O namoro à distância esfriou, ele quis dar um tempo e eu quis tentar:

19

Leitora: Olá, tenho 21 anos e faço Medicina, enquanto ele tem 28 anos e é médico cursando a residência. Nos conhecemos quando ele ainda morava aqui perto e nos demos muito bem desde o começo, foi uma química que nunca tivemos com ninguém, nós 2 concordamos nisso. Ficamos 2 meses assim, até que ele me falou que teria que mudar de cidade para terminar a residência. A cidade é a 300 km da minha, ele só terminará a residência em 2019, que é quando me formo. Quase terminei com ele quando soube, mas ele insistiu e disse que queria que continuássemos nos vendo porque acreditava em nós etc. 

Nos víamos no mínimo 1 vez por mês, mas ele sempre foi muito seco, esquece de responder as mensagens (e isso não é só comigo, é com os amigos e a família também). Enfim, nossa rotina é muito pesada, a dele mais ainda, porque trabalha. São plantões no final de semana, noites de estudo… e por estar fazendo num lugar de excelência, tem muita pressão. Ele inclusive desenvolveu depressão e ansiedade nesse tempo, está passando por problemas financeiros. E nisso tudo acabamos não nos vendo há 2 meses. 

Resolvi pressionar até que ele me disse que sou uma pessoa espetacular, que temos uma química incomparável, mas não está com cabeça pra relacionamento, ainda mais a distância, e que não quer me iludir. Disse que esse está sendo o maior desafio da vida dele, me mandou foto da agenda lotada de plantões e que somos jovens e devemos deixar o tempo traçar nosso destino, que se for pra ficarmos juntos, ficaremos. Todos os namoros dele até hoje foram a distância, os meus também, justamente por essa rotina louca e de constante mudança que vivemos. No final da discussão, acabei falando que íamos continuar tentando e tudo mais, mas tenho medo de que ele esteja apenas me enrolando e que seja apenas uma desculpa. Devo deixar essa relação de lado ou continuar tentando?

namoro frio distante

Mulher, ele visivelmente tentou, mas não deu conta (acontece). Nisso ele foi extremamente sincero, tal como ele mesmo disse, para não te iludir (olha que legal?!) e você ainda falou que quer continuar tentando, mesmo com o cara sendo sempre seco e dizendo (apesar dos pesares) que não rola? Daí depois dá tudo errado e você ainda diz que está com medo dele “estar te enrolando”? Minha amiga, ele não está te enrolando, VOCÊ está se enrolando e se enganando com a tal da migalha da “química perfeita” que, no fim, ficou tão inútil quanto olho azul em gente feia. Se toque enquanto há tempo!

Releia sua pergunta…

Você percebe o quanto você ficou tentando se iludir?

Por mais que a química entre vocês seja incomparável, a vida tem uma palavrinha muito mais importante do que ela e, ao meu ver, é mais importante inclusive do que “o amor”.

Essa palavrinha se chama “fe-li-ci-da-de”. Se faz tempo que você não a sente no maior tempo que o envolve, deixe um pouco a química de lado e o resto com a vida. Pare de forçar a barra. Além do mais, se você acredita tanto que a química entre vocês é incomparável, pode acreditar em uma coisa: quando o pega-pega é de alma MESMO, a vida pode rodar, rodar, rodar, que vocês vão acabar ficando juntos – até porque no fundo será a vontade de ambos e ambos entenderão que esse tempo foi necessário por motivos maiores, e até mesmo pra ver se esse amor foi “isso tudo mesmo”. Nisso não terá residência médica, família, nem nada que segure esse homem. Ficar contigo será simplesmente uma necessidade, quase que como uma “meta obrigatória” para finalizar bem a vida. Só que se ele (ainda) não chegou a esse ponto e, “apesar de ser maravilhosa”, você visivelmente não está entre as prioridades dele, a boba não vai ficar sentada na mureta, vai?

Agora vamos pensar juntas nos prós e contras?

Prós:

Vocês têm uma química incrível.

Contras:

1- Ele vive ocupado.

2- Ele é frio.

3- Ele está passando por uma fase que praticamente não possibilita namoro. (Você também está passando por uma fase semelhante, mas né, ele está visivelmente com menos gás).

4- Ele demora pra te responder, sendo que o lance já é a distância (não interessa se ele faz isso com todo mundo, é chato e acabou).

5- Ele tem a agenda lotada.

6- E o pior: tudo isso durará até 2019, o que é muito tempo.

É claro que o ideal seria se aproveitássemos a vida hoje, visto que amanhã poderemos morrer e mais tudo aquilo que todo mundo já sabe. Porém, será que você foi tão importante quanto ele fala e quanto você pensa? Sem contar que, para aproveitar qualquer coisa que seja, a luta deveria ser JUNTOS, e né? Ele visivelmente não tá afim de lutar contigo. Fala palavras bonitas, mas fazer e se esforçar que é bom, nada!

“Ah Luiza, você não o conhece, ele me ama sim”.

Mas entre um amor desses e um amor menor que me deixasse mais feliz, eu acho que preferiria a segunda opção, viu kkkk. Também pode ser por causa da depressão dele, mas aí vai de você ver se quer pagar pra ver se é isso mesmo e se quer ser a enfermeira salva-homem-sem-gás…

Fale para ele fazer terapia para cuidar da depressão, seja amiga, mas NÃO SE ILUDA que será feliz com ele, ao menos não com as migalhas que ele está te tando. Enquanto isso, aproveite que ele foi sincero e use essa pausa para fazer as suas coisas. Afinal de contas, você não pode e nem deve esperar até 2019 levando o cara nas costas e o convencendo sobre o quanto seria fantástico ficar contigo, né? kkkkk

Toda vez que pensar em ter recaídas, assista a esses dois vídeos:

Voltar ou não com o ex. 

 Namoro a distância dá certo? 

Até amanhã,

Lu

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.

  • Eu sempre digo: se é à distância, não é relacionamento.
    Claaaaaaaaaaro que existem muitos casos para comprovar o contrário. Semana passada saiu uma reportagem na minha cidade sobre brasileiras que conheceram estrangeiros na Copa e casaram com os caras. O que tem estas histórias que dão certo? Existe muita atração entre as partes e quando elas decidem que querem ficar juntos, juntas ficam, cruzam oceanos e todas as barreiras são superadas.
    Não parece ser o teu caso, cara perguntadora, tanto é que existe tanta dúvida e questionamento e, da parte dele, pouco esforço.
    Eu não posso falar por todos os homens, mas eu pelo menos, quando quero…
    já, o teu namorado…
    A química que vocês tanto elogiam, se colocada dentro de uma cápsula, seria uma solução para pessoas com insônia.

    • kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk melhor conselho!
      até pq quem quer mesmo acaba tendo algo maior do que a pessoa, a pessoa SIMPLESMENTE precisa tentar
      mas e ai eu te pergunto, e quando as pessoas sao mt medrosas? Pq homem em geral é mais medroso nesse aspecto (nao sei pq e to generalizando, claro) e o cara da leitora é homem (claro kkk)

      • Vc tem razão. Homem fica naquela vai não vai fica não fica, mas nunca “libera”. A perguntadora sabe disso, só tá doendo para aceitar.

        • Eu até conheço alguns casos, tem um que largou a esposa inclusive para ficar com uma GP, mas aí tem q ser o lance de alma MESMO. Não o que a gente chama de de alma kkkkkkkkkk

  • mariana cobra

    Namoro a distância já é muito difícil de dar certo, pior ainda qdo uma das partes claramente não quer ter tempo para a outra.
    Se liga moça, ele foi mais claro que água limpa. Se vc fosse a mulher da vida dele, ele teria tempo, daria um jeito e vc não teria tantas dúvidas!
    Vc só tem 21 anos e tem muito chão pela frente…se vc gosta muito dele, tente levar as coisas com mais leveza e zero cobranças…se não estiver com disposição para adiar a sua felicidade, estar sempre com mil dúvidas na cabeça e quer alguém disposto a realmente ter uma relação contigo, caia fora.

    • hadassa

      Disse tudo naquele livro namoro blindado que recomendo para galera. Não basta a pessoa está disponível o rapaz e moça ou homem e mulher precisa estar DISPOSTO(A) de namorar sério isso só acontece quando ambos estão se amando.

  • Jps

    Acho que a grande questão ai, é que medicina exige muito da pessoa, muito mais nos primeiros anos e você mais do que eu já percebeu isso.

    Na minha opinião, o que é para ser, será, então sente com seu namorado e crie um acordo. Combine que daqui a 2 anos (2019) vocês dois vão se encontrar e voltar ter esse papo se devem ou não voltar a se relacionar, mas enquanto isso não chegar, os dois vão dar um tempo…….de verdade.

    Depois desse encontro, siga sua vida sem pensar nele e viaje, estude, faça novas amizades e saia com outras pessoas. Quem sabe você não encontra outra pessoa que combine mais com você do que ele. Talvez não também….

    O que eu estou propondo pode parecer muito coisa de filme romântico, mas se o que vocês sentem pelo outro for real e não só uma química boa, não vai ser esse tempo separado que vai atrapalhar.

    No momento, forçar essa relação só vai ser pior e não vejo como uma opção saudável para os dois.

    • Chovendo Risos

      Acredito que daqui a 2 anos nenhum dos vai querer colocar isso na balança , a não ser ela se ficar nessa de química entre dois é mais fácil aceitar, acho que ele não quer mais ter nada com ela. Ou ele se interessou por outra lá mas acho que ele quer ser livre só para a profissão mesmo

      • Jps

        É uma possibilidade também, que no final só era uma quimica mesmo. Por isso acho que esse tempo é uma coisa boa.

        Forçar agora a situação não vai dar em nada, mas um futuro quem sabe?

        Eu tive algumas poucas relações que não foram pra frente na passado por N motivos, mas que eu daria uma chance hoje. Eu acho que se você realmente gostou da pessoa e nenhum dos dois deu alguma mancada forte, fica um pouco daquele sentimento mesmo depois de alguns anos.

        É que nem uma amizade de infância, que você reencontra um amigo depois de anos, mas depois de 10 min de conversa, parece que o tempo não passou.

  • Rodrigo Silva

    Eu já namorei a distância e não gostei não. Ela já falou tudo. Os dois são super ocupados e não tem tempo. É ainda por cima só tiveram namoros a distância que se percebe que não deram certo… Eu não sei se vale a pena insistir nisto. Bom mas se existe amor e tiverem muita paciência…

    • ou se algum tiver bastante dinheiro pq ai paga passagem e não existe distancia kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • hadassa

    Olá, amiga a Lu te disse tudo para de querer se enganar o seu namoro já foi para saco. Não fica presa nessa tal química que vc fala me parece só atração física que vc tem com ele e sexo que fez com o mesmo MAS sabemos que só isso não sustenta um relacionamento amoroso. Ambos tem que ter tbm conexão mental, emocional, espiritual só atração física não se sustenta nem perto e nem longe quem ama mesmo se ESFORÇA para ficar em contato, responder, procurar e corre atrás. Principalmente no caso de vcs tiveram que ficar longe por causa da residência dele namoro a distância já mais complicado e ao mesmo tempo é fácil de vê tbm se há AMOR entre o casal de namorados como falam e verdade isso bem por aí.
    Quem ama mesmo nem a distância atrapalha já vê casos reportagem que deu certo porque ambos o casal homem e mulher QUERIA mesmo estavam ligados e apaixonados mesmos se amando mesmo nada impediu de se vê sempre e ficarem juntos nem trabalho, profissão, estudo, família, amigos e desculpa se esforça para vê o amor de sua vida acho que esse seu namorado não tem vontade e motivação nenhuma para te vê esse sinal claro pra ele vc só foi uma paixão que acabou que diferente do sentimento do amor. Amiga ele não tá te enganando já mandou a real(sinal) NÃO desde momento que ele te pediu um tempo(É relógio) quem pede tempo tá em dúvida do amor pela outra pessoa e o melhor terminar de vez e tem homem que enrola de falar claramente ele na realidade tipo quer a moça se manca para entender a mensagem subiliminar ele não sente saudade de você lê-se falta amor por isso não se esforça. Vc que sabe guria continuar esse namoro morno/frio ou acordar que o melhor mesmo e termina isso pra ontem não basta só uma pessoa amar precisa dá outra ponta de amar tbm lembre-se sempre quando homem está amando e apaixonado ele se esforça para alimentar, regar, cuidar do relacionamento. bjs Boa Sorte!!!!!!

  • Maya Maya

    Leio sempre o blog, mas nunca comento, mas diante dos comentários eu resolvi da minha opinião. Só quem vive a realidade entende, você tem que se colocar lugar do outro para dar um conselho. Na verdade, vale para qualquer conselho.

    Sou médica, fiz residência em anestesiologia. No primeiro ano eu trabalhava mais de 100 horas por semana. Cheguei a trabalhar 22 dias nesse ritmo e para receber 2648 reais. Não há como ter tempo para alguém se você não consegue ter tempo nem pra você. Eu chegava em casa e não jantava porque eu preferia dormir. Se eu tivesse doente, eu teria que ir doente para o hospital. Namorava a distância também, eu em São Paulo e ele em Natal, e meu namoro entrou em crise, claro. A cobrança era da minha parte porque achava que ele não falava comigo direito, era seco, não se importava com o todo meu sofrimento. Hoje sei que eu queria era que ele sofresse junto comigo ou mudasse toda situação, da qual ele não tinha controle nenhum. Cobrava, cobrava, cobrava. Um dia ele me disse ” o que você quer quer eu faça, me diga que eu faço pra resolver” . Ele não estava reclamando da distância, de eu não ter tempo, de eu não responder mensagem, de eu não viajar. Ficamos 4 meses sem nos ver porque eu trabalhava todos os feriados/ fim de semana que ele poderia vir.

    Eu comecei a fazer terapia, cuidar mais de mim, o segundo ano da residência melhorou um pouco, eu amadureci também. Minha primeira sessão de terapia era porque eu tinha que terminar meu namoro. A terapeuta me pediu pra falar do meu noivo porque estava com ele, as qualidades dele. E no final ela disse “alguém com tantãs qualidades ” , ela pediu pra eu esperar 1 mes. Eu já sai de lá diferente porque eu nunca tinha me ouvido falar tudo de bom que meu noivo era. No final, passamos por essa crise porque nosso amor era verdadeiro e tudo de ruim seria passageiro, ele sempre dizia isso.

    O que posso te dizer, cara perguntadora, é para você cobrar menos. Tenta entender que é a vida dele está uma droga ! Você como médica já deve ter uma noção de como é essa vida, isso meu noivo nem tinha. Diante de tanta distância de tanta pressão, o que ele poderia fazer era desistir de tudo porque é o caminho mais facil. Era o que pensava em fazer a cada dia difícil. Seja o suporte que ele está precisando agora. Tenho certeza que ele está sofrendo muito, é a pior fase da vida de um médico. E se for pra vocês passarem por tudo isso e ficarem juntos, vai acontecer. Todo relacionamento passa por crises, lute pelo seu!

    Gracas a Deus os três anos de residência passaram e tudo que aconteceu depois do primeiro ano fez meu relacionamento evoluir. Hoje ele é tão melhor, tão maravilhoso. Sei que vou casar com uma cara parceiro, companheiro, na alegria e na tristeza. Relacionamento à distância da certo sim. Eu que não perderia o amor da minha vida por conta de uma distância temporária de 3 anos. Nós teremos a vida inteira juntos!

    Boa sorte!

    • Muito legal o seu comentário, apareça mais vezes!
      por coincidência, ontem fiz uma – de várias consultas – com um cara que namora uma menina que tb está na residência (atendo ele faz bastante tempo). No caso deles, acho que tem tudo para dar certo pq apesar dos pesares, a menina se esforça muito e dá pra ver, mesmo tendo como vc disse e concordo, a vida um inferno.
      Agora tem caso – que independente d ser residência, engenheiro, ou o que for- que parece q já tem tudo para não dar certo. As vezes o leitor (a) manda a pergunta e de fato se trata do amor da vida dele(a) (como no seu caso e fico feliz por isso), mas na minha experiência – e acho que na sua e na de todas nós- vemos que na maioria das vezes não é.
      É claro que só a leitora pode falar por ela mesma, até pq mesmo quem viveu a mesma situação dela (por ex vc)pode não saber dar o melhor conselho pelo simples fato d que são pessoas diferentes, vivências diferentes, parceiros diferentes e é por isso que estamos aqui, cada um falando o que acha para quem sabe acertar o coração da leitora e quem sabe ela ser ajudada.
      Penso mt nisso quando me pedem conselhos sobre internet:sim , eu vivi e vivo isso, mas não sei qual é o seu contexto para ter CERTEZA do que vou dizer, até pq meu sonho pode não ser o seu, nem minha força de vontade, ou até mesmo paciência, por ex.
      Enfim, adorei q vc contou um pouco da sua experiência e apareceu por aqui. Que vc e seu companheiro sejam muito felizes!

      • Anonymous

        Meninas, eu sou a perguntadora. Achei muito válidas todas as respostas, foi por isso que resolvi pedir ajuda aqui, quero ouvir o máximo de opiniões possíveis para ajudar na decisão que eu sei que deve ser única e exclusivamente minha. Me encontro nessa dicotomia, em que as pessoas do meio médico me dizem pra ter paciência, que é difícil porque estamos em fases diferentes e não devo cobrar e ser paciente, enquanto que as pessoas fora desse meio me dizem que o sofrimento e espera não vale a pena.
        A verdade é que há muito mais nessa história do que eu publiquei nesse texto, que tive que limitar pela quantidade de linhas aceita pelo site.
        Como na nossa discussão, em que na verdade foi ele que inicialmente falou que queria continuar tentando, disse que sempre gostou e continua gostando muito de mim e o que não consegue é corresponder as minhas expectativas, e isso o deixa extremamente frustrado. Como está em uma jornada que nunca acreditou estar fazendo e que talvez seja o maior desafio da vida dele, e vai vencendo aos poucos a cada dia, mas que o preço do cansaço e distância de tudo que ele gosta é alto.
        De fato essa distância física e emocional não é só comigo, é inclusive com a família dele, que não vê desde o Natal. Assim como na história da Maya, ele também dá plantão em todos os finais de semana e feriados em que poderíamos nos ver para conseguir se sustentar.
        O que pegou na nossa relação é que esse desafio apareceu bem no início da nossa relação, estamos apenas há 6 meses juntos… atualmente estou indecisa, não sei nem se EU quero um relacionamento sério pois assim que formar também vou me mudar para longe.
        Enfim, é muito complexo e eu agradeço a todos os comentários e pontos de vista, realmente me ajudaram muito. Concordo que jamais devo me fazer caber numa relação que não cabe em mim, que não mereço ser a pessoa que ama e se sacrifica mais e que não mereço um relacionamento unilateral. Mas também devo levar em consideração nossos estilos de vida.
        Obrigada mesmo, de coração!

      • Maya Maya

        Nunca comento porque se começar vou querer ficar acompanhando mais, papeando. Pela falta de tempo pego um dia qualquer e faço um intensivão, leio várias semanas. Leio os comentários, os comentários dos comentários. Hoje comentei porque podia dar uma opinião diferente. Fazer o que ninguém fez por mim na época: dá uma esperança. Adoro o blog e seus conselhos, é o único que acompanho. Sei que você sempre tenta ver todos os lados, mas comigo, como nos comentários, todas as pessoas falavam para eu terminar. Só que eu não tinha coragem. Amava demais e sentia que as coisas não iam melhorar na minha vida sem ele, era mais uma crise que eu tinha que superar. Eu pus na cabeça que podia ser um crise sem volta, mas eu esgotaria todo o meu amor, tentaria até o fim.

        E vc, parabéns pelo blog!
        Beijo!

        • kkkkkkkkkkkkkk foi muito bom vc ter aparecido e muito bom tbm vc dar a sua visão, isso super ajuda a ter um plano cada vez mais amplo. Enfim, obrigada mais uma vez e “saia da moita (kkk)” sempre que puder e tiver um tempinho
          valeu mesmo, boa noitee!

  • josè

    Leitora a luiza disse tudo !

  • Chovendo Risos

    Essa menina é ingênua e não conseguiu ver que ele está colocando um ponto final no “relacionamento”. Olha ele tentou terminar na melhor maneira possível, e apontou justificativa s e ela não entendeu acha até que a falta de tempo e os problemas financeiros está fazendo ele da um tempo. Não. Voce que está se iludindo é melhor cair na real é aceitar que acabou para os dois. Ao meu ver ele não quer mais de maneira até algo mostre ao contrário.