Meu marido descobriu que o trai, mas meu amante está disposto a assumir a criança que irá nascer

67

Leitora: Bom dia! Tô passando por uma situação complicada, mais que complicada, perturbadora.

Traí meu esposo com um homem mais maduro, confesso que no primeiro momento foi por me achar muito só, meu esposo saía todas as sexta feiras para beber com os amigos e não tinha hora pra voltar pra casa, porém, nunca dormiu fora. Brigávamos demais, cogitei várias vezes terminar, porém, haviam dois filhos nessa relação. Aguentei muito. Nesse período conheci um homem mais maduro, 12 anos mais velho, conversávamos muito, ele também era casado. Estávamos envolvidos, até que um dia ficamos, depois que o conheci, parei de pegar no pé do meu esposo e ele foi percebendo, foi ficando mais caseiro, até que um dia deixou de sair com os amigos e passou a sair conosco, porém, eu já estava envolvida e pra mim aquilo já não importava mais.

Foram longos quatro anos juntos com o amante, saíamos juntos, viajávamos e eu dizia que era pelo meu trabalho, tudo parecia lindo e maravilho. Sempre firmes como se fôssemos um casal de verdade. Ele sempre muito cavalheiro, amigo, parceiro… sempre esteve do meu lado pro que der vier. 

Há dois anos atrás eu perdi meu filho em um acidente de carro, tudo parecia perdido, acabado, minha vida não fazia mais sentido, por várias vezes pensei em me matar, mas pensava no meu outro filho. Meu amante sempre me ligava, me colocava pra cima, sacudia mesmo minha vida, financeiramente sempre esteve presente, pois nesse período eu larguei meu emprego e meu esposo se afastou do dele. Ele foi minha força nesse momento, tanto financeiramente quanto psicologicamente.

Durante esses dois anos após a morte de meu filho, eu tentei me afastar dele, queria reconstruir minha vida, reconstruir minha família, mas não conseguia. Meus sentimentos por ele são maiores do que eu imaginava. Em setembro deste ano nos afastamos e eu engravidei, postei no face toda feliz, foi quando a esposa dele descobriu uma mensagem nossa e, numa manhã de segunda feira, após eu sair pra trabalhar, ela bateu em minha porta e mostrou tudo pro meu esposo, cogitou que o  filho que carrego seja do esposo dela.

Depois desse fato, minha vida transformou-se em um inferno crucial, eu falei tudo pro meu esposo. Afirmei que esse filho é dele e que eu não quero mais nada fora do meu casamento, quero reconstruir minha vida, mas ele tá muito decepcionado, me xinga, me chama de tudo. Já fiz promessas, juras, mas ele não me perdoa. Não saiu de casa por causa do nosso filho, tem a colação de grau dele nos próximos dias e implorei que ele participasse. Meu filho viu a gente brigando e chorou muito pedindo pro pai dele ficar, que ele não aguentaria perder mais alguém importante pra ele, meu filho tem só 11 anos, mas é uma criança muito inteligente.

Meu esposo mantém contato com a esposa do meu ex-amante e tá transformando minha vida num inferno, tô com uma gravidez complicada, tenho um mioa e um cisto e os médicos pediram que eu tomasse alguns cuidados, mas quase todos os dias eu choro devido às nossas brigas constantes, pois a esposa do meu ex inventa um monte de coisa pra ele e ele acredita. Já não sei mais o que fazer, sei que ele gosta de mim, mas ao mesmo tempo, me odeia. Já me humilhei demais pela minha família, para tê-la de volta, mas ele não me perdoa. É uma pessoa dura, que magoa muito com palavras que doem a alma, nunca pensei em passar por algo igual.

Liguei pro meu ex e ele pediu que eu não me calasse, diz que eu preciso registrar um BO contra os dois, pois ela foi na porta da minha casa e deixou claro que eu vou pagar caro. Que se for preciso eu envolva ele também, que não é pra eu ficar assim, pois se eu quiser, ele assume essa criança mesmo sabendo que não foi ele quem fez, mas pai é quem cria. Eu fiquei sem reação, pois nunca pensei que fosse tão importante assim pra ele.

Enquanto meu esposo me condena, me rejeita, me odeia, me machuca… meu ex quer me dar colo e eu não quero, quero minha família de volta.

Tenho 35 anos, meu esposo 34 e meu ex 47.

Uma pergunta, como você tem tanta, mas tanta certeza que o filho não é do seu amante? Você nunca transou sem camisinha com ele e esse afastamento foi TOTAL mesmo? Se sim, ignore o que eu disse. Se não, se eu fosse você, fazia o exame de DNA, até porque não importa quem você quer que seja o pai, mas sim quem É O PAI, sabe?

Também acho que você está sendo boba e, talvez, um pouco egoísta. Mudando “de personalidade a depender de como a situação muda e te convém” (calma, não me bate que acho que você entenderá o que quero dizer até o final desse texto kkkk):

Como assim você era toda apaixonada pelo seu amante (= estava envolvida), e aí agora que tá perdendo o marido e ele está te xingando/humilhando horrores (não que não dê raiva, óbvio), você “descobre que queria era o marido mesmo?”.

Será mesmo verdade? Será que você não gosta é do que você não tem? Ou seu gostar depende da situação? De qualquer forma, fica de lição para as próximas, porque pior do que ter um amante, é ter um amante que você nem amar ama, visto que, como você mesma pode ver, o risco de ser descoberta é grande. Então, no mínimo precisaria valer “a troca” para quem, tal como você, não teve problemas em trair, entende? Até pra ser egoísta tem que ser esperta, essa é a verdade.

Mas enfim, não tô aqui pra te dar sermão, mas sim pra te ajudar. O triste é que pra te ajudar também precisa de um pouco de sermão kkkk. Então vamos lá para o que EU faria no seu lugar:

Seu marido está pegando pesado e decepcionado contigo (com razão), então, por que você não aproveita esse momento para desabafar também? Colocar tudo em pratos limpos logo.

Como você mesma disse, ele saía toda sexta e brigava contigo horrores. Então, se eu fosse você, falaria o quanto isso te afastou dele e, quem sabe, até jogaria um verde do tipo “sem contar que você acha que eu não sei que você já me traiu também?” kkkk – só pra ver se ele se denuncia em algo ou, ao menos, coloca um pouco a mão na consciência pra não jogar a culpa toda em cima de você.

Como disse mil vezes, não que um erro justifique o outro, e pode ser que ele seja de fato fiel (esse teste te ajudará nessa resposta também kkkk). Porém, o que tem de marido que trai e quando é traído quer crucificar a mulher, não está no gibi. E aí, ele tendo – ou não – traído, se vocês quiserem realmente recomeçar, que falem mesmo sobre tudo que incomoda, para aí sim, DEPOIS recomeçarem juntos e com um acompanhamento – coisa que com certeza AMBOS precisarão. Do contrário, o fantasma virá à tona sempre, vai por mim.

Leia sobre as diferenças entre psicólogos, psiquiatras e conselheiros.

Depois que, pelo sim ou pelo não, NESSE MOMENTO e por mais que você se preocupe, você não tem que dar PRIORIDADE para pensar em homem nenhum: nem em amante, nem em marido, mas sim no seu filho. Do contrário, depois você perde e será mais um problema pra sua cabeça. Então, quando pensar em se estressar ou ficar “doente”, pense nesse bebê e crie forças rapidinho!

Depois de ter conversado com o seu marido (e até mesmo se ele te perdoar, mas principalmente se ele não te perdoar), procure centros de relaxamento, meditação, igreja (+ a terapia). Sei lá, tudo o que você acredita e SE AFASTE desse ambiente tóxico. Acredito que seu marido precisa de um tempo distante de você, até mesmo para pensar no que ELE quer também, porque né, miga? Agora que você fez a merda, não adianta ficar implorando por tudo, tem que dar o tempo das pessoas também. Do contrário, fora você estar sendo, mais uma vez, egoísta, isso o afastará mais ainda de você.

Ao ir, por exemplo, pra casa da sua mãe, ou qualquer outro lugar “bacana” que dê pra ir, acho que você só terá a ganhar:

1- Um pouco de solidão pra você pensar também.

2- Tranquilidade pro seu bebê.

3- E quem sabe seu atual não fica com saudades e volta?

Agora, ficar em cima dele, olhando pra cara dele todo dia, só dará mais motivos para brigas. Afinal de contas, essa atitude não esfria cabeça quente de ninguém.

No mais, contrariando todos os clichês sociais sobre amantes, fui com a cara do seu amante, sabia? kkkk. O problema dele é “só” ser traidor, porque de resto, parece um cara legal. Inclusive, um cara melhor do que você, que cá pra nós, tá que nem cego em tiroteio e indo sempre pro lado que te convém.

Não existem anjos ou demônios, mas nesse seu caso em específico, parece que, no fundo, você só está preocupada com o seu “bem estar”, ou quem sabe, “até mesmo com o que você acha que significa família” – não com algum desses dois homens em si. Quando você ama alguém, você ama e pronto. Não tem ego ou pé na bunda “que nos faça mudar de ideia a depender do contexto”. Não sei se me fiz entender..

Pense que às vezes você nunca teve “família”, mas sim um lugar fixo e confortável para voltar. Quer dizer, confortável nem tanto, visto que seu marido “só virou santo” agora que tá o diabo contigo kkkk.

Agora, teu amante que te ajudava com tudo e mais um pouco e quer até assumir seu filho, você já não quer mais? Só queria antes do seu marido descobri-lo? Reflita se realmente existe algum vínculo sincero e onde de fato ele está, porque, ainda que existam errados por todos os lados, parece que só seu amante “amou de verdade aí”.

Não estou defendendo amantes, mas analisando PESSOAS

Ah, e antes que me esqueça. Se seu amante falou que pode “metê-lo” no meio, fala pra ele conversar com a mulher dele, né? Para ao menos te respeitar como mãe. Dizer que você está grávida e não pode passar por estresse e, quem sabe, lembra-lá que, agora que descobriu toda a verdade, está com ele porque quer, né?

Sei que querem te punir “ao te crucificar”, mas também sei que, independentemente disso, você precisa ser madura o bastante para aguentar todas as consequências das escolhas e, mesmo assim, dar o mínimo de paz para seu filho – que aposto que já já será o seu maior motivo de felicidade!

Boa sorte!

Lu

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.