Minha ex namorada se casou e engravidou, mas eu não consigo esquecê-la:

154

Leitor: Nós tivemos uma história muita bonita, eu a conheci na farmácia onde trabalhara e ela também, e estávamos juntos há 4 anos, às vezes eu era mal caráter e pensava em traí-la, mas chegava na hora e eu nunca tinha coragem. Na metade do ano passado, eu pedi um tempo por telefone, ela ficou arrasada, mas depois voltei, ela falou para eu nunca fazer isso e para nunca abandoná-la, eu coloquei na minha cabeça que ia fazer o melhor. Chegou no começo de dezembro do ano passado ela me pediu um tempo por telefone, e como eu não tinha certeza dos meus sentimentos por ela, mesmo estando 4 anos, eu aceitei, porém em abril, vendo nossas lembranças e planos, eu senti muita falta dela, e liguei para voltarmos, estava decidido a formar uma família e tinha a certeza que era a mulher da minha vida. 

Estava querendo não ser mais frio com ela, nosso namoro era a distância, ela mora em SP capital e eu no interior, voltando, liguei no trabalho dela e ela não reconheceu minha voz, eu falei que a amava, mas ela falou que ia casar-se, que tinha um plano de Deus com seu noivo, eu não acreditei, meu mundo caiu, não consegui mais falar com ela nesse dia. 

Depois pensei que ia seguir minha vida, mas só pensava nela, desejando voltar no passado e fazer as coisas diferentes, ela era religiosa, eu nunca fui muito, sempre estive mais para agnóstico, mas comecei a ir para a igreja e orava para que o casamento dela não acontecesse. Eu vivia me controlando para não ligar, afinal, ela estava com outro, eu devia aceitar, mas meus sentimentos foram mais fortes. 

Passando-se um mês da nossa última conversa por telefone, eu liguei novamente, e ela disse que estava casada, feliz e grávida, que não via futuro comigo, por isso, terminou, fiquei ainda mais arrasado. Não achei que podia piorar, mas fiquei mal, pensei até em suicídio, não entendia porque isso aconteceu comigo e fiquei paranoico com o passado, achando que se eu tivesse tomado outras atitudes podia ter mudado o rumo das coisas, e nas minhas últimas ligações para ela eu me humilhei, joguei minha autoestima no chão, como dói a pessoa que dizia amá-lo o tratar com indiferença. Depois disso, eu só queira morrer, pensava que perdi minha única chance de ser feliz, fui a psiquiatra, estou tomando fluoxetina e calmante para dormir, fui a psicanalista, conversei e me abri com alguns amigos, pedi um milagre a Deus e tudo falhou, ainda me sinto mal, só consigo achar que o mundo só faz sentido com ela, tudo perdeu a graça, tudo me lembra ela e fazer qualquer coisa é oneroso para mim, até as coisas mais simples,  e enquanto eu estou na sarjeta, ela está vivendo a sua vida. Não parece justo, por favor me ajudem, o que faço para tirar isso do meu coração, quero esquecê-la e ter uma vida normal de novo. 

Ela foi escrota comigo no final, mas sempre foi uma boa namorada, eu que era distante, culpo-me por isso todos os dias. Mas mesmo assim, ela dizia que sempre estaríamos juntos, por que acabou desse jeito e sou o único a viver nesse inferno?

Observação: ela me pediu um tempo em dezembro do ano passado e em maio desse ano casou-se. Ambos temos 27 anos.

esquecer mulher casada e com filho

Meu amigo, seu problema se resume em dois: não saber perder e acreditar que realmente sabe o que seria melhor para você. Quer culpar a todos, menos o seu vitimismo, ansiedade e pessimismo.

Se o melhor para você fosse ficar com ela, você com certeza estaria. Só que agora que ela “morreu”, você fica elogiando a defunta e se cobrando por coisas que, sim, talvez você poderia ter feito melhor, mas não fez! Se querendo ou não a sua chance passou, concorda que você ganharia muito mais buscando crescer como pessoa do que ficar se lamentando por ela estar vivendo a vida dela e você não?

No fundo você sabe que está sendo infeliz por culpa sua. E isso não acontece “porque você não correu atrás dela o suficiente” ou “não fez o bastante”, mas sim porque você não está correndo atrás de si mesmo e o pior: literalmente não está se enxergando. Por que, ao invés de ficar pensando em tudo que não foi, você não pensa no que pode ser? Levante a bunda do sofá, pare de falar que viver está difícil e seja mais responsável pela sua própria felicidade. Pare de raciocinar sobre tudo que te faz mal e agilize logo o seu recomeço, homem!

Sei que é difícil, mas só você pode fazer a diferença para você mesmo. Se toque, se valorize e mais importante do que isso: pare de querer ter o controle sobre tudo, porque essa está sendo a maior causa da sua depressão. 

Você até “pode” orar para Deus para que o casamento de alguém não aconteça, mas se aconteceu, por que ao invés de pensar que Deus não te atendeu você não pensa que ele te atendeu SIM, só que não do jeito que você gostaria, mas sim do jeito que Ele planejou? Muito provavelmente com alguém melhor mais pra frente? A propósito, será que Deus não te deu foi uma bênção ao ter te feito aprender com a “errada” enquanto a “certa” não aparece? Será que ele não quer que você aprenda algo que você está se recusando a aprender?Nesse caso, ver algo como positivo ou negativo é apenas uma questão de ponto de vista.

Lembre-se sempre que nada alterará o fato dela estar grávida, casada e felz com outro. Se é assim, seja inteligente e deixe a vida seguir o fluxo, homem! Pare também de ser infantil ao pensar que “o melhor sempre será o que você pensa e do jeito que você quer”, do contrário, “você foi esquecido”. Ou você tá fazendo tudo isso só pra se punir? Cuidado para isso não virar hábito e te acumular problemas.

Até mais!

Lu
Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.