Nós dois somos comprometidos, porém, a química bateu muito forte:

60

Leitora: Sou casada e atualmente enfrento um problema: estou me sentindo fortemente atraída por um rapaz que estuda na minha faculdade. 

O rapaz não é o tipo “Deus Grego”, inclusive em relação à beleza, meu marido é muito mais atraente do que ele, porém, sinto-me cativada pela personalidade desse cara de uma maneira que não sei explicar. Não somos de conversar muito, porém a atração está me deixando muito aflita.

Em um encontro da faculdade, percebi que ele também se sente atraído por mim, o que me deixou ainda mais angustiada (ps: ele tem namorada).

Meu marido é legal, porém ando me sentindo um pouco de lado devido a alguns projetos que ele está realizando. 

O motivo desse desabafo é encontrar alguém que já tenha passado por uma situação como a minha, ou alguém sensato o bastante para poder me dar um conselho sem me condenar por algo que eu já sei que é errado (caso contrário, não estaria pedindo ajuda). Quero conselhos de como driblar meus sentimentos, que não são mero tesão. É uma química muito forte, e ao que agora tenho certeza, é recíproca.

Minha idade: 26. Meu marido: 29. Do rapaz em questão: 28.

amor impossivel

Meu marido é mais bonito fisicamente do que ele”.

Quando é que vamos entender que nem sempre beleza estética tem a ver com química? Na verdade, quase nunca tem kkkk. Ao menos não essa química – que não é mero tesão – que você está sentindo.

É como dizem por aí: contatos de alma… Porém, será que é tudo isso mesmo? Será que você não está devaneando? Não que ele não sinta absolutamente nada, porém, não vi em nenhum momento do seu relato ele falar tudo com todas as palavras, ou super te procurar. Me pareceu ser mais uma paquerinha, sem contatos maiores entre vocês e você está aumentando tudo ao pensar que ele sente tudo que você sente. Ou vocês super conversam e já trocaram algum tipo de declaração e você se esqueceu desse detalhe super importante no seu email??

Por via das dúvidas, vamos dividir a história em duas partes:

Se vocês dois só se paqueram e conversam pouco, a situação fica um pouco “menos complicada” de ser cortada. Se você não quer mesmo trair, tal como disse no relato, converse cada vez menos com ele, evite-o ao máximo e não fique buscando contato. Afinal de contas, para que ficar caçando sentimento se você sabe que só sofreria e não poderia concretizar nada? Sem contar que, tal como você mesma disse, ele também é comprometido. Minha amiga, por mais que o tempo pareça eterno hoje, ele passa, e quanto mais você evitar a tentação, mais rápido ela desaparecerá da sua mente…

Agora entra a situação que ao meu ver seria a mais difícil, que seria caso você tivesse se esquecido de falar que vocês super se falam, mantém contato e já houve uma manifestação de sentimento intenso de ambos os lados. Nisso entraria a pergunta que ambos podem conversar sobre:

Vocês acham que se esqueceriam de tudo com o passar do tempo, ou que mesmo comprometidos, não sossegariam enquanto esse “sentimento maior” fosse concretizado??

Se for a segunda opção, lascou kkk e é justamente por isso que super valeria a pena conversar se ele pretenderia terminar com a namorada, ou até mesmo você terminar com o seu atual, porque vamos combinar: não é porque ATUALMENTE você está apaixonada e seu namorado está ausente que ele merece chifre, né? Procure não prejudicar um futuro sólido por um hoje que às vezes nem é recíproco….

Sei que a gente adora se justificar quando queremos fazer besteira, ainda mais quando a tentação é forte, porém, vida a dois é assim mesmo: cheia de altos e baixos. Sem contar que, duvido que você nunca passou ou nunca passará por uma época em que você ficará um pouco ausente e nem por isso iria querer ou entender uma justificativa de chifre por parte de seu namorado, iria? rs. Sei que sempre queremos ter tudo, mas lembre-se que sempre existirá a opção de terminar com seu atual. Afinal de contas, se você está tão insatisfeita assim, nem precisaria de amante, concorda? Ou você não suporta a própria companhia e tem horror de ficar sozinha? Se você já tá de saco cheio do atual, não precisa de justificativas para traí-lo. Porém, se seu atual é legal e você que está procurando pelo em ovo para não se sentir tão mal por traí-lo, já vira outro esquema. Entende que mesmo assim você estaria sendo egoísta?

Sei que é fácil para quem está de fora julgar e que não escolhemos por quem nos apaixonar: poderia ser até o Padre Fábio de Melo kkk. Também sabemos que quando envolve algum sentimento além do tesão, torna tudo mais difícil – e mais gostoso kkkk – mas mesmo assim eu não faria nada antes de pensar em tudo que foi dito, e mais do que isso, sem verificar se o cara está sonhando tanto quanto você parece estar.

Seja realista, pense no futuro e jamais se arrisque por alguém que você não tenha certeza que também se arriscaria por você. Conversa franca e sem achismos, ok?

Boa sorte,

Lu

Assista: Vale a pena ficar com alguém do trabalho/faculdade?

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.

  • Thomaz Aquino

    Tudo é uma questão do que justo para com as pessoas ….
    Certo é pedir separacao , a não ?
    Você tem medo que seu marido arrume alguém melhor , claro que ele vai encontrar outra , talvez não dê certo , mas ele troca denovo .
    O que não pode é gente ficar com um de olho em outro .
    Querendo outro é porque algo não está legal .
    Aventura , tédio , sei lá , N coisas , que às vezes não tem bem haver com o outro , coisa da gente mesmo …
    Ninguém podera te ajudar , só você pode decidir o que acha certo , se vale a pena ou não .
    Eu só sei uma coisa , imagine que todos podessemos ler a mente uns dos outros .
    A escolha é só sua .
    Conselho , é bom mas não impedi que as pessoas sintam ..
    Certo é correr destas aramadilhas de atracao se o casamento vai bem ..
    Se não te preenche separe , independente de ter alguém ou não .

  • Milena Tyler

    É… chifre é como consórcio, quando menos se espera você leva um.

    • kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk A Mari vai te amar kkk

  • Marcelo

    Indo ao que interessa:

    1. quem trai um, trai o outro – portanto, caso vocês venham a se envolver, ela a verá como alguém que só serve para o sexo. A visão de quem se envolve com a mulher alheia, sobre suas parceiras, é semelhante àquela que os criminosos têm uns sobre os outros, ”se está nesta, é porque não presta”;

    2. mas o cara também estará traindo a namorada dele – sim, mas o dito cujo jamais poderá dizer à sua namorada que um filho seu, cara perguntadora, é dela. Mas você pode muito bem, caso se envolvam e dependendo do que acontecer, acabar dizendo ao seu marido que ele é o pai de uma criança que, na verdade, é do seu amante;

    3. resumo do que foi dito nos itens anteriores – você pode acabar se envolvendo com um mau caráter que acha que você é uma vagabunda muito pior do que ele e que só serve para aquela foda eventual repleta de adrenalina.

    Meu conselho: afaste-se deste homem – ele não presta, veja como o fulano age com a namorada dele, este cara agirá da mesma forma com você – mulher casada que fica dando atenção a um homem que tem namorada – afinal você não é nem um pouco especial, ao contrário do que ele possa dizer, e busque o entendimento (mesmo que seja para uma separação feita da forma decente) com o seu marido.

    Fui claro?

    • Lo Lo

      Nunca li algo tão verdadeiro.

    • Pocahontas

      Vc é de Curitiba?

      • Marcelo

        Não, moro em Osasco, SP.

    • Mr. Moon

      Na mosca.

  • mariana cobra

    Leitora, eu não preciso vivenciar a sua situação pra saber que seu casamento não está nada legal e que há algum tempo sentes falta de ser cortejada, acarinhada, elogiada e apreciada pelo seu marido.
    Vc veio aqui pedindo conselhos de como driblar esse sentimento, isso indica que queres continuar casada e não pretende traí-lo, então lá vai alguns conselhos de forma bem didática:
    1 – converse com seu marido e exponha todo seu descontentamento, o que te deixa triste, o que ele pode fazer para melhorar e se vcs tiverem um diálogo aberto, vale até dizer que andas sentindo por outro homem;
    2 – proponha terapia de casal, ajuda muito ter um intermediário guiando o diálogo;
    3 – veja com olhos de raio x o rapazote da faculdade, pq talvez ele não seja nada disso e a sua carência está criando uma miragem.
    4 – “percebi que ele também se sente atraído por mim”. Como percebestes isso? Ele disse algo ou foi só educado?
    Veja, a sua carência afetiva pode romantizar coisas inexistentes e um “bom dia” tem a habilidade de metamorfosear-se em “te quero”

    Esses sentimentos realmente não são mero tesão, mostram problemas mais profundos dentro do seu casamento, procure descobrir se queres continuar casada ou se não é melhor chutar o balde e partir para novas aventuras, porém estejas ciente que qualquer escolha trás consigo uma abdicação e quando chegares na grama do vizinho ela não seja tão verde assim.

  • Estive em Ipanema nos últimos dias. Na sexta-feira e no sábado só haviam homens bonitões e marombados na praia. Eu fiquei meio incomodado e minha esposa ficou polvorosa rsrs.
    Fomos ao UFC Rio e um ator de nome Malvino Salvador estava bem próximo a nós. Minha esposa não perdeu tempo e correu para tirar uma foto. Foi nesse exato momento que eu comecei a me sentir um “Deus Grego” em terras cariocas kkkkkkkk
    O ator pessoalmente era bem diferente do que na televisão. Ele era bem mais baixo e bem mais magro. Ali num instante de segundo meu corpo se esticou e eu comecei a caminhar feito um imperador. Eu não sou um homem muito grande, mas perto do assediado ator eu era enorme, forte e muito melhor vestido. Dali em diante eu olhava para todos os lados como se eu fosse o campeão do UFC, o proprietário da arena, o proprietário da Rede Globo kkkkkkkk
    No domingo Ipanema lotou de mulheres e eu pouco caso fiz. Cheguei na areia da praia e como de costume só quis do bom e do melhor ( as melhores cadeiras de praia, as melhores bebidas, etc…. ). Eu não queria saber de nada e através da minha sensibilidade notei que todas as mulheres ao redor estavam me desejando.
    Pensei comigo: “Estou fora de forma, estou sem bronzeado e ainda estou me lixando para todas essas mulheres aqui, e mesmo assim, eu sou o mais gostosão e desejado de Ipanema.”
    . .
    Mas Eros, o que o seu relato tem haver com o questionamento da leitora?
    Simples, mulheres são facilmente atraídas por status, personalidade cativante, etc… Não é paixão, amor, não é nada. É só a sua “piriquitá” querendo o macho alfa mais próximo kkkkk

    O que fazer?
    1 – Se afaste desse macho em prol da família.
    2 – Marque consultas com a Luiza para ela lhe ajudar a passar longe desse “problema”.
    . .

    Assim como uma Fênix, estou de volta!!!
    Minha esposinha, ti amo viu kkkkkkkkkkkk

    • ” Mas Eros, o que o seu relato tem haver com o questionamento da leitora? ”

      Já que tu apagaste todos os teus comentários anteriores, alguém que chegue agora no blog poderia aceitar essa tua explicação, mas pra quem te conhece…

      Deveria ter recriado o perfil como Egos Narcisus.

      • Entrei em auto-combustão e meus comentários viraram cinzas.
        Renasci, um novo Eros, agora mais espiritual e contemplando muito pouco a minha própria figura ( Figura linda, diga-se de passagem kkkkk ).

        • mariana cobra

          E foi assim que ele se afogou admirando o próprio reflexo…

  • Jps

    “Em um encontro da faculdade, percebi que ele também se sente atraído por mim, o que me deixou ainda mais angustiada (ps: ele tem namorada).

    Meu marido é legal, porém ando me sentindo um pouco de lado devido a alguns projetos que ele está realizando. ”

    Pela forma que você escreve, parece que toda essa situação esta mais na sua cabeça do que realmente está acontecendo.

    Pelo “abandono” do seu marido nesses últimos meses, você começou a sentir mais carente e começou a procurar afeto em outros lugares. Ai quando você encontrou esse carinha, que provavelmente deve falar bem em público, você sentiu que conhece ele de verdade, criou interesse e começou a romantizar a situação.

    Ele realmente falou que está interessado em você? Ou você ta notando só por olhares?

    Eu pergunto, porque as vezes ele só te achou interessante, mas isso não quer dizer que ele realmente goste de você, ou que quer alguma coisa além de sexo.

    Minha dica, é conversar com seu marido, tentar resolver a situação e parar de fantasiar igual uma criança. Você já tem idade o suficiente para saber separar as coisas.

  • roberto moreira

    Se vc sente falta de algo, com certeza absoluta seu marido “legal” também sente. É um erro a mulher achar q só ela sente carência, falta de cuidado, etc. Os homens casados buscam prostitutas não só para sexo, mas tb para desabafar, relaxar sem cobranças, por exemplo. Hoje em dia as relações se baseiam no princípio de: “quero tudo, ser o centro, suprir todas as minhas necessidades, não renunciar a nada pela busca incessante do prazer. Se não acompanhar minhas expectativas, se faltar algo, eu traiu ou troco”. É assim na sociedade do fetiche, onde a objetificação humana tem o mesmo valor da sensação ao consumir um produto. Logo, baseado nesses mesmos fundamentos, o homem (masculino) a nada deve renunciar, nada deve aceitar, nada deve compreender ou reprimir-se, deve ter uma amante ou casos extra conjugais pq a esposa tem projetos pessoais que não o colocam como prioridade. Se a mulher deixa o homem de lado em algum momento tem td direito de se encantar e se envolver com outra. Não é mesmo? Os será que quando é o inverso o discurso liberal do Carpem Diem é substituido pelo judaico-cristão?

  • Monalisa

    Todos nos sentimos em algum momento atração por outras pessoas, seja fisicamente ou psicologicamente. E sentir essa atração não quer dizer que deixamos de amar nossos parceiros(a).
    O que se deve fazer é administrar a atração se afastando, porque nada mais é do que o nosso extinto mais rudimentar, que é “conhecer o novo”. Tanto que se a pessoa ceder toda vez que tiver atração, não desenvolverá relação sólida com ninguém. Já que nos seres humanos ,naturalmente, buscamos novidades, é algo intriseco, dessa forma que o Homem descobriu o fogo, foi curiosidade.
    Eu ainda não casei, mas sei que casamento e qualquer relacionamento tem altos e baixos. Períodos de distanciamento e períodos de alta conexão. Ou você nunca brigou com algum amigo e se desentendeu? esse amigo deve ter se distanciado em algum momento para realizar projetos e mesmo assim continua seu amigo.
    Casamento é compartilhar, e não achar que o outro vive por você. E que deve fazer TUDO por você. Isso é depositar todas as fichas no outro. Se fossemos sacanear quem se distancia de nos, não teriamos mãe, pai, irmão, amigos, porque cada um tem a sua vida.
    Casamento é uma união afetiva entre duas pessoas e não uma simbiose!
    Resumindo, leitora, essa sua sensação é fogo de palha, se afasta do cara que isso logo some. E tenha mais consciência do que é um casamento, que é feito de momentos RUINS, e momentos BONS.

    Acho que viajei em alguns momentos mas espero que tenham entendido meu ponto. hehe

    • “O que se deve fazer é administrar a atração se afastando, porque nada mais é do que o nosso extinto mais rudimentar, que é “conhecer o novo”. ”

      Se não for possível afastar, como lidar com a situação?

      • mariana cobra

        O negócio é condicionar a mente a afastar os pensamentos desse moço mesmo que o convívio seja diário.
        Tipo vc acreditando nas próprias lorotas.

        • Monalisa

          Engraçado ele, não? Eu fico imaginando se ele na verdade não é um doido preso em uma clinica psiquiatrica se distraindo na internet! kkkk

          • Instituto Bairral -> Núcleo. Não sei o porquê de tanto choque kkkkkkkk
            Brincadeira a parte, o verdadeiro louco aqui do site está entre nós, infiltrado, dando bons conselhos, sempre sem demonstrar emoções em sua face rígida.

          • Voltou em fase eufórica? Algum problema com a medicação?

          • Instagram. Encerrei o instagram. Recomendo a todos!

          • Síndrome de abstinência. Pagaremos, nós do blog, por isso.
            E se você comesse chocolate?

        • Se for lorota, temos que convir que eu sou um exímio contador de histórias rsrs

          • mariana cobra

            Sem dúvidas!

      • Monalisa

        Da mesma forma que somos seres de extintos somos seres racionais. Basta usar a razão para sair da situação. Se for usar isso como pretexto para qualquer coisa, vamos roubar, trair, mentir, pelo simples motivo de “não conseguir” lidar com nossos impulsos. Desculpas aparecem aos montes.

        • “Basta usar a razão para sair da situação.”

          Monalisa, isso é o básico do básico. Perceba que a leitora diz: “um conselho sem me condenar por algo que eu já sei que é errado”.

          Eu já disse aqui inúmeras vezes que já nascemos sabendo o que é certo e errado. A leitora quer algo além disso.

          Adentre o seu pensamento e tente se colocar no lugar da leitora. Eu estou adentrando agora e tem algo peculiar que eu já notei em casos assim: “O fluxo sanguíneo muda de cima para baixo” rsrsrs
          Ou seja, quando o nosso avatar humano decide que quer se conectar em outro avatar humano, o fluxo sanguíneo minguá no cérebro e desce para os genitais. Isso acaba por interferir no nosso pensamento racional.
          Talvez uma boa dica para a leitora seria buscar métodos para evitar que o avatar faça isso, o exemplo clássico é masturbar-se antes de ir a faculdade, mas acredito que devem existir outros métodos.

          Você, a Mariana e todos os demais aqui do site, aplaudam o Mestre Eros por favor. Bom dia!!!

          • mariana cobra

            Digitando com os pés pq estou lhe aplaudindo kkkkkkkkkkkkkkkkk
            Vc é muito besta.
            Como a Monalisa, vc tbm foi muito raso. O problema não é falta de racionalidade (senão ela não estaria aqui perguntando como agir), tampouco de fluxo sanguíneo vaginal.
            O problema da moça está no descontentamento doméstico e a falta de coragem em assumir os problemas e buscar soluções.

            Agora, aplauda a Mestre dos Mestres…Mariana, a sabedoura das sabedorias.

          • Discordo de você senhorita Cobra.
            A relação pode estar boa, média ou ruim. Vivemos inúmeras fases e o nosso avatar é bem curioso e desprovido de honra kkkk
            Porém vou lhe dar o crédito por ter citado essa questão dos problemas no relacionamento, que deve gerar interferência em cerca de 25% na dúvida da leitora.

            Análise matemática do racional Eros:

            25% – Problemas domésticos passageiros
            75% – Avatar safado kkkkk

          • Elisa

            Masturbação é uma boa. Mas acho que, ainda sim, enquanto o casamento estiver mal (que é o que parece) essas tentações continuarão existindo.

          • Outra opção: Ir com fome para a faculdade. Além de diminuir os sinais elétricos sexuais, ainda emagrece. Olha que beleza kkkk

  • namaste

    Querida leitora!!
    Passei por algo parecido com o que vc passou. Estava me sentindo meio de lado pelo meu marido e conheci uma pessoa que eu sentia uma atração e afinidade de coisas. Juntou a carência com um homem que estava ali me dando atenção e me sentia atraída pela pessoa que ele era, sim por sua personalidade.
    Me separei e resolvi me encontrar com o tal carinha (que era comprometido, tem namorada), o sexo não foi o que imaginei (meu ex é bem melhor rsrsrs), me decepcionei tb com a forma que ele me tratou depois. Ele não tava nem aí pra mim na vdd, ele só queria me comer e ficar saindo comigo como lanchinho dele e eu trouxa me envolvendo sentimentalmente. Resolvi me afastar dele e hoje faz uns 2 meses e posso dizer que não sinto mais nada, pois tb estamos distantes fisicamente e não nos falamos mais.
    Percebi que isso tudo é ilusão de momento, nós não íamos ficar juntos mesmo, e se ficássemos não haveria confiança de ambas as partes nesse relacionamento. E outra coisa, nós fantasiamos muita coisa em nossa cabeça, mas qdo começamos a conhecer mais de perto a pessoa que começamos a perceber os defeitos dela, e eu percebi alguns e por mais que no momento a periquita tenha vontade, te falo que não vale a pena.
    Hoje meu ex está tentando me reconsquistar, nosso relacionamento não vinha bem há tempos e acho que se estivesse bem isso não teria acontecido. Mas enfim, aprendi muito com isso, e estou dando uma chance para o meu relacionamento antigo, pois defeitos meu ex tem e as qualidades superam os defeitos e estou me esforçando pra acima de tudo me amar primeiro e me sentir feliz pra depois retomar esse relacionamento e não colocar essa responsabilidade nas costas dele, que foi meio o que aconteceu. Boa sorte e pensa bem se vale a pena fazer isso mesmo.

    • Marcelo

      Isto não deveria ter sido óbvio desde o começo? Quem, em sã consciência, teria em boa conta uma mulher casada que dá trela a um homem comprometido?

      Ou seja, você teve o que mereceu, até por não se colocar no lugar da namorada dele.

      Menos ego, mulherada, menos ego.

      Ao menos, você agiu da forma correta com o seu ex marido.

      • Larissa

        Uai, mas nao eh questao de ego. Ela so achou que era reciproco, nao q ela fosse melhor! E se o cara trai a namorada é pq nao liga tanto assim em perdê-la… So está esperando, na vdd, algo que o motive realmente a largar tudo… Q seja mais lucrativo. Homem nao troca o certo pelo duvidoso… Nao q ele ache a namorada melhor. Mulher tem mais coragem de arriscar. Homem prefere comer por fora e ir levando.

        Algumas sim, se acham melhores que as namoradas, mas n parece q foi o caso dela.

  • roberto moreira

    Concordo absolutamente com Nelson Rodrigues quando ele diz que a mulher busca o “marido manso”, que passe estabilidade emocional e tenha responsabilidade social. Mas ela tem um amate pq em sua infinita e aflita busca ela quer ter tudo, o desejo, o tesão, o romance, o sofrer do amor romântico e suas projeções.

    O filósofo polonês Zigmund Balman, na abordagem a respeito da pós-modernidade e seus amores líquidos, mostra que o indivíduo contemporâneo vive um universo onde os afetos são tratados como mercadoria, daí vem a objetificação humana, a negação de qualquer renúncia e a projeção onde se exige satisfação contínua, ser suprida em tudo, sem “vazio existencial”. Estamos sempre na ansiedade da busca, seja de um bem material, de um amor que a tudo nos sirva (onde nós sejamos o centro de sua vida), ou de uma gozada.

    O filósofo brasileiro Luiz Felipe Pondé reforça que as relações conjugais contemporâneas fizeram da vida sexual do casal uma nova frente de trabalho, onde o gozo, a satisfação completa do outro e de si deve ser uma obrigação… nada é estável, nada é seguro, tudo é fluido, líquido, descartável, concorrência. Este fato faz com que os indivíduos não saibam lidar com as frustrações, estando sempre ávidos para consumir o outro. Pondé salienta que hoje vivemos na era do “sexo politicamente correto”, baseado em uma cartilha social onde o indivíduo deve: fazer preliminar perfeita, não brochar, jamais ter ejaculação precoce, ser uma puta na cama, ser desejada, ser sexualmente ativa, apimentar a relação, corpo perfeito, conquistar todos os dias… isso tudo tendo que conciliar com trabalho, vida social, internet, leitura… Ufaaa, cansou? Simples, troca.

    Somos uma comoddity no mercado dos afetos, um aperitivo do cardápio humano do mundo ultra sexualizado.

    Acostume-se com essa nova realidade, trate o cônjuge como uma projeção de sua expectativa, como um ser que deve lhe suprir de absolutamente tudo. Faça da relação algo que deve ser composta apenas de prazer, nada de falta, fases ruins. Mas lembre-se, a recíproca é verdadeira e vc não deverá exigir compreensão, ser aceita em suas limitações, pois você também é apenas um artigo na sociedade do fetiche, um objeto descartável. Quebrou/deixou faltar? Troca.

  • Gaia

    Meu conselho como o de alguém que já se apaixonou por quem não devia (no caso, um amigo comprometido): mantenha sua escolha de não trair seu marido e pense bem se vale a pena manter contato, mesmo que eventual, com esse rapaz. O contato alimenta o gostar e acho que vale a pena se afastar. Tb pense bem nos motivos te fizeram gostar dele e pq vc não deve alimentar esses sentimentos. Muitas vezes, nos apaixonados pela idéia que fazemos do outro e depois descobrimos que ele não é bem assim.
    Química é algo forte que não controlamos por quem sentir, mas quem escolhe o que fazer com o que sentimentos somos nós. E se vc está tão balançada, acho que vale a pena pensar com cuidado sobre o seu casamento. Achar alguém atraente é normal, mas ficar tentada na maioria das vezes indica que existe algum problema, que talvez vc mesma não tenha identificado (ou tenha. Pelo visto, atualmente seu marido não parece ter muito tempo para vc). Pense se quer mesmo manter seu casamento e pq, se a resposta for sim, tente consertar os erros que identifica nele, converse com seu marido, aproveite esse momento para avaliar seus sentimentos, sua vida e o que vc quer dela. Procure não comparar os dois, pois vc conhece muito pouco o rapaz da faculdade, mas se o fizer, compare com fatos, coisas que vc já sabe e não que supõe e coisas que vão afetar mais o seu futuro do que a beleza deles.
    E lembre-se: não é errado se apaixonar por outra pessoa. Isso pode acontecer em qq momento da sua vida e independente do seu status de relacionamento ou de estar ou não procurando. Mas se acontecer é sua responsabilidade terminar sua relação atual e então correr o risco de saber se vai ou não dar certo com a pessoa nova. Ninguém escolhe se apaixonar por outro, mas escolhe a forma como vai agir com o atual.

  • Rodrigo Silva

    Ela acha que a Química bateu forte?! Espera só pra ver a Física! Vai bater mais forte ainda. E vai virar uma História triste no final. Melhor ela pensar direitinho…

  • Marcelo

    O interessante aí também é o quanto mulheres, de gerações que foram doutrinadas a crer que elas precisam de homens tanto quanto os peixes precisam de bicicletas*, caem na conversa dos cafajestes mais toscos.

    Talvez a solução seja ensinar-lhes o oposto, ensinar que elas precisam de homens, sim. Talvez, desta forma, elas se tornem mais criteriosas.

    É impressão minha ou, à medida que os homens passam a temer cada vez menos o divórcio, as mulheres tornam-se mais temerosas dele?

    * Referência a uma frase da Gloria Steinem que diz que as mulheres precisam de homens tanto quanto os peixes precisam de bicicletas.

    • roberto moreira

      Entendo. Mas não é bem assim amigo Marcelo.

      O caso da amiga do texto se encaixa perfeitamente naquilo que o filósofo Zygmund Bauman chama de “amor líquido”. Amor líquido é um amor até “segundo aviso”, o amor a partir do padrão dos bens de consumo: mantenha-se enquanto tiver satisfação e os substitua por outro que promete ainda mais satisfação. No líquido nada é feito para durar, assim como a mercadoria. Ele é movido pelo impulso de transgredir, de substituir, de acelerar a circulação das coisas e dos afetos. Consumir o novo Iphone 7 tem o mesmo valor de consumir a projeção do desejo pelo colega de faculdade. O valor de um relacionamento é medido pelo que ele oferece a você, podendo sofrer rápida mutação se a mercadoria ou cônjuge der defeito.

      Como a angústia e a falta é intrínseco ao ser humano, a ansiedade se torna permanente. Nesse contexto de nova moral relativa é quase impossível praticar a renúncia, esteio que sustenta a monogamia.

  • Lo Lo

    Quero te dar 2 conselhos, sem te condenar, pq percebo que vc é sensível e cheia de sentimentos como qualquer pessoa que mente e trai: quer ser a vítima no final e ainda culpa o cônjuge pela sua decisão de trai-lo:

    1- Se vc tem qq problema com seu marido, resolva-o dentro de sua casa, com ele. Jamais se abra com outras pessoas, exceto se for um profissional que possa ajudar. Não se exponha pq no final quem perderá a credibilidade será vc.
    2- vc é uma mulher casada, virando amiguinha de um cara comprometido. Vc acha mesmo que está apaixonada? Que o cafajeste está? Pois ele não está. Ele está cheio de tesao em realizar o fetiche dele: comer uma mulher casada. E vc sendo vacilona por se expor, expor seu marido, se magoar, magoar outra pessoa por causa da adrenalina do sexo casual com um cara que trai, mente e manipula tbm. Olha, sem querer te condenar mas, vc é estupida ou o quê?

  • Stanley Lewis

    Quer arriscar? Se separe do seu marido e tente um relacionamento com esse cara aí, no máximo o que pode acontecer é ele te dar um pé na bunda, você perceber que seu marido era melhor que ele mas seu marido não te querer de volta depois disso.

  • Hadassa

    Quer pagar pra vê amiga leitora trair seu marido acabar com seu casamento só porque não está bem no sentido vc disse que seu marido ultimamente não tá te dando tanto atenção porque tá com projetos profissionais algo nesse sentido . Não sei vc sabe mais casamento é rotina gosto de uma comentarista aqui a Fran ela diz que a gente deve se relacionar com pessoas que entende e compreende que um relacionamento sério seja namoro, noivado, casamento a vida a dois repito tem sua rotina e ambos tem que mostrar condições de enfrentar o tédio de uma relação estável inevitável vai existir altos e baixos que um casal casado 10, 20 anos eles não viveram de romance, paixão, sexo tempo inteiro como foi nos começo do matrimônio que tá no período da lua de mel principalmente depois vem a vinda dos filhos(as) o casal terá que fazer modificações para matrimônio não esfriar dá trabalho para conservar mais quando se há amor nada disso é um saco ou penoso você procurará meios lê livros sobre esse assunto ás vezes procurar ajuda psicológica fazer uma terapia de casal. Um adendo falando de livros recomendo que compre, leia, pratique: “Casamento blindado a prova de divórcio” dos autores: Cristiane e Renato Cardoso.
    Não se iluda o coração é enganoso não podemos confiar nela a paixão em alguns casos como seu ilusão pura isso foi conselho que eu recebi Hadassa: “Nunca tome uma decisão baseada no coração são as nossas emoções(SENTIMENTOS, SENTIDOS) use a cabeça(RAZÃO) porque jamais faz a gente fazer escolha errada ao contrário faz a gente a escolher certa não é a toa não sei vc já ouviu falar um ditado popular: “QUANDO A CABEÇA NÃO PENSA O CORPO PADECE” que isso quer dizer quando a gente não para pra pensar, repensar, refletir não coloca na balança os prós e contras se eu tomar essa decisão no final isso será benéfico pra mim ou não. Eu recomendo seriamente a rever essa escolha que você está sendo tentada a fazer que o coração bandido está querendo que vc faça eu te digo cala-se ele e ouça a voz da razão(use a sua cabeça) aqui no site estamos cansados de vê histórias como a sua e 100% das vezes a pessoa que decidiu trair o seu parceiro(a) ou terminar seu casamento e correr para os braços do “amante” a coisa se repete NÃO muda lógico porque que a outra ponta da história JAMÉ assumiria um relacionamento sério com essa pessoa porque não é confiável se fez com ex porque lá na frente no futuro não fará comigo e pior ainda quando o amante e comprometido meu o cara não vale 1 real e um traidor mais ele tem uma namorada, noiva, esposa nessa história pode tirar o seu cavalinho da chuva ELE não vai trocar ela por você a única coisa ele quer contigo é SEXOOOOO até porque não sei vc sabe existe entre os homens no universo masculino um fetiche pegar mulher casada sim para depois contar na roda de amigos no final de semana no bar, pelada com os amigos e colegas no final de semana falando barbaridades mesmo.
    Então além de vc querer trair ou terminar com seu matrimônio vc quer ser pivô destruindo relacionamento alheio a sua atitude mostra uma falta tbm de empatia com a sua próxima com a outra ponta dessa história no seu caso a NAMORADA do cara. Devia ser um lema para mulherada é um outro ditado popular: “NÃO FAÇA COM OUTROS O QUE NÃO QUEREM QUE FAÇA CONTIGO”. Boa sorte!!!!!!!!!!!!!!!

  • Matmt

    Nossa, tem uma galera aqui julgando a moça como se tivesse feito algo errado, eu hein…
    Ela mesmo já disse que sabe que o que está acontecendo é errado e quer conselhos para evitar.
    Anyway, vamos lá…
    Como algumas pessoas aqui já comentaram isso provavelmente é devido à algum problema com o maridão, até mesmo o que vc já apresentou de eles ter alguns projetos e estar mais ocupado.

    Uma solução seria reviver um pouco da chama, vc pode conversar um pouco com ele e dizer que se sente mais distante, mas no fim isso tudo depende da disposição de tempo dele e da aceitação, ai após conversar vc poderia sugerir uma viagem próxima, sei lá, um final de semana romântico, não precisa ser extravagante, mas algo leve já funciona, tipo um chalé numa serra próxima ou uma praia. Claro que antes disso vc teria que se preparar pra evitar pensar em comparações com o garotão da faculdade ai, não é pra ir pensando nele e sim em ter um momento romântico com o maridão.
    Fora as soluções em casa vc precisa tb de soluções fora de casa, na faculdade, evitar encontrar é difícil então basicamente tente sempre se lembrar q ele é compromissado e começar a andar com outras pessoas, sei lá… não frequentar a mesma cantina e coisas do tipo, evitar ao máximo possível os pequenos momentos de paqueras e olhares entre vcs.

    • Marcelo

      Se as reações são estas é porque o caso segue um roteiro que é notório.Alegações de ”carência”, indiferença do marido (provavelmente este trabalha tanto para também atender exigências da perguntadora) etc.

      E também porque, ao que tudo indica, o ego dela começa a inflar e uma disputa com a namorada do tal colega parece ser algo muito tentador.

      Honestamente, não vejo motivos para não deixar claros a covardia e o comodismo deste caso tão corriqueiro.

      • Mateus Mota

        Discordo totalmente do seu julgamento, é algo q acontece com a maioria das pessoas, em momento algum ela disse q quer perseguir a paixonite e tal, ela só quer evitar a atração q sente. Esse tipo de coisa acontece frequentemente, como algumas moças abaixo já descreveram é algo normal em relacionamentos longos. Não significa falta de caráter da pessoa nem nada. Saber lidar com isso é o segredo e provavelmente isso não aconteceu antes com ela e não tem experiência para lidar com isso.

        • mariana cobra

          Entenda que o Marcelo tem o problema de colocar todas as mulheres no mesmo balaio, nos classificando como prováveis traíras e exploradoras. Coitada da moça, mostrou o descontentamento e seus medos pra ouvir tanta opinião sobre seu caráter sem nem ter feito nada…talvez ela desista de falar com o marido.

          • Mateus Mota

            Balaio kkk
            Rapaz ai tem um trauma pesado então, não acho q ela vá desistir, seguir os conselhos das pessoas mais sensatas aqui vai fazer bem a ela.

          • Marcelo

            Apenas não sou mangina e detesto fazer média, principalmente em casos tão batidos quanto este.

          • Marcelo

            Bom, se depois de tantos esclarecimentos sobre o ”drama” que a dita cuja vive, a perguntadora fizer isto, é porque ela é um caso sem esperanças.

        • Lo Lo

          Hummm, quer dizer então que o casamento é algo tão atoa que é certo que em algum momento de rotina e chateação as pessoas devem se deixar levar pelos Flertes e oportunidades de trair…. só pelo fato de ela estar caindo no papo do cafajeste já concluo que ela não tá nem aí pro marido. O tempo que ela perde “sentindo química” por um cara que tbm é comprometido deveria ser usado para resolver os problemas da relação dela! Todo mundo que traiu ou vai trair vem com esse mesmo discurso. Será que vcs não percebem que esta falha de caráter contamina tudo na sua vida! Simples: vc é comprometida! Não flerte nem de brincadeira. Isso é casamento. Todo mundo que trai, depois culpa o companheiro e só se arrepende/muda quando é pego. Nenhum procura resolver o problema que tem dentro de casa antes, incrível.

          • Mateus Mota

            Lo Lo:
            Valha…
            Não leu meu primeiro texto sobre não julgar e que em momento algum a moça quer algo? Só é uma situação nova na vida dela e que é muito frequente, sim, quer vc queira ou não, atrações acontecem, altos e baixos existem, o que ela está querendo é entender melhor pra não se deixar levar, que tu falou como se ela já tivesse deixado e não se deixou.

            Meu Deus, a vida não é preto e branco não galera, é cinza, que coisa de ridícula isso de condenar as pessoas por situações que elas não sabem lidar como se fosse um desvio de caráter.

    • verdade isso d olho no olho é um perigo kkkkkkkkkkkkk

      • Donna

        Era casada há 7 anos e ele 5. Aconteceu de nos encontrarmos na vida, a química foi algo que nem consigo explicar aqui, talvez alguns nem acreditariam. Foi dificil.. mto dificil.. Amava meu marido como a pessoa linda que ele é, um amor bem brando e cheio de paz, que me dava segurança e me enchia de elogios. Mas eu não queria paz, queria tormenta e adrenalina.. infelizmente meu corpo pedia por isso sem eu ter o menor controle. Resultado: separei do ex e ele também (sim, largou dela com mto mais facilidade que eu). Foi o certo? Não! O fato é que estamos juntos há um bom tempo, não casamos, mas moramos juntos e todos os dias é um turbilhão de novas coisas. Não consigo passar um dia sequer sem sexo, isso me atrapalha inclusive no emprego, as vezes tenho que inventar desculpa para sair no meio do expediente e ir fazer, mesmo tendo feito de manhã. A química bateu tão forte que me tornou escrava dela, literalmente escrava… mesmo depois desse tempo todo juntos, penso em sexo com ele no mínimo 10 vezes por dia, me sinto exausta e presa demais a isso. Mas só quem pode dizer se compensa ou não sou eu e nem eu mesma sei. Só sei que amor de verdade sinto pelo ex, não sei explicar, mas o amo de forma que não é como homem. Agora paixão, tesão, perder sono, ciúme, ligação, adrenalina, ansiedade, só sinto pelo atual. Agimos um na vida do outro como se fosse uma droga, ele tb diz isso para mim. Ele tb age assim.. faz coisas que nunca sonhou fazer. Literalmente são os efeitos de uma droga.. As vezes chegamos a dormir 3 horas por noite num dia de semana. Se eu pudesse escolher: escolheria o amor brando. Se eu pudesse viver: viveria a intensidade.. Podem me julgar, estou aqui pra isso!!!

        • Nossa fiquei com medo kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
          e hoje em dia vc diria que teria sido melhor nunca te-lo visto pessoalmente pra ficar com seu ex tranquilo?
          E interessante ele ter largado a esposa ainda com mais facilidade do q vc largou o seu. Vcs tem filhos?
          Eu acredito em paixoes avassaladoras, mas espero nunca passar por isso pq deve ser bom e ruim demais credo kkkkk

  • Kelly

    Tenho a impressão que esse cara da faculdade só quer te comer, da parte dele é apenas tesão. Se você ficar com ele vai se apaixonar e vai quebrar a cara pq esse aí só vai te usar e depois voltará pra namorada. Vai cortando contato e vire uma pedra de gelo. E tenha uma conversa séria com seu marido, se você acha que não o ama termine tudo.

    • Marcelo

      Esteja certa disto.

      • Hadassa

        Esteja certa disto.(2)

  • Felipe Rodrigo Oliveira

    Oi leitora, olha eu nunca realmente passei exatamente por isso. Mas tempo um tempo que uma amiga da minha namorada acho que tinha brigado com o namorado dela e estava querendo que eu traísse minha namorada (na época namorada). Não só recusei tudo como contei pra garota que eu realmente amo o que estava acontecendo e aí tempos depois aconteceu de eu e ela terminarmos por outros problemas e tal. Se me arrependo? Não. Porque acho traição algo totalmente egoísta. E já vi um caso exatamente assim. A garota estava se sentindo sozinha por conta do namorado e chegou outro, agradou ela e ela traiu o cara. No final ela pediu mil desculpas e não sei se eles ainda estão juntos.

    Mas o que eu posso te dizer é o seguinte, conversa com ele. Realmente se ele não fizer questão nenhuma de melhorar e o outro cara for bom pra você aí você tá perdendo um grande amor. Só que não adianta nada você sacrificar tudo e o outro cara não quiser assumir nada sério com você por causa de medo da atual dele. Então, primeiro fala com seu namorado, realmente as vezes ele pode estar com o tempo meio corrido mesmo e eu entendo isso até, eu não costumava dar muito atenção pra minha ex, mas te digo que se ele te ama ele vai poder arranjar tempo pra ficar junto com você sim. Depois de falar com ele se ele não se importar com nada nem fizer questão de se esforçar um pouquinho aí sai longe porque é relaxado esse aí. Aí sim depois de tudo você vê se o seu amigo vale a pena. Se ele não quiser assumir? Aí você se livra de dois pesos e encontra um homem de verdade. Mas pelo jeito que você diz vocês se dão muito bem. Se quiser falar disso pode me mandar algo no e-mail: [email protected] já vi umas situações assim.

    Acho que ficou meio grande aqui, mas espero ter ajudado haha boa sorte aí e procure ver o que é melhor para você.

  • Melficeee

    Só espero que tenha caráter de terminar com o marido antes de ficar com o rapaz.