Nossa “aventura a 3” acabou deixando ela mais distante

14

Leitor: Tenho 27 anos e namoro com uma garota de 23 anos que é maravilhosa, carinhosa, tímida e super amiga. No início do namoro, cometi alguns erros no início que fez com que ela perdesse a confiança em mim e tenho tentado conquistar ela todos os dias até hoje.

Sempre nos aventuramos na hora de fazer sexo em lugares que pudêssemos ser descobertos, com o passar dos anos, em 2017, ela confessou ter vontade de ficar com outra mulher e teve algumas situações boas e ruins, quando teve uma garota que queria que ela terminasse comigo pra ficar com essa garota. 

E eu perdi um pouco o brilho de tentar ficar com uma terceira pessoa. Final do ano estávamos nos batendo de frente e ela tinha guardado pra si que tava insatisfeita com o namoro, conseguimos recuperar a normalidade, porém, estamos em estado de observação. Ontem ela comentou comigo que tinha ido na psicóloga e que conversou sobre sexo, a bissexualidade dela e que tem fetiche de ficar com outro cara.

Eu expus o que sentia e minha preocupação, que tinha medo dela se interessar por outro cara e terminar um relacionamento de 4 anos. Numa conversa com whatsapp ela falou que eu tinha que trabalhar a insegurança e não proibir por conta que estou inseguro e ela não tava gostando disso e que não tem nada a ver, se for pra gente se apaixonar por outra pessoa pode acontecer sem nem a gente ficar.

Ela tem se tornado uma pessoa bem diferente do início do namoro e não sei como lidar com isso. Me ajuda, o que eu faço?

PS: A gente dividia a garota quando ela curtia ficar com os dois e a gente combinou que só ficaríamos com a terceira pessoa quando ambos tivessem próximos para não parecer que fosse traição se o outro não tivesse presente.

Nossa "aventura a 3" acabou deixando ela mais distante

Você é um caso em que acredito que precisaria de várias consultas particulares comigo, não apenas um simples texto. Porém, vou tentar ajudar no que puder nesse formato e espero que te ajude ao menos no “grosso”, tá?

Primeiramente, o problema (óbvio) de magoar qualquer ser humano, é que pode ser que o sentimento dele nunca mais volte a ser como antes. E ainda que muita gente brinque bastante com isso sem pensar nas consequências, foi exatamente isso que aconteceu com ela. Porém, leia até o final do texto e conclua por si mesmo se ainda vale a pena tentar mais algo, tá?

Concordo com a sua namorada de que “não é necessário nem ficar para que ela se apaixone por outra pessoa”. PORÉM, independente dos fetiches dela, você não acha que vocês só estão levando esse relacionamento com a barriga não? Daí ela apenas fala “que está cheia dos fetiches” (não que ela não tenha…), enquanto na verdade, pode estar é de saco cheio de você?

Aí, pra piorar mais ainda, você não procura ajuda e, muito provavelmente, fica se comportando de uma maneira cada vez mais broxante (ciumento? Inseguro? Possessivo?) e aí que o bolo desanda de vez e justamente o que você não quer que aconteça, acaba acontecendo. Ela se distancia e fica cada vez “mais estranha” contigo.

Sem contar de que isso de ficar com a outra pessoa “só quando o outro estiver presente” para não parecer traição é a maior bobagem. Traição é ficar e não contar o ocorrido: se ela/você souber, tanto faz ver ou não. Mas deixa pra lá que esse ponto nem é o mais importante na sua história mesmo kkkk.

Continuando, no fundo, independente da sua namorada ser bi, hétero, santinha ou devassa, a gente sabe quando somos amados e quando não somos amados, concorda? Nisso acredito que você sabe que ela ter ficado ou não com outra nem foi o maior problema entre vocês, mas sim de que talvez o tempo entre o casal já deu….

Daí, ao invés de você tentar “reverter o jogo ao tentar se mudar”, fica pressionando-a para não te meter o pé (“nossa, vai terminar mesmo com um namoro de 4 anos?”, “Tenho medo que você se apaixone por outro(a)”) e demais afirmações que ainda que você não diga com essas palavras, você sabe que não melhorarão o seu real problema, mas no máximo a fará ficar com pena/sem jeito de terminar contigo de vez, concorda?

Meu conselho: se essa menina é realmente importante para você, invista em um acompanhamento. Se não for comigo, na sua cidade. Pare de levar isso pela barriga e pare de ficar jogando seus medos e frustrações em cima dela. Pare de pressionar, pare de alegar o tempo de namoro como algo relevante para mudar os sentimentos dela e simplesmente mude VOCÊ. Daí, quem sabe com você se mudando ela não volta a ter um brilho?

E se não tiver, que ao menos você esteja mais seguro e consciente em relação à vida. Afinal de contas: se tudo é um ciclo, por mais que o passado tenha sido maravilhoso, às vezes não tem como fazê-lo voltar atrás mesmo. Daí não adianta ficar dando piti ou chorando, visto que isso seria apenas uma perda de tempo, com mais uma extensão para a sua dor.

Boa sorte!

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.

  • Stanley Lewis

    Eu acho que essa moça só não se separou de você porque talvez ela tenha baixa auto-estima e se sente psicologicamente pressionada por você, é evidente que ela não está feliz com o relacionamento. Então ela tenta obter prazer escapando para a prática dos fetiches. Entenda que o tempo de relacionamento pouco importa se não há mais sentimento. Não importa se namoraram 4, 8 ou 10 anos, se acabar o amor e a química, não adianta continuar junto.

    O fato é que ela experimentou um pouco de “relacionamento liberal” e gostou, ela quer continuar com isso e ao que parece, você não quer. Diante disso, podem acontecer algumas situações:

    1- Você resolve experimentar com ela esse fetiche, acaba gostando e continuam namorando.
    2- Você experimenta e não gosta, querer proibir ela e o relacionamento esfria.
    3- Você não experimenta, quer proibir ela e o relacionamento esfria.

    Perceba que não há mais como voltar ao que era antes. Ou você gosta disso e desfruta com ela, ou se separa e procura outra pessoa.

    • Gaia

      Talvez ela nem tenha apenas gostado da ideia de uma relação liberal, talvez ela apenas esteja cansado dele e estar com outras pessoas a renova.
      De qq jeito, vc definiu bem as 3 situações possíveis e diante disso, para mim, eles não parecem mais ter muita solução como casal. Ou ele começa a gostar e querer o mesmo que ela (e isso não é algo que ele pode escolher.), ou um ficará infeliz tentando agradar o outro.

      • Stanley Lewis

        Exatamente, a situação dele acho que não tem mais jeito a não ser se separar mesmo.

  • Franciele

    Leitor, fica complicado analisar com assertividade teu caso, se o principal, como e porque? isso tudo começou, tu não conta. Mas ok.
    Quando li o título desse texto pensei logo: “claro né, o leitor deve lembrar que, no início da vida sexual, qualquer papai e mamãe meia boca era o máximo e hoje não satisfaz mais; pois bem, o mesmo vale para o sexo a três”.
    Muita gente esquece, propositalmente, que somos filhos do instinto, aético e amoral, requisitando salutar direcionamento, deixam-se levar por imediatismos e depois tem que lidar com desordens do sentimento.
    Leitor, entenda que todos gostamos de novidade, mas relacionar-se requer o exercício de disciplina e renúncia, especialmente com relação a sexualidade, e tua namorada não parece estar querendo fazer isso; pode observar que tu comenta sobre insegurança e ela não acha que deve fazer nenhum ajuste nas próprias atitudes, mas aposto que, se tu desse carona seguido, para colegas de trabalho mais bonitas que ela, ou se colocasse em qualquer situação que te fizesse conviver mais de perto com potenciais parceiras, a conversa seria bem outra.
    Por fim, acho que esse relacionamento de vocês está fadado ao fracasso, por serem ambos vítimas do próprio hedonismo: tu por gostar da ideia de ficar com outra garota, tendo o melhor de dois mundos, embora soubesse que a situação não iria se sustentar por muito tempo; ela, por iludir-se e iludir a ti com essa suposta bissexualidade, que pessoalmente encaro como estratégia canálha para largar parceiros, por melhores que sejam, alegando faltas que só seriam realmente supridas se a pessoa encontrasse um hermafrodita.
    Portanto, leve para lição nas próximas vezes, que ser ou bancar o oportunista, bem como, manter um relacionamento cômodo com alguém que não quer fazer nenhum sacrifício para estar contigo não dá certo, seja com 4 ou 40 anos de relacionamento.

  • Mariana Cobra

    Já era pra vcs terem terminado qdo vc pisou na bola e ela perdeu a confiança, mas preferiram deixar o relacionamento padecer na UTI.

    Oq está acontecendo é q a sua namorada está desapegando e desgostando de vc lentamente e como tem a pressão de estar num relacionamento longo, acaba q ela tá levando com a barriga.

    Aceita que dói menos.

    • Noêmia Morais

      excelent!

  • Gaia

    Ela tem 23 anos, é natural que mude e não seja mais a pessoa que era aos 19 (na verdade, estranho seria se ela fosse a mesma pessoa).
    Quanto a se ela vai querer abrir mão de uma relação de quatro anos, cara, não importa já há quanto tempo vc está com alguém, poderiam ser 20 anos!, se a relação não está mais boa, temos que aceitar isso e abrir mão dela. Quando não se é mais feliz junto, não tem sentido em continuar insistindo, a única coisa que vc vai conseguir serão duas pessoas infelizes (a que se força a continuar com quem não ama mais e a que sabe que não é mais amada)

    Dito isso, concordo com tudo o que a Luiza disse.

  • Logan Chigurg

    A gorata é “tímida”, mas quer putaria em público e quer mulher mais do que vc. Esse relacionamento já começou errado há muito tempo. Casal que quer um ‘terceiro’ é pq não respeita o par. Ou é corno manso mesmo, desses que põe a mulher pra ser fudida, mas no fundo é o sonho do corno ser fodido. Podem falar o que quiser.

  • Amanda

    Luuh, tenho uma pergunta.. Por que para homens a mulher ser “tímida” é visto como qualidade?
    Sempre vejo homens quando citam a Amada usar esse termo. Raramente vê-se um falando
    “aaah ela é linda, engraçada e simpática” é sempre “ela é linda, tímida e qualquer outra coisa”

    • Jps

      Não sou a Lu, mas vamos la

      Acho que timidez pode fazer parecer que a pessoa é “pura”, inocente e tem muitos homens que são inseguros e acham que assim não vão ser traídos ou que por causa disso a menina teve menos parceiros na vida.

      Uma grande besteira, porque uma coisa não tem nada haver com outra.

      Eu particularmente não faço questão se a garota é ou não tímida, mas prefiro alguém engraçado, porque gosto de humor e claro simpático. Imagina ficar com alguém que trata todo mundo mal?
      Tenso

    • Eu to com o JP, acho que em geral é homem inseguro q fala como o leitor falou, MASSS é claro q tem homem q ama de verdade uma tímida, e nem é por insegurança.
      É q nem falar q é virgem, tímida, nunca namorou, etc. EM GERAL, não acredito q eles admirem ou amem mais uma mulher por isso, porémmm, a insegurança faz com q eles as procurem por motivos óbvios rs.
      Na dúvida, seja vc mesma pq tem gosto pra tudo kkkk

      • Paulo

        Claro,mulher virgem é tão raro q é fetiche d qualquer homem kkk

  • Noêmia Morais

    Eu nem vou me pronunciar, pq nunca tive relacionamento a 3, nem com outra mulher, pois nunca tive vontade que fosse diferente. Sou muito barroca nisso.

  • Roberto Silva

    Se relacionar a três é bacana. Acho muito producente. Mas tem que ter cuidado pq o egoísmo pode levar que o terceiro fique um pouco excluído do negócio, aí é um crime com as meninas. Eu sempre combino com elas como vai ser, e obviamente nunca é feito como é combinado, de fato só combinamos mesmo que vai ser a primeira e quem vai ser a segunda. Numa aventura que em geral dura oito horas é importante assegurar as participantes que elas terão pão-pão-queijo-queijo, se é que me entendem. Ninguém gosta de passar tanto tempo e não levar um sorriso no rosto no final e ainda aquele cansaço gostoso pra dormir o domingo todo. Por isso é sempre bom ter prudência com a vara mágica.