Como fazer uma mulher impossível parecer possível?

90

Leitor: Oi Luiza e colaboradores, tudo bem? Tenho 30 anos, mestrado em arquitetura, músico do rock n roll e ilustrador nas horas vagas. 

Minha pergunta é simples, mas complexa, pois não consigo encontrar uma resposta racional ou uma resposta comum mesmo: como faço para que uma garota que estou afim se torne uma “garota possível” e não uma “impossível”? 

Explicando melhor: as garotas que não me importo ou apenas sinto uma atração física, consigo conversar tranquilamente sem pretensões e, se o papo levar para “aquele” lado e rolar algo, acaba acontecendo de forma tranquila e natural, diria assim. Porém, aquelas que despertam algo a mais, dão vontade de conhecer melhor, causam aquela paixão intensa instantânea, também afinidades no jeito de ser/ver a vida, acabam depois de um tempo de conversa / aproximação ou até convivência me levando apenas à foras ou amizades, já que não consegui gerar “a(s)” oportunidade(s).

Em algumas ocasiões com essas “impossíveis”, pude até tentar algo diferente e ser direto dizendo que estava afim delas antes de cair na friendzone (imagino eu), mas, não sei se por falta de tato, de momento certo, ou às vezes de ansiedade, acabei também não tendo resultados positivos. E pra finalizar, meus relacionamentos sérios até agora aconteceram por conveniência ou influência de amigos (sabe aquele “vc tá solteiro, fulana tá solteira, vai dar certinho!”), relacionamentos que fui levando meio mornos, bons, mas acomodados no dia a dia, porém que chegaram a seu fim por não serem com alguém que realmente me despertou aquele “Q” a mais. É isso. Como essas impossíveis se tornam possíveis?

Abraços, e obrigado pelo trabalho do site, é muito bom poder ler e me espelhar nas situações que as pessoas estão passando e ver suas respostas e opiniões aclarando nossas dúvidas e inseguranças. Até!

Vamos começar pelo óbvio de que tem mulher que você jamais ficará e pouco importa se você é tímido, se não é, se tem medo ou se não tem: não rolou a química e ela morrerá sendo impossível. Porém, ao mesmo tempo, também entendo o que você quis dizer “que às vezes parece que só o fato de você estar apaixonado já a distancia demais das “comuns”, né?

Nesse caso, preste muita, mas muita atenção nas dicas da Lu e anote todos os erros básicos, que praticamente 80% dos homens que estão muito interessados em uma mulher comentem:

Vocês não conseguem criar um vínculo natural com ela

Vocês pensam tanto no que ela vai achar e ou não sobre vocês que, como resultado disso, PENSAM DEMAIS e estragam tudo. Escrevem emails e não mandam. Escrevem mensagens de bom dia e não mandam. Ficam mudando “abacaxi pra abacate” porque acham “que assim parecerá fácil demais, ou assado parecerá mais fácil ainda”. E nisso o que acontece? Fica tudo muito artificial e o pior: vocês não criam vínculos, porque mal conseguem conversar! E mais importante ainda, manter contato com ela.

Quer que uma mulher se apaixone por você? Crie vínculos com ela. Só que aí que tá: esse vínculo não é ser puxa-saco, mas ser presente, entende? É tipo o papo que estávamos tendo aqui nos comentários nessa semana mesmo….

Sabe aquilo que você faz lindamente com as que você não é afim e que muitas vezes acabam é ficando afim de você? Então, faça isso com ela!

“Mas Luiza, como fazer isso se tô muito afim dela e qualquer coisa acho que irei perdê-la?”

Amigo, simplesmente não pense, porque é o pensar demais que, por muitas vezes, te faz perdê-la, entendeu? Faça e não espere resposta “x ou y” dela, porque isso aumenta as expectativas = medo de fazer de novo da próxima, caso a resposta não seja exatamente a que você esperava. Só vai fazendo o que você acha ser o certo (essa parte ficará mais clara ao decorrer do texto).

Não tenha medo de demonstrar interesse

Só cuidado com duas coisas:

1 – Tem que ser no momento certo (isso seu sexto sentido dirá, ou quando acontecer você me procura para uma consultoria pra gente avaliar se está em um bom momento).

2 – Não pode ser invasivo demais. Do contrário, a mulher vai ter que se fazer de louca. E isso não acontecerá por falsidade, mas por constrangimento.

Alguns exemplos relativamente comuns que, sei lá o que se passa na cabeça de vocês, mas vocês fazem kkkk:

Tem cara que quer conversar sobre sentimentos, mas já chega falando que reparou que você não para de olhar pra ele OU perguntando se você pensa muito nele, OU até perguntando se você já se masturbou pensando nele! Em qualquer uma dessas hipóteses: A MULHER VAI RESPONDER O QUÊ, SEM ÔR? KKKK

Você tem que dizer os seus sentimentos e/ou interesses e, sem perguntar nada sobre os dela, deixe rolar. O resultado é óbvio: se ela tiver interesse, acabará falando algo mais cedo ou mais tarde. Agora, se você emparedá-la ou bancar o gostosão que já sabe que ela está toda melada (kkkk), ela só poderá fugir, concorda?

Não demore muito para nadar

Essa parte é sensível, exige muito bom senso e como a maioria dos homens não tem, consultoria com a Lu aqui. Porém, se você conseguir essa parte sozinho, nem precisará me procurar.

Ao mesmo tempo em que tudo tem o momento certo e você não pode sair metralhando, se você demorar DEMAIS, a mulher pensará que você não quer nada com ela e que foi apenas uma impressão/ilusão, entende? O resultado natural disso é que com o tempo ela acabará se desvinculando e isso tornará as coisas ainda mais difíceis pra você.

Chame-a para sair. Sozinho, com os amigos de vocês, dê seu jeito, mas chame-a. Tá com vontade de enviar uma mensagem? Envie, não pense demais. É claro que não pode ser nada constrangedor como nos exemplos citados acima (rs), mas mande.

Enfim, se coce. Não fique que nem um cachorrinho com medo dos seus sentimentos, até porque a vida é feita pra quebrar a cara e viver intensamente mesmo – quer a gente queira ou não! Do contrário, fica tudo muito sem graça, entramos em depressão, sentimos vazios e coisas ruins que não entendemos, mas ao mesmo tempo sabemos exatamente os motivos que as fazem acontecer….

É como a música do Projota que em breve citarei em um vídeo: “Vivendo nesse mundo louco. Só quero me entregar um pouco. E permitirsentir”.

Se interesse pela vida dela

Tem homem que fala tanto de si, quer tanto mostrar que é um bom partido, que se esquece de simplesmente FAZER.

Pergunte como foi a faculdade, ofereça ajuda sem ela precisar te pedir, seja bacana. Aqui exige bom senso de novo, porque ser bacana não é ser bobão nem anular a sua vida por ela. Ou seja, sobrou um tempo no seu dia e não te prejudicará em nada? Mostre a que veio.

Faça surpresas

Não precisa envolver dinheiro, pode envolver atenção, mas gosto de dar exemplos que envolvam dinheiro (nem que seja um valor irrisório) porque ficam mais fáceis de entender.

Ela tá com sede? Pegue uma água. Só que não fique se tremendo todo querendo ser o príncipe do ano. Converse numa boa como se fosse qualquer outra amiga mesmo. A ideia é ser legal, paceiro, não príncipe boneco perfeito, sabe?

Por fim e talvez a dica mais importante de todas:

NÃO – TENHA – MEDO – DELA.

Essa seria um copilado de todas as outras, mas resumindo o resumão:

Não tenha medo de falar com ela.

Não tenha medo de respirar perto dela.

Lembre-se que ela mija, caga, peida e às vezes manda mal na cama: que nem você!

Não tenha medo de falar demais ou de menos. Fale o que você sente que deve ser falado, simples assim e não complique.

Não tenha medo de perdê-la, até porque se você perdê-la, se matar é que você não vai né? E tal como eu disse: o medo de perder que te faz pensar demais e acabar perdendo de fato.

Se não se pode ganhar tudo, temos de concordar que SE for pra ganhar, ser natural e fazer as coisas no momento que você está afim de fazer tendem a te fazer mais ganhar, do que perder: afinal de contas, naturalidade a gente sente de longe. E todos nós gostamos dela!

Nada deu certo e nada que você faça pega a atenção dela? Então provavelmente você perdeu o tato (tarde demais ou você precisará de acompanhamento para tentar reverter), ou ela simplesmente não estava afim de você. E convenhamos que, quando a mulher não tá afim, a gente não força.

Ah, tem mulher/homem também que não gosta de gente bacana, mas aí fica naquela, né? Você quer viver um romance sadio ou um amor impossível? Se ela não valorizar, de novo, não force e mande pastar. TUDO tem que ter bom senso e equilíbrio e é aí que muito homem  peca.

Boa sorte!
Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.

  • Anônimo

    Quando um homem se interessa por uma mulher com a qual ele tem algum contato no cotidiano como colega de trabalho, faculdade, vizinha etc é mais fácil. Você vê o comportamento dela, tem a oportunidade de conversar até sobre assuntos diversos etc, isso cria em alguns casos uma abertura para algo mais.
    Caso o interesse seja por uma mulher que você nunca conversou como a moça que trabalha no supermercado, uma colega de trabalho de outro setor, aluna de outra sala etc, é um pouco mais difícil, pra quem é mais tímido.

    Hoje o que vejo é que não há regras, o que o cara tem que ter é bom senso. Se possível analisar o perfil da mulher, chegar com cantadas prontas ou piadinhas pode até agradar alguma mulher, mas vai fazer o homem parecer ridículo diante de tantas outras…
    Além do mais a aparência exerce um papel fundamental. Um cara com boa aparência já tem a tendência de ser melhor recebido pelas mulheres, nem precisa fazer muito esforço, ás vezes as mulheres dão sinal de interesse.
    O homem tem que prestar atenção ao comportamento da mulher também. Se a mulher se sente a vontade perto de você, te dá atenção, toca em você (põe a mão no seu braço) enquanto conversa etc, já pode ser um sinal de interesse, lógico que o homem tem que ter o bom senso de interpretar bem tudo isso..
    Um ponto interessante: Se uma mulher que não te conhece ve conversar com você já sabendo o seu nome, pode ser um sinal de interesse. Sinal que ela já perguntou pra alguém quem você é.
    Enfim tem muita coisa envolvida. Como foi dito não pode ter medo, mas se a recpção for fria e desinteressada, dificilmente se reverte o resultado.

  • Mariana Cobra

    Como fazer uma mulher impossível parecer possível?
    Feche os olhos e descabele o malaquias pensando nela…

    Já já dou meu comentário definitivo e aprofundado (só li a chamada).

    • Franciele

      Quem é tu e o que fez com a Mariana?

      • Mariana Cobra

        kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk estava indo pro almoço e li muito por cima, mas não pude deixar de dar a primeira resposta que veio a cabeça kkkkk

    • Mariana Cobra

      Cara, não sei se estou errada, mas o seu questionamento soou tão superficial que eu mesma te colocaria na zona fantasma pq nem friend você seria.
      Primeiro você mostra seu currículo como se isso importasse muito, segundo diz que ficar com as “normalzonas” é ok, o difícil é ficar com as impossíveis (de certo são beldades que até podem ter afinidades?).

      Foi isso que li e interpretei, me perdoe se eu estiver errada e me corrija se for esse o caso.

      Mas qdo vc inicia um contato somente com interesses sexuais (“paixão intensa instantânea”), nós sabemos e logo os colocamos na friend zone MESMO e sabe pq? Pq a sua superficialidade pode ser detectada com muita facilidade e quem quer um relacionamento ou sabe o próprio valor não vai se submeter a ser realizadora de desejo alheio ou o lanche da meia noite.

      Não é feio ser superficial, só admita isso para si e para o mundo que as coisas ficam menos esquisitas. (Vá ler o manual do cafajeste para mulheres e aprenda algo de bom com o Cafa).

      Uma dica? Comece uma amizade sem grandes interesses e seja autêntico. Não adianta fingir que é amigo, que se importa ou que escuta. Fingimento é temporário e uma hora ou outra as máscaras caem.

      Enquanto você SÓ estiver querendo comer, nenhuma vai querer DAR.

      • Elisa

        Sei não, hein, porque ele disse que por essas ele tinha interesse de ter um relacionamento sério. Eu também acho que essas por quem ele se interessa são beldades. Quando se é beldade e vc tem uma beleza mediana não adianta. Se ferra msm, essas garotas são mega seletivas e ou ficam com caras do mesmo nível que elas ou então com rapazes que, de alguma forma, demonstrem ter um certo poder ou status.

        • Mariana Cobra

          Urubu voa com urubu, pombo voa com pombo.
          Se ele é superficial, o nicho dele será superficial…aí está o problema.

          Eu me pergunto, como alguém procura sentir o tal Q se ele mesmo não foi o crush das Ex’s e tinha relacionamentos mornos…

          Relacionamento é via de mão dupla…enquanto um abana outro joga lenha.

          • Elisa

            Acho que o que vc falou tem a ver mais ou menos com o que o Carlos falou. Só que o Carlos foi … acho que… ingênuo. Falou em “confiar no próprio taco”, só que, como vc deve ter percebido, quando a guria é superficial não adianta… se o cara não for o que falei lá em cima ela não estará nem aí pra ele. Nesse ponto acho que é autossabotagem pelo nicho dele, talvez, ser composto por pessoas superficiais. É muito difícil uma beldade não ser superficial. Conheci pouquíssimas, de contar nos dedos. A maioria é fútil.

          • Eu não sei se o leitor se interessa apenas pelas bonitas, mas sim que quando ele se interessa, automaticamente elas ficam impossíveis pq ele começa a se cagar todo kkkkkkkkkkk
            Na vdd oq ele falou acontece mt – inclusive com homens bonitos q se apaixonam por mulheres “menos bonitas”! Eu atendo homens com esse problema DIRETO, inclusive muitos deles me falam coisas do tipo:
            “Lu, ela nem era das mais bonitas, podia ter uma bem melhor inclusive, mas foi essa que me encantou” (e esse é um q atendo e é bonitão de rosto e de corpo e xonou numa “socialmente marromeno” – como não posso expor (obvio), vou ate ver se um dia ele não quer falar algo aqui). Duvido, mas ovu tentar kkkkk
            No fim, o que intimida não é a beleza do outro, é o encantamento que é provocado (não necessariamente pela aparência) q enlouquece um pouco.
            Na escola tbm tinha um menino bem popular q era apaixonado por uma amiga minha, e penseeeee numa menina feia e meio chatinha (pro povo em geral) kkkkkkk.
            Tem química, física, destino? a porra toda. Não é só oq o olho consegue ver não.

  • Rodrigo Silva

    Infelizmente, as mulheres que têm o estilo difícil são as que mais interessam a nós.Mas vale lembrar que na maioria das vezes elas não são realmente difíceis, o que está faltando é apenas que tenhamos um jeitinho especial de lidar com elas.
    É normal que as mulheres pareçam intocáveis em um primeiro momento, ainda mais se para elas nós somos desconhecidos, pois essa é a forma que elas tem de se proteger, podendo ficar receosas em dar trela para um homem qualquer. Por isso, na hora de conquistar uma mulher difícil, o segredo está em passar segurança a ela.

    • Li o comentário maravilhoso do Carlos, e agora esse seu
      Ah nem, só os entendidões vou dar o texto pra vcs kkkk
      Mas é isso mesmo, vc arrasou com suas poucas palavras

  • Franciele

    Leitor, para mim tua questão complexa mais parece uma
    questiúncula, rs.

    Tu tens mais facilidade de conversar com quem não te
    desperta interesse pela ausência de risco emocional, enquanto as moças para
    quem pretendes mostrar quem tu realmente é e teus reais sentimentos, apresentam
    o risco de te decepcionar.

    Considero importante ter amizade antes do amor e do tesão,
    sobretudo porque este último pode sumir com a mesma facilidade que apareceu,
    como tu bem sabes; entretanto, penso que tu tenta manter tannta distância, a
    fim de não parecer desesperado demais, apaixonado demais ou disponível demais,
    e quando eventualmente revela algum sentimento a mais, acaba parecendo algo
    forçado ou decorrente de carência, até porque poucas pessoas pensam como eu sobre namoro.

    Outro aspecto subjacente que pode estar te incomodando é
    talvez não saber o que procura em uma parceira de vida e não só de cama e conveniência,
    afinal, por estar acostumado a relacionamentos casuais, por pressão de amigos
    ou por conveniência, tu simplesmente não
    aprendeu como agir em situações com objetivos de médio ou longo prazo.

    É por isso que sou contra relacionamentos sem objetivos,
    como um fim em si mesmos; eles não ensinam nada sobre como formar uma equipe para
    a vida, e ainda suscitam o sentimento que trocar de parceiro é fácil e
    necessário.

    Por fim, saliento que teu histórico deve incomodar ou
    afugentar algumas dessas, ainda que se propague a lenda que mulher não se importa
    com o passado do homem, porque, um cara que, provavelmente desde adolescente,
    troca de parceira com frequência e
    facilidade, não parece capaz de oferecer a estabilidade e fidelidade
    necessárias em um relacionamento sério de verdade, daqueles em que se pensa em
    construir algo junto, e não essas brincadeiras de casinha que tu denominaste
    como “relacionamento sério” só por ter apresentado a moças a família.

    • Lendo seus comentários fico com a impressão de que você teme o amor romântico.
      Tu coloca tantas cláusulas para uma relação ocorrer que os homens ficam impossíveis.

      • Franciele

        Eu não temo o amor romântico, o que temo é ter esse tipo de expectativa
        com alguém que não tenha esse objetivo ou mude de idéia durante nossa relação,
        justamente por não ter vivido essa busca de algo mais durante toda a vida
        afetiva e sexual.

        Quanto às cláusulas, posso sintetizá-las em uma só; gostaria
        de encontrar alguém que, tal como eu, sempre tenha definido seus objetivos de
        vida, dentre os quais ter uma relação monogâmica exclusivista.

        Por uma questão de coerência, um homem que procure alguém
        para construir um futuro, não tem porque ter relações ou contato físico casual,
        e muito menos relações de conveniência ou como passa- tempo, nas quais muitas
        vezes não foi 100% honesto com as parceiras.

        Tudo bem que o pensamento corrente é pela consolidação de “relacionamentos,
        sem base nenhuma e muitas vezes sem que um ou
        ambos saibam o que buscam em um parceiro a longo prazo, porque “se não
        der certo a gente chora um pouco, sofre um pouco e arruma outro”, como tu mesmo
        escreveu por aqui, mas no meu entender isso é fazer loteria com os próprios e
        os sentimentos alheios.

        • Jps

          Fran, eu concordo um pouco com o Eros num fator….acho que você coloca muitas cláusulas para conhecer alguém…

          Não saberia citar agora todas as coisas, mas vira e mexe leio seus textos e resumindo parece que você procura alguém que tem tudo resolvido na vida e não é assim que as coisas ocorrem.

          As pessoas querem alguma coisa agora, mas nada garante que vão querer a mesma daqui a 5 anos, 10….mas não quer dizer que antes era mentira, só que mudamos com o tempo

          O que é normal, o ser humano está em constante evolução, ou pelo menos devia estar

          Sobre as outras garotas do Eros, como você mesma mencionou, podem não ter tanto significado agora, mas talvez tiveram no passado. O mesmo do exes da Lu, por exemplo. Foram experiências que fizeram ele e ela se tornar o que são hoje. Dificil na vida a gente sempre escolher as coisas certas

          Nem tudo na vida é “a escolha de Sophia”, mas não quer dizer que não teve importância.

          Mesmo dizendo tudo isso, não to dizendo para você mudar nem nada disso…para cair na farra e pegar qualquer um, rs

          É legal você procurar alguém que sabe o que quer e não deixar se levar pelo expectativas erradas, porém…só tente ser mais flexível, porque na minha opinião, não existe escolha 100% correta e algo imutável.

          Mas isso só minha opinião, não precisa seguir nem nada…só achei necessário comentar mesmo, rs

          • Mariana Cobra

            Ela vai demorar a perceber que o que ela deveria querer é bem mais simples que as cláusulas do parceiro ideal.

            Devemos almejar, sinceridade, honestidade, lealdade, carinho e amor recíprocos e cumplicidade…o resto vai se ajeitando com o tempo e diálogo.

          • Jps

            É então.

            Que nem você disse acima, não acho o pensamento dela errado num todo. Realmente muita gente hoje não quer nada com nada, ou só fica por conveniência, mas o problema é que é muito dificil encontrar alguém tão certo do que quer assim. Que nunca vai mudar de ideia……para não dizer impossível

            Sem contar a questão dos lances casuais ou relacionamentos. Se fossemos cortar esse pessoal, quantas pessoas realmente sobram?

            No máximo algumas pessoas assexuais ou alguns religiosos que decidiram esperar, e mesmo assim acho que não vale a pena, porque tudo isso não vai dizer que a pessoa é a certa e vai ser uma boa parceira

          • Mariana Cobra

            Realmente, pessoas assim são de uma raridade ímpar, porém não é só religião ou não sentir vontade de transar que levam pessoas a isso…
            Eu mesma fui transar aos 28 anos e pelos mesmos motivos da Fran…não queria fazer por fazer e queria que fosse com um cara especial.

            Contudo, meu marido tem um passado bem extenso. Não me importo hoje com o passado dele e nem nada disso…dou risada das presepadas que ele conta.

            No fim, o que realmente importou pra mim era como ele tratava as mulheres, como ele se refere as ex e como ele se portava quando estava comprometido.

            Ele foi bem biscatão, mas nunca traiu, nunca mentiu ou iludiu. Nunca falou mal das ex para mim e sempre as tratou com respeito. Pra mim era o que importava.

            Na minha opinião o problema da Fran é acreditar que exista alguém como ela. Não existe. Cada ser humano é único e tem as suas peculiaridades.

            Como disse, encontrar alguém honesto e leal é o que deveríamos procurar….nunca perdendo o foco de que as pessoas mudam…eu mesma não sou a mesma Mariana de 20 anos.

          • Jps

            Tendi.

            E as vezes nem com alguém como ela daria certo. Quem gostaria de ficar com uma pessoa que pensa exatamente como a gente?

            Estragaria a graça do desconhecido e talz, rs

            Acho que de certa forma os relacionamentos são como um jogo de poker

            A gente pode vir com uma mão boa, pode estar tudo bem até o Croupier virar uma carta e mudar toda a situação (tempo/situações na vida). Sem contar que as vezes os outros jogadores blefam e a gente desisti ou continua sem saber a realidade.

            Foi um exemplo ruim, mas quis falar mesmo assim rs

          • Mariana Cobra

            Ou por medo vc desiste da jogada mesmo com uma mão boa!

            Por exemplo, ela já disse q dispensou um cara legal por ele querer filhos…vai saber se daqui um tempo ou ele desiste de te-los ou ela resolve que quer ser mãe.

            Como disse, pessoas mudam de ideia!

          • Franciele

            Eu realmente não entendo como tu e outras virgens podem levar isso numa boa, e olha que nem é meu caso como contei por aqui, afinal, pra ti ele foi o primeiro, o especial; pra ele, por mais que ele tenha gostado do que viu, tu ao menos no início, era mais uma possibilidade que, se não desse certo, tudo bem, ele arrumaria outra.
            Quanto a encontrar alguém que pense e aha como eu, já encontrei dois rapazes, mas ambos queriam filhos, algo que com certeza não desejo pra mim, e não quis construir uma relação para mais terde ter que terminar por causa dessa incompatibilidade.

          • Mariana Cobra

            Mais um erro de interpretação ou de intenção.
            Sim, ele foi o primeiro, é um cara especial e espero levá-lo junto comigo nessa caminhada até o fim, mas se acabar no meio do percurso, bola pra frente.
            Se não der certo arrumo outro tbm, mas a experiência que ficou não vai deixar de ter sido especial, bonita e marcante.
            De uma forma ou de outra ele sempre estará comigo.
            Não é pq eu o escolhi por ser especial que TEM que ser pra sempre para ratificar algo…entende?

          • Franciele

            Não digo que tem que ser pra sempre, até porque o pra sempre se constrói, mas tem que ser especial para os dois de alguma forma, e alguém com um vasto passado, em algum nível já se “acostumou a terminar, e portanto terá menos empenho em fazer durar. Ao menos é isso que vejo em todos os relacionamentos que conheço de perto.

          • Mariana Cobra

            É uma pena que você não tenha bons exemplos e que dependa do que o outro achou da experiência para validar a sua própria.
            O que o meu marido achou de ter tirado a minha virgindade não me interessa. Me interessa o que eu senti e o que eu vivi…de resto são suposições, aliterações e projeções do que se deseja do outro…e isso só trás expectativas frustradas e sofrimentos.
            Aprender a levantar só é muito mais complexo que estar sozinha.

          • Franciele

            Não é bem o que o outro achou, mas questão de sentir que, para ele tanto quanto pra mim, o nosso relacionamento será algo psicologicamente sagrado.
            Para a psicologia jungiana, sagrado é tudo o que desejamos proteger.
            será muito difícil ver ex namorada em rede social ou em foto de família, talvez vir a conhecer algumas delas, e pensar que as fases da nossa relação serão bem mais especiais pra mim do que pra ele, que já terá vivido isso antes algumas vezes.

          • Franciele

            Todas as pessoas que eu vi deixarem questões práticas para o tempo resolver se deram mal; e eu acredito que a forma como alguém levou a vida até me encontrar diz muito sobre o que esperar do futuro, afinal, ninguém muda ninguém.

          • Mariana Cobra

            Realmente, ninguém muda ninguém. A vida muda as pessoas.
            Acréscimos na personalidade ocorrem por fatos e percepções. Uns passam pela vida sem nada a aprender, outros aprendem, evoluem e se tornam pessoas melhores.
            Infelizmente Fran é assim…é sorte, mas estar fechada desse jeito só vai te distanciar cada vez mais da felicidade, pois toda e qualquer possibilidade de você conhecer alguém bacana passa por um crivo quase absurdo.
            As pessoas são muito mais profundas que isso ou aquilo outro. O passado pode dizer muita coisa (e diz), mas prender-se a ele como única verdade é fechar os ouvidos, tapar os olhos e escolher esconder-se da vida.
            Machucar faz parte, basta vc ter critério para não sair por aí caindo atoa como muita gente faz. Vc não está errada, mas tbm não está certa.

          • Franciele

            Interessante; teu comentário me fez lembrar as duas piores
            frases que um homem pode me dizer sobre outras mulheres: “foi algo sem
            importância” e “não significa(ou) nada pra mim”. Sei que para a maioria das
            pessoas essas frases deveriam suscitar segurança, por conterem a ideia de “não
            se preocupe é tu que importa agora”, mas o que eu ouço é “com o tempo tu também
            pode se tornar sem importância e não há nada que possamos fazer a essse
            respeito”.

            Tu disseste que as pessoas mudam de ideia sobre os
            relacionamentos, mas o que eu vejo é uma sucessão de incoerências, devido a
            falsas premissas da nossa cultura hedonista:

            Para começar, a maioria dos relacionamentos começa APENAS
            por existir atração física e em função do instinto, as pessoas acabam
            acreditando que, por terem dois ou três gostos em comum, saberão resolver
            problemas juntos. Esses enganos são a origem dos relacionamentos que vão muito
            bem e terminam repentinamente, porque um ou ambos enjoaram, mudaram de ideia,
            ou qualquer outra variante para a falta de base do relacionamento.

            Outra distorção muito comum é taxar um relacionamento de “sério”
            porque as pesssoas estão se encontrando a algum tempo e frequentam a família um
            do outro, quando muitas vezes o objetivo do pretenso casal é apenas ter um parceiro
            sexual fixo e as conveniências da “boa figura” em certas situações sociais.

            Existe ainda a crença que precisamos viver essas relações
            meia boca para “aproveitar a juventude”, “descobrir o que queremos” ou
            amadurecer”, afinal, quando chegarmos em certa idade, uma mágica acontecerá e
            passaremos a nos dedicar a uma pessoa só querendo que dure a vida toda.

            Quanto a mim, não desejo alguém com tudo resolvido, até
            porque não é essa minha situação, embora o serviço público crie essa ilusão,
            mas é muito difícil lidar com essa volubilidade, considerando que
            desde os 12 anos eu sabia minha profissão, decidi que só namoraria se fosse
            para noivar e casar, formando aquele casalzinho que, ao invés de baixar as
            notas por conta do namoro as aumentaria por estar se preparando para viver
            junto dali a 10 ou 15 anos e aos 13 já sabia que não queria filhos.

            Portanto o que busco é alguém com bom autoconhecimento,
            capaz de ser coerente entre desejos e escolhas, que como eu nunca tenha agido
            por impulso e que queira construir uma relação a partir da amizade para ter uma
            base mais sólida. .

            Só pra constar, as garotas do Éros serviram apenas para
            demonstra a ele mesmo o quanto foi “esperto” ao aproveitar o prazer sem ônus,
            recuperando um pouco da junventude que a esposa roubou dele quando engravidou,
            mas ele morrerá sem admitir isso.

          • Jps

            Fran, Trump foi eleito presidente de uma das maiores potências do planeta, existem muitas pessoas que acham que o racismo é mimimi, esta rolando uma guerra na Síria mas a maior parte da população fecha os olhos….

            Onde eu quero chegar é que sim, as pessoas fazem cagada e não podemos usar como base o povão, porque num geral ele mais erra do que acerta.

            Mas vamos pensar nos relacionamentos que até então esta tudo bem…..O da Lu por exemplo.

            Ela mesma num video disse que o Thiago para começo de conversa só se interessou fisicamente por ela, mas que com o tempo foi adquirindo sentimentos, energias e hoje eles estão juntos a 8 anos.

            Se ela desistisse só por isso no começo, ela nunca teria vivido a felicidade e parceira que está tendo agora. E claro, ela deve ter visto muito compatibilidade com ele, não arriscou por arriscar.

            Sobre a frase que você disse não gostar, e se homem falasse o contrário. Que a ex dele era uma mulher ótima e por algum tempo ele achou que fosse a mulher da vida dele. Não digo nem você, mas quantos mulheres ficariam inseguras por ouvir isso, ou iria querer se separar só por achar que elas eram só um passatempo até a ex querer o cara de volta?

            Complicado essa situação que você mencionou. Mas entendi o seu ponto.

            “desde os 12 anos eu sabia minha profissão, decidi que só namoraria se fosse para noivar e casar, formando aquele casalzinho que, ao invés de baixar as
            notas por conta do namoro as aumentaria por estar se preparando para viver junto dali a 10 ou 15 anos e aos 13 já sabia que não queria filhos”

            E você acha que nessa idade vc tinha maturidade e conhecimento o bastante para decidir toda a sua vida?

            Eu pelo menos não tinha, e vou dizer que até hoje tenho dúvida das minhas decisões, rs

            Que nem eu disse antes, acho que você procura um ambiente muito perfeito e as vezes precisamos ser mais flexiveis.

            De resto, acho correto a questão de não ficar com alguém só por comodidade ou carência. Eu mesmo estou solteiro a um tempo por isso, mas mesmo assim eu ainda me arrisco para conhecer novas pessoas e quem sabe não encontrar alguém legal. Não sigo “listas”

          • Mariana Cobra

            Pensei no “Desafio sob fogo”…quando vc malha o metal, na hora da têmpera se vc errar o passo e ele ficar muito duro…vai quebrar…muito mole, não vai cortar.
            A Fran vai aprender com o tempo que ser dura desse jeito é a forma do subconsciente dela se proteger do sofrimento…

          • Jps

            Bom exemplo, rs

            Sei la, eu falei mesmo, não por me achar melhor ou nem nada disso. Mas como estamos nesse site todo dia comentando sobre situações e assuntos externos, porque não tentar “ajudar” pessoas daqui mesmo quando notamos algo.

            Principalmente quando criamos uma certa amizade(ou sei la como definir) e temos intimidade o bastante para conversar sobre isso.

          • Mariana Cobra

            Eu me identifico muito com a Fran, pois decidi muito cedo oq queria e defendi meu ponto de vista e meu estilo de vida sempre.
            Porém o meu requisito para o parceiro ideal era encontrar alguém com firmeza de caráter, que me amasse e aceitasse meus defeitos. Que fosse meu amigo, meu parceiro, meu cúmplice.
            O resto, é resto. Nada que a razão combinada com o diálogo não resolvam.

          • Jps

            “Porém o meu requisito para o parceiro ideal era encontrar alguém com firmeza de caráter”

            O que de certa forma é o minimo que devíamos esperar de um parceiro né?

            Pena que muito gente esquece disso.

            E concordo, fora isso não sigo listas de requisitos e coisas do gênero.

            Sem querer ser muito cliche, mas a vida não segue uma linha reta, então não adianta eu correr atrás de algo que não possa sofrer mudanças

          • Franciele

            Se meu futuro marido contasse que a ex era ótima, que pensou que casaria com ela, eu ficaria muito feliz por ele, que amou alguém e não “precisou” passar pela esperade alguém para construir um futuro sozinho como eu.
            Ele ter amado alguém não me incomoda, o que me chateia é perceber que ele esteve com algumas pessoas sem amor, ou teve contato físico casual, bejijo também entra na conta, sem que o fato de não ter isso tenho o feito questionar o próprio valor, como aconteceu comigo.
            Se alguém foi hedonista, imediatista ou oportunista em algum momento da vida, sempre existe um risco algo de voltar a ser, até porque, não tenho a ingenuidade de crer que serei suficiente pra ele o tempo todo, e o passado del me diz como ele lida com isso.

          • Jps

            Tendi.

            Bom, então temos opiniões diferentes sobre o assunto e não tem muito o que fazer, rs

            Eu mesmo sou um pouco hedonista se for parar para pensar desse jeito, mas sempre sou sincero e honesto. Não fico iludindo ou enganando ninguém, porque da mesma forma que não gosto que me enganem não faço com os outros.

            Acho que o ser humano precisa um pouco de experiências e sexo é uma coisa muito importante para um adulto se manter saudável.

          • Franciele

            Já eu penseo que éperfeitamente possível viver sem sexo, desde que claro, essa escolha não decorra de castração psicológica, algo do tipo “queria tanto fazer sexo mas é pecado” entre outras questões.
            Deixa ver se entendi, já li muito que para os homens “importa” mais os parceiros puramente sexuais; tu funciona ao contrário? rs.

          • Jps

            Acho que para quem é sexualmente ativo, é dificil parar do nada. Não que eu preciso fazer toda hora, toda semana, mas tenho a vontade/necessidade conforme o tempo passa. Engraçado que até eu fazer a primeira vez, nunca tive essa pilha, nem nada e comecei relativamente “velho” para o padrões da população (18-19 anos), ou seja, não sei até que parte é hormonal e que parte é psicológica.

            Se diz se eu prefiro conhecer alguém puramente sexual do que alguém que eu possa ter mais coisas além de sexo? rs

            Se for, uma boa pergunta, rs

            Assim, eu não procuro relacionamento.

            Não sei se é certo ou errado, mas eu procuro conhecer pessoas e esperar encontrar alguém que realmente goste e que eu sinta aquele algo a mais. A partir dai, se com o tempo as coisas se voltarem para um relacionamento sem problema nenhum.

            Por isso ultimamente não tenho tido relacionamentos “sérios”, ou pelo menos não oficiais então a coisa tem sido mais sexual, rs

            Mas eu já conheci alguém a uns anos atrás que eu senti aquele algo mais e acredito que ela sentiu o mesmo por mim, sendo que chegou um ponto que eu parei de ver graça em outras garotas. No final por causa de problemas externos (estudos para faculdade, ela tinha acabado de sair de uma relação e etc) decidimos nos separar na época.

            Por isso eu acredito ser possível encontrar alguém assim (já que teoricamente eu encontrei) e não acredito ter problema com relacionamentos em si. A questão só é que meio histórico tem caído mais para o outro lado, rs

            Consegui responder a pergunta? rs

          • Franciele

            Achei muito fofo tu tentar me ensinar sobre quem é sexualmente ativo; acontece que eu também sou, rs.
            Como já contei aqui, quando cheguei a idade de casar sem perspectiva, paguei por dois encontros, mas estou sem contato físico com ninguém a cinco anos, sem sofrimento.
            Aprendi com a vivência da sexualidade que, quando o desejo é realmente imperativo, não se precisa de subterfúgios externos, tais como pornografia ou outra pessoa, então conclui que quem procura reiteradamente relações casuais parece estar fugindo de algo, talvez da rotina, do tédio, da solidão ou de outros aspectos da vida que não vão tão bem quanto gostaria.
            Na verdade minha pergunta pra ti foi se o passado afetivo, ela ter amado alguém(s), pesa mais pra ti que o passado sexual, porque quando escrevi que não me importaria tanto se meu marido tivesse gostado muito da ex tu me disse que tínhamos opiniões diferentes sobre o assunto.
            Com relação às tuas atitudes, esse agir perdido espelha bem o que não quero pra mim, porque penso que ninguém deveria agir de determinado modo, seja hedonista seja seletivo, sem ter certeza que este estilo de vida é “certo pra si mesmo. Não gostaria de perguntar a um namorado “porque tu ficou com aquelas mulheres” e ouvir um “sei lá, foi o momento” ou qualquer variante que demonstre que ele não pensou antes de agir uma vez que eu nunca agi por impulso.

          • Jps

            Tendi, mas será que você é realmente?
            Você não é virgem, mas não tem relações a mais de 5 anos, então será que isso é considerado “ativo”? rs
            Sem contar que só teve duas experiências, mas não precisamos entrar em detalhes.

            “quem procura reiteradamente relações casuais parece estar fugindo de algo, talvez da rotina, do tédio, da solidão ou de outros aspectos da vida que não vão tão bem quanto gostaria.”

            Acho que isso está um pouco fora. Animais precisam de sexo e não estão depressivos, rs…..o ser humano possui libido, hormônios e etc, então não é porque algumas pessoas tem relações casuais para fugir dos problemas que isso necessariamente é uma atitude de quem foge. Acho que você ta problematizando algo que na verdade é bem natural.

            As vezes a pessoa esta com vontade, mas não namora. O que fazer?
            Namorar só para transar?
            Não, ela tem uma relação só para satisfazer a vontade.

            Da mesma forma se ela estivesse namorando alguém, e tem vezes que a gente não quer fazer “amor”, ou faz só uma “rapidinha”.

            “Na verdade minha pergunta pra ti foi se o passado afetivo, ela ter amado alguém(s), pesa mais pra ti que o passado sexual”

            Acho que todo mundo, ou pelo menos eu gostaria de me sentir que fui especial para a minha parceira, então talvez o lado afetivo pesaria mais. Mas depende também muito da segurança que a pessoa vai me passar.
            Não procuro e nem faço a questão de ser o primeiro, na verdade gostaria de não ser, porque assim eu sei que a pessoa me escolheu mesmo já tendo conhecido outras pessoas.

            “Porque penso que ninguém deveria agir de determinado modo, seja hedonista seja seletivo, sem ter certeza que este estilo de vida é “certo pra si mesmo.”

            Mas como a pessoa vai descobrir qual o estilo dela sem tentar?
            Baseado em experiências dos outros ou leitura?
            Não tem como seguir isso, porque cada pessoa é diferente da outra em algum aspecto.

            Fora que isso é totalmente contra o que eu penso de viver, rs

            Sei la, não digo para sair na loucura do swing, suruba e etc…mas parte da vida é conhecer as coisas, sair da zona de conforto, descobrir o desconhecido.

          • Franciele

            Animais precisam fazer sexo para ter filhotes, entre seres
            humanos esta não é a intenção da maioria das relações, rs, portanto, eles não
            são parâmetro.

            Sobre vontade,
            reintero o que escrevi com outras palavras; quando a libido desponta, e é mesmo
            resultado do impulso puro e simples,
            qualquer estímulo medíocre basta, portanto, se se precisa necessariamente de
            outra pessoa, é de se pensar por que.

            Quanto ao aprendizado, se precisássemos realmente “tentar”
            todos os estilos para descobrir do que gostamos, todos deveríamos ter uma
            relação poligâmica ou poliândrica na vida, afinal, existem sociedade inteiras
            baseadas nisso, rs.

            Mas eu entendo tua dúvida, as pessoas em geral padecem de
            uma falta imensa de autoconhecimento, bem como, de dificuldade de analisar as
            perdas e ganhos de cadaescolha.

            Quanto a mim, não considero o prazer sexual errado em si mesmo,
            mas por entender que só terei satisfação física, que muitas vezes posso conseguir
            sozinha sem ter que lidar com as vontades de outra pessoa, e não encontrearei nesse ato em si satisfação
            emocional, prefiro não fazer, para não ficar com a sensação que só consigo isso
            mesmo.

          • Jps

            A questão é não o motivo, mas o instinto de fazer…
            Os animais entram no cio ou sei la o que e começam a roçar em tudo. Os seres humanos de certa forma tem esse mesmo instinto, mas como temos a razão também, podemos aliviar de outras formas, rs

            Desculpe, mas da mesma forma que a faculdade só nos da uma base, acho muito dificil aprender tudo sobre si mesmo só analisando….para não dizer impossível.

            E não precisamos ter relações poligâmicas e nem outras formas, mas se tivermos uma relação normal mesmo, podemos ai sim descobrir se falta alguma coisa, no que gostamos do dia-a-dia em casal.
            Não preciso dormir com um cara para saber que não gosto de homens, mas como posso saber do que gosto se nunca nem tive contato com alguém (indiferente do sexo)?

            A real é que você está na sua zona de conforto e da mesma forma que as pessoas que namoram separam e namoram denovo, você não quer tentar algo diferente. Prefere continuar no que conhece, porque faz sentindo na sua cabeça.

            Acredite, posso ter algumas duvidas na vida, porque claro não sou o mesmo de 5/10 anos atrás, mas me conheço bastante, rs
            A diferença é que sei que analisar tudo não me fara feliz da mesma forma que sexo casual para você não te fará feliz.

        • Mariana Cobra

          Fran eu concordo com 99% do seu pensamento, até mesmo pq eu segui uma linha de raciocínio bem parecida.
          Contudo, “um homem que procure alguém para construir um futuro, não tem porque ter relações ou contato físico casual, e muito menos relações de conveniência ou como passa- tempo”
          Isso você jamais vai poder exigir de outro alguém. Já parou para pensar que na tentativa de encontrar o amor verdadeiro ou por diversas desilusões algumas pessoas vão quebrando a cabeça pela tentativa e erro?
          Não podemos exigir que o outro seja igual a nós, mas que seja digno, leal, fiel, amigo e que tenha ou passe a ter objetivos em comum.

          Certamente você tem mil defeitos e o ideal é encontrar um homem que mesmo visualizando as suas falhas ainda a ame e que seja um cúmplice do seu dia a dia.

          Objetivos em comum são construídos com o tempo, com o diálogo e com o uso da razão.

          Ah, e nunca se esqueça, as pessoas mudam com o tempo, amadurecem, adquirem foco e percebem com mais clareza o que querem…talvez um dia você possa ser o guia de um cara bacana que ainda não entendeu muito bem o que quer pra vida.

          Não existe na humanidade binarismo, somos complexos demais pra isso.

          • Franciele

            Eu sei que objetivos em comum se constroem, mas não consigo desenvolver admiração por alguém que não tenhas os próprios objetivos definidos, capacidade de mudar de caminho quando as coisas não saem como esperado sem perder o foco, enfim, assertivo.
            Assim, caso me envolvesse com alguém que não sabe bem o que quer, me sentiria, como já aconteceu, mãe demais para ser namorada ou esposa.
            Quanto ao passado, como escrevi acima, não acredito em amadurecimento, penso que a essência das pessoas nunca muda, e por mais que se sane defeitos e adquira qualidades, os desejos centrais das pessoas permanecem os mesmos, embora sejam expressos de modos diferentes dando a impressão de mudança.

          • Mariana Cobra

            Fran, não importa o que eu diga, vc vai rebater. Deixo para que a vida lhe ensine que não existe preto no branco, mas sim uma eterna escala de cinza.

          • Isso vale para seu comentário no vídeo de ontem kkk
            Nada é 8 ou 80. Tudo ensina ou tem ao menos 4 pontos de vistas distintos

            No mais, eu acho que a Fran é assexual (vc já falou sobre isso aqui Fran?). Por isso ela é “tão controlada” e consegue ter teorias racionais, ignorando praticamente sempre, oq não se controla. Tbm pode ser um trauma, porém, se ela não for assexual e for um trauma, deixa esses hormonios funcionarem um pouco mais pra ver se ela tbm não dá uma “endoidecida”. kkkk

            Fran, ninguém quer perder, inclusive vc. Só que a única forma de nunca perder nada, nem ninguém, é correr de tudo e de todos. E claro, não arriscar nada nunca kkk

          • Mariana Cobra

            Eu vi o vídeo e achei legal os pontos seus de destaque. Mas não posso deixar de observar que a globo nada vale.
            Há anos deixei de assisti-la e se todos fizessem o mesmo seria um ótimo serviço ao Brasil.

          • Jps

            “It is impossible to live without failing at something, unless you live so cautiously that you might as well not have lived at all — in which case, you fail by default.”
            – J.K. Rowling

            Eu ouço uns videos de inspiração vira e mexe, e o que você disse no final me lembrou disso, rs

            Obs:
            (É impossivel viver sem falhar em alguma coisa, a menos que você viva tão preocupada que acabe não vivendo – em todo caso, você falha por não fazer nada)
            tradução mais ou menos, rs

          • Franciele

            Luiza, não sei de onde tu tirou essa que eu sou assexual; o que eu disse certa vez é que posso ser demissexual, que é outra variação.
            Tenho tanta certeza disso porque tenho desejo sexual abstrato, mas ele some instantaneamente quando algum requisito não é cumprido, sem que eu tenha que fazer ou pensar nada.
            Quanto a traumas, passei por um susto ano passado, rs, mas obviamente isso não fundamenta meu comportamento enraizado.

          • Eu não afirmei, eu levantei essa questão, entre outras. Nunca conversei o suficiente com vc p saber. Só levantei p vc pensar mesmo, só quis ajudar kkkkk

          • Mariana Cobra

            Fran, já lhe ocorreu que você pode ser o veículo de mudança das pessoas? Não estou me referindo àqueles relacionados a envolvimentos românticos.
            A minoria das pessoas sabem o que querem ou tem objetivos claros. A própria vida pode tornar turvo o que é claro para outros.
            Ser o veículo de outrem não significa ser mãe. Significa ser uma boa amiga, uma boa ouvinte e uma boa conselheira.

            Exemplo: no primeiro dia que conheci pessoalmente meu marido disse a ele: não acredito que não tenha um curso superior, que esteja com um carro batido e pagando 1mil reais em parcela, não acredito que vc não tenha feito seguro! Inimaginável um homem da sua idade ainda estar tão perdido.

            O que fiz? Virei as costas pq ele não preenchia meus pré requisitos? Deixei ele pq não era bom o suficiente ou pq estava perdido e imerso no caos que a vida tinha tornado?
            Não, dei uma chance e esperei que ele seguisse meus conselhos e direcionamentos.

            Vendemos o carro no estado que estava e a dívida foi passado a outra pessoa; renegociamos as dívidas que ele tinha e fizemos um planejamento futuro de como ele poderia custear um curso superior.

            No final de outros pormenores ele cresceu e sabe pq? Pq nenhuma alma vida havia dado direcionamentos ou conselhos….o único que havia se disposto a fazê-lo foi o avô, mas este faleceu e o deixou a deriva.

            As chances que dei a ele foram muito bem aproveitadas. Hoje as dívidas estão quitadas, conseguimos comprar uma casa muito boa, um carro muito bom, uma moto na garagem e sem dívidas. Ele hoje cursa Engenharia da Produção e está muito bem empregado. É outro homem (em relação ao foco e a objetivos).

            Minha amiga isso eu fiz para ele, fiz para vários amigos, para minha própria mãe.

            Podemos ser àquele que vira as costas e diz “o problema não é meu” ou podemos pegar o boi pelos chifres e ajudar aqueles que estão cegos diante dos problemas que a vida impõe.

          • Franciele

            Isso eu já faço, e muito!
            Inclusive aproveito o serviço religioso para algumas coisas extras, rs.
            O problema é sempre ficar com a impressão que eu ajudo, passo segurança, dou direcionamento, mas nunca acho alguém capaz de me passar a mesma sensação de segurança e apoio.
            Sempre fico com a impressão de ter que ficar redirecionando, sustentando, porque a criatura nunca vai aprender aandar com as próprias pernas, e considerando que pouquíssimas coisas saem como esperamos na vida, não consigo trabalhar pra dois o tempo todo.
            Por isso é importante alguém que também saiba o que quer, senão acontece o te disse antes; já me aproximei de caras bacanas, com essa dificuldades de direcionamento, mas não consegui superar a sensação de que ele não saberia o que fazer quando eu, que também sou humana, rs, perdesse o chão.

        • Só quero que você ame e seja muita amada. Não tenha medo ou se arrependa se nem tudo sair como planejado.

          • Franciele

            kkkkkkk.
            Ler isso de ti, alguém incapaz de amar, considerando que amor importa sacrifício e renúncia, só rindo muito mesmo.

          • Eu acredito que não é necessário estar presente fisicamente com alguém para sentir a sua energia e quando li um comentário seu pela primeira vez, notei uma alma clamando por amor.

            https://vimeo.com/207871158

  • Elisa

    É bem isso, tem que tacar o foda-se.

  • É o aparente paradoxo que explica a atratividade dos ditos cafajestes. Quando a gente não se importa muito com alguém, não tem grandes desejos, nem fez projeções, tende a relaxar, ser mais natural e não se inferiorizar. Não tendo nada a perder, arriscamos.
    Só petisca quem…
    No fundo quem tem este tipo de problema do perguntador é porque não confia no próprio taco, são problemas de auto estima, às vezes bem disfarçados.
    O que consegue não excita e o impossível atrai. É uma auto sabotagem, a fórmula perfeita para quem tem medo de ser feliz.

    • Nossa, eu não escreveria melhor. Se um dia tiver inspirado, daria um ótimo texto daqueles seus.

      • Neste ultimo mês, sobrou inspiração e faltou transpiração, mas acho que já passou.
        Pois é, deveria voltar a escrever como colaborador, eu gosto e tenho inciado vários textos, só que estou muito procrastinador.

    • Elisa

      Não entendi. Vc então acha que se ele tivesse uma boa autoestima ele deveria não se interessar por essas garotas que ele diz ser impossíveis? Foi o que interpretei pelo fato de vc falar em autossabotagem. Porque, se for isso, acho meio complicado mandar assim nos sentimentos. Tenho uma leve suspeita que o que faz esse garoto se apaixonar por essas garotas seja a beleza física. Se é assim, não importa se a pessoa tem ou não a ver com vc, pelo menos no início, se ela for extremamente bela aos seus olhos, vc vai acabar se interessando. É inevitável e não tem muito a ver com autoestima.

      “não confia no próprio taco” Olha me desculpa, mas às vezes a pessoa tem razão de não confiar no próprio taco. Chama-se desconfiomêtro. Se o cara é bem fora do padrão e ele quer uma beldade, não interessa, a garota vai dar um fora msm.

      • Se a tua hipótese estiver correta, que o fator de atração do perguntador é a beleza e ele é feio, confirmaria o que eu penso: ele quer o que imagina não ter condições de alcançar. Uma pessoa que faz isso, mas não é algo consciente, está praticando autossabotagem. Não acredito que a atração seja algo aleatória. É claro que não podemos olhar alguém e determinar: eu vou gostar desse! Mas a construção de nossa personalidade ao longo da vida é que vai determinando o nosso “foco”. No linguajar dos psicólogos a causa é o subconsciente. O problema, que mudar é algo difícil e lento,só a minoria das pessoas consegue. Por isso existem expressões do tipo “dedo podre”. A probabilidade de nos repetirmos é grande, afinal somos sempre os mesmos.

        • Elisa

          Entendi. No meu caso, eu sinto mais atração por pessoas que sinto que tenham mais a ver comigo, por quem sinto uma espécie de identificação. O psicanalista Flávio Gikovate falou que as escolhas amorosas trabalham muito com a questão da autoestima. Pessoas de baixa autoestima são autodepreciativas e, por isso, costumam admirar pessoas com características diferentes das que elas têm. Isso tem uma repercussão significativa nas escolhas amorosas dessas pessoas porque, por conta disso, em geral, pessoas de baixa autoestima se encantam e se apaixonam por pessoas que nada tem a ver com elas. Daí a autossabotagem. Claro que há exceções, mas me lembro que ele disse isso. Fora outros critérios de autossabotagem. Quando se procura inconscientemente pessoas problemáticas, loucas, maníacas, inseguras ou com algum tipo de transtorno porque isso as deixa mais seguras e as faz se sentir mais úteis. Tudo necessidade de autoafirmação, justamente, por odiarem quem são. Tudo autossabotagem, como vc disse. Daí o dedo podre. Acho que agora entendi porque vc falou em autoestima.

  • Gomes

    Caro perguntador, acredito que o problema está em vc, todas as mulheres (homem também) tem essa auto defesa inicial, mais por vc não ligar muito com algumas leva a coisa naturalmente e aquela que vc realmente quer não consegue conversar. caro amigo isso não é normal.
    eu não sou nenhum modelo ou algo parecido, mais antigamente antes de casar, fiz almas brincadeiras legais com todos os tipo de mulheres, mais sempre estava nervoso mais nunca transparecia, o resultado sempre era prazeroso. uma das historias. uma bela sexta feira, final do período no curso da faculdade, algumas pessoas foram em um bar para descontrair e comemorar, eu cheguei no bar com um amigo, era onde a galera se reunia. lá o meu amigo que era tímido queria conhecer uma mulher linda que todos ficavam babando. eu com o objetivo de ajudar fui na mesa onde eles estavam e me apresentei praticamente me convidei para sentar e rolou uma conversa boa e bacana, a mulher que o meu amigo estava afim era casada e não estava interessada em conhecer pessoas novas. Fiquei fascinado pela postura dela e consequentemente quis ficar com ela e não sei exatamente o momento como começou mais acordei no outro dia com ela no motel.

    • Então vc ta dizendo q toda mulher trai, que é só bater um papo com ela no boteco do jeito certo q ela cai na rede?
      Se é isso, qual seria esse jeito certo q to querendo saber kkkkkkk
      Tirei boa parte da tarde só pra ficar aqui escrevendo textos e lendo comentários e tem valido a pena kkkkkk

      • Gomes

        Lu, não é isso não. eu sempre fiquei nervoso mais não transparecia, o que me encantou nela foi o jeito, mais nunca tive medo ou vergonha de falar com nenhuma mulher, mais isso não quer dizer que eu não estava nervoso. eu utilizei esse fato, porque ela parecia o tipo de mulher que os pessoas se assustam hahahaha. mais não é nada de outro mundo. foi só mais um desafio que a vida as vezes te coloca hahaahah

        • mas será q ela era tão desafio assim? Pq já foi pro motel na primeira noite e nem te conhecia anteriormente. Sei não, as vezes ela só tinha a cara de cu, mas embaixo tava aberto kkkkkkkkk
          E se vc acha q não, oq vc acha q fez para que ela mudasse d ideia tão repentinamente por vc?

        • Jps

          Por acaso calhou dela estar depilada, usando uma lingerie nova e de cabelo arrumado no salão, rsrs

          to brincando um pouco, mas que nem a Lu disse, talvez não fosse um desafio tão grande assim, só parecia. Mulher normalmente sabe quando vai transar ou não.

          Sem contar que se era casada e só voltar no outro dia, é meio estranho……a menos que tenha dado BO depois, rs

          • uai, mas mulher não pode estar depilada, bem arrumada e sem esperar sexo não? kkkkkkkkkkkkkkk
            Mas concordo, acho que o Gomes pensou q ela era mais difícil do que de fato era. Ainda mais pra levar tudo em uma noite só, sem nenhum esforço
            o lado bom é q ele tem autoestima kkk
            (Gomes tô te esperando contar o babado!)

          • Jps

            Não to falando que não pode, foi só modo de dizer..rs

            Tipo, ela já estava toda preparada. Que nem quando um cara vai fazer uma surpresa para a namorada, e aluga um quarto de motel e enche de petalas de rosas bem antes de chegar com ela. O quarto não estava preparado ao acaso, rs

            Mas uma coisa…. vai dizer que as pessoas em geral (até homens) quando existe a minima chance de rolar algo, não se preparam?

            Eu mesmo levo camisinha, dou um trato na barba e aparo os pelos do corpo na duvida. Nem sempre acontece algo, mas só pela possibilidade. Fora a depilação, quem vai de lingerie para a faculdade senão achasse que tinha a possibilidade de mostrar para alguém?

            Fato importante, ela não voltou para casa no dia, então o marido devia estar em viagem e não estava em casa. A menos que ela deu “gato” mesmo, ai gerou toda uma dor de cabeça depois

  • João Emanuel

    “E quantos segredos traz
    O coração de uma mulher?”

    Meninas são uma caixinha de surpresa mais que no final não podemos nem queremos fica sem elas, vejo pela lista tenho um longo caminho pela frente mais como dizem vale tudo pela pessoa que amamos aprendi com alguém muito especial que tem muitas mulheres guerreiras amazonas merecer achar um Homem com essas qualidades ou até mais qualidades do mesmo não tem dinheiro que compre essas Rainhas.

    • melhor foto e comentário João!!

      • João Emanuel

        Estou aprendendo com a melhor do Brasil, S2

        o joãozinho e fofinho uma bolinha todo gordinho toda sexta vem passa o fim de semana na casa da vovó ver o tio doido dele kkkk chorei quando abracei ele lembrei dos 5 pequenos que morreram queimados =,( mais isso ai bola para frente Deus está cuidando deles agora /l bom fim de semana Luluzinha.

        • Crianças s2
          beijo no gordinho s2

          • João Emanuel

            Logo vc tbm vai ter seu filhotinho Lu pequenininho igual a vc, fofinha vontade aperta essas bochechas suas. xD

          • já pensei em adotar um tbm, vamos ver
            bom findi João!!

          • João Emanuel

            Um filho adotivo tbm é bença pura seja vindo de vc ou adotivo essa criança vai te uma mãezona coruja Lu tem mulheres que é visível sonho delas em ser mãe vc percebe que ela nasceu para receber essa bença o tempo vai chega logo vc vai esta correndo na casa atrás do peladinho kkk criança figura. Bom FIM e INICIO de semana para tbm.

  • Milena Tyler

    Depois de ler alguns comentários fica aqui algumas dicas, algumas verdades.

    Seu currículo importa sim, e também se exerce sua profissão. A maioria das minhas amigas não sairia com um homem que não tenha pelo menos um curso superior, e algumas colocam um patamar mais alto, e se não for médico ou empresário nem mesmo dão chance para o cara. Você tem que ver se não está tratando com essa faixa do público feminino, porque não se engane: nós mulheres sabemos pesar muito bem o valor que a sociedade nos dá, e imagino que os homens podem realizar a mesma tarefa. O problema pode ser a forma como você deixa suas informações virem à tona.

    Você quer o que? Compromisso, ou sexo logo de cara? Porque funciona mais ou menos assim: se for compromisso e souber se comportar como um homem maduro, suas chances vão crescer e muito! Mas se for só sexo vai depender de quão bom partido você é, e de quão bonito você é também, entre outras qualidades que só ficam evidentes quando conversamos com a pessoa. Muitas das mulheres mais belas, ficariam com você na primeira noite, mas se está patinando aí é bom prestar bem atenção se você está dentro das aspirações das suas pretendentes.

    Se for meloso, grudento, indeciso, ou que não passa segurança e firmeza, complica muito.

    Mas os homens mais disputados, mesmo quando não se comportam tão bem, não ficam na friend zone não! Tenho irmãos e sei como isso funciona. Então é só abrir os olhos, não se iludir, e saber se portar bem nas diferentes ocasiões com diferentes pessoas.

    • Jps

      Não digo que é certo como as coisas acontecem no mundo, mas precisamos mandar a real para nós mesmos, de vez em quando…

      As vezes o cara quer ficar com alguém tipo a Gisele Bundchen, por exemplo, mas se ele não for como o Tom Brady (marido dela) é muito dificil

      Não precisa ser tão bonito como, mas se ele não tiver outra característica marcante como ser muito inteligente, experiente de vida, culto ou algo assim é quase impossível acontecer

      Todo mundo tem seu valor, mas…..é justo alguém que treina, faz dieta, trabalha, estuda ficar com alguém relaxado, acomodado e que não tem objetivos na vida?

      Que nem você disse, ele precisa ver como ele se mostra para as “impossíveis” e ver se ele realmente atende as aspirações.

  • Gaia

    Outra coisa: não ache que vc é especial e por isso merece algo da garota. Muitos homens que usam o termo friendzone precisam entender que não se escolhe de quem gostar, isso é algo que acontece e que nenhuma mulher tem a obrigação de gostar de um cara só pq ele foi legal com ela (e se descobrir que ele se fez de amigo só para ficar com ela, menos ainda! Ninguém gosta de ter amigos falsos)
    Encare a friendzone como ela realmente é: interesse/amor não recíproco e não há nada que os envolvidos possam fazer
    Agora, se tem tanta garota assim que decide não querer nada com vc, vc deve estar fazendo algo muito errado. Seja se julgar um partidão, não ter pegada, beijar mal, não ter assunto… se vc tiver um contato amigável com alguma dessas moças, acho que vale perguntar. Ou então a alguma amiga. É sério, não adianta ser bonito/bem de vida e ser chato

  • Esse artigo parece que foi feito prá mim!!! Minha profissão é de risco! Risco de ficar desempregado a qualquer momento! Eu não sou feio! Sou horrível! Até barrigudo eu sou! Eu até ganho bem! Comparando com o salário de um faxineiro eu ganho bem bágaraio! E não tenho dificuldades nenhuma como mulher alguma! Claro, algumas são difíceis mesmo e demoram mais. O Caso da Lady Gaga por exemplo, ela foi desleal comigo! Simplesmente não veio! E a Angelina Jolie até rolou um papo interessante, mas não avançou por causa dos 30 filhos que ela tem! Imagino como a casa dela deve ser zoada com 30 ‘demôinzinhos’ morando lá!

    • Brito

      WHAT???? uahuahuahuahuahua

      • eu ri ALTO AUIHAIUHAIUHAUIHAIUHAA
        melhor comentário esse dele kkkkkkkkkkk

  • Medo de amar.
    Caro leitor, essas mulheres não são impossíveis, elas são apenas o doce perigo do amor.
    Você fica todo travado porque sabe que se acontecer um “match”, nascerá em você uma nova pessoa, pessoa essa que você desconhece e teme. Pessoa essa que fará declarações apaixonadas, comprara flores, passará todas as horas do dia pensando nela.
    O que você deve fazer: “Simplesmente encare essa emoção sem medo de passar vergonha ou de sofrer. Sentiu que aquela mulher é a combinação perfeita, se entregue de coração”.
    Se tudo der certo, o tempo irá parar, o céu ficará mais bonito, as cores mais vibrantes e você se sentirá a pessoa mais feliz do mundo. S2 S2 S2

  • Homem realista

    Cara, na boa, esqueça as mulheres e aprenda a ser feliz sozinho.
    A tendência, infelizmente, é que as mulheres estão cada vez mais seletivas, mais impossíveis e os homens que não corresponderem/atenderem aos requisitos INSANOS delas, serão cada vez mais privados de saberem o que é amar e ser amado. Eu sei que isso é algo triste de se ver, mas não há um jeito de nós homens invertemos essa situação caótica, só um milagre divino vindo dos céus…
    Não adianta ficar quebrando a cara e esquentando a cabeça por causa delas, elas nunca admitirão que estão erradas, ainda mais com essa “onda” feminista que assola esse mundo, elas ficam cada vez mais arrogantes e com a ideia de que 99,99% dos homens são “machos escrotos”, “estupradores” em potencial, etc…
    A única saída que restou para nós e encontrar força e felicidade na solidão, virar as costas pra essa sociedade moderna de merda e mandar um belo dum foda-se pra tudo e todos…

  • Douglas Pereira de Freitas

    Olha, um texto que resume um pouco o que tenho passado nos últimos anos hahhaa
    Acho que passei tanto tempo sem querer ngm que hoje em dia perdi o feeling de como criar oportunidades com as mulheres que me atraem mais do q fisicamente.

    • com dedicação vc chegará lá de novo Douglas

  • Stanley Lewis

    É só “chegar chegando”, seja firme e não demonstre qualquer sinal de você está com medo de falar com ela, não gagueje e também não demonstre ser o tipo de pessoa que ficaria triste se tomar um fora dela. Se fizer isso, com certeza vai ter mais chances com ela. E mesmo se tomar um fora dela, aja como se isso não fosse nada, como se quem tivesse saído perdendo fosse ela e não você.

  • Mariana Cobra

    Eu não gosto da rede globo e fim de papo. Da mesma forma q vc não gosta de n coisas.
    Não perco meu tempo com nada do q eles produzem, pois usam e abusam de verbas públicas pra quê? Encutir valores deturpados numa sociedade q já é bem bosta?

    • Mari, oq pegou não é vc “gostar ou não gostar da globo”, mas sim q vc fez um comentário clichê que não agregou em nada ao que queria mostrar (leia esse texto até o final q vc vai entender kkk)

      Não é só a Globo que faz isso. Alienação e abuso está em todo lugar. Só que no Brasil só falam em rede Globo. E MESMOOO se “só a globo fizesse isso no Brasil”, elas ainda sim podem dar uma informação que preste (por ex o Bem Estar já me ajudou muito, mas muito mesmo kkk). Sabe essas suas dicas caseiras? O bem estar dá aos montes e são maravilhosas como as suas!
      Não me acho das mais inteligentes, mas algumas vezes me perguntaram como consigo falar sobre tantas coisas e assuntos, mesmo” sendo tão nova” (me perguntam isso desde anos atrás pq tô ficando véia kkkk), e sempre dava a mesma resposta que dou para quem me pede dicas para escrever.
      1- Se quiser ficar calado ok, mas se quiser se pronunciar, leia/ assista sobre tudo, inclusive sobre oq vc “não gosta” (caso queira falar sobre aquilo, claro kkk). O motivo é muito simples: vc precisa ter argumentos e saber falar “sobre oq vc não gosta” também. Até pq, mesmo na Veja ou na Globo, (por ex) cada matéria é uma matéria e precisa ser analisada como tal ou claro, ignorada (= sem ter como emitir opinião).

      3- Mesmo estudando, lendo, etc, falamos muitas, mas muitas bostas. Já fiz mt disso, e ai me pergunto: e se não tivesse nem lido/visto? Seria bem pior kkkk

      4- Uma coisa interessante q alguns inscritos fizeram (mas aí é só uma opinião pessoal) foi ter visto “o além” que sempre busco. Ou seja, “não pararam no “ai rede Globo lixo que merda cu”, mas sim ouviram oq tinha a dizer (e que independia da novela na lição geral). No fim, eu só usei algo atual como pretexto, que por sinal, depois q vc assistiu, tbm disse q achou alguns pontos interessantes. Era isso que queria. Pronto, esqueça a globo

      No fim, eu preferia mil vezes q vc tivesse falado q nao gostou do video (q nem vc já fiz e concordei q poderia ter melhorado mesmo kkk), do que “ter limitado todo o conteúdo do vídeo, só pq a base era uma novela da Globo”. Pq poxa, pensei em altos conselhos maiores kkkk

      E sim, vc tem o direito de não gostar da Globo, assim como eu não gosto de outras coisas. Mas nunca, jamais, afirme algo sem ter visto pq isso tumultua o post, sabe?

      Tipo penso em altas coisas, acho q vc não tinha assistido quando comentou e só falou “culto a bandidagem e acabou” kkkk
      Magoa a pessoa q fez tão bonitinho kkk

      • Mariana Cobra

        4 coisas que aprendemos com “Bibi Perigosa” – de “A Força do Querer”
        Antes de mais nada nunca comentei um vídeo seu sem antes assisti-lo e qdo o faço digo “achei isso do título, mas estou no 3g, depois assisto e falo”… sendo assim, o título do seu vídeo é sobre a novela.
        Não preciso assisti-la diariamente para saber o que se passa, quais são as tramas, núcleos, personagens e histórias. Afinal, o Brasil inteiro assiste essa novela e as conversas giram em torno dela.
        O que aprendemos com a Bibi perigosa? ABSOLUTAMENTE NADA.
        Não critiquei seu vídeo, pois o mesmo foi bem feito e trás bons conceitos que poderiam ser aprendidos com tudo, menos com o glamour que a rede globo passa sobre ser bandido.
        Quem tumultuou acabou sendo vc, era só ter lido que não gosto da novela, respeitado a minha opinião de uma linha e segue a vida.
        Não preciso amar todo o tema que vc gere e vc sabe disso, assim como vc não precisa ouvir todos meus comentários.
        E em nenhum momento no comentário do vídeo eu usei palavreado “merda, cu, bosta”.
        Disse: A única coisa que essa novela faz é glamorizar a bandidagem, nada além.

        Vc que partiu pra diversas interpretações e quer pq quer dizer que existe algo de bom nisso.

        Veja, rede globo, jornais associados e a mídia aberta brasileira é tendenciosa. Contudo, a rede globo deve BILHÕES para os cofres públicos e só produz conteúdo duvidável com um bando de artistas pseudo esquerdistas.

        Novamente digo: gostei do vídeo. Estava bem produzido, boas falas, engraçado, boa iluminação e tempo adequado, mas tudo o q vc disse poderia ter vindo de uma fonte menos horrível.

        Estamos num tempo esquisito Luíza, onde bandidos são louvados, polícia é malvado e assim segue o bonde da favela. Não perco, não perderei e me recuso a achar que exista algo de bom produzido nesse canal.

  • Pudim