedras, etc…. Você precisa ser superior a isso.

  • ser trocada por um homem eu aceito, mas descobrir q seu parceiro é pedofilo jamais

    • Rodrigo Silva

      Punição já!

  • Lelinha

    Que tenso ein. Mas se é por conselhos que você está procurando eu digo: procure alguém com um fetiche mais “Humano” (não estou falando me referindo à homossexualidade e sim à pedofilia). Este papo que “Estou fazendo de tudo para mudar” me parece conversa de manipulador sociopata.
    E assim, não sou psicóloga, mas acho que este tipo de patologia é difícil de curar… talvez a pessoa se esforce para controlar mas… acho que é melhor ficar longe desse sujeito. Vai ver que.. algum dia, em algum momento o cara resolva ceder aos desejos? Enfim.. é bem pesado e eu ficaria longe se fosse comigo.

  • João Emanuel

    Caramba crianças que Bad, tanta mulher rabuda boa nesse Brasilzão, sai fora que é macumba já pensou ele tendo relação com seus próprios filhos corre que ainda da tempo menina.

  • Larissa

    Não tem oq pensar, ta doida? Vc acha q após a terapia ele deixou de sentir atracao por homens e criancas? Nao falo q ele eh uma má pessoa e nao falo q ele vai te trair com homem ou cometer pedofilia, mas pensa… Pensamento a gte nao controla! Eh foda!
    O pior ai pra mim eh a atracao por criancas…