Gosto de homens e de mulheres e não queria renunciar a minha bissexualidade:

56

Leitora: Oi Luiza, tenho 16 anos de idade e estou indecisa quanto à minha orientação sexual. A cerca de 7 meses venho namorando a sério um cara de 19 anos, nós estamos apaixonados, eu gosto muito dele e curto demais fazer sexo com ele. Acontece que eu tenho uma amiga mais velha, de 25 anos, que é lésbica e terminou com a sua namorada e começou a dar em cima de mim. 

Eu deveria ter dado um fora nela desde primeira vez que ela deu em cima, mas a verdade é que curti ser cantada por uma mulher, era uma coisa diferente pra mim e então fui dando corda, fui aceitando o interesse dela e agora estou envolvida com ela, estamos ficando, fazendo sexo. Acontece que eu própria não sei o que fazer agora, adoro a pegada do meu namorado e o amo demais, mas também gosto do carinho da minha amiga, o que eu queria agora era ficar com os dois, mas sinto que isso não é o certo. 

Minha amiga sabe que eu tenho namorado, mas ele não sabe da minha amiga e não quero enganar ninguém, mas também não quero renunciar a essa bissexualidade que está tão gostosa, estou adorando ficar com homem e com mulher. Então Luiza, o que é que eu faço agora?

Não vamos confundir bissexualidade com surubão goxtoso. Vamos pegar como exemplo um relacionamento hétero: não é porque a pessoa gosta só de homem ou só de mulher que ela não poderá, por exemplo, sentir atração por duas pessoas ao mesmo tempo, certo?! E mesmo assim, ela terá direito apenas sobre o combinado, concorda?

O combinado foi relacionamento aberto? “Ficar”? Tudo isso faz diferença na decisão final. Ou você acha que só porque a pessoa é bi – diferente dos héteros – ela precisa sempre escolher um perfil de cada sexo? Se for combinado, sim. Se não for combinado, vira monogamia como qualquer outro relacionamento. Afinal de contas: a vida é feita de escolhas, não apenas de sentimentos e vontades pessoais (triste, eu sei kkk).

Meu conselho é: seja honesta com ambos e com você mesma. Se você acha que você é aquele tipo de pessoa que jamais conseguiria ficar com apenas uma só (acontece), abra logo o seu relacionamento. Ou seja, deixe seu namorado ficar com outras pessoas também – visto que não é porque você é bi que terá algum direito e ele não (só que no caso ele escolheria duas mulheres kkkkkkkkk).

No fim, o único direito que você não terá é o de atropelar os sentimentos dos outros por causa dos seus egoísmos e das suas vontades. Não coloque sua irresponsabilidade como consequência da sua bissexualidade. É tentador, eu sei, mas seja honesta até na hora em que você souber que na verdade está de falcatrua kkkk.

Na dúvida, termine com os dois, ou caso eles aceitem, continuem “apenas ficando”. Se eles não aceitarem, procure por outros perfis em que você poderá ser aceita a partir da sua honestidade inicial. Por exemplo, a escolha do poliamor, etc. Só não alimente a ideia de que todo bissexual não precisará fazer escolhas como os outros, pois você sabe que isso não é verdade.

Beijão e boa sorte!

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.