Sou “afeminado” e isso afasta as mulheres de mim:

27

Leitor: Oi Luiza, sou um homem de 20 anos de idade, estudante universitário e heterossexual. Tenho muito interesse por mulheres, entretanto não consigo uma namorada, sou virgem ainda, pois tenho uma característica que afugenta as meninas: sou afeminado. Meu gestual e minha voz são femininos, fazendo com que todos que não me conhecem bem pensem que sou gay, entretanto, essa ideia não poderia estar mais longe da verdade, pois sou 100% heterossexual.

Eu não sei explicar porque sou afeminado e só tenho consciência disso porque outras pessoas me dizem. Eu próprio não sinto isso, mas sinto os efeitos: os homens debocham de mim e as mulheres são só minhas amigas, pois não têm interesse em namorar um homem afeminado. Eu tentei muito mudar o meu jeito, passei um tempão trabalhando com a minha irmã para mudar o meu gestual, me movimentar e falar como homem; até consigo por alguns momentos, mas é só eu relaxar um pouquinho que volto naturalmente a ser afeminado, não consigo ter jeito de homem por muito tempo.

Já tentei demais conseguir uma namorada, mas nunca deu certo. As meninas são educadas e dizem que querem ser minhas amigas, mas fica claro que não têm interesse em namorar um homem que não é másculo.

Então Luiza, o que eu poderia fazer para que uma mulher se interessasse por mim como homem? Será que ainda posso ter alguma esperança ou terei que ser sempre só o amiguinho das garotas?  

Muito obrigado.

Sei que alguns gays odeiam quando falo isso, pois dizem que “gay não é objeto de estimação pra mulher adorar” (e estão certos kkkk), PORÉM, tanta mulher adora um gay e morre de vontade de transar com um, que sinceramente não sei se é “apenas o seu jeito afeminado que afasta as mulheres” não, viu? Eu mesma tinha um amigo gay que era um gentleman, se preocupava em me fazer feliz, passava horas conversando comigo, que eu até pensava “ah se fosse hétero” kkkkkkk.

De qualquer forma, vamos por partes:

Você foi criado por muitas mulheres? Não que seja necessariamente isso, mas uma primeira hipótese envolve criação e espelhamento. Assim, se por exemplo você foi criado com pouca ou ausência masculina, você pode acabar aprendendo trejeitos femininos que, independentemente da sua orientação sexual, são herdados como “heranças culturais e de meio”. Sendo assim, “mulher não pode abrir as pernas” (ouvia muito isso quando tocava bateria kkkk), “homem não pode cruzá-las”, e por aí vai.

Eu também poderia te dizer aquele belo chichê social que diz pra tacar o foda-se pra tudo e pra todos, que não interessa o que os outros pensam, que você tem que ser mais você e mimimi pirikiti. Porém, sabemos que se você se importa, não tem como fingir que não se importa – só pra pagar de fodão autossuficiente, concorda?

Continuando no rumo dessa conversa, se essa característica TE incomoda, sugiro alguns passos:

1 – Procurar uma fonoaudióloga e falar abertamente com ela sobre isso

Fale sobre o que você passa e te incomoda. Assim, ela poderá te dar exercícios fonoaudiólogos para que você “reaprenda” alguns sons, fonemas, etc. Eu por exemplo já fiz e adorei!! Foi para outra coisa, mas adorei e posso te afirmar que, desde que você faça os exercícios direitinho, algo mudará.

2 – Procurar um endocrinologista

Às vezes você pode estar com algum problema hormonal (ou não). Mas enfim, só um médico poderá te pedir exames e confirmar isso.

3 – Pergunte para seus amigos sinceros o que você faz que te faz parecer afeminado

Às vezes, nem é TUDOOOO que você fala e/ou faz que te faz parecer afeminado, mas sim uma palavra ou outra, um trejeito ou outro, entende? Se realmente te faria feliz parar com eles, peça para que pessoas em quem você CONFIA te avisem quando você fizer “algo que não gosta” (longe dos outros, claro kkkk) e se policie longe deles também.

É obvio que às vezes você terá “recaídas”, mas com o passar do tempo, tudo virará automático em você. O cérebro funciona como um músculo e somos um punhado de hábitos, logo….

Extra: Como fico muito tempo na Internet, tava ficando meio “corcundinha” kkkk. O Thiago me avisou. Agradeci o aviso e pedi para que ele me avisasse SEMPRE que perdesse a postura. Dava raivinha às vezes, mas pensei a longo prazo, pensei que era pro meu bem, pedi pra ele continuar me avisando e hoje finalmente a “corcunda” tá indo pro canto dela kkkkkk.

4 – Procure um consultor/consultora de imagem

Se for um profissional completo, fora te ajudar com as roupas e comportamento, essa pessoa também poderá te ajudar com a questão da atitude, postura, etc. Só peça para ver os trabalhos dessa pessoa antes, porque né? É que nem desenhista: às vezes é cada merda que tá mais fácil você ensinar do que aprender algo com eles kkkkk.

Entendo que muita gente verá minhas dicas como futilidades, ou que você “não se aceita como é”. Mas se todos nós queremos mudar algo, nem que seja um corte ou cor de cabelo, por que você não pode mudar alguns trejeitos, independente deles parecerem “de gay ou não”, né?

Por fim, caso você desconfie que levar tantos “não” não seja apenas uma questão de comportamento ou de trejeito, mas também de atitudes e coisas que você está fazendo de “errado”, me procure para consultorias ou algum profissional do ramo na sua cidade.

Até amanhã!

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.

  • Mariana Cobra

    É como a Lú disse, somente uma mudança comportamental paulatina será capaz de amenizar seu jeito afeminado de ser.
    Vai demandar bastante esforço e policiamento, mas como até mesmo uma pedra é moldada pela água, tenha fé que vc alcança seus objetivos.
    Só fiquei na dúvida sobre os seus trejeitos pq pra mim o que mais pegaria é a voz fina (fanhosa/nasalar) e o gesticular exagerado…de resto é de boa.

    • Mari, vc já teve atração por algum gay ou amiga sua?
      em geral, eu acho eles tão, mas tão legais
      claro q heteros tbm são legais, masss, não sei se deu pra entender kkkkkkkk (e tudo tem exceção, claro kkk)

      • Mariana Cobra

        Mais ou menos. Na época que eu era bem novinha tinha um best friend que tinha altos trejeitos e teve uma época que eu andei confundindo os sentimentos (claro que ele não ficou sabendo). Porém, nunca fiquei sabendo que ele era gay ou tinha se relacionado com outros homens.

        Acho que era afeminado por causa do mimo de mãe, irmã e avós.

        Conheço umas meninas que morreriam por um moço que é gay (não posso contar quem pq vai que algum conhecido lê)…

        Por isso concordo com muitos comentaristas que o problema do menino é outro…ser afeminado não dá nada não.

        • se eu fosse vc já ia fuçar o face pra ver algo, só de curió e de desocupada mesmo kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

          • Mariana Cobra

            Kkkkkkkk as últimas notícias que tive era que ele tava namorando uma menina… encontrei ele numa padaria e tals. Um cara único de tão legal, pena que a vida nos desvia de algumas pessoas né.

            E sim, meus amigos gays são muito interessantes e amo fazer um rega bofe só pra reunir a turma!

            Amiga lésbica eu tenho duas (Carol ambas) e as duas são topissimas de legais.

            Não sei diferenciar quem é mais interessante, tenho sorte por ter bons amigos.

          • oq é rega bofe mesmo? Sabia, mas faz tanto tempo q não ouço q me esqueci kkkkkkkkkkkkkk

          • Mariana Cobra

            Rega bofe – comida farta e boa

      • Jps

        Sera que o “ânimo” das mulheres com os gays tem haver, porque diferente de 99% dos héteros, esses sim conseguem conversar com as garotas sem pensar em transar com elas?

        Tipo, se a conversa dos dois “bate”, eles no máximo vão querer uma amizade duradoura e muita mulher procura isso num parceiro, alguém companheiro que não quer só transar?

        Ou puxa mais para o lado do “por ser impossível, é mais excitante” ?

        • Olha só a mensagem que acabei de receber de bom dia do meu amigo gay que amooooooooooooooo. Talvez isso ajude a explicar algo. Eles são sensíveis, amigos, colocam a gente lá em cima.
          Tem gente q pensa “ai é puxa saco”. Não, é além, não sei se alguma menina conseguiria explicar, mas eles tem uma suavidade, uma delicadeza que muitas vezes um hetero não tem.
          Claro q to generalizando, não é todo gay que é assim, nem todo hetero que é assado, mas enfim, são muito parceiros.
          Esses dias eu tava triste e ele tbm falou
          Luiza, existe algo q eu possa fazer pra te deixar feliz?
          GENTE COMO NÃO AMAR?
          https://uploads.disquscdn.com/images/a18333d1e4e27b29048a8e3c5ca70f5d7fd24b410d2fd8eb2685427806b11091.jpg

          • Jps

            Ai que esta, não to dizendo nada contra a sua amizade nem nada disso, não conheço a história de vocês…

            Mas um dos motivos por ele não ter problema em te dizer tudo isso, é porque não quer transar com você. Se fosse um hétero que te dissesse isso ficaria mais “Feio”. (claro, não precisa ser as mesmas palavras)

            Não digo você, mas uma garota poderia achar forçado, ou que ele ta sendo muito meloso e etc etc.

            É o mesmo quando falamos com alguém que não temos interesse sexual, e acabamos sendo mais honestos ou até diretos, porque não temos medo de perder alguma “chance”.

            Tipo eu falar com um amigo meu que malha que “ta bonitão” e coisas do gênero.

            Mas claro, varia de pessoa para pessoa e nem toda situação é assim. No seu caso, ele é seu amigo indiferente de ser gay ou não.

          • tente pular o parte do “gostosona” e capte a ideia
            E sim, tem que ter intimidade, por isso tem que captar a ideia, não exatamente oq ele falou
            Mas se não captou, seria mais ou menos conversar mesmo, ser amigo, se preocupar. É diferente de ser puxa saco e por isso como vc mesmo falou, tem q usar o bom senso e adaptar ao seu contexto
            Muito homem não gosta d conversar e isso prejudica mt o lado do camarada pq não cria vínculos. Tudo bem se ele nao quiser criar, mas aí dificilmente uma mulher se apaixonará por ele. Ao menos não Luiza Costa kkkk
            A vida se resume a vínculos: profissionais, de amizade, no amor, TUDO. Muito homem pula essa parte e depois não sabe onde se perdeu.
            E olha que legal: esse vínculo é bom pra ele tbm, mas acho que alguns tem medo d se apegar demais e por isso tbm fogem dessa parte kkkkkkkkk

          • Jps

            Eu não me apeguei ao “gostosona”, no final ele disse tudo isso para subir o seu ânimo, te fazer sorrir. Eu saquei

            A questão é que se eu chego assim numa garota, posso ser mal interpretado, como alguém carente por atenção, então evito, rs

            “Muito homem não gosta d conversar e isso prejudica mt o lado do camarada pq não cria vínculos”

            É foda isso, porque as vezes me sinto a “garota”, eu gosto de falar bastante e as vezes a garota nem tanto rsrs

            Já a questão do vínculo não está tão errada, rs

          • Elisa

            Ai que fofo. Tenho também um migo gay que é assim todo fofo e carinhoso

          • ahh manda bjo pra ele s2 s2

  • Guilherme

    Porra, sério???!!!!
    Os caras afeminados que eu conheço, alguns inclusive homossexuais, tem uma lista vip de mulheres querendo provar o samango.
    Aqui na minha cidade então, os gays estão sempre passando a gilete.
    Tenho um grande amigo, que me mostra conversa de mulheres casadas, lindas, literalmente implorando pra ficar com ele. E ele não curte mulher, aí parece que as danadas ficam mais aguçadas.
    Agora o mecânico style não dá muito ibope.

    • kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
      tenho alguns amigos assim
      mas eu acho meio louco a pessoa ficar mais doida ainda sendo que o cara é impossível. Poxa, ele é gay, deixa pro amigo! kkk

      • Elisa

        Ai Luiza não é só o fato de ser impossível. Eles são incríveis. Sensíveis, atenciosos, sofisticados. Nossa, são um charme. Admito rs.

        • Olha, o fato de ser impossível sempre me broxou nos homens em geral pq tenho uma lei: tem que me trazer paz. PORÉM, no resto todo vc está certa
          Meu amigo gay até minha bolsa ele segura, ele vê algo na rua, compra e fala: vc vai tirar uma foto foda com isso kkkk Um dia tava com fome, ele passou na baquinha e me trouxe um nutry, achei tao fofo s2 Ele foi lá e escolheu tudo, por menor q seja. Ele se lembra d mim, é muito incrível
          Vou escolher acessórios e ele: ai ta cafona, não esse tá bom. É tb de um humor q eu passo mal as vezes. E eu nem sou bagaceira, né? Me racho toda kkkkkkkkkkkkkkkkk

          • Elisa

            Kkkkkk

  • Jps

    Sei la, complicado dizer, porque você não disse que coisas você faz para as pessoas te acharem gay, mas provavelmente esse não seja a única coisa te atrapalhando a conseguir uma garota

    Falo porque já conheci casos que o cara era fresco, sempre bem alinhado, nunca era de demonstrar muito interesse por mulheres a sua volta, mas mesmo assim sempre tinha alguma menina atrás dele

    Parte do seu problema deve estar na abordagem também, já que por ter esse pequeno “trauma” das pessoas te confundirem, você já chega meio receoso

    A melhor dica é como a Lu disse, procurar pessoas de confiança para te dar um toque do que você faz que “da pinta”, e até o que pode estar fazendo de “errado” num geral e trabalhar isso. Além disso, contratar alguém para trabalhar a sua imagem, vestuário e comportamento na hora de falar com as pessoas (tanto no flerte, como em conversas casuais)

    “Será que ainda posso ter alguma esperança ou terei que ser sempre só o amiguinho das garotas?”

    Para de drama…… existe pessoas com dificuldades muito piores que a sua e estão felizes e casadas

  • Elisa

    Tem certeza que o motivo é vc ser afeminado? Sei lá… Eu naõ gosto de homens, mas até eu achei certos homens afeminados que conheci extremamente charmosos e confesso que até tive uma curiosidade/ “interesse” sim kkkk. Estranhei muito o seu relato. Estou achando que o motivo é outro.

  • Quando eu era criança trocava socos diariamente com meu irmão (guerra por território). A rua era a selva (a lei do mais forte) e quase sempre havia intimidação ou agressão de alguém maior.
    Eu era franzino e então andava em bando. Na adolescência busquei a academia para ganhar força e chegando na fase adulta busquei o trabalho para ganhar poder (dinheiro).
    É nesse contexto estranho ao leitor que eu e outros homens crescemos.
    Hoje eu sou um macho de grande porte, com certo poder e que transpira sedução.
    Eu não sou de conversar com mulheres pois o meu olhar para elas é de presa e predador. A minha presença e a minha testosterona exalada aliados ao meu status fazem qualquer mulher clamar por uma chance comigo. E é isso que deixa as mulheres atraídas: “O perigo de ficarem excitadas ao serem atraídas e agarradas sexualmente por um macho predador”.

    • É maluco mesmo kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • Elisa

      Kkkkkkkkkkkk morri

  • Stanley Lewis

    É comum mulheres se atraírem por homens com trejeitos afeminados, mas no seu caso, parece que você não usa os “trejeitos certos” rsrs, então em vez de tentar parecer bem másculo (o que soaria forçado), seria mais fácil pra você procurar ver algum gay que faz sucesso com as mulheres e ver quais são os trejeitos dele para então comparar com os seus e entender o que você faz que espanta a mulherada.

  • Lene Gonçalves

    adorei a resposta lu,odeio esse discurso q as pessoas tem q se aceitar, se está infeliz e tm como mudar pq não tentar?

    • Nossa, gravei um vídeo hoje sobre isso kkk
      se for ao ar vc foi mae Dinah kkkkkkkkkkkkkk