Tenho medo de me casar com uma pessoa que nunca se abrirá de verdade comigo:

12

Leitora: Tenho 21 anos. Namoro com um rapaz de 29 anos há 2 anos e 9 meses. Ele é muito reservado em relação a assuntos pessoais, o que vem me incomodado é o fato de tomar decisões importantes sem nem ao menos me contar. Eu sempre sou a última a saber, ou só fico sabendo quando já esta feito. Já conversamos sobre isso e ele diz que vai parar e começar a conversar comigo, mas sempre faz de novo (o que vale pra qualquer coisa que conversarmos), e eu fico com medo de, quando nos casarmos, eu terminar com um marido que não divide as coisas comigo; sendo que eu o faço independente de que vá incomodá-lo ou não.

Ele também é uma pessoa enjoada em relação a comida, não gosta de bebidas e nem de bêbados. Sempre me diz que odeia comprar bebidas e entrar em bares, mas recentemente saiu do emprego em que estava há mais de 7 anos sem ter nenhuma garantia de um novo emprego, só um dinheiro no banco, resolveu que ia comprar uma porcentagem em um bar que não é la essas coisas (temporariamente desistiu) e agora resolveu que vai trabalhar de caixa à noite nesse bar como bico, sendo que me diz sempre que odeia bares e trabalhar com bebidas e tudo mais (sendo que de novo eu fui a última a saber, até a cachorra estava sabendo).

Também me incomoda o fato dele ser um homem de 29 anos que mora com a mãe.

Mais coisas que ele mente: Os pais dele são separados, ele nunca me disse nada sobre o pai dele, nem o conheço. Minha sogra eu conheço.

Ele sempre diz que não tem amigos, mas sempre aparece um colega que propôs isso ou aquilo de negócio (e se você não tem amigos vai confiar num colega?).

Ele resolveu fazer um curso de segurança, mas não fez. Eu não ia nem ficar sabendo se ele não houvesse comentado isso com a namorada de uma das irmãs dele (que nem tinha nada a ver com isso ou é próxima dele) só por que ela perguntou. E quando eu pergunto ele desvia ao máximo do assunto.

Se ele conta coisas para outras pessoas, menos pra você, você já parou pra pensar que o problema pode estar “em você”? Ainda que obviamente, não anula o fato de haver algum problema com ele também?

Em geral, é mais fácil a gente “se elogiar” do que “se criticar”. Porém, você já parou pra se perguntar se você tem alguma(s) dessas características abaixo?

1- Gosta de dar lição de moral?

Ou seja, se ele fala “x”, você gosta sempre de ficar ensinando ou dando liçõezinhas sobre “esse x”?

2- É terrorista/pessimista?

Ou seja, você é daquele tipo de mulher que não pode ver ele tentando uma nova coisa, que já começa a contar um monte de tragédia a respeito “do que pode acontecer com ele”?

3- Você briga, OU fecha a cara, OU leva tudo pro lado pessoal, OU faz manha com facilidade?

Gente assim costuma dar preguiça até de dar “bom dia”. Sei lá, vai que a pessoa briga kkkk.

3- Costuma discordar muito, ou dar pouco apoio às coisas que ele faz?

Gente assim costuma ser egoísta, egocêntrica e, não raramente, insegura/controladora e com síndrome de dona da verdade….

Como disse, você não precisa fazer TODOS esses itens, porém, concorda que provavelmente você faz algum deles, visto que se, tal como dito, ele conta coisas para os outros, ele não é necessariamente reservado?

E mesmo SEEE fosse, pode ter certeza que se você se casar, ele vai continuar assim pelo simples fato de que ele É assim? Sem contar os quase 3 anos de namoro, né miga? Muito tempo pra não ter criado/conquistado esse vínculo mínimo….

Daí a gente fala “conversa com ele” e você diz que já conversou, “mas nada muda” e você passa a ter duas saídas:

1- Ter autocrítica e, caso concorde com alguma das possibilidades de “chatices acima” que você esteja fazendo, pare de fazer e veja se, ao se mudar, ele muda também.

OUUUUUUUU:

2- Chega à conclusão de que você não faz nada disso (ou que parou de fazer), mas mesmo assim ele não parou de mentir. Daí, nesse caso, você teria que terminar mesmo, visto que não dá pra se casar com uma pessoa que não te conta nem o básico, concorda?

Note que a partir do momento em que você faz de tudo pra não cometer os mesmos erros, mas a outra pessoa continua cometendo, o erro passa a ser dela, não seu. PORÉM, se você não termina com essa pessoa e continua “engolindo/reclamando”, o erro já passa a ser seu, visto que depois de ter feito a sua parte, você só fica com ele se quiser né?

Às vezes é mais fácil mudar de namorado do que mudar o perfil psicológico de alguém. Mas sinceramente? Se você veio aqui é porque você gosta dele. Daí vou torcer para o problema ser mais com você do que com ele (daí você se esforça e pantz kkkk).

Veja também se ele não tem uma amante. Sei lá, isso de trabalhar em bar, mentir demais, não sei. Mas não neure com isso, ok? Vá na maciota e com cuidado para não julgá-lo sem saber.

Por fim, quanto a ele não te contar sobre o pai, às vezes não é um problema contigo, mas sim algum trauma. Sei lá, tem coisa que a gente não gosta de conversar a respeito mesmo. “Brigue” com ele por outras coisas, mas não por isso, ok?

Boa sorte!

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.

  • Joao

    ‘Também me incomoda o fato dele ser um homem de 29 anos que mora com a mãe.’

    Cago pela boca o que tem ver nossas mamães com a gente fia vc um dia vai ter um filho a vc vai entende esse elo sagrado entre mãe e filho até lá vai fica de mimi com a sogra coisa que a maioria de vcs mulheres neura kkk que estranho depois acabam neurando com a própria nora kkk não vou sai da casa da minha mãe simplesmente por sair não tenho dispersa nenhuma lá agora vou paga de burro evoluído sai de casa pagar alugue freira água luz tudo a toa para mostra que não dependo da minha mãe nãooooooooooooooo to de boa assim tenho minhas casas de aluguel motos minhas paixões vou compra mais ainda só posso fazer graças a minha veia a verdadeira pessoa que me ama de verdade nesse mundo ali posso esta broxa, fraco, aleijado, desfigurado, louco burro sei o que mais essa bosta de sociedade já me chamou ou vai chama ela vai continua me amando agora esposa namorada putsssssssss nem vou comentar.

    Ps: casou ou arrumo cria a conversa muda ai sim e vaza de casa né tem ser homem ai assumir nunca quero mulher e filho meu de baixo de teto da minha mãe.

  • Rodrigo Silva

    Sério que com tanta coisa acontecendo a pessoa ainda consegue pensar em casamento?

    • M Holmes

      Foi isso que pensei tbm, querer compromisso fixo com alguém que não tem objetivos parecidos é a pior coisa. Eu já fiz isso e afirmo com todas as letras que não dá certo.

    • Stanley Lewis

      tem gente que só pensa em casar kkkkk

      • Rodrigo Silva

        Isso acaba se tornando uma obsessão!

  • Mariana Cobra

    Algumas observações:

    – Talvez você não seja uma boa ouvinte. Antes mesmo de ser uma pessoa que tem o dom de dar conselhos, tem que ser uma boa ouvinte e isso é para poucos. Como a Luíza ressaltou, talvez você pisou na bola nas oportunidades que teve para ouvir o que ele tinha a dizer.
    – Talvez ele não confie na sua opinião. Aí vc tem que analisar se ele te admira, pois dificilmente pedimos opiniões para as pessoas que não admiramos.
    – Talvez ele te veja como menina e não mulher…quero dizer, adulta.

    Por fim, qual o problema dele morar com a mãe? A maioria dos jovens adultos saem de casa bem mais tarde que a geração passada. As coisas não estão fáceis, então entre sair de casa pra morrer pagando contas ou ficar em casa com todo o conforto que uma família provê é algo inteligente a se fazer, resta a você analisar se ele tem objetivos na vida e se é uma pessoa que corre atrás do que quer.

    Você não tem que se preocupar com ele morando com a mãe, mas como ele trata a mãe e como é a relação familiar dele….

    Só vi você apontando dedos e dizendo que ele mente, mas me pareceu que o moço tá fazendo certo em ser reservado e você não tem respeitado o espaço dele, só choraminga e cobra uma coisa que devia ser conquistado.

    Confiança é algo que se conquista, pense nisso.

    • “- Talvez ele não confie na sua opinião. Aí vc tem que analisar se ele te admira, pois dificilmente pedimos opiniões para as pessoas que não admiramos.
      – Talvez ele te veja como menina e não mulher…quero dizer, adulta.”

      Ótimas obs Mari, não tinha pensado nelas!

  • M Holmes

    Eu tbm fui do mesmo jeito que vc em duas relações (uma amorosa e uma de amizade) por esperar que eles fossem agir do modo que EU achava certo, quando na realidade estavam agindo de acordo com as certezas deles. Conviver com as pessoas é assim mesmo, te recomendo que olhe para si mesma e tente perceber se existe uma certa intolerância ao agir com os outros, eu descobri isso em mim graças à terapia e por isso tenho um grande receio de ter relacionamentos íntimos. Talvez seja o seu caso tbm, tanto que no começo eu cheguei até a concordar com seu ponto de vista para depois perceber que poderia ser um problema mais seu que dele.
    Outra coisa importante é vc ter em mente o que vc procura em um parceiro e quais são os seus limites. Pois percebi que, dentro desta situação, ele parece ser uma pessoa que gosta de se arriscar mais e confia demais nas pessoas, enquanto vc é o oposto disso. Lembrando que se ele não mudou em quase 3 anos de relacionamento, ele não vai mudar nunca pois isso deve partir DELE, e não de vc. E, com certeza, ele já mostrou desde o começo quem ele era e não percebeu até chegar ao seu limite (o que é normal de início de relação + falta de experiência de vida). Portanto, use isso como parâmetro para que vc repense se vale a pena continuar ou não. Outro detalhe importante, não se culpe por ser do jeito que é, mude o que for necessário para que possa se relacionar melhor não só com o seu namorado, mas com outras pessoas no geral.

  • Caio César

    Só eu achei que essa mulher reclama demais?

  • Larissa

    Eu acho que ele não te leva a sério… Ta com vc, mas não faz planos contigo. Ja passei por algo parecido. Ele fazia planos sem me incluir, me comunicava apenas. Eu sempre questionava e ele depois corrigia… Mas depois vinha a mancada. Eu conhecia a familia dele, porem nunca tinha amigos…. Nunca saíamos com amigos dele. Ele tbm n fazia questao de conhecer os meus. Festa? Detestava… Mas deu um jeito de ir na festa do serviço dele e nao me lavar, pq decidiu de ultima hora.

    Baseando-me no que passei, eh questão de tempo pra ele terminar. Está apenas passando umas águas com vc. Nem ta pensando em casamento.

    • Paulo

      Claro,mina mais nova é só pra se divertir mesmo

  • Stanley Lewis

    Leitora, cabe a você ter uma conversa franca com ele, e questionar qual o motivo dele ocultar tanta coisa assim de você.