Somos comprometidos e pensamos em romper nossos casamentos por a química estar forte demais:

64

Leitor: Sou casado há 7 anos, eu 35 e minha esposa 29, sem filhos. Minha colega 36 e o marido 37, casados há 8 e eles tem um filho. Eu e minha colega trabalhamos em uma empresa há quase 7 anos, nos conhecemos relativamente bem, ela já fez algumas investidas em mim, das quais sempre me neguei a sair. Mas neste ano parece que não conseguia escapar (paixão, não sei.) E já sai com ela uma vez, mas sem contato físico. Agora a coisa tá pegando, ambos com vontade de romper com os cônjuges, para viver esta paixão, maluquice, química, sei lá, é MUITO FORTE, e evitar a traição (pelo menos física né). Não sei, confesso que nunca senti isso e estou confuso. Peço ajuda, será que vale a pena viver isto??

amor proibido

Você disse: “Paixão, não sei”, “Confesso que nunca senti isso e estou confuso”. Ou seja, dois grandes alertas para você prestar atenção onde está se metendo.

Não estou dizendo que ficar com sua esposa seja o melhor caminho, porém, estou pedindo para que você pense muito bem em tudo para não fazer nenhuma das duas – e nem você mesmo – de “trouxa”. Ninguém pode ficar chorando depois.

Se não pretende trair, por que fica saindo com ela? É por algo que é relacionado ao trabalho de vocês? Pelo sim ou pelo não, ouça o grande clássico que diz: na dúvida, não faça nada. Nisso você verá que o tempo irá passando e as coisas irão se esfriando, OU se esquentando de vez kkk. Só peço para que nesse meio tempo você repare bastante nas qualidades e nos defeitos de ambas, principalmente “da que chegou agora”, visto que não dá pra comparar “uma esposa desgastada dos 7 anos” com a “paixão nova” – e que visivelmente está tentando te conquistar – que você conheceu no seu trabalho. Preste muita atenção e toda sabedoria é pouca. Sei que você foi esperto ao ser fiel até agora, mas por favor, não emburreça.

Agora vou te contar uma notícia boa e outra ruim. Preparado? kkkk

A boa (caso você não queira largar sua esposa) é que, na grande parte das vezes, se trata apenas de fogo de palha. E não estou falando isso só porque você é casado: isso serve para os solteiros também!

Por quantas mulheres você já se apaixonou de verdade? Quantas delas de fato valeram “o seu sangue”? E quantas valeram apenas “uma foda bem dada” e olhe lá? Independente da “vencedora”, mova-se sempre pelo coração, aliado ao sexto sentido que acredito que nunca falha. Como você disse, “se é paixão, não sei”. Então, espere mais, porque a sua resposta ainda está sendo “fabricada”.

Agora vamos para a notícia ruim:

Apesar de tudo que foi dito, meu querido amigo, se no fim a conexão entre vocês for de alma, mas de alma mesmo, vocês passarão um tempo tentando se esquecer um do outro e poderão até tentar “cortar contato” pra ver se o fogo esfria. E o interessante é que, em alguns dias, você até pensará que não gosta mais dela, mas depois a vida te jogará na cara algo que fará o fogo vir, mas vir com tudo. Você correrá e a vida sempre (re) aproximará vocês por algum motivo. No fim, chegará um ponto que você estará tão sufocado ao guardar todo esse sentimento para você (me lembrou até essa música da Maiara e Maraisa kkkk), que precisará transbordar a partir de uma vontade muito maior do que o medo de tentar. Será um risco sem saída, simples assim.

Nessa hora, será algo que ambos simplesmente precisarão viver, e que enquanto não viverem, a agonia será incessante para ambos e talvez a saída única seja terminar os respectivos relacionamentos mesmo. Só que aí entrará outra notícia boa (caso, mais uma vez, no fundo você não queira largar a esposa): na maioria dos casos, é só vontade que dá e passa com um lepo-lepo mesmo kkkk. E aí, em um caso como esses, é claro que será melhor viver sem essa parte do que “trair ou largar” a esposa “por causa de algo secundário”.

De qualquer forma, na primeira opção já estamos entendidos. Agora, se for a segunda, converse bastante, mas bastante com “sua colega”. Isso te sanará algumas dúvidas e também já servirá de teste para ver se ela daria uma boa amiga, né? Sei que em geral homens detestam falar sobre sentimentos, mas acredite, será melhor para vocês. Ainda mais se sua desconfiança for do tão temido (mas também tão desejado) encontro entre almas (tô chutando que não é o caso entre vocês, MAS….).

Converse sobre o que você sente, ouça o que ela sente também. E como AMBOS estão no mesmo barco, debatam sobre os próprios medos também. Usem o lado racional para que fique claro se é isso que ambos querem. Conversem até mesmo sobre o fato de que vocês poderão sentir falta do parceiro (a) passado(a) e que tá tudo bem – DESDE que antes de tomar a decisão, ambos tenham certeza do que estão fazendo e do preço que envolve tanto fugir, quanto ir ao encontro um do outro.

Use também a lógica que disse nesse vídeo aqui, e que apesar dela não ser atualmente a sua ex, é bom que você ouça antes de tomar providências maiores.

Lembrando que todo mundo quer que o casamento dure a vida inteira, que ninguém se casa para terminar, mas aí lembre-se do fato de que a vida está aí para isso mesmo: nos fazer engolir e questionar muitas das nossas crenças.

Boa sorte!

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.

  • Dizem alguns estudiosos do assunto que a paixão corresponde, nos humanos, ao cio dos animais. Tem a função de juntar desconhecidos e, por este motivo, é muito forte. Se correspondido leva a uma segunda fase, a constituição da família, preferencialmente com filhos e podemos chamar de amor inicial. Estando os filhos já razoavelmente crescidos ou com o casal próximo a uma década de relacionamento acontece a crise que pode levar à separação ou a um acomodamento, tudo por conta do arrefecimento em vários aspectos do casamento. Sobrevivendo a isso pode prevalecer o amor definitivo. É algo mais racional e social do que instintivo. Acredito que essa fase está em extinção. São muitas as evidências de que as pessoas de uma maneira geral estão viciadas em estímulos cada vez mais intensos e intransigentes. Provavelmente, uma década será o tempo máximo de um casal que possa dizer que “viveu felizes para sempre”.
    Paixão e projeção andam de mãos dadas, imaginamos mais do que realmente vivenciamos e é isso o que os possíveis amantes tem de vantagem. Um sonho reluzente não tem como ser vencido pela realidade cinza. E mesmo que os amantes concretizem sua paixão, ainda sim, este relacionamento é um recorte, convenientemente limitado ao melhor que cada um pode ser. Não há esposa(o) que consiga competir, pois traz uma bagagem de brigas, conflitos, defeitos e conta apenas com atrativos desbotados pelo tempo, sem o benefício de ser novidade.

    Caro perguntador, não há como saber pelo seu relato o que é real ou sonho nesta sua dúvida. Você pouco disse sobre as duas mulheres e o que quer dizer realmente essa tal de “química” que surgiu entre vocês.
    Talvez a questão mais adequada a ser feita seria: o seu casamento não satisfaz mais, existe razões para que ele acabe, independente de existir outra pessoa? Se a coisa anda mal, talvez seja o caso de considerar a separação e no caso da sua possível amante, existe um agravante, ela tem um vínculo mais forte com o marido, o filho. Será que ela estaria disposta a dar mais do que apenas algumas trepadas escondidas com você?
    Poderá ser saboroso como um doce, pelo tempo que passa pela boca, mas te exigir injeções de insulina pelo resto da vida.

    • concordo com tudo!
      Porém, esses dias fiz uma enquete na fanpage sobre amor à primeira vista e apareceu cada história linda kkkkkkkkk
      (não é o caso do leitor, mas só pra colocar um pouco de esperança “nessa parte cinza” aí)
      https://www.facebook.com/PergunteaumaMulher/posts/1577268968970851

      O que acontece é que, muitas vezes (e isso está se tornando rotineiro), tanto casamentos, quanto “traições” já começam como verdadeiras farsas. Ou seja, sem sentimentos oficiais (por comodismo? Medo? Religião? etc. E aí os anos passam e o tang só esquenta
      Mt gente se casa por pouco (só por religião em comum, só por tesão, só pq engravidou, etc), trai por pouco (só por tesão, só por momento, etc) e aí os anos ficam mais difíceis ainda para quem construiu toda uma ilusão com bases fracas. Daí esposa ou amante podem cair na mesma triste história…

      • Fabio

        Olá Luiza,

        Sou o autor da pergunta.
        Bem meu casamento não é ruim não, mas não é dos melhores.

        O dela é péssimo.

        Então conversamos muito sobre isto ontem. E choramos muito também. Mas muito. Confesso que há tempos não chorava assim

        E então decidimos tentar continuar com nossos cônjuges, e ver o que acontece.

        Mas olha, eu nunca senti isto que sinto por ela, não tenho pouco idade.

        Vamos ver o que acontece né. Até porque ser for coisa de alma. Vai durar o tempo até o nosso encontro ser inevitável.

        Nós nos encontramos 2 vezes em um café. Sim já demos a cara a tapa. Mas sem contato físico. E não vamos repetir isto.

        Ou ficamos juntos dos cônjuges ou vamos viver isto.

  • Mariana Cobra

    Moço, não seja burro. Se a sua colega é casada e tem um filho e mesmo assim vem dando em cima de você, o que lhe garante que ela não fará o mesmo contigo?
    É a típica dona de casa, trabalhadora, descontente com o próprio casamento e que quer uma adrenalina a mais na vida.
    Se fosse paixão você saberia e não haveria tantas dúvidas. Isso está acontecendo pelo desgaste do seu casamento. Afinal, são 7 anos transando com a mesma mulher. E a sedução da colega está colando e atiçando a sua curiosidade.
    Vou cantar a pedra…vocês vão transar, não vão se separar de imediato e ela vai seguir a vida com o maridão corno e o filho.
    Você vai entrar em parafusos, vai ficar mais confuso, largar sua esposa e ficar chupando dedo.
    Esse negócio que a Luíza falou sobre conexão de almas só serviu pra deixar as coisas mais embananadas para você, pq quando é conexão/paixão/loucura aconteceria bemmm atrás…isso tá mais é pra fogo no rabo.

    Pergunte-se: VALE A PENA TER UMA RELAÇÃO COM UMA MULHER SEM PRINCÍPIOS? ELA FARÁ O MESMO COMIGO NO FUTURO?

    A mulher não está pensando no filho ou na família dela…

    No seu lugar procuraria entender os sentimentos que tens pela esposa e se não amá-la mais, largue tendo ou não outra na história.
    Contudo, se você a ama, procure ajuda com um psicólogo, abra os problemas a ela e fique com quem sempre lhe deu apoio, amor e carinho.

    Afaste-se dessa colega de trabalho e respeite a sua esposa…seja homem pq traindo você já está.

    • Quantos pontos em comum, mesmo escrevendo sem saber um do comentário do outro.
      Somos uns clichês. kkkkkkk

      • Mariana Cobra

        Verdade kkkk ou a história é tão simples que o perguntador só não está enxergando por estar cego de tesão.

    • eu ia falar sobre isso, mas fiquei com medo pq assim
      1- Será q ela deu mole pra ele estilo “biscateira”
      2- Ou foi um lance não tão assim?

      se for a primeira opção concordo contigo, e digo mais: provavelmente ela não traiu o marido pq ELE não quis, pq ela estaria querendo desde sempre kkkk

      • Mariana Cobra

        Biscate mesmo. Sem dúvidas

      • Fabio

        Talvez ela queira trair. Mas disse que isto eu nunca fariA

  • Liz

    Curioso que pelo que deu pra entender, vc é casado há tanto tempo quanto vc conhece essa mulher… ou vc só conheceu depois? Pq se casou com a sua esposa e logo conheceu essa outra mulher, e logo agora vc ta interessad(íssim)o, me soou como se vc tivesse deixado essa segunda mulher em stand-by pra dias de vacas magras, como dizem q os 7 anos de casamento podem se apresentar. Não sei, acho q se eu fosse casada com alguém q quisesse desesperadamente comer outra pessoa eu preferiria ser chutada a estar num compromisso falso. Mas isso sou eu, sua mulher provavelmente acha q ta tudo certo, q ela é boa pra vc (como deve ser, já q vc não citou estar desgostoso com seu casamento necessariamente), e q portanto vc ta satisfeito com ela. Mas o tédio is a bitch, e em geral se encontrar numa situação sem grandes dramas costuma mover as pessoas a tomarem decisões estúpidas. Vai ver pode ser seu caso.

  • Stanley Lewis

    Leitor, você está sendo tapeado por esse sentimento que você chama de “paixão, maluquice, química forte”. Você quer mesmo trair a mulher com quem você está a 7 anos? Trair ela com uma mulher casada que é notadamente promíscua? Você quer acabar solteiro e chupando dedo? (como a Mariana Cobra falou) rsrs

    Essa sua colega de trabalho é casada, tem filho e ainda dá em cima de você, eu digo que você não é o primeiro com quem ela flerta e tem um caso extraconjugal. Se trair sua mulher, o único trouxa nessa história vai ser você mesmo.

    • hadassa

      Disse tudo e mais um pouco Stanley ele tá sentindo é tesão provocada por uma mulher que tá se jogando pra cima dele tempo inteiro por isso tá desse jeito aff.

  • Jps

    Isso parece mais vontade de “algo diferente” do que realmente uma paixão/amor.

    Pelo que eu entendi, ela já te fez outras investidas no passado (tipo anos atrás) e naquela época você não teve problemas em negar, então o que mudou?
    O tempo.

    Hoje em dia, a sua relação com sua esposa pode não estar tão boa como nas outras vezes, por motivos de carência sua ou falta de esforço de vocês dois para manter as coisas se desenvolvendo (aquecidas), então o que antes não te chamava a atenção, agora parece algo importante/sério.

    Eu acho que se fosse algo das “almas” como a Luiza disse, já teria deixado a situação sufocante muito antes e você já teria percebido que era de verdade.

    Minha dica é que você esqueça essa mulher e tente fazer uma terapia de casal com sua esposa. No texto você não fala nada dela, então entendo que não existem grandes reclamações e por isso mais fácil de remediar essa fase “parada”. Se depois você perceber que não tem futuro mesmo assim, pode até se separar, mas não faça isso pensando na outra.

    Vai que você não é o único que ela da em cima, rs…..e começar uma relação com uma mulher casada, com filho e que trabalha com você não é uma boa.

  • Franciele

    Leitor, a frase mais marcante no teu relato foi “nunca senti isso antes”; como assim!!
    Seria esperado ler isso de um adolescente, ou mesmo de um cara de vinte e poucos, recém saído de uma adolescência hedonista, mas nunca de um homem de 35 anos, supostamente vivido e maduro.
    Espero que os comentários aqui te ajudem a perceber o quão ridículo estás sendo e, contribuirei com minhas ponderações para que tu entenda o óbvio da tua história.
    Para começo de conversa, tu cometes um erro bem comum em pessoas padecentes de tesão com projeção, qual seja, assimilar-se ao outro dizendo que “estamos pensando em terminar nossos casamentos”, “gostamos muito um do outro”, etc, como se tivesse magicamente adquirido a capacidade de entrar na mente alheia; outro aspecto que chama atenção é essa facilidade em se deixar impressionar pelo fato de estar pensando… em como seria o sexo com ela, grande parte do tempo, como se não percebesse que tu alimenta esses pensamentos, quiçá como compensação pelo tédio do relacionamento real que possui.
    Para conseguir sair dessa armadilha mental, aconselho que pondere o que tu pensa saber sobre essa colega com o que sabe de fato, deixe de alimentar os pensamentos eróticos, mesmo aqueles que aparecem disfarçados de romance, mas que sempre terminam em sexo, verifique a real disponibilidade dela, sem projetar algo que “nós” queremos porque em verdade vocês mal se conhecem, e finalmente, procure descobrir se vocês, caso ficassem juntos, teriam objetivos e valores em comum, uma vez que, no ambiente de trabalho normalmente somos bem artificiais.
    Tenha cuidado para não trocar uma história construida por algo que não tem base para se sustentar quando nem tudo forem flores.

    • ouxi tá fácil assim sentir essas coisas? Tem gente q morre sem ter sentido poxa kkkkkkkkkk

      • Franciele

        Penso que não haja sentimento verdadeiramente, apenas tesão e projeção confundidos com algo mais profundo.

        • Elisa

          Que algo mais profundo é esse? Pra mim, casamento sem tesão é apenas amizade travestida de “amor”. Relacionamentos vivem também do tesão. Não consigo visualizar algo mais profundo, que justifique um vínculo dessa natureza do que o tesão. O amor que muitos falam aqui não é nada mais do que “amizade”. Só isso. Não sei porque florear tanto.

          • Franciele

            Concordo que relacionamento sem tesão é amizade, mas tenho certeza que tu concorda que relacionamento apenas por tesão são “ficadas recorrentes” que não podem ser denominadas namoro e tampouco casamento.
            Para namorar ou casar com alguém é preciso conhecer as qualidades e os defeitos, descobrir se os objetivos de vida são conciliáveis, saber se o que cada um espera do parceiro corresponde ao que este pode ou quer oferecer, enfim; somente o tesão surge e desaparece com facilidade, ou até pode durar sustentado na ilusão da paixão, que segundo os entendidos estende-se por até três anos, e no fim desse fogo todo, um olhará para o outro e se perguntará o que foi que viu de tão significativo naquela pessoa.

          • Elisa

            Namorar e casar exige uma escolha mais racional que não necessariamente bate com o que sentimos de fato pela pessoa. Você tem razão no que diz… O problema é conciliar tudo isso. Muitas vezes encontramos bons partidos… só que eles não nos atraem…. Foda isso. Sem falar que atração gera, querendo ou não, uma certa idealização. A questão é pra dar certo ambos devem ser maduros e não fantasiar muito o casamento. Ter os pés no chão.

          • Franciele

            Existem os “bons partidos” que não atraem, bem como, “maus partidos”, rs, que despertam os instintos; entretanto, por mais intensa que seja a atração pelo segundo, ela tende a desaparecer com o tempo, a medida que outros aspectos relacionais ganham importância, enquanto com o primeiro, ressalvada repulsa muito forte, o cuidado e as afinidades tendem a desenvolver a proximidade que não existia de início.
            Mas eu entendo essa confusão que tu e a maioria das pessoas faz, entre atração e viabilidade relacional, porque muitos começam a “namorar” muito cedo e sem objetivos, internalizando que relacionamento é uma aproximação motivada por atração e um ou outro gosto em comum, sem demandar conhecer realmente esse outro que se pretende deixar fazer parte da vida. pode observar, muita gente namora meses e até anos, e depois que acaba diz algo do tipo “não sei porque namorei ou o que vi no fulano”.

  • Morenna Rosa

    Sabe o que é pior? Você sabe que está errado e sabe que não passa de curiosidade por algo indevido. Mesmo não tendo contato físico, isto que estão fazendo já é traição. Não pelo fato de achar alguém sexualmente interessante, mas por fazerem questão de demonstrarem um ao outro e ficarem nessa lenga lenga. É traição de confiança. Desvio de caráter. Falta de consideração… Várias coisas…
    Se eu fosse você, tiraria umas férias e iria curtir com a minha esposa, pra ver se retomo a consciência mais rápido e não é possível não perder uma vida juntos por um passatempo qualquer… Porque mulher que se preze a isso: é um passatempo, qualquer.

  • hadassa

    Olá, amigo leitor pra mim está claro como água cristalina até vc deixar claro a sua “dúvida” eu não sei o que estou sentindo? Amiguinho isso tesão provocado pela ordinária casada infiel da sua colega de trabalho seria impossível vc não está nessa “situação” porque vc é homem heterossexual uma mulher tempo se jogando pra cima de você tempo inteiro ela está te tentando para ceder o assedio dela aff. Mas tem um porém nada justifica só porque você está sendo assediado e provocado que tú tem o direito de “pegar” ela porque? Primeiro você como todo ser humano seja homem ou mulher nós podemos muito bem segurar e reprimir os nossos impulsos usando a RAZÃO(cabeça de cima não de baixo rs). Colega se você quer ser fiel dá sim para vc fugir dessa atentada e dá um gelo nela e colocá-la no seu lugar e se vc me disser que não consegue porque a tentação tá insuportável toma uma atitude radical isso mesmo qual? Sai desse emprego isso mesmo suma daí e longe dessa mulher “casada” infiel eu sei que serviço está difícil vê se não tem alguém indicar em outro empresa só não dá você ceder e trair a sua esposa.
    Como a Luiza sempre fala aqui toda pessoa comprometida passará por testes da fidelidade cedo ou tarde seja quem namorados(as), noivos(as), casados(as). Vou contar algo familiar eu vejo isso no casamento dos meus pais tem ANOS de casados achas que meu pai ou minha mãe não sofreram ou ainda sofrem assédios e tentações para trair vixi cara pouco tempo faz 2 meses minha mãe me contou entrou numa loja popular de ferragem para vê se tinha um lampião ela ainda quer encontrar rs eu já disse aqui minha mãe é uma mulher madura e muito bonita mesmo conservada tem aparência de ser mais jovem muita gente fala isso pra ela casada anos e com dois filhos ela cuida da saúde e alimentação natural e magrinha detalhe minha mãe não faz academia detesta mais faz caminhada dela tranquilo ela entrou na loja perguntou pro vendedor ele um rapaz novo e aparentava ter 24 anos ela disse vcs vende lampião? O carinha pra ela ainda não mais deixa eu ser o seu lampião porque vc uma maria bonita pra lá de linda deu maior xaveco pra minha mãe vc não tá vê a minha aliança na mão esquerda eu já tenho meu lampião ele ciumento e se ele te ouvisse vc ia vê só cara vc da faixa etária da minha filha o rapaz bem falou assim e daí? Amor não tem idade nem parece que tem uma filha ela disse é mais eu tenho e sou casada e amo meu marido sou fiel a ele por favor respeito e bom eu gosto deu as costas saiu de devagar na loja tava passando corredor ouviu um outro cliente falando para cara viu mexeu com a mulher errada. Fiquei passada minha mãe me contou a história ela falou já pensou se eu fosse uma carente, vaidosa, orgulhosa e tivesse o ego enorme me encheria com aquele elogio e trairia o seu pai e olha só filha tentação e bem oportunista bate na porta de qualquer pessoa comprometida no dia anterior eu briguei com seu pai e fiz ele deitar no chão do nosso quarto eu fiquei na cama dormindo sozinha não teve love naquela noite tava chateada com ele mais acordei aquele dia a gente acabou bem e nos abraçamos e pedimos perdão um ao outro nesse mesmo dia ela sofreu esse assédio e tentação um convite para adulterar.
    Vc comprometido é um um homem casado e se de fato você ama a sua esposa e até pode tá em crise não é todo dia que um casal marido e esposa tá bem vcs estão passando pela tal lenda crise de 7 anos de casados quer continuar com seu matrimônio sem manchá-la com a infidelidade digo pra vc não trai e colega tentações vc e sua esposa tem mais aí que o teste e provação está passando se acima dos problemas, hormônios, assédios e acima de qualquer coisa eu dei minha palavra fiz um juramento sim pacto de aliança isso que é i casamento seja civil ou religiosa ser FIEL em todos os momentos bons ou não tão bons então experiência de meus pais vale a pena o casamento sem mácula a FIDELIDADE é a estrutura o fundamento do AMOR. Viva o amor, Viva o casamento , Viva a Fidelidade, Viva a Família!!!!!!!!!!!!!

  • Larissa

    Nunca estive em um relacionamento longo… Eh realmente difícil se manter fiel?

    • Aline

      Na minha opinião, acho que tudo depende da forma que você encara seu parceiro e seu relacionamento. Se você vê seu companheiro com admiração e acha que tirou a sorte grande, dificilmente irá se interessar por outras pessoas. Agora, se a união veio de apenas tesão, comodismo e o casal raramente se esforça pelo bem comum, aí qualquer sola de sapato vira sapatilha de cristal.

    • Mika

      Sim, Larissa. Quando se está casado há muito tempo é normal o relacionamento cair no marasmo. Isso não quer dizer que o amor deixe de existir. É preciso soprar as brasas de tempos em tempos pra manter o fogo aceso.
      Filhos, incompatibilidade sexual, problemas financeiros, familiares, divergências de opinião, doenças, frustrações pessoais, profissionais, brigas, vícios, traição e mil outras dificuldades menores afetam o relacionamento. Cada época tem seus problemas específicos. A dificuldade financeira do início tende a se resolver depois de um tempo, mas o foco apenas migra de problema. Filhos adolescentes costumam dar mais trabalho do que crianças. Um vício em álcool pode se agravar com a perda de um emprego (ou até mesmo o contrário). Uma doença pode separar ou unir ainda mais o casal.
      A rotina é um forte inimigo do casamento, assim como a forte exposição à tentação. A mulher que trabalha fora está muito mais exposta do que aquela que fica em casa cuidando dos filhos. A moral mais frouxa de hoje em dia, aliada às inúmeras frustrações que acumulamos nos anos de convivência são um campo fértil pra traição. Um casal que brigou na noite anterior está mais “aberto às alternativas” do que aquele que resolveu suas diferenças amigavelmente.
      Chega um momento no casamento em que cada dia é um desafio, e quando um problema não tem solução imediata, aprendemos a empurrá-lo com a barriga. Ficamos mais realistas, menos presunçosos, mais tolerantes, mais práticos, menos ortodoxos. A paixão se esvai e a admiração diminui, mas o amor e o respeito precisam se manter, ou a relação sucumbe.
      Sobre traição, ela é mais tolerada nos casais maduros e acomodados, mas é um engano achar que o amor desapareceu com a acomodação. Tanto o traidor quanto o traído podem manter ainda uma forte ligação afetiva, embora a sexual já tenha desaparecido.

      • Elisa

        Concordo plenamente.

      • Rodrigo

        Nem vou mandar a minha pergunta mais pra luiza.
        Nossa que comentário bom.
        Atirou na moça, acertou minha testa em cheio.
        Muito obrigado, e parabéns. Ganhou um fã.

    • Mariana Cobra

      Depende Larissa…como a Aline disse, vai sempre depender dos motivos que te uniu ao seu parceiro e se são compatíveis, com a mesma base cultural (criação), moral similar e objetivos em comum.

  • Aline

    Velho, vou te passar a real: realmente é muito difícil prever se este provável relacionamento com a sua colega de trabalho daria certo, então vamos tentar caminhar pelo que já é sabido. Acho que a melhor parte de pedir dicas neste site é poder fazer uma autoanalise do seu comportamento para somente aí tomar uma decisão. Vamos lá:

    1) Em primeiro lugar, porque você acha que se interessou por uma pessoa mesmo sendo casado, isto já aconteceu antes? Desde quando você começou a perceber que estava perdendo o interesse pela sua mulher e porque você acha isso?

    2) Caso consiga achar uma resposta para a primeira questão, veja se, dependendo da situação, valha a pena tentar reinvestir neste relacionamento (seu casamento) ou terminar tudo.

    3) Se você resolver seguir em frente, afaste-se desta sua colega de trabalho (o demo kkk) e procure ver na sua esposa atual o que te encanta e o que você pode fazer para vê-la satisfeita também.

    4) Caso você resolva terminar, não atropele as coisas e não fique com ninguém. Geralmente (disse geralmente) quando saímos de um relacionamento para engatar em outro é porque estamos muito carentes de afeto e não fazemos boas escolhas.

    Minha opinião pessoal é que você só está sentindo este fogo todo porque você e essa moça encontraram coisas em comum entre vocês que você acredita não ter com a sua mulher e eu também acredito que a principal coisa que aproxima você e essa sua colega de trabalho hoje é que um fica falando mal do companheiro para o outro (to certa?).

    Vai por mim, comece a observar os defeitos da sua coleguinha e verá que a situação não é tão mágica como parece, até porque essas coisas acontecem mais na nossa cabeça do que na realidade. E a quantidade de “não sei” que você colocou aí me deixa mais confiante de que esta história está com cara de propaganda enganosa. Eu chamaria o PROCON!

    Pense com a cabeça de cima e boa sorte!

    • Fabio

      A coisa é forte. Mas decidirmos continuar com nossos cônjuges. E ver o que acontece.

      • Aline

        Oi Fábio. Impressão minha ou essa escolha está sendo mais por culpa/medo do que um desejo verdadeiro seu? Sabe o que é traição pra mim? É a pessoa que me ama não confiar mais em mim e isso pode acontecer de várias formas. Vc acha justo com você e com a sua mulher ficar com ela pensando em outra pessoa? Se coloque no lugar dela. Se posso me atrever a te dar mais um conselho, se você decidiu ficar com a sua esposa, mas não vai mudar em nada no seu comportamento e ainda vai ficar pensando na sua colega de trabalho se dê um tempo e não fique com nenhum das duas. Eu realmente acredito no que vc sinta pela sua colega de trabalho, a minha dúvida é sobre as origens deste sentimento. Vc já quis muito comprar algo que não tinha dinheiro na hora? A ponto de só pensar nisso? E quando comprou viu que não era tudo aquilo? Então, relacionamentos as vezes são assim também. Podemos nos apaixonar enlouquecidamente por alguém e na hora do vamo vê estávamos mais apaixonados pela ideia do que pela pessoa. Talvez vc esteja apaixonado por ela sim, vai saber, mas o momento que vc está passando pode influenciar seus sentimentos entendeu? Será que vcs teriam se apaixonado se ambos fossem solteiros e não estivessem carentes? Tai a pergunta que vc deve se fazer.

  • Marcelo

    Quem trai um, trai também o outro.

    Caia fora.

    PS: Onde se ganha o pão, não se come a carne.

  • Eu tinha 14 anos e estava indo pela primeira vez na festa de peão. Tudo novidade para mim, mas algo me chamou bastante a atenção: Havia uma aglomeração de pessoas em uma barraca e um rapaz com 3 cartas de um baralho. Das 3 cartas, 2 eram pretas e 1 era vermelha. O jogo era simples, o sujeito virava as 3 cartas para baixo separadamente e movia lentamente de lugar. Quem quisesse apostar, teria que descobrir qual a posição da carta vermelha.
    Se a pessoa apostasse 10 e acertasse, ganhava 10 reais. Podia apostar qualquer valor.
    Vi pessoas apostando 10 e vi pessoas apostando 100, 200, 1.000 reais. A maioria perdia e vez ou outra alguém chegava e ganhava.
    Eu me ludibriei com aquele jogo, pois o sujeito movia tão lentamente as cartas que era muito fácil ganhar. Perdi 10 reais kkkkkkkk
    De repente a polícia chegou e algemou o sujeito. Junto do sujeito, algemou outros dois que estranhamente haviam ganhado no jogo anteriormente.
    Era um golpe. Era um maldito truque de baralho e já haviam dezenas de vítimas.
    O delegado se posicionou perante todas as vítimas do golpe e disse: “Quem perdeu dinheiro aqui e quiser recuperar, sigam-nos.”
    Foi aquela multidão seguindo a polícia e reuniram todos em uma barraca. Nisso o delegado começou a perguntar quanto cada um perdeu. Depois de ouvir algumas respostas, ergueu o tom de voz e perguntou: “Vocês querem recuperar o dinheiro?”
    Todos responderam que sim. E então ele bradou: “Vocês nunca
    mais irão recuperar esse dinheiro seus otários, jogatina é crime e saiam logo daqui senão irei prender todos vocês”.

    Eu sai correndo com a maior cara de otário e nunca mais aqueles 10 reais voltaram para mim kkkkkkkkk

    Caro leitor, ilusões, a vida é cheia de ilusões e você está apostando muito alto.

    • Fabio

      Decidimos, esperar pra ver o que acontece.

      Ou seja não apostamos nada.

      • Carol

        Vão ser amantes? É mais cômodo assim, né?
        Coitada da sua esposa nem imagina…

  • Bell Waltzi

    Há dois anos atrás estava num casamento ruim e isso me deixava muito triste, até pensei em trair para ver se algo mudava, mas aguentei, mesmo às vezes caindo em tentação, porém aguentei. Penso que quando uma pessoa casada procura outra casada ou não, algo já está errado, pois como pode se confiar em alguém que trai? Sou do tipo que quando o relacionamento não vai bem o melhor é cair fora e dar chance para o outro e você serem felizes.

    • M Holmes

      Eu tbm pensei em trair várias vezes quando eu fui casada pq o meu relacionamento estava ruim, mas conversei várias vezes como o meu ex sobre isso e conseguimos levar até aonde deu.

  • Rodrigo Silva

    Ele disse que está confuso. Olha o alerta aí!!! Quero quando a coisa pegar MUITO FORTE mesmo se vai ficar nessa alegria toda.

  • Elisa

    Isso só é uma comprovação do que eu percebi faz tempo. Não existe AMOR romântico eterno, perene etc. Isso é conto de fadas mesmo. Por mais incrível, maravilhosa, tudo a ver que a pessoa seja chegará o dia em que não a veremos mais como cônjuge, mas como irmão ou irmã msm. O tesão acaba, o amor esfria e aí… Outras pessoas, exceto o cônjuge, passam a ser mais interessantes sexualmente falando. Não acredito que isso seja laço de alma ou uma ligação de um amor de vida passada nem nada. Isso é só o reloginho biológico dizendo que “o amor acabou”, “o prazo de validade venceu”, “foi bom enquanto durou” e etc. Porém, contudo, todavia, entretanto não acredito que ele faz bem de largar a esposa dele por essa outra porque, no fundo, vai acontecer a mesma coisa que aconteceu com a esposa, isto é, ele vai deixar de gostar da amante a longo prazo. Ou seja, ele vai largar a mulher dele, os filhos e vida que ele construiu por algo que vai acabar daqui uns anos. Não é inteligente fazer isso. Ele tem duas opções: a) larga a esposa para viver um novo amor que terá também seu prazo de validade; b) ou se conforma com a situação e vive da melhor maneira possível a vida de casado como todos os nossos antepassados fizeram. É isso 🙂

    • Fabio

      Bem isso, largo a atual ( que o amor acabou) pra viver este novo amor ( imagino que é, porque é forte demais), e daqui 10 anos o amor do segundo relacionamento acaba também.

      E aí, vou procurar um terceiro ??

      Ajuda aí Luíza ??

      • Jps

        Será que o amor acabou, ou você só desistiu de batalhar nesse relacionamento?

        O problema cara, é que você ta pensando no para sempre e esquece o hoje.

        Relacionamento, assim como a vida num geral, é vivida dia por dia. Precisamos sempre trabalhar para evoluir e para manter um casamento saudável não muda. É necessário esforço para fazer a “chama” ficar acesa e nem todo mundo esta disposto.

        E se for o caso de se separar mesmo e procurar outra pessoa, porque não?

        Mesmo que for acabar em 10 anos, não tem como você sabe isso agora e se for acontecer mesmo, que você pense no 9 ano. Ficar sofrendo por antecipação, ou desistir de batalhar não adianta nada.

        Busque a sua felicidade sempre!

        Mas claro, não em cima da tristeza dos outros. Se for viver um novo amor, que separe da esposa antes.

      • Uai ,melhor amar uma por 10 anos, depois outra por 10 anos do que ficar com uma por 20 anos sem amor pq “um dia o amor pela segunda poderia acabar tbm”
        eu heim. kkkkkkkk Se acabar pela primeira, terá a segunda e aí se acabar pela segunda pode ficar sozinho tb. Ou com uma terceira, quarta, ou de novo, sozinho
        ou vc só fica feliz se estiver com alguém? Ou será q todos deveríamos ficar com “o ex” pq vai que o atual dá errado? Isso tá errado.
        VOCÊ QUER SER CASADO OU QUER SER FELIZ?
        Eu, Luiza, quero ser feliz. Se vc só quer ser casado e dizer que é pra sempre fique com a sua atual…
        homem é bicho medroso demais, sério. Dizem que mulher que é louca pra casar, mas oq eu mais vejo é homem se borrando todo pra não terminar com um relacionamento por medo “da outra ser encrenca”. É óbvio q medo é algo q todos sentem, masssssss, precisa ter coragem!!
        Dica extra: Se vc não ama a sua atual, pare de fingir q ama, d se enganar, mas não precisa trair, nem ficar com a outra. Só pense melhor a respeito e entenda que caso vc termine e fique com outra, vc não ta terminando “para ficar com a outra”, mas sim pq vc já não amava mais a sua ex e estava TENTANDO SER FELIZ.
        Não deu certo? Triste, mas vc não amava sua ex mesmo, não perdeu mt coisa.
        a não ser q vc odeie mt a sua companhia e ache um saco ficar sozinho e só fique bem se tiver “esposa”, ai vc me procure para consultorias particulares pra gente tirar esse medo. No mais, seja homem corajoso e entenda que NÃO PRECISA “trocar uma pela outra” (esqueça esse pensamento!), mas sim ser de novo, homem a ponto de assumir q não ama mais a pessoa q vc se casou e que entre ser feliz e ficar anos casado pra fazer bonito, vc preferiu ser feliz. Triste, mas fazer oq? Vai ficar dizendo q casamento tem q durar pra sempre e desejando outra? Escolha sua tb, mas aí não fique perguntando oq vc já sabe a resposta.
        Só sei que eu q não quero ser casada a vida inteira com um homem q não me ama. Prefiro q ele me abandone, choro e depois me recupero. Mas ai vai do q VC prefere, do que vc acha q sua atual prefere, e claro, se apesar da paixão, vc acha q sua colega d trabalho é um bom partido tbm (e mesmo não sendo, não anula a hipotese d terminar)
        Já demos as dicas, agora é fazer sua parte pq vc já entendeu mt bem a situação, mas pra ganhar, precisa abandonar o medo de perder. E se perder, saber perder: estamos na vida pra jogo mesmo! E se vcs decidiram pensar mais, não se desespere antes do tempo que sua “certeza pelo sim ou pelo não” uma hora virá. Boa sorte!

        • Fabio

          Olá Luiza,

          Decidimos esperar, por quê ( assumimos), eu no caso hoje, não teria forças pra enfrentar toda a barra da separação.

          E ela assumi também que não tem forçar pra assumir a barra e ainda somado a que casamento é pra vida toda, ela está chorando copiosamente há dois dias, desde que decidimos juntos.

          Agora vamos ver né, até quando isso dura…

          Creio que chegará a hora do vamos enfrentar isto pra ficar, ou era só fogo de palha ( eu acho que não é, e como tem que ser forte pra assumir isto)

          Dicas sao bem aceitas pra facilitar este processo de espera com toda a dificuldade e dor que está causando….

          Ajuda aí Luíza!!

          • Mariana Cobra

            Fabio, eu entendo todo o drama, mas não deixo de pensar na covardia dessa situação com a sua esposa.
            Eu não sei que tipo de relacionamento vocês tem ou que tipo de pessoa são ou a personalidade de vocês, MAS casamento é parceria, é amizade é COMPANHEIRISMO e para mim é um absurdo gigante a sua esposa estar “no escuro” e sendo ludibriada de forma tão sacana.

            Quero dizer, você teve a audácia de chorar horrores com a colega de trabalho, mas não teve bolas para sentar e expor tudo para a sua esposa?

            Ela tem o direito de saber que o casamento está em crise e que você tem dúvidas sobre seus sentimentos por ela. Ela tem o direito de saber que você está pensando em outra quando está com ela. Ela tem o direito de saber que você a escolheu por medo/pena/incerteza do futuro.

            A SUA ESPOSA TEM O DIREITO DE SER FELIZ e você tem o DEVER como ser humano de sentar com ela e se abrir.

            Quanto a sua colega de trabalho e todo o chororo, CARA, abra teus olhos por que mulher é um bicho terrível e somos mestres na arte da manipulação. Ela está te manipulando com todo esse choro e toda essa lástima de “não tenho forças para largar meu marido”.

            Para cara. Fala a verdade e cá aqui entre nós dois, você sentiu láááá no fundo que ela NÃO largaria o esposo e que estava querendo mesmo era uma aventura contigo. Todo o resto, todo o choro é pura encenação (vá por mim).

            E por último, digo que chego a ficar desesperada pela sua cegueira e se estivéssemos conversando pessoalmente eu te daria um pedala robinho pra ver se você abre seus olhos caralho!

            Seja mais homem e menos saco de batata cara…ou caga ou sai da moita. Ou você fica com a sua esposa e EXPÕE toda essa merda ou você a deixa ser feliz com outro.

            Toda escolha tem a sua perda e você está se cagando de medo de se arrepender no futuro por ter largado uma pessoa bacana (principalmente se vê-la com outro e feliz), mas cara, a vida é assim.

            Te desejo toda sabedoria e coragem que o universo possa lhe prover.

          • Fabio

            Mariana,

            Bem isto que vc disse mesmo.

            Ontem eu botei ela na parede.

            Disse vamos romper com nossos casamentos e viver isto que sentimos ( no meu caso tesão, com pouco de sentimento, e no caso dela só safadeza).

            Ela disse que estava indecisa pelos filhos, eu disse que assumia. Todos os medos, eu arranjei soluções.

            E depois de tudo perguntei se era só sexo que ela queria. Porque a muito tempo ela dava investidas em mim.

            Ela disse que não sabia. Mas que gostava de mim. Senta lá Cláudia kkkkkk

            Mas por fim disse que não quero mais nenhuma investida dela é que era pra colocar um ponto final nisto tudo.

            Confesso que não teria coragem de romper. Mas eu precisava colocar ela na parede e por um ponto final na história.

            Disse que sentia pena do marido dela.

            Hoje não tenho forças, pra falar pra minha mulher, mas, logo que estivermos melhor. Vou contar com certeza!!!

            Agradeço a vocês.

            Realmente ela é uma biscate né.

          • Mariana Cobra

            Fico feliz que você tenha visto a situação que estava muito óbvia.
            Eu entendo que seu casamento entrou numa fase de marasmo e apatia sexual, mas aí vc tem que colocar na balança se valeria a pena trocar uma pessoa que é leal a você por essa biscoiteira (fico muito aliviada q tenha visto que não vale o esforço)!

            Ela só queria uma aventura e nada mais. Todo o choro e lastima era para esconder o q ela realmente queria e não passar por imoral!

            Qto a sua esposa e a futura conversa, eu sugiro vc fazer algumas sessões com um psicólogo (de preferência homem) com a desculpa q vc anda mto estressado, nervoso e descontente…abra-se com ele e numa das sessões chame a sua esposa e exponha tudo que está lhe incomodando.
            Vc vai ganhar uma coragem a mais por ter um intermediário para a conversa.
            Não precisa falar que teve outra mulher na história, pq cá entre nós, tudo isso só apareceu para escancarar que seu casamento está indo ladeira abaixo e pode ser uma oportunidade para vcs se fortalecerem e serem felizes!

            E se tudo ocorrer como eu acho q vai, vc vai descobrir os descontentamentos da sua mulher e ambos podem melhorar e decidir oq querem.

            Parabéns por ter sido firme e não ter cedido aos desejos. Isso mostra que vc tem caráter e que se importa com a sua mulher.

            Felicidades.

          • Fabio

            Olá Mariana

            Então segui o caminho correto.

            Confesso que há anos há investidas, e nunca cedi. Mas agora pelo aquilo que vc falou cedi. Só em sair há um café com ela. E ponhamos um ponto final, (botei ela na parede)

            E disse que sente algo por mim, porque senao não teria saído em um local público.

            Creio que ela me cozinhar em banho maria.

            Opção 1: Vair louca assim

            Opcao 2: Vai ser biscate assim

            Em qual vc vota ?

          • Fabio

            Voto na opção 2!

          • Denilson

            “Confesso que não teria coragem de romper. Mas eu precisava colocar ela na parede e por um ponto final na história.”

            Mas se a resposta dela tivesse sido positiva, vc iria romper com a sua esposa, não ? Ou iria ter um caso com essa mulher casada ?

            Não entendi um pouco direito.

          • Fabio

            Queria ver se ela tava brincando ou se falava a verdade, ou se era putiane

            No momento não romperia com minha mulher.

            Mas ela disse que gosta de mim, e não tem coragem pelos filhos. Perguntei se era louca ??

            Quer me manter em.banho Maria. Kkkkkkkkkkk

          • Elisa

            É piriguete. Sei como é. Melhor coisa foi vc ter colocado ela contra a parede. E concordo com a Mari Cobra, é legal vcs fazerem terapia de casal.

          • Wana

            E o “inocente” é o que? Bobinho, tolinho, inocente, ou um grande filha da puta, tal qual a outra traíra ?
            Embora, pela conversa dele aqui, está mais para um ex-virjão nerd, que pela primeira vez teve outra mulher, fora a dele, que deu mole. O papo foi todo esse, tipico de quem nunca teve uma aventura na vida.

          • Já eu acho que ele largaria tudo por ela, mas como viu que ela não faria o mesmo, está “xingando” kkk. Ninguém se dá ao trabalho d mandar uma pergunta se não pretendesse mudar nada na vida dele.
            Sei lá, viver é arriscado mesmo, alguns se dão b em trocando, outros não. Normal. Se a gente soubesse lidar melhor com a própria companhia com certeza a dor seria menor nesse meio tempo d possível solidão. E outra, homem quando leva fora parece q fica mais bravo do que mulher, nunca vi isso kkk Ainda q claro, ninguém goste.

          • Fabio

            Luiza, confesso que levei em consideração a proposta em primeiro momento.

            Mas como ponderei, a aibda tudo com tudo que está acontecendo em minha vida ( coisas fortíssimas, que não citei aqui) estava perdido, e mais a cegueira pelo tesao, e os problemas graves de meu casório. Somado a ajuda do povo aqui.
            Percebi que Estava fantasiando muito. Sobre ela!!

            Olha não teria coragem de romper. Como vc mesma disse, na dúvida não faca nada. Kk

            Então aproveitei pra colocar ela na parede. Depois de todo o drama. E todos os anos e investidas.

            Ela tentou me deixar em banho Maria.

            Eu disse que não. Pra nunca mais.

            Confesso que o adjetivo pra ela foi forte.

            E as vezes penso que ela não foi por puro sexo. Apesar de todo mundo aqui dizer que foi.
            Tentei tirar as intenções dela, mas não cheguei a conclusão de ser putiane, ou não.

            Mas depois de tantas investidas de anos a fio. Cedi no plano dos pensamentos. Me arrependi. E não vou fazer de novo.

            Agora é esperar o tempo e colocar em prática o que a Mariana falou.

            E desculpa pelo adjetivo a ela. E fiquei na dúvida sobre a intenção dela. Apesar de todos dizerem que era putiane. Kkkkkk

            Talvez seja ingênuo, mas não fiz nada que chegasse aos finalmente. Usei a cabeça de cima kkk

            E agora e não repetir e seguir a fala da Mariana.

            Obrigado a todos!!!!

          • M Holmes

            Independente dos seus julgamentos, procure sempre respeitá-la. Não se esqueça que ela ainda é sua colega de trabalho, porém não a procure mais nem para amizade e continue seguindo os conselhos da Lu e da Mari (xará) Cobra.

          • Mariana Cobra

            Putiane por putiane vcs estão no mesmo balaio né não Fabao.

            A moça não tem moral alguma, mas vc ter ficado tanto em dúvida ao ponto de considerar a proposta da colega não te deixa mto atras.

            Oq vai definir seu caráter são os meses que virão e a forma que vc vai encarar seu casamento.

            É ruim vc caracteriza-lá como biscate qdo vc tbm agiu como um falsiano com a esposa.

            Dois erros, dois casamentos e duas pessoas que não sabem lá mto bem oq quer da vida dentro de um casamento.

            A sua sorte é que pensou com a cabeça de cima e pensou um pouco na esposa, senão iria carregar um sentimento/carma ruim pelo próximos anos.

            Não deixe de procurar ajuda e rever que tipo de casamento quer ter (nada de ter filhos no meio dessa bagunça)

          • Fabio

            Mariana, concordo com a adjetivo a ela foi forte.

            Olha confesso que fiquei na dúvida, se era putiane ou não.

            Pois eu no meio de toda a confusão da minha vida, eu não cedi.

            Não sei o que ela pensava.

            Posso ser trouxa em não ter certeza se ela era uma putiane ou não. Mas acho que não era putiane.

            Mas agora é botar a sua proposta em prática.

            Pode ter certeza que vou seguir a risca o que me disse.

            Lhe agradeço do fundo do coração.

            Gostaria de muito de agradecer pessoalmente. Mas, como não é possível lhe ofereço toda a minha gratidão.

            Só os pessoas que estão inseridas no problema sabem o que é, talvez seja meio trouxa mesmo.

            Mas não cedi.

            E no meio de toda a loucura que está minha vida. Vou esperar algumas coisas se acalmarem e vou seguir o que me disse.

            Grande abraço!!!!

          • Mariana Cobra

            Fico feliz por vc Fábio.
            Quanto a sua colega de trabalho, ela precisava sentir que alguém a admira, que alguém sente tesão por ela e que é desejada. Talvez ela não tenha isso no casamento há um bom tempo e de forma inconsciente precisava de uma aventura para validar a própria vida, mesmo que isso prejudicasse a todos os envolvidos.
            Puro egoísmo de uma mulher com crise de idade/casamento.
            Mas tenha para si que a índole dela não é das melhores, tome cuidado no ambiente de trabalho, pois ela pode tentar lhe sabotar (orgulho ferido) e mantenha uma distância cordial.

          • Luna

            E enquanto isso sua esposa e o marido dela em casa sem nem ter noção do “romance mexicano” que o belo casalzinho está vivendo, cara eu leio isso e me dá até arrepio de acontecer o mesmo comigo, de estar sendo traída dessa forma, que pra mim é pior que um sexo meramente casual, essa traição sentimental me deixa com ânsia de vômito…….

    • M Holmes

      Acredito que vc de fato resumiu como é a realidade dos relacionamentos, e isso tem me feito questionar se tenho perfil para ser casada. Eu não consegui manter a paixão por muito tempo no meu casamento, tanto que faz pouco tempo que me separei. Fora que a convivência desgasta muito a relação, eu realmente admiro os casais que conseguem se unir mais com o passar do tempo e que se conformam com o “fim” do tesão/paixão.

      • Elisa

        Acho que ser casado, mas viver em casas separadas prolonga o tesão, mas chega o dia que a novidade acaba e a gente enjoa da pessoa msm.

      • Mariana Cobra

        Mari, eu venho pensando muito sobre isso…sobre a sobrevivência da chama da “paixão” em um relacionamento de longa data e venho descobrindo que a chave está nas pequenas coisas do cotidiano.

        São as pequenas coisas que afastam e tem o poder de encher o coração de mágoa, distanciamento e indiferença.

        Coisas não ditas que enchem um copo d’água.

        Portanto, chego a conclusão que o cultivar é a resposta. Cultivar o orgulho (ele ter orgulho de ser seu esposo e vice versa), cultivar o companheirismo, cultivar a sedução e por aí vai…se um dos lados cansar do cultivo, realmente tudo acaba.

        • M Holmes

          Realmente, a minha mãe sempre fala que relacionamentos são como plantas, no qual temos que cuidar constantemente para não morrer. Por isso quanto mais maturidade e companheirismo, mais tempo a relação dura. Porém e a paixão/tesão?! Será que dura durante todo esse tempo?! Claro que levo em consideração o fator da idade e etc, mas percebo que a relação acaba ou em amizade ou em brigas constantes, como se o outro fosse um fardo. Neste sentido, eu me questiono se tento me casar mais uma vez ou não, e se muitas pessoas, assim como eu, devem questionar sobre seguir esta cartilha pré determinada de “ser feliz para sempre”

  • Lo Lo

    Eu volto das férias e qual o primeiro caso que vejo no blog?? Mais do mesmo. Pessoas mentirosas e manipuladoras. Chamando de paixão “muito forte” a mais simples e humana putaria. Antes das férias, cuidei de um caso iguaizinho a este. O divórcio saiu muito caro para o marido apaixonado pela amante. Cuidado. Esse tipo de história sempre acaba mal.