Por nunca nenhum relacionamento meu dá certo?

57

Bola passada pra colaboradora Mari que, pra variar, rasô!

****************************************

Leitora: Oi Lu, é o seguinte, tenho 22 anos, estou na faculdade e minha vida amorosa é um desastre. Nunca consigo ficar ou namorar com ninguém. Sou legal e comunicativa, ajudo sempre as pessoas ao meu redor, tenho amigos e não me acho feia. Mas por toda a minha vida eu sempre vejo todo mundo seguindo em frente na vida amorosa e eu vou ficando pra trás. Não sei o que acontece, toda vez que tento com alguém, dá errado, o cara não presta, me deixa em segundo plano ou me ignora. Não entendo se eu faço algo de errado ou se eu sempre vou na pessoa errada. Não aguento mais essa solidão sem fim, sinto uma rejeição grande! Como faço pra sair disso??  Bjs e adoro seu trabalho <3

A grama do vizinho é sempre mais verde, ainda mais na era da superexposição das redes sociais. Contudo, na seca que diz estar, talvez você corra um grande risco de vislumbrar miragens.

Veja só, quantos casais você conhece que estão num relacionamento meia boca só para não curtirem a solidão? Quantos casais são modelos de perfeição nas redes sociais, mas na particularidade mal se falam? Quantos casais não são cúmplices e estão juntos por não ter coisa melhor?

 Eu tenho 31 anos e muitos amigos/colegas/conhecidos estão em relacionamentos bem bosta e posso contar nos dedos da mão direita quantos casais são sólidos e felizes. Todo o resto parecem ser felizes, mas não são e sabe por quê? A maioria das pessoas não sabe conviver com o silêncio, com a solidão e com a beleza da própria companhia, aí arrumam qualquer traste para evitarem uma possível rejeição da sociedade. Se você não consegue viver sozinha e apreciar a sua própria companhia, como vai agregar positivamente a alguém? Amiga, estar sozinha não é ruim DESDE que você goste da própria companhia e não precise, necessariamente, de alguém para curtir.

Eu fui solteira (por opção) no decorrer de 27 anos e não me arrependo de nenhum dia de solteirice e sabe por quê? Por que curtia demais eu mesma. E digo mais, se meu dia a dia era tão bacana, pra que eu mudasse um tiquinho, tinha que ser por alguém muito massa, caso contrário, não mudaria nada em time que tá vencendo. Cê acha que eu iria arrumar homem só pra bater ponto e dizer pro povo que “tenho namorado” e ficar com dores de cabeça por pilantragem alheia ou por ficar com alguém que eu não gostasse, admirasse ou que curtisse conversar comigo? Nem a pau Juvenal! Até mesmo por eu ser chata pra caralho, tinha que encontrar alguém chato na mesma medida.

Aí você pode perguntar se eu saí à caça… claro que não! As coisas acontecem no seu exato momento, basta que você não se esconda do mundo e esteja aberta às possibilidades. Assim sendo, continue estudando, saindo com seus amigos e curtindo a sua vida sem ficar lokona atrás do príncipe encantado nos brejos.Tem sapo, fia, que NUNCA vai virar príncipe. Não se iluda!

No mais, eu achei bacana você ser uma mulher pé no chão ao expor as suas “limitações”, porém, não consegui deixar de pensar que achei a sua autoimagem meio sem sal e por isso só arruma homem mais ou menos. Afinal, não é feia, mas não é bonita. Compensa sendo legal e tendo bom papo, mas não se acha a última bolacha do pacote. Aí eu te pergunto: como um rapaz bacana vai querer inserir você na vida dele se você mesma se acha mais ou menos?

Nós atraímos aquilo que emanamos energeticamente. Se eu me acho mais ou menos e tenho baixa autoestima, consequentemente vou atrair caras mais ou menos que irão se aproveitar da minha baixa autoestima e viverei na cilada de namoros furados e homens que não me dão valor, afinal, eu mesma não me valorizo.Contudo, se eu me acho uma pessoa massa, uma amiga fiel, uma pessoa interessante, com vida própria e autoestima “normal”, vou atrair pessoas bacanas pro meu ciclo de convívio, trazendo para a minha vida maiores possibilidades de encontrar um cara legal e que se encaixa no perfil de homem que admiro.

Ah, mas como ter uma autoestima normal e fazer tudo isso de forma menos vaga?

– Estude com afinco dentro do seu curso de graduação e leia sempre;

– Dedique-se a uma carreira que lhe traga prazer;

– Dedique-se aos seus amigos;

– Abra os olhos para os caras legais que gostam de você, mas estão na friendzone;

– Saia, dê risada e se divirta sem depender de nada (nem de bebida, nem de companhia ou estar ou não em um relacionamento);

– Faça exercícios físicos e cuide da sua aparência;

– Viaje;

– Se conheça e saiba o que quer da VIDA;

– Seja feliz SOZINHA.

Uma amiga minha, que admiro muito, terminou um relacionamento de 8 anos por não amar mais seu companheiro (não vislumbrava mais um futuro feliz com ele) e não havia acontecido nada para terminarem. Ela o fez por ver que ele não agregava mais nada na vida dela, sei lá, acho que o amor acabou. Semana passada perguntei se ela havia se arrependido e ela disse que só no começo, por ver todas as amigas namorando e ela solteira.Contudo, ela disse que HOJE (com a maturidade que tem) consegue ver que foi a melhor decisão que ela tomou, pois odiaria olhar no espelho e ver que se tornou uma mulher de aparências (ela está há uns 5 anos solteira desde o término). Ela mora sozinha, tem seu carro e apartamento, viaja todo ano em excursão ou sozinha (a última viagem dela foi para o nordeste e foi sozinha) ou com amigas e diz com todas as letras que para colocar um homem na sua vida, tem que ser O CARA, pois ela é feliz do jeito que está e ter alguém só por ter não vale a pena (antes só que mal casada).

Por fim, indico um filme para você assistir ANALISANDO os pormenores e tirando dele lições. “Como ser Solteira” com a Dakota Johnson, preste atenção aos detalhes e retire do filme alguns ensinamentos: toda decisão tem as suas consequências e perdas, saiba ser uma boa amiga (não uma amiga de oportunidades) e curta a solidão como um momento de aprendizado sobre si mesma.Boa sorte e espero tê-la ajudado.Assista:

“Ninguém presta nesse mundo”

“Tenho medo de morrer solteira, sozinha e encalhada”.

Instagram
Share.

About Author

Mari Cobra

Intolerante a lactose, quase advogada, geminiana e fodidamente indecisa. Apaixonada pela vida, pelo meu namorido e em dar pitacos na vida dos outros.

  • hadassa

    Disse tudo excelente aconselhamento Mari parabéns e ótimas dicas a nossa leitora angustiada porque não tá namorando ninguém.

  • Rodrigo Silva

    Eu acho melhor ela dá um tempo. Termina a faculdade e foca na vida profissional primeiro. Depois volta a pensar nisso. Ela é nova ainda.

    • Elisa

      Vinte e dois é nova? Nossa, estou me sentindo tão velha kkkk Tenho a msm idade e já estou pensando… Meu Deus, amanhã faço trinta anos e acabou minha vida!

      • Jps

        Melhora o Astral Elisa, rs

        Mas entendo o que você quer dizer, achava que depois dos 20 já seria “adulto”, moraria sozinho, relacionamento sério e etc, mas hoje com 24 vejo que era ilusão, rs

        Tem pessoas com 40 refazendo a vida, então temos muita lenha para queimar ainda

  • Jps

    Minha cara perguntadora, a questão é simples e seus pais já devem ter te falado quando criança…….Quer dizer que se seus amigos pularem do prédio, você vai querer também?

    Acho que querer namorar só porque os seus conhecidos namoram ou porque não quer ficar sozinha é um péssimo começo. Claro que as vezes ficamos mais carentes e tudo mais, mas sempre podemos resolver com os amigos, com a familia ou mesmo saindo com alguém sem muita pretensão. Entrar num relacionamento é muito mais do que ter alguém para dormir junto ou levar domingo a tarde para almoçar em casa.

    Minha dica e cai junto com o que a Mari disse é……seja feliz sozinha!

    Não procure alguém para te completar….seja você mesma completa!

    Ai sim, quando você atingir isso e quiser realmente conhecer alguém, fique atenta a seu redor, mas sem desespero. Nada na pressa da muito certo, então leve seu tempo, saia, conheça novas pessoas e uma hora com certeza você vai achar alguém que você gosta e vai saber retribuir os seus sentimentos.

    Obs: Mari, suas referências são muito boas, rs
    Falo porque vire e mexe você manda memes, coisas de filmes e etc

    Sobre esse filme, realmente o achei bem legal e realista.

    Outro que eu gosto desse gênero é Amor a Toda Prova (Crazy, Stupid, Love). Ele fala bem sobre a questão de um casal que está muito tempo junto e para de tentar se esforçar pelo outro. Na minha opinião, o diretor foi sutil porém bem preciso em algumas coisas sobre comportamento e a realidade da vida de um casal mais velho.

    • Mariana Cobra

      Obrigada! São anos a fio assistindo filmes e séries kkkkkk e é sempre bom retirar a moral da história!
      Esse que você citou é MUITO bom e mostra bem como um homem pode perder sua identidade e até sua masculinidade.
      Já assistiu “uma noite fora de série”? Eu amo os filmes do Steve Carrell e nem se fala da Tina Fey. Ri de chorar.
      Nesse próximo fds recomeçarei a minha maratona de The walking dead…tenho altas teorias sobre zumbis kkkkkkkk adoro

      • Jps

        haha, Sim

        Nós vamos assistir de qualquer jeito, mas se pelo menos conseguir alguma “moral da história” fica menos pior, rs…..tipo, aprendi tal coisa então não foi desperdício de tempo

        Sim, e no final a gente percebe que ambos tem culpa nos ocorridos e que nem sempre um casal que se ama, fica junto até o fim. Sei la, esse filme tem um pouco de comédia, romance, mas eu acho ele bem “inteligente” e não foi por acaso.

        Uma noite fora de série já vi algumas partes, mas nunca inteiro então não saberia opinar, mas esses dois atores são muito bons mesmo. Acho que a Tina Fey tem um bom “time” como produtora/escritora.

        Não sou fã de zumbis em filmes, mas acho interessante o assunto, rs

        Já li que o EUA tem um protocolo preparado para se caso houvesse alguma epidemia zumbi no mundo ou algo parecido. Do tipo, quais passos tomar para manter a existência da raça humana. Não sei até onde é verdade, mas não duvido rsrs

  • Elisa

    Oi, vem cá, já aconteceu isso inúmeras vezes: É algum problema do site ou os usuários podem excluir as respostas uns dos outros? Não entendo o que aconteceu. Eu dei minha resposta e ela desapareceu. Não é a primeira vez que isso acontece.

    • Jps

      Não é comum, então pode ser que seja algo do seu navegador de internet. Tente atualiza-lo que pode ajudar.

      • Elisa

        Obrigada. O problema é que perdi o texto. Afs.

        • e sim, tbm pode ser do navegador ou ter ido pra spam, vou no no spam tbm ta

        • boas notícias, por sorte tava no spam, mas não se esqueça das dicas q dei kkk beijos

          • Elisa

            Ai que bom rs! Fico feliz rs

    • Elisa, já foi dito por aqui várias vezes que é o Disqus que é o app que cuida dos comentários e acho que não é a primeira vez que, mesmo sem querer, vc insinua que eu excluo algo rs
      Eu só excluo coisas ofensivas. O que todo mundo faz aqui (inclusive eu) é ter o comentário copiado e colado tbm. Assim se sumir vc sabe onde ele está, sabe? Beijos

    • Stanley Lewis

      Minha sugestão é escrever o texto e copiar ele antes de postar, depois que você postou, é só ver se o seu comentário apareceu. Se não apareceu, poste de novo. Eu não tive problemas de comentarios meus desaparecendo.

      • geralmente são comentários muito longos q somem, ou com palavras específicas q são pegas como spam

        tem o lance do navegador q pode ser tb. Ou internet, mil coisas

  • josè

    Luiza nessa parte que vc disse “Veja só, quantos casais você conhece que estão num relacionamento meia boca só para não curtirem a solidão? Quantos casais são modelos de perfeição nas redes sociais, mas na particularidade mal se falam? Quantos casais não são cúmplices e estão juntos por não ter coisa melhor?”

    Eu conheci varias pessoas nessa situação !

    • O texto é da Mari, tem q ler até o final kkkkkkkkkk

      e sim, tbm conheço várias pessoas nessa situação.

    • Monalisa

      Com certeza, já vi muito casal assim. E já observei que os casais mais melosos, que mais gostam de publicar fotos pelas redes, que quando você encontram eles é um mimimi toda hora um com outro, esse ai são os piores. Quanto mais intensa é a melosidade, mais intensas são as brigas. Pelo menos no meu ciclo de pessoas que conheço tem esse padrão. Já as pessoas medianas, que não ficam com esse “fogo” da paixão toda hora, brigam menos.

      • Elisa

        São menos impulsivas. É isso…. Ou são mais maduras, ou… não sei…. talvez seja imaturidade da minha parte, mas acho que não são apaixonadas uma pela outra. Acho muito difícil alguém ser tão racional, estando apaixonado. É uma relação mais morna. Mais racional e menos amorosa. Os motivos que ligam o casal são outros.

        • Jps

          Acho que precisamos diferenciar casal que é meloso no dia-a-dia, com casal que é meloso nas redes sociais.

          No dia-a-dia, até posso dizer que nem sempre é algo ruim, porém nas redes sociais quase 99% é batata que o relacionamento não vai bem, rsrs

          Minha opinião óbvio

          Mas casal que precisa se declarar toda hora nas redes sociais, postar fotinho e dizer que ama, parece mais algo para mostrar para terceiros do que reais sentimentos.

          A mesmo coisa com whats e demais aparatos digitais

          É facil editar foto, escrever texto e coisas assim……quero ver mostrar amor no dia-a-dia, fazendo um mimos ,sendo carinhoso, respeitoso, ajudar a lavar louça, fazer compras e etc

          • Elisa

            Entendi ela errado. Ela associou o ser meloso com publicar em redes sociais. Eu pensei naqueles casais que são melosos na vida real msm e os diferenciei dos casais mais frios, mais racionais, menos intensos, que, às vezes nem gostam tanto assim um do outro, mas ficam juntos porque a relação é estável, a pessoa é bacana etc.

          • Jps

            Sim sim….notei, por isso achei melhor separar um do outro, rs

            No caso que você disse, realmente, quando se é meloso no dia-a-dia é uma forma de amor. Não acho que outras sejam menos, mas quando a pessoa mostra sempre carinho para gente, acho dificil ser enganação.

            Só que claro, existem “provas” e “provas” de carinho

            Comprar presentes, fazer festa e coisas assim, não curto. Acho mais sincero as pequenas coisas e ações

          • Pudim

            Verdade. Rede social é muito aparência. Ou é relacionamento recém-iniciado ou é aquele antigo e desgastado que precisa mostrar que está tudo ótimo.

            Aquele que é o meio-termo, que está bem e é seguro, pode até postar em redes ou ter perfil de casal, mas não precisa ou depende de nada disso.

          • Jps

            Sim. Pode ter perfil de casal e pode postar de vez em quando alguma foto, algum texto e talz

            O problema é que muito casal posta toda semana e sem motivo, só para “expressar o amor” e isso normalmente mostra que está faltando alguma coisa. Se fosse real mesmo, que falasse direto com a pessoa e mandasse pelo whats.

          • Pudim

            Sem falar que atrai muita gente invejosa e enxerida.

  • Stanley Lewis

    Não esquente a cabeça, uma hora aparece alguém, só não tenha pressa porque senão não vai aparecer ninguém do jeito que você quer.

  • Pudim

    Mandou benzão, Mariana. Achei até que tudo isso que você falou serve não só pra as mulheres, mas também pros caras que também tão à procura de um relacionamento sério (ou seja, sem apelar pro Tinder) e não conseguem.

  • Caio Ramos

    Ué, temos que ser a última bolacha do pacote ou não ser?

    • Mariana Cobra

      Eis a questão!

  • Mariana Cobra

    Não digo ser a última bolacha do pacote, até mesmo pq a última sempre vem esfarelada ou quebrada. Digo que se achar mais ou menos é muito ruim….e tem outros traços q tbm são apreciados que não estão relacionados a beleza. Como por exemplo: saber manter uma conversa interessante, bom humor, personalidade acessível e por aí vai.
    Qtas pessoas “feias” ficam lindas qdo conhecemos e qtas lindas ficam feias qdo observamos as atitudes?

    • Elisa

      Infelizmente, Mari, acho isso meio complicado. Acho muito difícil vc conquistar a pessoa apenas com a beleza interior. Dependendo do seu grau de feiura… É impossível. E outra não só depende da gente desenvolver a beleza interior, é necessário que o outro lado da moeda não seja fútil porque caso for, não importa, se vc não é bonito, dança msm! Tenso isso. E a maioria das pessoas são fúteis.

      • Mariana Cobra

        Credo Elisa, quanto baixo astral! Se fosse assim os “feios” não se reproduziriam né não?
        Outra coisa, o feio está nos olhos de quem vê…as vezes é lindo pra vc, mas feio pra mim e vice versa.
        Cultivar a beleza interior pensando no outro é errado, pois o cultivo é pra si mesmo e pensando sempre em ser uma pessoa melhor. De qualquer forma, a beleza exterior é efêmera. Uma hora as teta vão cair, os pés de galinha vão brotar e o que sobra?
        Por fim, cada vez mais penso na lei da atração e vejo que me cerquei de pessoas bacanas e elas surgem assim meio que do nada. Claro que aparecem os curva de rio, mas essas amizades aí já corto logo de cara.

        • Elisa

          Também sou seletiva com amizade. Não faço com qualquer um.

  • Elisa

    Acho que sou trintofóbica! kkkkkkkk

  • Elisa

    É inevitável. Duvido nada. Dizem que depois dos quarenta entramos num estado de paz interior. Os alemães tem um nome pra isso.. não me lembro qual é. Mas enfim, quando somos muito novos somos muito ansiosos, temos várias metas e pensamos, dificilmente vou cumpri-las sem abdicar de alguma coisa e se eu abdicar essa coisa pode ser que nunca mais tenha outra chance porque serei mais velha e a vida terá acabado pra mim. É paranoico, mas é como me sinto.

    • Rodrigo Silva

      Entao resolva máximos de coisas que puder antes dos 30.

    • Quando eu tinha 14 anos, achava q gente com 18 era velha. Quando fiz 18, achava q gente com 22 era velha. Agora com 30 me sinto em uma das minhas melhores fases e não acho quem tem 50 velho kkkkkkkkkkkkkkkk. Vc precisa é viver mulher, sair dessa “resmungação” que aí sim envelhece.
      Vc não é trinfóbica, vc é medo de tudo fóbica
      Se se preocupa mesmo com o tempo como vc diz, procure terapia HOJE para aproveitá-lo mehor.

  • Pois é, eu tenho 30 e não queria era ter a idade da Elisa com essa baixa autoestima toda. Isso sim deixa a pessoa mais feia
    Mulher, Elisa, minha amiga, vamos procurar terapia? Vc fica procurando neurose atrás de neurose
    é seu rosto, sua (futura) idade, sua irmã mais bonita, pare de se justificar pra ser infeliz, mulher! Desse jeito tu vai ter 30 com cara d 50 e ainda vai ser reclamona q afasta todo mundo. Pó parar

    • Rodrigo Silva

      Eu gostaria de entender esse medo que as pessoas tem de envelhecer. É algo totalmente natural.

      • É pelo motivo q falei no vídeo de ontem. No fim, não se trata de beleza, nem de maquiagem

    • Elisa

      E quem disse que tenho baixa autoestima? Eu não tenho. Vocês que confundem as duas coisas. Uma coisa é se saber feia, outra coisa é ter baixa autoestima. Sou seletiva, não fico atrás de migalhas de ninguém, não sou carente. Nem tenho necessidade da aprovação de ninguém, nem me submeto a situações abusivas por conta de ninguém como pessoas que têm baixa autoestima fazem. Eu hein! Caramba, só falei da minha idade e a pessoa já fez ligação com a minha aparência! Qual é! O que tem uma coisa a ver com a outra, me diz? Até parece que ninguém aqui teve crise de ansiedade na vida.

      • Elisa, se vc fosse feia E com autoestima, seu discurso seria outro, te garanto. E nem todo mundo q tem baixa autoestima aceita relacionamento abusivo ou essas coisas q vc disse. São vários tipos d baixa autoestima, entende?
        É que nem depressivo, nem todos já tentaram se matar. Mas só quis ajudar, se vc acha q não tem naad disso, só ignore o conselho rs

  • Guilherme

    Sugestões, primeiro procure uma terapia, você está projetando a sua felicidade no outro, e isso é uma merda, por conhecimento de causa.
    Segundo, estar o tempo todo pensando que precisa ter alguém também é uma porra, você sem querer e sem perceber trata o ficante como o ar da sua vida, e pronto, fode tudo.
    Terceiro, pessoas boazinhas demais, conversadas demais, simpáticas, prestativas demais, sempre tomam no cú!
    Sou assim, e como psicólogo, te digo, o ser humano ter uma atração pelo errado, pelo prejudicial, e principalmente pelo misterioso. Você deve ser uma pessoa transparente, e se abrir com muita facilidade, infelizmente o ser humano gosta de brincar de indiana jones e descobrir mistérios.

  • Guilherme

    Não queira.
    Quando você vir a curva dos 29, se tiver metas não cumpridas, sua cabeça entra em parafuso.

    • Rodrigo Silva

      Já tô perto. E não tô ligando não. Até os 60 eu cumpro às minhas metas.

      • Guilherme

        Ahh, então você é uma raridade. A síndrome dos 30 atinge a maioria das pessoas.

        • Rodrigo Silva

          É que eu tenho me preparado desde criança. Mas eu sei que muitas pessoas temem os 30,mesmo eu ainda achando isso meio sem sentido…

          • Guilherme

            Cara, eu não sei como explicar, mas é algo estranho, como se você tivesse que estar com a vida afetiva, financeira, toda pronta.
            E se você não está, sua cabeça meio que entra em parafuso

          • Rodrigo Silva

            Hahahaha! Eu imagino. Deve ser diferente de pessoa pra pessoa.

          • Guilherme

            Eu entrei numa espiral de depressão, crise de pânico, que pqp!!!
            Antes eu estivesse com meus 18, preocupado com os trabalhos da faculdade e as músicas da banda. hehehehe

          • Rodrigo Silva

            Caramba! Sério? Que barra,ein!
            Eu com 18 anos estava terminando o ensino médio e levando uma vida de preguiçoso convicto.

          • Guilherme

            Fazer oq né? Minha família é fdp nas cobranças, tô em colégio militar sem farda…hahahahaha

          • Rodrigo Silva

            Hahahahahahahahahahahahahahahaha!
            Na minha família na época do meu avo era assim. A partir da minha geração que ficou tudo de boa.

          • Guilherme

            Eu tenho 30 anos, trabalho, pago minhas contas, mas moro com meus pais, tô juntando pra entrada do ap e tal.
            Pra você ter idéia, morro na conta do motel mas não posso levar mulher pra casa.
            Fora que não posso xingar, etc, etc

          • Elisa

            Todo mundo tem esse checklist dos trinta anos. Eu com 23 anos estou em parafuso. Minha irmã tem 34 anos. Ela simplesmente desistiu. Não teve sorte na vida afetiva e a vida financeira não é das melhores. Ela meio que aprendeu a se contentar com o que tem, mas antes disso viveu uma fase mega depressiva.

  • Guilherme

    E o pior é que é uma característica da família da minha mãe.
    Minha vó é assim com meus tios, minha bisavó era assim…
    A família do meu pai é cada um por si e Deus por todos, mas, como são de outras cidades, fica mais difícil pegar essa leveza.