Estou me apegando a um cara que já traiu muito e não sei o que faço:

40

Leitora: Tenho um amigo na faculdade muito legal, conversamos muito ultimamente e conforme o papo rola, ele vai contando da vida dele. Ele tem duas filhas pequenas (2, 3 anos), diz gostar muito delas e quer ter mais filhos ainda (bem família ele), porém, não deu certo com a companheira por motivos religiosos que refletiam em casa. Até aí eu fiquei pensando: “poxa, que pena… um cara tão bom, que cuida das filhas (ele sempre pega elas), estuda, trabalha…”. Porém, esses dias ele me disse que a mãe das filhas dele foi amante dele em uma época em que ele namorava. Aí ele disse que traía a namorada porque ela tinha um filho e eles não tinham muito tempo juntos, questionei o porquê dele não ter terminado então, ele disse que era cômodo pra ele. E pra piorar, essa ex-namorada que foi traída por ele era namorada de um amigo dele (não sei se eles começaram enquanto ela namorava ou se foi depois, mas mesmo assim). 

Ele disse que já errou muito na vida e que agora quer fazer as coisas certas. Estamos combinando de sair, mas após saber dessas coisas, fiquei com o pé atrás. O que eu faço? Ele tem 27 e eu 23. Bjo Lu.

Engraçado ele ter filhas e não entender a namorada mãe, né non? kkkkk. Sem contar que, se ele acha que existe justificativa para traição (tipo não ter tempo), é porque (no fundo) ele acha que não tem nada demais em trair. E é exatamente aí que você também se ferrará, minha amiga. Se obviamente você também não é perfeita, cedo ou tarde ele também terá justificativa para te trair (o amor esfriou? Vocês brigaram? Você tá com cc? rs) e aí seu fim também será fatídico.

Ele também falou que não terminava porque era cômodo para ele, e aí, desde que você não se ache melhor do que as outras (e certamente não é, ainda mais quando o problema está nele kkk), lascou….. Ah, não se esqueça também que ser bom pai não significa ser bom marido/namorado, tá? Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa.

Falando em filhos, fora ele já ter os dele, você é jovem, solteira e sem filhos. Sei lá, tô achando que tem tudo pra você não sair com ele não. Aproveite enquanto tá no começo e vocês ainda não se apegaram de verdade! Não que ter filhos seja item fundamental para não se envolver com alguém, mas o kit dele está completo (negativamente) demais, concorda? kkkk. Daí depois a gente se ferra, chora prazamigas e ainda se acha no direito de culpar o cara que, querendo ou não, já estava com um “não sou um bom partido” bem escrito na testa!

E pra você ver como mulher apaixonada fica trouxa: você falou que ele é muito bom, masss, e as merdas que ele fez tu só pulou na hora de considerá-lo tanto assim, né? AÔÔÔ PAIXÃO!!

Meu conselho resumido é: se eu tivesse muito apaixonada (nem sempre mandamos no coração), mas muito mesmooooo, do tipo “preciso viver isso, senão eu vou morrer“, poderia até sair com ele. Mas com o pé muito atrás, esperando inclusive ser a mais nova futura corna do pedaço (jamais se julgue a diferentona porque a quebração de cara será maior). Agora, se é só paixãozinha leve, carência ou qualquer outra coisa que um distanciamentozinho e dar um tempo básico não resolva, eu correria longe, sairia com outros boys e deixaria esse pra lá. Porque né, miga? Chance de você vir aqui mandar uma segunda pergunta, caso acredite no sapão que virou príncipe, tá alta kkkkk.

Assista:

Traição não é a pior coisa do mundo. Mas…. enfim, assista kkkkk

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.