Saí de uma ex-namorada gente boa para uma atual possessiva

19

Leitor: Olá, tenho 25 anos e namoro uma garota de 18. Gostamos muito um do outro, ambos tivemos somente 1 namoro antes do nosso. Eu já tive muito mais experiências que ela, pois antes de namorar saía com amigos e tinha uma vida bem mais agitada.

Minha ex era muito madura, compreensiva e me perdoou por vários erros. Não se importava de eu falar com meus amigos, mesmo ela ficando em casa, por exemplo. Terminamos pela distância um do outro.

No namoro atual, apesar de eu amar muito minha namorada, ela parece muito imatura e incompreensiva. Não compreende eu falar com amigos, tudo é motivo de “pagar na mesma moeda”. Brigamos muito, nos entendemos e brigamos de novo kkkk. Nossa vida é entre “tapas e beijos”.

Quero casar daqui a uns anos, mas quero a mulher certa. Uma compreensiva, que apoie eu falar com meus amigos, que seja tolerante, que saiba cozinhar kkk, que saiba ser mulher, sabe? Não acho as mulheres inferiores aos homens de forma alguma, mas acho que uma mulher que sabe ser mulher é essencial. Será que minha namorada é a mulher certa pra mim? Obrigado pela atenção.

E tu sabe cozinhar? kkkk. Brincadeira, você tem o direito de escolher a mulher que você preferir: se quiser, por exemplo, uma virgem merendeira, vai fundo e procure por essa mulher. PORÉM, você precisa ter autocrítica também, né, meu amigo?

Não que seja necessariamente isso, mas vamos pensar junto aqui:

A sua ex era realmente mais MADURA do que a sua atual ou ela apenas era “mais trouxa” e deixava você fazer o que você bem entendesse? Concordo que você pode e deve sair com seus amigos, ter vida social, etc. Porém, você faz mais o tipo malandrinho (já traiu, por exemplo?), ou só sai “de boas”? E o que significa dizer que sua ex “madura” perdoou vários erros seus? Quais erros, heim, pequeno sapeca?

Se você for “do que apronta e sempre quer perdão”, sinto muito, mas você que é o típico imaturo que quer se “casar” levando uma vida de solteiro, enquanto “possui” uma “Amélia insegura” que, às vezes, nem te ama, mas sim se ama tão pouco, que até aguenta o pouco que você oferece.

Nada contra caso vocês combinem que “indiretamente você a faz de trouxa enquanto ela aceita”. Só que assim, sinceramente, acredito que você teria que ter um pouco mais de empatia ao pensar que, muito provavelmente, ao fazer tudo que você quer, você nunca faria mulher nenhuma feliz de verdade.

Na verdade, ela só “engoliria” as suas saídas, enquanto no fundo, garanto que nunca se sentiria completamente realizada contigo.

Daí eu pergunto: você quer ser o responsável por fazer a vida de alguém um pouco mais, ou um pouco menos feliz? E você quer alguém que seja madura ou que apenas aguente a sua imaturidade?

PORÉM, se você é fiel, “de boas” e não é nada disso que falei, ou seja, se você “só quer ser um garoto que tem vida social e deseja a mesma felicidade a ela”, te peço minhas mais sinceras desculpas e digo que daí é só ser justo:

“Acha certo sair? Então explique seus motivos e diga inclusive que ela pode sair também”.

“Acha legal o casal “perdoar os erros do outro”? Então perdoe os dela também”.

Isso sim é maturidade.

A partir daí, SEEE ela quiser pagar na mesma moeda, aí vai de você ser esperto o bastante para não ceder e mostrar a ela por A + B que ela está errada. Nisso, como ela não é burra, entenderá. Lembre-se que quem tem paciência em mostrar argumentos coerentes sempre vence.

Agora, se o errado for você, não adianta pedir ajuda pro blog que não seja para TE mudar um pouco e, assim, te fazer poder merecer a mulher perfeita que você tanto deseja.

Agora sem querer bancar a feminista, até porque não sou, MASSS…..

O problema do cara quando é machista demais, tal como você parece ser, é que vocês só enxergam o ponto que lhes é conveniente, aí fica papo de doido mesmo!

E olha, até rola uma madura que lave, passe e cozinhe. PORÉM, se fora tudo isso você quiser uma mulher que você admire, não só que “alimente as suas inseguranças enquanto é a Santa Maria virjona mãe dos seus filhos”, fique sabendo que elas costumam ter “um preço um pouco mais alto também”. Coisa que, claro, envolveria um certo “ser homem” que não sei se você está afim de ser agora.

O lado bom é que, quando você gostar de uma mulher de verdade, independente “do padrão confortável que você escolheu”, será um prazer pra você fazer tudo e mais um pouco por ela. E nem sei se você vai querer TANTOOOO assim sair com seus amigos, ou “passar a perna nela”. Pode até sair (é saudável), mas ficará doidão pensando no que vai aprontar na próxima saída ao Motel com sua princesa, rs.

E nem se assuste pensando que “aí sim estará na coleira”, “ou que uma mulher muito esperta sempre te monitorará” kkkk. Nada disso! Tudo será natural, nada forçado e extremamente prazeroso. Você vai ver! Até porque quando a gente ama, até parte da liberdade anterior perde o gosto. Palavra de quem já foi muito amada nessa vida kkkkk

Resumo da ópera:

Se ela é injusta por culpa dela, não ceda e peça para que ela procure ajuda afim de não jogar todas as inseguranças em cima de ti. Porém, se você acha que por trás das criancices dela tem outra criança fazendo merda, me procure para consultas particulares caso ache que “não será tão simples assim se mudar”.

Boa sorte!

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.