Ela diz já não me amar mais como antes: será a hora de desistir?

10

Leitor: Oi, Luiza, tenho 19 anos e namoro uma garota da minha idade há mais de dois anos.

Eu fui o primeiro namorado dela, assim como ela foi a minha primeira namorada. Nos dois primeiros anos, o nosso relacionamento estava ótimo, nós nunca tivemos qualquer discussão de relacionamento (DR) nesse período. Era um relacionamento bem leve.

Acontece que, há dois meses, nós tivemos nossa primeira DR, que pôs realmente em xeque nosso relacionamento. Na ocasião, eu fui bastante babaca com ela, pois, com medo de perdê-la, fiz o joguinho de que “ah, se você não me quiser, tem quem queira”.

Já nos reconciliamos e inclusive pedi perdão por esse comportamento infantil/passivo agressivo que eu tive, mas ela me revelou que, depois do que eu falei, ela perdeu completamente a admiração que sentia por mim e que já não se sentia mais tão apaixonada assim. 

As coisas ficaram tão confusas que mês passado ela me disse que já não tinha mais certeza se queria continuar o namoro. Na época eu insisti que continuássemos, mas admito que às vezes até eu me questiono se sou também tão apaixonado assim por ela. 

Minha dúvida é se vale a pena eu continuar investindo nesse relacionamento. É possível um relacionamento durar apenas pelo afeto produzido pela convivência ou isso seria, na verdade, o mais puro comodismo disfarçado pelo nome de “amor”? É válido terminar um relacionamento pelo simples fato de a paixão ter acabado ou isso seria tratar o outro como um objeto descartável?

“Fiz o joguinho de que “ah, se você não me quiser, tem quem queira”.

Mas você falou isso e ela já te achou infantil, possessivo e perdeu toda a admiração por você? Acho que tem algo mal contado nessa história, até porque essa frase em si e por si é muito usada. E, “sim”, apesar de ser infantil, não causa essa bagunça toda no relacionamento de ninguém não! Vai que nós sabemos kkkkkkkkkk.

Enfim, independente de você ter feito ou não esse “algo a mais”, o resultado está claro: ela já disse com todas as letras que não se sente mais tão apaixonada por você, o que de duas uma:

1- O que você fez foi grave no ponto de vista dela. E se “foi muito grave”, sabemos que dificilmente teria volta, OUUU

2- Se trata apenas de uma crise entre vocês, por sinal, bastante comum quando o relacionamento está ficando “mais sério”. Nisso e por mais contraditório que pareça, os dois tendem a ficar um pouco assustados e, consequentemente, “fugindo do compromisso sério” ao usar qualquer motivo – inclusive “besta” – pra isso.

Se a resposta é a 1 ou a 2, só você poderá dizer. Mas, respondendo a sua questão do “se é possível um relacionamento durar apenas pelo afeto produzido pela convivência ou se isso seria o mais puro comodismo disfarçado pelo nome de “amor”, é óbvio que a resposta seria a 2 e você sabe disso kkkk. Sem contar que nem você mesmo sabe se gosta dela. Precisa mesmo desenhar o que talvez já esteja claro para ambos?

Sem contar que, se a paixão acabou, não se trata de considerar o outro como um objeto descartável ou não, mas sim questão de honestidade e, acima de tudo, de saber que a vida é assim mesmo. Por mais que a sociedade tente e force toda uma situação, não existe cartório, registro ou palavra que esteja acima da loucura que é a vida. Por mais que as pessoas jurem frente a um padre que o amor será eterno e repitam isso todos os dias para si mesmas, não significa que será uma verdade eterna. Fazer o quê? Só aceitar que dói menos, como diria a filósofa Valesca.

Agora só cuidado também pra não pagar de “bonzinho” que não quer tratar, nem ser tratado como objeto, enquanto na verdade você tá é se borrando de medo de ficar sozinho “e de não conseguir uma outra companheira”, etc.

Coragem,

Lu

Leia: Sintomas que o amor acabou

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.

  • Por que os perguntadores, quase sempre, omitem o principal?
    Impressionante, mas nem no anonimato as pessoas baixam a guarda e se revelam. Certamente, nessa DR houve mais coisa do que ” o joguinho de que ah, se você não me quiser, tem quem queira”.
    Mas é do DNA do ser humano, a paixão vem avassaladora, mas como dizem os experts, dura no máximo dois anos, depois se não tem conteúdo, morre tão rápido quanto surgiu.

    “É válido terminar um relacionamento pelo simples fato de a paixão ter acabado”
    Pois é, perguntador, blefou e perdeu. Mas perdeu o quê?
    Provavelmente nunca teve muita areia nesta praia. Depois que a poeira baixou, a realidade se mostrou.

    Não esquenta e deixa ser tão carentão. siga em frente, aprendeu mais uma.

    • Para lhe blindar do voto dos fakes russos e para comemorar o seu comentário de número 2.000, receba o voto do seu ídolo ( apesar que não vi nada de muito substancial ai )

      • kkkk Vai curar essa fixação.
        Pô é mesmo, comentário 2000.
        Se eu tivesse me ligado, talvez elaborasse mais…
        Fica pro 3000

        • Wana

          Isso ainda vai dar em casamento. KKKKKKKKKK

  • Franciele

    É impressionante como as pessoas infantilizam os relacionamentos; os motivos renderiam uma dissertação de filosofia.
    Leitor, eu desconfio muito re relacionamentos que nunca tem discussões; claro que não é necessário, nem desejável, chegar a ponto de agredir verbalmente, ficar dias sem se falar ou alimentar uma vontade secreta de matar o outro por qualquer motivo, mas em geral a ausência de conflitos indica,, como parece ser o teu caso, falta de profundidade.
    Existe entre casais de várias idades a tendência, corrosiva para o relacionamento, de protelar conversas que possam suscitar opiniões diferentes, que revelem crenças, religiosas ou não, de conteúdo opostos, ou perspectivas inconciliáveis; entretanto, não existe ilusão que se sustente indefinidamente e, quando os hormônios e as armadilhas biológicas deixam de atuar, cria-se a repulsa ou o distanciamento que está ocorrendo no teu caso, afinal, vocês namoravam a ideia que faziam do outro e não esse outro, o que significa que nunca existiu um relacionamento entre vocês, mas apenas uma ilusão mutuamente infligida.
    Não se pode dizer que acabou algo que nunca existiu, mas lamento tu precisar passar passar por isso para entender a diferença entre paixão e amor; da próxima vez, procure conhecer a pessoa com quem estiver por inteiro, não só fisicamente, mas psicologicamente; interesse-se em saber o que ela pensa sobre os assuntos que são importantes pra ti, descubra o que ela espera do futuro dela e da relação e, sobretudo, quais diferenças ambos estão dispostos a lidar, para que o namoro possa se sustentar por mais tempo.
    E lembre-se sempre, passear juntos, fazer sexo e assistir netflix é muito bom mas não é suficiente para criar vínculo com alguém; para isso é necessário conhecer o lado agradável e o desagradável do outro, do contrário tu terá um monte de namoros que terminarão do mesmo jeito que esse.

  • Stanley Lewis

    Se você gosta mesmo dela e se arrepende de ter dito o que disse, seja sincero, converse com ela e diga porquê falou isso pra ela, diga que se arrepende. Se as coisas não derem certo, pelo menos você tentou. Caso ela queira terminar a relação, não fique forçando, insistindo, e nem tente chantageá-la, apenas termine e siga em frente.

  • Jenny

    Pelo teor do seu relato posso deduzir que se em dois anos nunca teve nenhuma discussão, muita coisa ficou guardada e criando ressentimentos pra ambas as partes. Afinal, é impossível não ter havido nada nesse tempo que pudesse gerar algum desencontro de idéias. Portanto, acredito que essa única DR foi um acumulo das questões que não foram resolvidas nestes dois anos, por isso a dimensão foi tão grande. Quanto a paixão, ela realmente acaba é difícil mante-la, porém vocês precisam colocar na balança tudo o que já viveram juntos e definir o que realmente sentem um pelo outro. Se reconhecerem que se gostam e querem ficar juntos, sentem e conversem, e coloquem na mesa o que incomoda cada um e tentem entrar em um acordo, caso contrário sigam cada um seu caminho e encontrem outra pessoa para ser feliz. Independente do que decidirem que sirva para vocês como lição, para não cometerem os mesmos erros, neste ou num futuro relacionamento.

    • Foi um presente vc ter saído do anonimado, Jenny

  • Gustavo Sonata

    Vejo duas possibilidades mais prováveis.Uma é que ela já não estava mais gostando tanto de você e usou esse briga como desculpa.A outra é que ela, por sua vez, está fazendo seu próprio joguinho, tentando fazer você se sentir o pior possível por ter falado algo que a magoou.