Minha ex namorada se casou e engravidou, mas eu não consigo esquecê-la:

152

Leitor: Nós tivemos uma história muita bonita, eu a conheci na farmácia onde trabalhara e ela também, e estávamos juntos há 4 anos, às vezes eu era mal caráter e pensava em traí-la, mas chegava na hora e eu nunca tinha coragem. Na metade do ano passado, eu pedi um tempo por telefone, ela ficou arrasada, mas depois voltei, ela falou para eu nunca fazer isso e para nunca abandoná-la, eu coloquei na minha cabeça que ia fazer o melhor. Chegou no começo de dezembro do ano passado ela me pediu um tempo por telefone, e como eu não tinha certeza dos meus sentimentos por ela, mesmo estando 4 anos, eu aceitei, porém em abril, vendo nossas lembranças e planos, eu senti muita falta dela, e liguei para voltarmos, estava decidido a formar uma família e tinha a certeza que era a mulher da minha vida. 

Estava querendo não ser mais frio com ela, nosso namoro era a distância, ela mora em SP capital e eu no interior, voltando, liguei no trabalho dela e ela não reconheceu minha voz, eu falei que a amava, mas ela falou que ia casar-se, que tinha um plano de Deus com seu noivo, eu não acreditei, meu mundo caiu, não consegui mais falar com ela nesse dia. 

Depois pensei que ia seguir minha vida, mas só pensava nela, desejando voltar no passado e fazer as coisas diferentes, ela era religiosa, eu nunca fui muito, sempre estive mais para agnóstico, mas comecei a ir para a igreja e orava para que o casamento dela não acontecesse. Eu vivia me controlando para não ligar, afinal, ela estava com outro, eu devia aceitar, mas meus sentimentos foram mais fortes. 

Passando-se um mês da nossa última conversa por telefone, eu liguei novamente, e ela disse que estava casada, feliz e grávida, que não via futuro comigo, por isso, terminou, fiquei ainda mais arrasado. Não achei que podia piorar, mas fiquei mal, pensei até em suicídio, não entendia porque isso aconteceu comigo e fiquei paranoico com o passado, achando que se eu tivesse tomado outras atitudes podia ter mudado o rumo das coisas, e nas minhas últimas ligações para ela eu me humilhei, joguei minha autoestima no chão, como dói a pessoa que dizia amá-lo o tratar com indiferença. Depois disso, eu só queira morrer, pensava que perdi minha única chance de ser feliz, fui a psiquiatra, estou tomando fluoxetina e calmante para dormir, fui a psicanalista, conversei e me abri com alguns amigos, pedi um milagre a Deus e tudo falhou, ainda me sinto mal, só consigo achar que o mundo só faz sentido com ela, tudo perdeu a graça, tudo me lembra ela e fazer qualquer coisa é oneroso para mim, até as coisas mais simples,  e enquanto eu estou na sarjeta, ela está vivendo a sua vida. Não parece justo, por favor me ajudem, o que faço para tirar isso do meu coração, quero esquecê-la e ter uma vida normal de novo. 

Ela foi escrota comigo no final, mas sempre foi uma boa namorada, eu que era distante, culpo-me por isso todos os dias. Mas mesmo assim, ela dizia que sempre estaríamos juntos, por que acabou desse jeito e sou o único a viver nesse inferno?

Observação: ela me pediu um tempo em dezembro do ano passado e em maio desse ano casou-se. Ambos temos 27 anos.

esquecer mulher casada e com filho

Meu amigo, seu problema se resume em dois: não saber perder e acreditar que realmente sabe o que seria melhor para você. Quer culpar a todos, menos o seu vitimismo, ansiedade e pessimismo.

Se o melhor para você fosse ficar com ela, você com certeza estaria. Só que agora que ela “morreu”, você fica elogiando a defunta e se cobrando por coisas que, sim, talvez você poderia ter feito melhor, mas não fez! Se querendo ou não a sua chance passou, concorda que você ganharia muito mais buscando crescer como pessoa do que ficar se lamentando por ela estar vivendo a vida dela e você não?

No fundo você sabe que está sendo infeliz por culpa sua. E isso não acontece “porque você não correu atrás dela o suficiente” ou “não fez o bastante”, mas sim porque você não está correndo atrás de si mesmo e o pior: literalmente não está se enxergando. Por que, ao invés de ficar pensando em tudo que não foi, você não pensa no que pode ser? Levante a bunda do sofá, pare de falar que viver está difícil e seja mais responsável pela sua própria felicidade. Pare de raciocinar sobre tudo que te faz mal e agilize logo o seu recomeço, homem!

Sei que é difícil, mas só você pode fazer a diferença para você mesmo. Se toque, se valorize e mais importante do que isso: pare de querer ter o controle sobre tudo, porque essa está sendo a maior causa da sua depressão. 

Você até “pode” orar para Deus para que o casamento de alguém não aconteça, mas se aconteceu, por que ao invés de pensar que Deus não te atendeu você não pensa que ele te atendeu SIM, só que não do jeito que você gostaria, mas sim do jeito que Ele planejou? Muito provavelmente com alguém melhor mais pra frente? A propósito, será que Deus não te deu foi uma bênção ao ter te feito aprender com a “errada” enquanto a “certa” não aparece? Será que ele não quer que você aprenda algo que você está se recusando a aprender?Nesse caso, ver algo como positivo ou negativo é apenas uma questão de ponto de vista.

Lembre-se sempre que nada alterará o fato dela estar grávida, casada e felz com outro. Se é assim, seja inteligente e deixe a vida seguir o fluxo, homem! Pare também de ser infantil ao pensar que “o melhor sempre será o que você pensa e do jeito que você quer”, do contrário, “você foi esquecido”. Ou você tá fazendo tudo isso só pra se punir? Cuidado para isso não virar hábito e te acumular problemas.

Até mais!

Lu
Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.

  • mariana cobra

    Você era distante, indiferente, covarde e curtia brincar com os sentimentos da moça e sentia-se o todo poderoso, o pica das galáxias, o cara que fazia a moça comer um caminhão de bosta e implorar para não ser largada.

    Pode ter certeza que ela começou o processo de distanciamento emocional no momento em que você disse “preciso de um tempo” e abriu espaço no coração (mesmo que inconscientemente) a um outro alguém, deixando você comendo poeira.
    Você não a ama e não está sofrendo pq perdeu a chance de ser feliz, mas todo o seu sofrimento está ligado ao seu ego, pq sua ex escancarou a realidade da sua vida: qualquer um pode ser substituído e ninguém morre por amor, não é como mamãe sempre disse e você NÃO É ESPECIAL só por ter nascido…ser especial para alguém demanda esforço diário.

    Talvez se ela não quisesse voltar e estivesse na merda seu sofrimento seria menor. Portanto, cresça, seja mais homem e menos menino mimado que não sabe o que quer e esteja feliz por ela estar feliz e ter seguido o caminho dela.

    Portanto meu xovem, aprenda a lição e entenda que amar é cultivar, amar é cuidar, amar é diariamente dizer e demonstrar que se importa e quer o melhor a outra pessoa. Egoísmo, ego e fazer-se de difícil está longe de ser amor.

    Sua ex não é vilã, escrota, sem coração, foi você que foi um menino tentando brincar de casinha.

    • “você NÃO É ESPECIAL só por ter nascido…ser especial para alguém demanda esforço diário.”
      Vou mandar emoldurar

      • cara do relato

        tá aí, já tem uma serva.

      • josè

        Tb gostei da frase !kkkk

    • hadassa

      Falou tudo mais um pouco arrebentou!!!!!

      • cara do relato

        com essa mais uma.

    • cara do relato

      sou o cara do relato, eu nunca tive prazer em fazê-la sofrer, todas as vezes que brigávamos eu dava o braço a torce e queria vê-la bem, claro que não sou santo, eu já pensei em traí-la, mas não o fiz, pois sabia que ela era uma garota boa e não merecia isso, eu sei que errei, você nunca errou? se não, por que não entrega seu currículo e aguarda, pode ser uma deusa ou uma nova messias no mundo.

      • mariana cobra

        Claro que já errei e errei com várias pessoas. Já magoei familiares e amigos, já me distanciei de pessoas bacanas por bobagens e tudo isso só me fez amadurecer.
        O aprendizado sempre é mais eficaz na dor que nos momentos bons e tranquilos, sendo assim, agora resta a você seguir a deusa aqui e crescer, tornar-se um homem melhor.

    • cara do relato

      Eu podia ser frio, mas não sentia prazer nenhum em fazê-la sofrer, se ela não significasse nada para mim, por que eu estaria sofrendo ainda? pode ser que perdi um tempo tenha sido meu erro, que não a tenha valorizado mais, mas eu admito meu erro, e não farei mais, acho que é a única coisa que dá para tirar disso, você fala de ego, e por que só dele? eu não posso amar ninguém? Todos podem ser substituíveis, menos nossos pais e irmãos, realmente, ninguém morre por amor, ela não morreu, e eu também não vou, ela não sofreu apenas, tivemos momentos felizes, senão, por que ficamos juntos esse tempo 4 anos?

      “Portanto meu jovem, aprenda a lição e entenda que amar é cultivar, amar é cuidar, amar é diariamente dizer e demonstrar que se importa e quer o melhor a outra pessoa. Egoísmo, ego e fazer-se de difícil está longe de ser amor.” acho que foi a única coisa útil que falou, obrigado.

      • mariana cobra

        Você não imagina os lugares obscuros que o ego pode levar, eu mesma não perdoaria uma traição e isso não é ego? Você também não imagina as razões que levam as pessoas viverem em relacionamentos fracassados por décadas, tenho exemplos próximos de casamentos com mais de três décadas onde são infelizes, então retire desses 4 anos as coisas boas e ruins vividas, afinal, só você sabe como viveram e na próxima dê seu melhor para não ter arrependimentos.

        • Aline

          Mari, vc é tipo surra de mãe: dói pra caramba, mas é muito eficiente! 😀

      • Lily Pi

        Você confunde algumas coisas, ou finge não vê-las. Sentir prazer em ver o sofrimento do outro é sadismo e mesmo que não sentisse prazer em vê-la sofrer não fazia nada pra mudar a situação, o que não é sadismo.
        “se ela não significasse nada para mim, por que eu estaria sofrendo ainda?” essa é uma pergunta simples com uma resposta ainda mais simples, ego, orgulho ferido, sensação de impotência por ver que ela seguiu a vida sem precisar de você nela. Ela com certeza significou algo para você mas não quer dizer que ela devesse ficar preza a você, as pessoas mudam, os sentimentos mudam, e ela mudou e buscou a própria felicidade em alguém que pudesse amá-la por inteiro já que vc naquele momento não era capaz de fazê-lo e sequer lutou para que continuassem juntos e pelo relacionamento, inclusive você mesmo tinha dúvidas quanto aos seus sentimentos.
        Querido o seu erro em momento algum foi valorizá-la mais, muito pelo contrário, o problema foi a falta de amor da sua parte que a distanciou. A valorização que ela precisava era aquela espontânea que vem com o coração, ela precisava de um porto seguro, o que você visivelmente se negava a ser.
        Em outro dos seus questionamentos você cita:
        Quanto aos “por que ficamos juntos esse tempo 4 anos?”

        R1 Comodismo, da sua parte, da dela, ou de ambos;
        R2 Medo por buscar novos horizontes;
        R3 Porque se gostavam;
        R4 Pela baixa auto-estima dela;
        R5 Etc.

    • josè

      Texto impecável!
      Parabéns !rs

  • “Nós tivemos uma história muita bonita…”
    Cada um tem seu gosto, mas história bonita no quê? Pelo relato foi horrível.

    Não sei o que teu psicanalista tá dizendo, mas o problema parece ser um só: você é um narcisista. Esta dor toda está acontecendo por ter sido rejeitado.
    Solução? Pare de se “amar” tanto, o mundo não é feito só de trouxas, tem espertas por aí, e sua ex parece ser uma delas.

    • hadassa

      Eureca!!!!!!!! Vc disse tudo esse rapaz tem fortes características de ser narcisista sim é um ponto importante a ser colocado as moças e mulheres em geral solteiras. Precisam identificar se o pretende ou namorado é narcisista se perceber cai fora esse tipo de pessoa que tem esse problema são egocêntrico não dá para se relacionar amorosamente com alguém que só ama a si mesmo se contempla a pessoa assim idolatra a si mesmo.
      Uma pessoa dessa não tem condições nenhuma de amar alguém porque amor é troca dá e receber não só mulheres ficarem atentas até os rapazes e homens em geral solteiros existe mulher narcisista também na internet o que tem de informação para vc ficar em alerta dando características para observar se está convivendo e se relacionando com com um narcisista.

      • cara do relato

        Narcisista? Eu sempre me preocupei, eu a incentiva sempre a fazer cursos. eu a elogiava, eu me comprometi se ela fizesse faculdade de pagar para ela, e você diz que eu sou narcisista, vai para o inferno!

        • Danj

          Dê tempo ao tempo, tudo irá se resolver. Procure coisas que você gosta de fazer, mude os ambientes, mude seus cabelo, permita-se.

        • hadassa

          Eu não sei se você sabe como é site da Lu e seus comentaristas aqui todos tem livre arbítrio para dá nossas opiniões sinceras só queremos ajudar. Acreditamos quem pede ajuda está querendo uma luz uma solução não faz sentindo algum pedir aconselhamento a pessoa precisa está aberta para receber o que precisa ouvir e não o que acha que deve ouvir rs. Eu não te ofendi e ninguém aqui eu lê o meu comentário e dos meus amigos comentaristas quanto a vc chegou grosseiro, agressivo, arrogante e com mil pedras na mão atacando rapaz preste atenção nas suas ações e atitudes no seu comportamento MUDE!!!!!

        • Lily Pi

          Cara do relato, olhe pra si pelo menos por um instante, no seu próprio comentário você citou 5 vezes a palavra “eu” e preocupação não se faz através de bens materiais ou palavras vazias, mas se demonstra através de cuidados, é a atenção, o carinho, se preocupar se a pessoa está bem, se fazer presente compartilhar momentos felizes e os tristes também.

    • cara do relato

      Sim, tivemos, ou por que rais ela ficaria comigo 4 anos, hein, gênio? nesse relato enfatizei o que aconteceu no final, quando eu conheci, todos a tratavam com desdém, eu era o único amigo dela e a defendia quando falavam mau dela, almoçamos juntos, eu sempre fazia uma festa de aniversário na minha casa para ela, gastava meu vale para comprar presentes de aniversário, no aniversário do ano passado, comprei-lhe um celular, ela se emocionou muito, fiquei muito feliz por ela, quando a mãe dela precisou de dinheiro eu dei, gostava de fazê-la rir e contar minhas piadas a ela, para mim tudo isso foi maravilhoso e sempre será.

      • Stanley Lewis

        O que houve na relação pra tu pedir um tempo a ela?

    • Achei fria a sua análise.
      Achei estranho também a quantidade de votos.

      • Veja o que eu disse sobre o Rodrigo Silva.

        Mas, sério, você conta o número de curtidas?
        Que insegurança…
        Cada um nos seu limites e suas habilidades. Me esqueça!

        • Calma, calma, estou numa boa aqui apenas buscando respostas.
          Você me conhece e sabe da minha educação, caso se sinta ofendido com minhas indagações, eu fico no meu canto.

          – Quem vota em uma análise fria, seria uma pessoa fria também?
          – Ou a pessoa votou não tanto na análise, sei lá, votou porque se identifica com o Carlos?

          Eu adoro números. Atualmente venho fazendo um levantamento no blog nessa questão e vi por exemplo que a Mika vem liderando as estatísticas, aprovação acima de 100%

          Mariana também vem bem, logo postarei o IBOPE 2017 do Instituto Himeneu rsrsrs

          • kkkk mas eu tô calmo. É que eu parto do princípio de que devemos usar sempre as mesmas armas. Você é um provocador, então eu te meto a agulha. Se me xingar, xingo de volta. Mais ou menos por aí, embora nem sempre. kkkk

            Eu também faço análises por aqui. E agora que estou escrevendo histórias isso tem uma serventia mais objetiva.

            Discordo da sua análise sobre o meu comentário. Ele não tem nada de frio, tanto é, que foi um dos que mais incomodou o perguntador. Por que aconteceu isso? Fui certeiro. Ele tá muito irritado no momento, mas essa onda de críticas que ele recebeu, depois que o tempo passar, pode ajudar a refletir e fazer uma autocrítica.

            Sobre as curtidas. Existe, sim, a questão da identificação, mas se você observar os números com isenção, verá que eu não recebo essas curtidas sempre. O que vale é o conteúdo. Mas enfim, deu a tua espetada como sempre. Sobre o Ibope, convenhamos, isso aqui não é competição, desencana.

          • Viu que votei em você agora né (tenho certeza que viu) rsrsrs
            Estranhamente na escola/faculdade minha média era igual a do blog ( 55 a 60% ), porém preciso melhorar isso para conseguir chegar ao posto que estou predestinado: “Presidente do Site” kkkkkkkkkkk

          • A confirmação do que sempre dizemos por aqui.
            Sinceridade não é tua característica, faz tudo sempre pensando no objetivo a alcançar.
            Eu prefiro dizer o que me dá na telha conforme o humor da ocasião.
            Alguns gostam, outros tantos detestam.
            Mas não é assim a vida? O resto é vigarice intelectual.

          • Talvez, talvez.
            Tem dia que meu comentário é meio despretensioso, outros com algum objetivo, mas em muitos eu boto o coração no teclado ( e é ai que as meninas do site vão ao delírio com o Anjo do amor Eros rsrsrs ).

            Elas não assumem, mas estão doidinhas para votar positivo no Erinhos aqui kkkkkkk

          • My god…

          • mariana cobra

            Maaaaaano, larga dessa pinga.
            Nem em tempos de facebook eu via curtidas kkkkk imagine aqui.

          • Senhorita Cobra,

            O seu comentário insinua que V.Ex.ª estaria disposta a desistir da corrida presidencial do site Pergunte a Uma Mulher?

            Caso sim, é uma surpresa para todos nós, pois consultando os dados do Instituto Himeneu, você está atualmente com 86% de aprovação.

            Eu estou atualmente com 55% e gostaria lhe convidar a fazer parte da nossa coligação.

            O senhor Carlos, atualmente com 80% de aprovação, precisa ser vencido, de forma justa, através dos votos do povo do site.

            Precisamos lutar pelo site, pela Luiza, pelo Brasillllllll

            Eros para Presidente.

  • Rodrigo Silva

    Esse sofrimento todo foi porque não conseguiu sair por cima nessa história. Como vai esquecer algo que não quer esquecer? Ele é vítima de um complô armado por ele mesmo.
    O único jeito de resolver esta situação esquecer o passado e focar no presente.

    • goxto kkkkkkkkkkkkkkkkk

      • Rodrigo Silva

        Hahahhahahahhahahahahaha! Madei a real!

    • cara do relato

      a única coisa que preste que falou, seus próximos comentários são de um capacho.

      • Rodrigo Silva

        Pelo menos um serviu.

        • Monique

          Adorei suas respostas ao que ele te escreveu! Super educado e equilibrado! Parabéns Rodrigo! Meu sonho um dia ser assim.

          • Rodrigo Silva

            Obrigado! Hahahahahaha!

          • Os comentários do Rodrigo têm uma característica interessante. É curto, mas é uma economia aparente, ele consegue sintetizar muito bem.
            Para quem escreve, isso, ao contrário do que muita gente pensa, o tal poder de síntese é um grande mérito.
            Eu não consigo. kkkkk

          • mariana cobra

            Eu tbm não kkkkkk

          • Monique

            Sim, já tinha reparado…ele e o Stanley (?) são breves e certeiros. Fica agradável de ler, também gosto.
            Vc consegue também, e com louvor. De repente não seja tãão breve como eles, mas cada palavra “a mais” é de utilidade e sabedoria!
            Editando: nesses que elogiei, fiquei contente em ver a educação em não responder ofensa com ofensa.

          • hadassa

            Nem eu falou tudo Carlinhos rs.

  • hadassa

    “estávamos juntos há 4 anos, às vezes eu era mal caráter e pensava em traí-la, mas chegava na hora e eu nunca tinha coragem.”
    tradução: Olá amigo leitor isso que vc diz se não traiu pegando outras garotas enganando colocando chifres na moça suponhamos que você não consumou o ato MAS o que vale intenção só essa frase aí diz pra mim claramente que vc nunca amou a sua ex namorada quem ama não fica na mente confabulando e lá no fundinho do seu ser a desejar outras mulheres porque a pessoa do seu lado basta pra ti.
    Nesses 4 anos de namoro creio vc só gostou um pouco dela me parece que sua ex era uma garota legal mais isso diferente de amar 100% intensamente e pelo comodismo foi levando pelo fato de ainda por cima namoro a distância não é todo mundo consegue ter esse tipo de relacionamento amoroso os envolvidos precisam estar amando muito de verdade para superar a distância e despender e fazer um esforço duplo para querer se vê sempre.
    Só o fato de você primeiro ter “pedido um tempo” vê que vc não tinha certeza dos seus sentimentos por ela quem dá tempo meu amigo é relógio isso coisa de gente que tá em dúvida então o melhor e justo terminar de vez. Porque quem pede tempo não tem certeza do seu relacionamento com essa pessoa e tá com vontade de sair pra zuar e “pegar” outras pessoas o melhor e libertar essa pessoa não é justo pedir tempo para outra pessoa ou a outra pessoa fazer isso com vc pra ficar te “esperando”.
    Sim é covardia pedir tempo para outra pessoa a única solução é decidir acabar logo repito terminar não pedir tempo pra ninguém.
    Outra fator importante deu a entender que sua ex namorada é cristã e vc não um agnóstico não acredita em Deus já existia uma incompatibilidade entre vcs questão de fé e crença não ter fé e nenhuma crença e juntando do fato que você todo seu texto deixa claro que não tinha certeza que amava ela de verdade e aposto esses 4 anos com ela deve ter sido arrastado e sem muito esforço da sua parte quando a pessoa não ama intensamente não tem motivação e vontade alguma de correr atrás e de cultivar a relação. Pode ter certeza que ela acordou no momento que vc pediu um tempo ela caiu em si e viu que definitivamente não era você o cara para a mesma.
    Segue seu caminho que sua ex namorada seguiu a dela do próximo relacionamento seu espero que vc ame a nova namorada de verdade e cultive esse amor, esforçando e dedicando a ama. O amor é muito mais que palavras e atos, atitudes, ações diárias.
    É o que vc está sentindo nesse momento o seu ego ferido porque a sua ex namorada te superou e seguiu em frente encontrou um novo amor que deve ser reciproco o amor do rapaz por ela e se casou tá grávida vai ser mãe ela hoje tá feliz. Boa Sorte!!!!!!!

    • Rodrigo Silva

      É muita falta de noção querer que uma mulher grávida se separe para ficar com ele.

      • hadassa

        Ele não só um sem noção o cara como disse Carlos parece ser narcisista.

        • Rodrigo Silva

          Correto!

      • cara do relato

        Eu não quero isso, por mim, que ela toque sua vida.

      • cara do relato

        Eu não quero isso, por mim, que ela toque sua vida.

        • Rodrigo Silva

          Então problema resolvido.

    • cara do relato

      Sim, eu fui covarde, antes tivesse terminado logo, e tive o troco, ela me pediu um tempo do mesmo jeito e não me disse o motivo, apenas que era por causa de Deus, ela era muito religiosa, queria um cara religioso, e eu não era.

  • Marcio

    não tenho mais nada a acrescentar, mas só uma curiosidade mesmo: Ele casou e engravidou com um novo amor após 5 meses da separação?

    • se ele contou isso, acredito q sim

    • Wana

      Ela já vinha comendo a merenda muito antes do recreio, ou você tem duvidas ?

      • cara do relato

        não sei, mas acredito que não.

    • cara do relato

      sim, se casou, provavelmente ele seja da igreja.

  • Denilson

    Vc se deu ao trabalho de ir pra igreja e orar CONTRA o casamento dos outros ? Hahahahaha

    • foi brigar com Deus e pedir pra parar de ser sacana com as vontades dele
      pra vc ver como cada cabeça é um mundo kkkk

      • Denilson

        Se a moda pega …

        • cara do relato

          A igreja e as religiões no mundo tem muitos adeptos e todos pedem muitas coisas, sabia?

          • Denilson

            Sabia sim, e quantas recebem ? Quantos milagres vc já testemunhou ?

      • cara do relato

        Nunca briguei com Deus, eu fui a igreja por ser agnóstico, não sou ateu, você sabe a diferença?

        • Foi só pq foi engraçado vc se dizer religioso e confiar mais no que vc quer pra vc mesmo do que no que Deus quer pra você.

    • cara do relato

      Se Deus existe, não foi idiotice, se não existe, foi, eu e você saberemos quando morrermos, certo?

      • Denilson

        Idiotice ? Talvez. Perda de tempo ? Com certeza !
        Deus não é o gênio da lâmpada pra conceder os meus, os seus, ou os desejos de quem mais clamar por ele, uma das coisas q nos é ensinada é que “as coisas só acontecem no tempo de Deus” “Deus só te dá o que acha q vc merece/é capaz de lidar” “Vc pode fazer o que quiser, mas nem tudo lhe fará bem”.
        Não é pq a relação foi boa pra vc, segundo o que vc vê, que pra ela tb teve mais prós que contras, tenha a humildade de perceber e aceitar isso.
        Vc foi pra IGREJA, orar CONTRA o casamento dos outros, se for pela bíblia, vc pecou ao cobiçar a mulher do teu próximo, e ainda acha que SE Deus existisse, ele te ouviria ? Pq ? Vc é melhor do que a mãe q implora pela cura do filho q tem câncer ?
        Mta gente pede muita coisa nas igrejas, para Deus, e nunca são atendidas, pq ao contrário do q algumas igrejas pregam, milagres não acontecem tão fácil assim, as pessoas vão pra igreja pra buscar a salvação, para adorar à Deus, para se curarem espiritualmente, que bom q vc não perdeu décadas esperando por um milagre q possa nunca chegar, se quiser ir pra igreja, vá por outros motivos.

    • cara do relato

      Fui por que sou agnóstico, não ateu, depois, onde tem escrito o que posso pedir ou não a Deus? Você é o procurador dele? Seu ignóbil.

      • Kelly

        Você é teimoso pra caramba, não consegue que essa relação não deu certo por um culpa, você foi frio com ela, você pediu um tempo, quando ela pediu um tempo você levou 4 meses para procura lá isso indica que você não estava tão interessado.
        Depois você foi a igreja rezar para que o casamento dela não desse certo, ou seja que se dane se ela estava feliz não é? No seu mundo você é a única pessoa importante é só a sua felicidade importa.

        • Kelly

          Acabei comendo algumas palavras pq escrevi na pressa e nem conferi antes.

        • as vezes tentou procurar outra, não encontrou daí pensou que a ex era a mulher da vida dele mesmo
          (agora q ele apareceu n os comentários vai me matar por dizer isso kkk mas leitor, só queremos t ajudar a seguir)

          • cara do relato

            Quando namorava com ela, eu tive chance de traí-la e não fiz, oras bolas, você aqui me desenham como monstro e nem sabem os pormenores, sim, kelly, eu fui frio e me estrepei, e eu não fui atrás dela, pois quando pedi um tempo, ela não foi atrás de mim, será que é tão difícil ver que depois eu me arrependi e que queria fazer as coisas certo depois, caramba!

          • mariana cobra

            Leitor…um relacionamento a distância tem uma probabilidade ínfima de dar certo…vcs ainda levaram em água morna por 4 anos.
            Se com contato diário é difícil, a distância então, piora tudo.
            Não veja o que está sendo escrito aqui só para o lado negativo da coisa e tente ver o quanto de gente está dispondo do próprio tempo para te dar conselhos.

          • supondo q vc de fato se arrependeu, leia o conselho do texto, ignore oq achou abobrinha, viva sua vida e pare de ficar reclamando com quem te ajudou homem kkkk Bom dia

      • Denilson

        Pedante.

  • Milena Tyler

    Resumindo a história toda em uma só frase:

    “Dor de Cotovelo”

    Solução para sua pergunta:

    Pare de reclamar e comece a agir. Dê um tempo na questão de relacionamentos, e foque a sua vida em objetivos decentes. Os piores infernos são criação do próprio ser humano, dentro de sua própria mente, pois nas piores situações, mesmo estando crucificado, se a sua mente for pura, e seus objetivos forem sadios, apesar do sofrimento vai estar em paz. Acredito que esse seja o caminho para dar a volta por cima, e aprender com os erros do passado. Se fizer isso não diria que vai esquecê-la, mas vai poder seguir em frente e encontrar alguém que te preencha (e vice-versa).

    PS.: Cuidado com os Amores Líquidos que hoje em dia estão em alta! Os relacionamentos mais parecem uma bolsa de valores…: São tratados como um simples “negócio”.

    • cara do relato

      Obrigado, Milena

  • roberto moreira

    O que mais me impressiona é como as pessoas são ligeiras… Em 4 meses a pessoa namora, separa, fica noiva de outro, engravida e casa… Mano do céu, a fila não anda não, voa na velocidade da luz. Se Albert Einstein estivesse entre nós ele acrescentaria à sua Teoria da Relatividade (variação espaço-tempo) a Teoria do Próximo da Fila (essa mais rápida que a luz, a superlumínica).

    Do jeito que andam as coisas nessa pós-modernidade, na próxima semana ela já terá 3 filhos e estará em seu segundo casamento.

    • cara do relato

      Talvez, eu errei muito com ela, acertei também, acho que todo mundo já passou por isso, e agora e tocar minha vida para frente.

  • Ainda vou te Pegar FDP

    Larga essa mulher ainda engravido vc que esse B.O contigo sai fora mano arrumou filho pode sai de perto não serve mais o Pequeno Príncipe é prioridade na vida dela vc se tiver algum espaço vai no máximo P.A “Pau Amigo” Não importa o começo do relacionamento foi bom ou ruim o importante é o agora nesse momento não espaço para vc na vida dela infelizmente.

    • cara do relato

      Eu sabendo que estava com outro já devia ter a deixado em paz, mas fui teimoso, liguei de novo e ela disse que está casada e feliz, eu não precisava ouvir isso, mas meus sentimentos foram mais fortes, eu perdi e aceito isso, não quero o mal dela, nem do seu esposo, nem do seu filho, eu só quero tocar minha vida e não errar mais como errei.

      • João Emanuel

        De boa todo mundo faz merda uns mais outros menos é preciso erra para poder acerta.

  • Denilson

    Eu se fosse ele nem espalhava isso.

    • Rodrigo Silva

      Que papelão, ein!

      • cara do relato

        você não erra, né? e aqui eu sou o narcisista.

        • Rodrigo Silva

          Claro que eu erro.

    • cara do relato

      Vim aqui buscar ajuda, achando do princípio que somos humanos e todos erramos, mas acho que acabei de encontrar a morada dos deuses, só existe pessoas aqui ilibadas que nunca erraram.

      • Denilson

        Acho q à partir do momento q vc pede ajuda, deve estar preparado pra ouvir qualquer opinião, algumas vão te agradar, outras nem tanto.
        Todos nós aqui erramos, e há várias discussões baseadas nisso mesmo, se ao passar por tudo o q passou nada lhe serviu de aprendizado, mais uma vez, te deixar foi a melhor escolha q sua ex poderia ter feito.

        • Eu sinceramente fico chateada quando a gente responde algo e a pessoa ainda reclama só porque a gente não pensa como ela.
          A pessoa que manda pergunta precisa conhecer um pouco mais o site, saber que tem gente mais ácida, mais fofa, mais religiosa, mais tudo. Se for esperto só tira a nata, mas se só quiser provar ter razão….

          • Denilson

            É o q eu penso tb, estudo o terreno antes de pedir ajuda.
            Ele pode não concordar com alguns comentários aqui, como nós mesmos fazemos entre nós quase sempre, mas essa arrogância de “nada me serviu” como se já soubesse tudo, tá de sacanagem né ?

  • Franciele

    Leitor, teu relato é daqueles cheios de eufemismos enganosos, e para te ajudar precisamos da verdade, por isso vou reescrevê-lo:

    “Conheci uma moça religiosa numa farmácia onde trabalhei; muitos homens sem religião veriam nisso um obstáculo, mas agradou-me a ideia de alguém louca pra casar e, portanto, dependente emocionalmente de mim.
    Passaram-se quatro anos sem grandes emoções e, como não tive êxito nas tentativas de me sentir “por cima” através da traição, provando a mim mesmo minha esperteza e oportunismo, decidi pedir um tempo para testar o grau de apego dela e tudo pareceu sair a contento, visto que minha namorada ficou arrasada e, quando voltamos, pediu-me que nunca mais procedesse dessa forma.
    Depois desses acontecimentos, julguei-me garantido no relacionamento, e continuei agindo do mesmo modo distante, tanto física, por morarmos em cidades diferentes, quanto emocionalmente, afinal, ela não arrumaria ninguém melhor que eu.
    qual não foi minha surpresa quando ela, talvez por vingança, pediu um tempo também; de qualquer forma eu ainda precisava estar numa posição de dominância, então deixei passar alguns meses e depois a procurei com aquela conversa mole de casamento e “mulher da minha vida”, para ver se não perdia a desculpa para viajar à capital seguidamente sem ter que pagar hotel entre outros benefícios.

    Contudo, o inesperado aconteceu, ela arrumou um namorado na igreja, com uma rapidez que me surpreendeu por demonstrar que ela não precisava de mim tanto quanto eu esperava, que já não via futuro comigo e, principalmente, que não me achava perfeito pra ela.

    Isso acabou comigo, não por amá-la mas porque o fato dela superar tão facilmente nosso relacionamento demonstrou que as coisas eram o inverso do que eu projetei todo esse tempo, e passei a colocar meu valor intrínseco em xeque, apresentando sintomas de depressão e não sei o que fazer para deixar essa história no passado.”
    Tu precisas aprender a não manipular as pessoas, ser mais honesto quanto a proposta de relacionamento que estás disposto a ter e, sobretudo, desenvolver admiração pela pessoa que escolher, senão a relação será sempre narcisista e egoísta; de modo prático, queime ou apague todas as lembranças desse relacionamento, encontre algo que te faça sentir útil ao próximo e aceite que sim, essa história dela com o atual marido não começou por mágica, mas é um belo contrapeso para a tua indiferença.

    • cara do relato

      nem tudo que falou é mentira, mas não é verdade, nunca me envolvi com ela com a ânsia de casar, tanto é que se tivesse, eu tinha casado com ela, tínhamos visões diferentes em muitas coisas, sobretudo na religião, mas eu nunca quis que ela largasse, eu a incentivava a ir na igreja, mas ela queria que eu fosse com ela, e eu não ia, eu falava de ciência para ela, mas ela não me entendia, brigávamos muito por bobeira, e ela era muito pegajosa, e eu frio e distante, ela queria que eu ligasse sempre, e eu não não ligava, sentia-me sufocado, depois do término, agora, eu vejo que fui frio, sendo que ela não merecia, ela só queira atenção, e no final ela foi fria comigo, se eu faltei com a verdade quando pedi um tempo, ela também o fez, isso muda algo para mim agora? Não! Eu tentarei ser uma pessoa melhor, não quero ser um mau caráter, eu me culpo por ter sido assim como ela e ela não merecer, mas agora é tarde com ela, a única forma de me redimir é não errando mais com ninguém e farei isso.

      • mariana cobra

        Amigo…tente não errar consigo mesmo em primeiríssimo lugar. Veja que tudo que foi feito também lhe feriu.
        Tente ser melhor para que no futuro você olhe no espelho e diga “sou um cara legal e gosto do que vejo”.
        E se o próximo relacionamento acabar todo esse peso que a culpa trouxe aos seus ombros não estará tão presente.
        Evite dizer “faria diferente, seria diferente”… seja e faça diferente.

        Boa sorte viu.

      • Franciele

        Eu não escrevi que tu tinhas ância em casar mas que a suposta ância dela talvez tenha te atraído, e tua resposta só veio confirmar minha suspeita.

  • Gaia

    Se vc a amava e ela era a mulher da sua vida pq vc era distante e frio? Pq não a valorizou quando ela estava ao seu lado? Amor nenhum sobrevive a frieza. Vc plantou e agora está colhendo. O amor del, de tanto não ser valorizado, morreu e ela seguiu em frente. Para mim, ela está certissima! Quanto a vc, me parece que o que sente é mais dor de cotovelo e difículdade em aceitar a perda pq se fosse amor vc teria se sentido assim em janeiro! Não levaria meses para sentir a falta dela. E quando foi e soube que ela seguiu em frente, ficou pior ainda.
    Meu conselho: aceite que ela está em outra é que se ela se afastou, foi pq vc não a valorizou, então valorize a próxima e demonstre o que realmente sente. Pense nos seus erros passados, para não repeti-los e não fique idealizado um futuro que nunca existiu. Seguir em frente é difícil, mas continuar chorando por quem não te ama não te trará nada de bom.

    • cara do relato

      No começo era aquela empolgação, depois veio o marasmo, faltou conversa de ambas as partes, acho que mais minha, pode ser dor de cotovelo, mas eu não entrei em contato com ela antes, pois ela me pediu um tempo, quando eu pedir, eu fui atrás dela, eu achei que ela voltaria para mim e me lasquei, eu que liguei e descobri que ela se casou, se eu não tivesse feito isso não saberia de nada, e aprendi uma lição, não existe tempo, é fim pronto e acabou, e eu nunca mais vou pedir tempo para ninguém, serei sincero, não quero alimentar esperanças para ninguém, e espero que conheça pessoas assim também.

      • Gaia

        Rotina e marasmo acabam com muitos relacionamentos, mas são algo que temos que aprender a lidar se quisermos ficar com alguém. Imagino que a distância tb não ajudava.
        Acho que o dar um tempo já indica que algo não vai bem, e quando algo não vai bem, existem possibilidades de acabar. Ela usou esse tempo para pensar e achou que não dava mais certo. Isso é normal e agora que já aconteceu, vc precisa aceitar e seguir em frente, por mais difícil que seja, pois não adianta ficar parado pensando no que poderia ter sido. E para seguir em frente, a aceitação do fim é muito importante. Boa sorte para vc, e que não cometa os mesmos erros (sejam eles quais forem) na próxima relação.

  • Mika

    Gostei da resposta, Lu! Acho que disse tudo.

    Quanto a você, leitor, vamos analisar essa cronologia…
    3,5 anos nesse chove-e-não-molha. Me deu tédio só de imaginar toda essa falta de entusiasmo da sua parte. No meio do ano passado você “pediu um tempo”, mas depois se arrependeu. Quanto tempo ficaram sem se ver? Um mês, dois? Ela te aceitou de volta, mas dois ou três meses depois, foi a vez dela “pedir um tempo” (Que merda é essa? Recurso safado pra usar a pessoa como estepe? Vamos reatar, porque é o que temos pra hoje?). O fato é que enquanto você estava morgando ela provou de uma fruta mais doce. Em dezembro suas chances já era nulas. Em abril, os planos de Deus pra ela já estavam “consolidados” (a gente não sabe, mas já podia até ter pernas e bracinhos completamente formados… rs).
    Resumo da ópera: Não adianta choro, oração pra desfazer amarração, suicídio, fluoxetina… Esse relacionamento era a coisa mais sem sal e pimenta que alguém pode desejar pra si. Você nunca foi o parceiro ideal, nem ela seria a mulher da sua vida. Essa moça “religiosa” arrumou um casamento e um filho em menos de 6 meses (torçamos pra que dê certo, porque até Deus acharia isso muito precipitado… rs).
    Meu conselho: Não acenda vela pra defunto que não merece. A fila andou. Levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima.

    • cara do relato

      Mika, quando eu pedi um tempo, voltei para ela um mês depois, quando eu pedi um tempo, ficamos sem se ver um mês, pode ser, ela tem livre arbítrio, se não queria nada comigo, por que não abriu o jogo logo, seria tão melhor, não sei, mas acredito que talvez esse cara já estivesse com interesse nela, como ele era religioso como ela, e eu estava fora da jogada, ele se aproveitou e ela quis, daí aparece esse casamento relâmpago, com certeza eles tem mais em comum que ele e ela, o que é foda e que como ela não vou consertar os erros do passado, ela foi uma pessoa muito especial, e eu não tenho ódio nenhum dela. Agora eu só quero parar de pensar no passado, nos erros que fiz, e aprender uma lição, acho que já aprendi, valeu Mika.

  • cara do relato

    Você já se apaixonou ou amou alguém? Nessas situações, você usa a cabeça?

    • Rodrigo Silva

      Já. Uso a cabeça para pensar e não fazer besteira.

  • Amigo leitor, eu consigo imaginar a sua dor ao perder alguém amado, pois eu já perdi alguém que morava no meu coração e me senti culpado.
    No meu caso era um amigo, um senhor já mais velho, com quem passei inúmeros fins de semana de alegria. Ele era pobrezinho e eu fui enriquecendo, e nesse tempo a saúde dele foi piorando.
    Me senti culpado porque eu tinha R$ sobrando e deveria ter tomado a atitude de leva-lo em bons médicos. Mas como eu poderia saber que ele partiria? E tão repentinamente?
    Eu estava sempre tão ocupado, sempre cheio de compromissos que me faltou essa sensibilidade.
    Vai fazer 1 ano agora dia 20 que ele faleceu e eu prometi a Deus que irei reformar o Hospital da minha cidade. Espero que isso ajude todos que estejam doentes e também afague a dor no meu coração.

    Existe uma analogia entre o que eu lhe confidenciei ( eu perdi um amigo, você perdeu a mulher amada ).

    Daqui para frente seja o melhor e mais resolvido namorado que existir. Seja um homem de atitude e sensibilidade.

    Eu venho fazendo novos amigos e você certamente terá novos amores, mas quando olhar nos olhos da pessoa que ama, prometa a si mesmo que fará o seu melhor, que não deixará nas mãos do destino.

    • Denilson

      “Daqui para frente seja o melhor e mais resolvido namorado que existir. Seja um homem de atitude e sensibilidade.

      Eu venho fazendo novos amigos e você certamente terá novos amores, mas quando olhar nos olhos da pessoa que ama, prometa a si mesmo que fará o seu melhor, que não deixará nas mãos do destino.”

      O Eros e a esposa comentando no site, que cumplicidade, bicho.

      • Minha esposa me descobriu aqui no site, inclusive apaguei correndo minha conta para que ela não lê-se minhas bobeiras e algumas confissões.
        Porém quem comenta aqui sou eu mesmo Denilson, o seu presidente Eros.
        Percebi que o leitor não queria ser tratado com frieza, por isso entrei em modo anjo e aqueci o meu teclado com o fogo da compaixão.

        Na corrida presidencial do site, minhas promessas de campanha são:
        – Tolerância zero a Spammers
        – Multa para comentários frios, com erros de português e discussões banais

        Obrigado pelo seu voto meu querido.

        Eros, o presidente que o povo quer, o presidente que o povo gosta.

        • Denilson

          Por sorte, tenho alguns prints seus q são comprometedores, esposa do Eros, se estiver lendo isso, entre em contato.

          • mariana cobra

            Tá explicado pq ele anda escrevendo menos doidao e com mais coerência…a rádio patroa está fiscalizando kkkkkk

          • Denilson

            Pois é, cadê aquele Eros que independente e autossuficiente ? Que tem várias aos pés dele ? Se eu fosse ela, iria interagir com ele.

          • Como ela conhece ela na vida real, acho que não liga tantooo pra isso. Eu que tbm conheço (só nunca apertei a mão kkk), vejo como duas pessoas completamente distintas. Parece até q ele encorpora aqui kkkk Mas é um ser humano muito bacana e nada doido como parece (no quase personagem?) por aqui kkk

          • Denilson

            Tb desconfio q ele faça só pra ver o circo pegando fogo, mas como não o conheço em off, não sei até que ponto ele é assim, ou até onde vai o personagem.

        • Então tá na hora de liberar os print de tudo que você escreveu.
          Vou ver se acho um tempo e faço isso.
          Eros presidente…
          Mas como é no Brasil, o mandato não será concluído.

          • Fomentando a treta? kkkkk

          • Merecido né?

          • Eu só promovo a paz kkkk

            Falando em paz hoje tive uma infecção alimentar as piores q já tive, nem água de coco funcionou mt

            Será q vc ou alguém tem uma dica preu usar da próxima? Sério, foi traumático e nem vou contar detalhes p vc não vomitar kkkk

          • A pior que tive, fui na emergência. Não tentei nada sozinho. Se não está melhorando vá procurar auxílio médico. Alguns bichinhos não vão embora sem um veneno forte.

          • Denilson

            Eu já tive intoxicação alimentar, mas fui pro hospital tomei remédio e melhorei, infecção é a mesma coisa ou não ?

          • É isso mesmo que tive! Comi um requeijão q não consigo nem me lembrar kkk

            Incrível como quando a gente come algo ruim o corpo já acusa oq é só d pensarmos nisso né? E a mesma coisa acontece com os alimentos q curam

            Tipo meu corpo pediu uma batata branca sem nada e já fui melhorando

            Aí a noite um frango grelhado bem cortadinho

            Nosso corpo é inteligente d um tanto q me assusta. Só com medicamentos q nunca sei oq tomar. Falaram q dramim é bom (como escreve isso? Kkk)

          • Denilson

            Eu tomei sorvete de chocolate e refrigerante por cima, quase morri kkk
            Nunca pensei q fosse possível vomitar tanto, meu pai me levou ao médico e logo q eu cheguei eu tomei um remédio (não sei qual o nome), antes de ir embora me deram dipirona (odeio), ai fui melhorando, tomei soro tb.

          • mariana cobra

            Segundo a minha avó (q descanse em paz) não se deve cortar oq o corpo precisa limpar…o negócio é manter-se hidratada é aguardar.

          • como assim cortar?

          • mariana cobra

            Por exemplo…deixar vomitar até não ter mais nada…a partir daí procurar tomar alguma coisa pra cortar (dramin). Se for diarreia, não cortar com medicamentos, pq o corpo precisa expulsar oq tá fazendo mal….o q deve ser feito é hidratar e se persistir por mais de um dia, procurar um médico mesmo…

          • Cortar vc diz tipo não tomar remédio antes d botar p fora?

          • mariana cobra

            Exatamente

          • Denilson

            … Por ser no Brasil q deveria te preocupar kkkkkkkkkkkk

          • A Rede Himeneu de televisão acaba de receber uma escuta que poderá mudar os rumos da corrida presidencial.

            https://uploads.disquscdn.com/images/75631a1c8a968ddeb4dee5ccde42e0aeba4ec22c1fe3ba1682d0988e38e7a67b.png

          • mariana cobra

            kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

          • Vai brincando…

  • josè

    Eu li 70% da história do leitor e deu para perceber que ele não aceitou a derrota !
    A fila andou ,ela encontrou alguém lhe deu o que ela buscava !

    Não adianta fazer oração contra pq Deus faz o bem ,não o mau .
    Eu sabia que existia milagre contra !rs

    Agora o que resta a vc e aceitar e continuar o tratamento com psicológico e recomeçar sua vida ,toda pessoa sofre ou sofreu por algum relacionamento,é todo mundo acha que o mundo acabou !
    A vida não acaba ,ela recomeça e tudo com o tempo é superado .
    Daqui alguns anos vc vai olhar para atrás ,que tudo isso serviu para vc amadurecer !

    Para superar um amor e encontrando outro !
    Boa sorte .

  • josè

    Caro leitor qual sua idade e a dela ?

    • Diz bem no final. Ambos com vinte e sete.

      • josè

        Não tive paciência de lê o fim ,pq já deu tirar uma boa conclusão dos fatos logo. O começo .

    • mariana cobra

      27 anos os dois…lá no fim do texto ele fala 🙂

      • josè

        Não fui até o fim do texto ,pq na metade já se percebe que ele ,não aceitou que não tem mais volta .

  • Aline

    Caro “cara do relato”, vi que você tem se manifestado com as respostas que vem recebendo e acho até corajoso da sua parte fazer isso, porém também percebi que você tem um pouco de dificuldade de aceitar os conselhos dados aqui e acha que sua pessoa está sendo julgada. Entenda que todos aqui tem qualidades e defeitos e que a partir do momento que você decide pedir ajuda ela nem sempre virá da forma que você quer, mas se estiver disposto a ouvir pode ser muito ajudado. Use esta experiência que você nos contou e sua reação nas respostas e pense: você estava disposto a ouvir sua namorada em suas insatisfações? Você está disposto a aceitar quando perde ou erra? Porque me acompanhe: se este relacionamento estava tão morninho e você não se conforma com o fato dela ter seguido em frente é porque ela realmente não estava feliz (e vc tb não). Use esta experiência para amadurecer. Orgulhe-se do que fez de bom, mas aprenda a aceitar o que fez de ruim (mesmo que sejam outras pessoas que te mostrem isso). Saiba que quem nos ama de verdade será sempre sincero, principalmente quando fazemos cagada. Baixe a guarda de vez em quando. Verá como é engrandecedor. Boa sorte!

  • Aline

    Acho que na hora fica difícil ouvir, mas depois que a cabeça esfria um pouco fica mais fácil de entender (assim a gente espera) kkk

  • Stanley Lewis

    Uma coisa é fato, quem ama não pede um tempo, se tu pediu um tempo é porque tu pouco se importava com ela. Ela só passou a valer alguma coisa pra você, quando você percebeu que ela estava realmente feliz e que não era com você.

    Pare de se lamentar pois agora já era, a vida segue, se houvesse amor entre vocês, ainda estariam juntos. Respeite a moça pois ela já viu que com você a vida dela não tinha futuro.

    Procure um psicólogo e se abra com ele, você precisa de apoio psicológico para poder superar essa situação. Você foi egoísta de pensar que era dono da felicidade dela. Aprenda a se amar e a amar os outros.

  • Caio Ramos

    Cara, todo mundo fez ou faz merda em relacionamento – maiores ou menores. Se não fizesse, ia estar em outro lugar (mas esta é outra discussão). Só fazemos o que podemos naquele momento.
    Mas vamos lá. Você tratou a moça muito mal. Pra ela, deve ter sido um inferno. Se coloca no lugar dela e tenta sentir o que ela sentiu. E aí você vai começar a entender. Essa história de “dar um tempo” não existe. É uma das piores coisas que se pode dizer/ouvir em um relacionamento. É humilhante pra quem ouve e uma atitude baixa (porque a pessoa não tem coragem de terminar e quer manter a outra disponível pra quando estiver carente).
    Mas não é pra se culpar. É PRA SE ENTENDER. Entender o que você fez. E aprender com isso. Às vezes a vida dá uma na nossa cara pra que possamos crescer.
    Eu não acho que você deveria sair por aí procurando outra imediatamente, porque você só vai levar mais porrada (porque, agora, o que você tem a oferecer é culpa e remorso). Cuida de você. Vai descobrir um hobby, fazer esporte, um curso, sei lá o quê. Você tem que entender que você não é vítima de nada. Mas para de se sentir culpado. Se perdoa e vai se cuidar.

    • É sua primeira vez aqui? Já gostei de voce kkkk

      • Caio Ramos

        Segunda vez, que parece ser melhor mesmo, kkkkkk… valeu.

  • Rafaella Nogueira

    Já passei por isso. Poderia dizer até que em outro lugar, tempo e contexto eu fui você (esse personagem egocêntrico) e que apanhei muito até me dar conta disso e aprender com muita autodisciplina a ter uma perspectiva mais real de minha importância no mundo, minha participação na vida das pessoas que me rodeiam e meu papel na vida de quem eu amo. Eu sempre me via como uma garota extrovertida, autoconfiante, simpática, engraçada na medida certa, conselheira de bar, aquela pessoa que “brilha” e costuma ofuscar o brilho dos mais tímidos. Nos meus relacionamentos sempre ofusquei minhas namoradas, monopolizava a fala até quando estava com os amigos e familiares dela. Nunca senti nada disso como negativo, mas como uma faceta linda de minha personalidade cativante, encantadora que sempre me presenteou com um maior “controle” da vida das pessoas a minha volta. Isso mesmo, eu costumava ditar os lugares mais legais pra frequentar com os amigos, o ritmo de meu namoro, os temas das conversas, tudo muito sutilmente (ou não) estava sujeito a minha vontade, disposição, empenho e querer, já que quando entediada ou contrariada eu me apresentava como alguém muito diferente e incômoda para os outros. Em resumo: meus amigos de ciclos em ciclos foram cansando de mim, viram que eu não era essa coca-cola toda, rapidamente foram me substituindo por pessoas mais verdadeiramente envolvida com eles, minhas namoradas também me superaram e trilharam caminhos mais afetuosos, comprometidos e cheios de amor. E eu? Eu fui ficando pra trás. Sofri bastante no processo de compreender que os outros importam, que eu não sou a melhor de todas, que a pessoa que esta comigo nao tirou a sorte grande, que eu não sou “bonita demais” pra ela, que não eu posso arrumar algo melhor mas sim que talvez eu seja uma porcaria e ela arrume algo melhor. Boa parte de tudo que passei foi porque eu sentia que podia me dar ao luxo de mudar de ideia, terminar-voltar, substituir, afinal eu podia arriscar, eu era muita coisa, a outra pessoa sempre estaria a disposição. Que engano, hj sinto vergonha de tudo isso e procuro todos os dias não cair nessa ilusão, distorção da realidade de que somos “tudo” na vida de alguém e por isso podemos brincar. Um bom termômetro para vc tbm sair dessa é refletir quantas vezes vc se sente muito irritado quando é contrariado, ou sua opinião não é a mais aprovada pelos outros. Sempre que me pego agindo assim me corrijo rapidamente e tento eliminar esse hábito tosco de controlar as coisas, sentimentos, ideias dos outros.

    • Nossa, parabéns pela autocrítica e pelo texto repleto de verdade. Não sei o que te levou a escrevê-lo, mas muito obrigada por ele. Tenho certeza que ajudará muita gente e deu até vontade de postá-lo no site para mais gente ter esse alcance. Parabéns mesmo e tenho certeza que vc está sendo um ser humano cada vez mais evoluído, a começar por saber dizer de forma madura tantas verdades sobre vc mesma.

    • Denilson

      Uau, parabéns pela coragem de relatar isso, e principalmente, reconhecer o que precisava ser mudado.
      O choque aconteceu quando vc perdeu os amigos ? Ou alguma ex namorada q te mostrou que vc era substituível ?

      • Rafaella Nogueira

        Valeu Denilson <3
        Na verdade é uma história bem longa, o que eu postei aqui foi meio que uma síntese de tudo.Mas vou tentar responder sua pergunta.
        Não acredito que a gente é uma merda do dia pra noite sabe? Geralmente possui uma longa jornada de atitudes, comportamentos e vícios que te levam a um dia ver como você é capaz de ser idiota, indiferente, frio, distante, manipulador, etc com alguém que em tese deveria ter importância na sua vida. A faceta egocêntrica de minha personalidade começou a ser construída na infância. Eu nasci depois de uns três anos de tentativas da minha mãe engravidar, fui a primeira neta da família do meu pai (filho mais velho e querido de meus avós) e no gênero que minha mãe queria: menina para poder enfeitar. Nesse contexto, fui uma criança "geniosa", "mandona" "falante" como descreve minha mãe com um misto de orgulho e humor. Hj vejo que devo ter sido um inferno, aquela criança que não obedece, que faz a mãe passar vergonha em supermercados, que não escuta "não", que manipula os pais. Na adolescência, depois de alguns namorados me percebi lésbica. Contudo, por nunca ter tido "pinta", as vezes resultado da minha criação de "princesa" cercada de bonecas, panelinhas, maquiagens infantis etc etc, eu sempre tive vantagem. Podia primeiro mascarar minha sexualidade para manter algum garoto interessado em mim, sem ganho aparente, apenas manipulação, em segundo podia "me aproveitar" de algumas meninas lésbicas que se interessavam por mim, pq boa parte delas sempre queriam namorar uma menina hiper feminina. Então, eu circulava em vários grupinhos, me passava por bissexual as vezes para ser descolada e dar esperanças aos meninos, as vezes firmava namorico com alguma menina mas não honrava isso, me entediava e logo largava. A respeito da sua pergunta da amizade, vou te dar um exemplo de como eu podia ser tóxica para alguém. Me lembro que aos 16 eu tinha uma amiga que vou chamar de Ana. Apresentei Ana pra um colega meu do curso de Inglês e ela se apaixonou pelo rapaz, ficaram por um tempo, mas ele pulou fora. Tempo depois ela arrumou um novo namorado apaixonado por ela mas que não tinha amizade comigo. Como eu não aprovava o novo romance eu sempre recordava a ela do namoro com meu amigo e ela passou a duvidar que estivesse mesmo amando o atual namorado. Ela sofreu horrores, terminou com ele, tentou reatar com meu amigo, não deu certo de novo, voltou com o namorado e eu ali minando a felicidade dela. Aos poucos ela se afastou de mim, fez uma nova amiga que hj 12 anos depois ainda é amiga dela. O exemplo de Ana é um dos muitos que tive na minha vida, eu opinava, conduzia sutilmente as pessoas a fazerem aquilo que eu queria, amigas de escola, depois de faculdade, familiares etc. O resultado é que minhas amizades tinham um ciclo de aproximadamente 2 anos, inicio apaixonante, eu vivia grudada em muitos amigos e eles me endeusando, me buscando pra conselhos, pra acolhimento. Com o tempo eu passava a me irritar com alguns defeitos simples deles, sem querer (ou querendo, nao sei) passava a controlar a vida deles, manipular seus gostos, atitudes, etc. Eu não sei se eu obtinha algum ganho nisso, talvez atenção, mas ainda fazia entende? Como se eu só soubesse me relacionar assim, brincando e intervindo na vida das pessoas a minha volta. Aos poucos alguns amigos iam se afastando, inclusive vejo que em uns eu imprimi algo tão ruim que quando me encontram por acaso,se sentem avaliados, julgados, vão logo se justificando pq nao me ligaram mais, que sentem minha falta, que estão crescendo profissionalmente em algo que eu elogiava neles, enfim, mas isso da boca pra fora, pq depois eles não me ligavam, se afastavam mais, pq eu fui cretina de algum modo, eles apresentavam esse incômodo ao me reencontrar. Posso avaliar que perdi vários amigos ao longo da vida desse jeito…mas veja, não to dizendo que outra pessoa, uma pessoa melhor que eu, manteria os amigos da infância, adolescência e tempos de faculdade pra sempre, não é isso, o que eu vejo é que eu sou evitada pq eu não cultivei amizade verdadeiras. Em meus relacionamentos eu fui sim deixada, como vc perguntou. Algumas meninas com quem tive namoricos curtos, por exemplo, mandavam mensagem pedindo pra voltar comigo, sofreram, eu ali inerte, indiferente, fazendo tipo, ciumes, uma bosta de pessoa sabe? Uma delas foi minha ex que. Nunca dei grande valor a ela, relembro de vê-la chorando, sofrendo por alguma briga nossa e perder a paciência, achar aquilo tudo tão exagerado, tão enfadonho, como se ela não tivesse valor algum pra mim, sabe? Não sei explicar essa sensação, esse sentimento, mas é um entojo da outra pessoa, cansaço, desinteresse profundo, vontade de sempre falar de mim, fazer as minhas coisas, ser tudo sobre mim. Ela larguei dela diversas vezes, ela conheceu outra garota, se apaixonou e foi viver de verdade. Eu assistia a felicidade dela espumando de raiva. Fui atrás dela, disse que a amava, prometi o mundo, e de verdade eu duvido que eu iria ficar com ela se ela topasse, mas eu queria que ela me quisesse, odiava a rejeição, e ela cagou pra mim kkk. Essa situação, somada as amizades frágeis que eu tinha na época, com outros milhares de problemas que tive em minha família e incerteza profissional culminou numa fase depressiva para mim. Me sentia vazia, sozinha, mentirosa, como se nenhuma pessoa no planeta me conhecesse de verdade, uma alienígena, alguém que está sempre disfarçada. Fiz terapia por 4 anos, 70% do tempo manipulando minha terapeuta, mas ao final estava cansada já, com vontade de amar alguém, ser querida, me ligar mesmo as pessoas de algum modo. Então aos poucos, apanhando muito como contei no outro relato passei a mudar certas coisas. Uma delas era me policiar sobre o tempo, por exemplo, em uma conversa com alguém que eu monopolizava a fala. Tbm aprendi a cortar a vontade de dar um conselho surpreendente a alguém (que mascarava uma atitude manipuladora minha) e a ouvir a pessoa, recomendar que ela fizesse o que ela sentia, a seguir seu coração e coisas do tipo. Tbm deletei minhas redes sociais, pq por lá eu seguia a vida das pessoas, nutria competitividade, bem como cultivava demais meu ego, fazia tipo, forçava. Quando sentia falta de participar de paginas sobre musica, entretenimento, viagens, etc eu utilizava perfil fake etc. Enfim, falando aqui parece que eu fiz tudo isso como um livro de autoajuda e que td terminou super bem, mas não foi assim, eu levei uns 10 anos, hj tenho 28 anos, pra melhorar minha relações sociais e amorosas, que estão longe de serem perfeitas. Ainda caio em muitas armadilhas, pq como iniciei meu relato, vejo que tenho o egocentrismo desde a infância. Mas eu luto contra, eu corto hábitos, pq é muito bom ter um amigo que vc sabe (putz até me emocionei agora escrevendo kkk) que vc pode ligar pq ele vem se vc precisar, do mesmo modo que vc se importa, tbm tá ali pela pessoa, é capaz de amar ela com os defeitos dela. Digo o mesmo em relação a minha atual namorada, por quem estou apaixonada, é muito bom se entregar pra alguém, cultivar companheirismo, afinidades, se importar das pequenas as grandes coisas, saber que a pessoa se sente acolhida com vc, que se ela tiver um problema na rua ela corre pro seu colo, ela se abre, se liga a você de modo positivo,e não subserviente, sem autonomia, refém de sua opinião.

  • Denilson

    Tb odeio, vou procrastinando até a doença se cansar e resolver sair de mim, as vezes dá certo, mas tem vezes q não dá, bom q eu raramente fico doente, dá pra contar nos dedos as vezes q tive q ir pro hospital.
    Fui por estourar o dedo jogando bola (duas vezes), fui por sinusite, intoxicação e dengue, só.

  • O organismo tem seus mecanismos de defesa. Provavelmente vc lançou muita coisa fora. Mas fique atenta se realmente está melhorando. Tome muito líquido. A fraqueza pode te induzir a não fazer nada, mas se a melhora não for consistente, levante o esqueleto.

  • Denilson

    É melhor fazer mesmo, será q tem algo haver com comer coisas q não estamos habituados ?

  • Denilson

    Uma coisa q me fez mal na infância e hoje em dia eu evito comer é churros, é mto raro eu comer, só de lembrar aaaaaar

    • mariana cobra

      Pior q isso é descobrir q está ficando velho é não poder comer mto tarde senão zica kkkkk

    • nossa churrossssssssssss meu Deusss
      q saudades da minha época d escola, tinha churros mas uma vez por semana meu pai dava o maior dogão pra mim e a mulher pergutnava oq queria dentro, eu dizia tudo kkkkkkkkkk
      e era massa pq tinha até cenoura kkkkkkkk

  • mariana cobra

    Eu sou intolerante e é só tomar uma casquinha de sorvete q começa uma sinfonia na barriga kkkkk
    Triste!
    Sobre alguns serem mais frágeis q outros tem mt a ver com dieta.
    Tipo, se vc dificilmente come fritura e coisas mais pesadas, qdo comer vai sentir a diferença.

    • pode ser, tipo eu nao sou bitolada
      mas geralmente eu como porcaria no max uma vez por semana
      mas poxa, um requeijão cremoso? Fazia tempo q nao comia, mas nao sabia q ia ser assim tbm
      foi traumático agora to catando tudo quanto é dica pra ver oq fazer da proxima pq nem agua d coco descia direito kkk

  • Antonela Bit

    HAHAHAHAHAHAHHAHAHHA.
    Uma vez tava saindo com um rapaz pela primeira vez, comemos Subway, pipoca e sorvete, no meio do filme eu comecei a passar muito mal, fui no banheiro só deu tempo de abrir a porta, nossaaaaa, o cinema tava fechando já e eu fiz um mega estrago, saí bem bela como se nada tivesse acontecido.
    Não nos beijamos durante o filme, quando chegou a hora de ir embora eu dei um beijo na bochecha dele, hahahahahahahhahahahah, ele com a maior cara de tacho.

    • IUHAIUHAUIAHIUAHIAHAIUHAIUAHA
      eu vomitei na frente mesmo
      o cara parou o carro e eu lá na grama IUHAUIAHUAHUAHAUH
      ainda bem q eramos so amigos

  • Rodrigo

    Amigão, vc tem 27 anos. A vida nem começou ainda. Pensa pelo lado bom: vc é novo e tem o mundo pela frete. Inclusive, sua ex foi muito legal com vc, lhe dando uma dica do porque não ter dado certo. Ela disse que não via futuro com vc.
    Seja lá por qual motivo for que ela não via futuro com vc, trate de repensar quem vc é, quem vc gostaria de ser, e trabalhar para que, num próximo relacionamento, vc não seja a pessoa que não inspira um futuro conjunto.

    No fundo, no fundo, vc deve ter uma pista da resposta. Então, mãos à obra.

    Se vcs tivessem um filho juntos eu daria motivos para seu desespero, mas vcs não tiveram!
    Ter o futuro que vc planejou para si só depende de vc trabalhar para. Trabalhar no sentido amplo da palavra.

    Abraço