Estou afim do meu melhor amigo e não sei como demonstrar interesse!

47

Leitora: Lu, eu estou em um dilema que não sei o que fazer. Há pouco mais de dois anos, reencontrei um rapaz que estudou na mesma escola que eu. O reencontro foi assim: eu já tinha ele no Facebook há anos, mas ele era “número”, não via as atualizações dele, nem nada. Certo dia, eu o vi online no chat e resolvi olhar o perfil. Vi que ele era muito bonito e ainda fazia o mesmo curso que eu na faculdade. Ressalta-se que não tinha nada de relacionamento no perfil, nem foto com mulher.

Resolvi puxar assunto. Ele me deu muita ideia, começamos a conversar muito e vimos que tínhamos muito em comum! Senti que tinha ganhado na loteria do amor, só que não.

Depois de dias conversando com ele, resolvi stalkeá-lo mais profundamente e descobri que ele tinha namorada! Perguntei e ele me confirmou o relacionamento de anos! Senti aquilo como um balde de água fria, mas mantive a amizade, afinal, ele era uma pessoa muito bacana e não justificava afastar dele só por isso.

Com isso, ele se tornou meu melhor amigo! Porém, tenho muito interesse nele, ele tem tudo que eu procuro em um homem, mas namora até hoje, entre idas e vindas (desde que eu comecei a conversar com ele, ele já terminou o namoro quatro vezes).

O problema maior é que eu não sei se ele tem interesse em mim, apesar de já sentir que ele demonstrou algumas vezes e eu tenho quase certeza de que ele nem imagina que eu tenho interesse nele. Na cabeça dele, ele deve achar que eu só o vejo como amigo!
Porém, eu não sei como fazer pra demonstrar meu interesse por ele. Quando ele esteve solteiro, saiu comigo algumas vezes, mas não rolou absolutamente nada! Ele acabou de voltar com a namorada dele (de novo!) e nunca me contou porque esse namoro dele fica nesse vai e volta. 
O que eu faço? Sempre respeitei o namoro dele, não quero ficar com ele namorando, não sou dessas. Queria que ele soubesse que sou afim dele, para caso ele terminar de novo, quem sabe, ele me dar uma chance. Mas por outro lado, tenho medo dele saber e acabar levando um balde de água fria e atrapalhando a amizade. 

Tenho 23 anos.

Amiga, ele terminou QUATRO vezes com ela e, em nenhuma dessas vezes, sobrou um pedacinho para você. Ou seja, DESENCANA.

“Ah Luiza, mas às vezes é porque ele não sabe que sou afim dele”.

Você acha mesmo que se ele fosse afim de você – e digo afim de forma suficiente, não apenas “afim” – ele não teria dado o jeito dele? Você acha mesmo que ele não teria se virado, ainda mais “estando no papel de homem” e o mundo sendo “machista” como é? E nem precisaria ser ou não machista. Assim como você está tentando dar seu jeitinho, pode ter certeza que ele teria tentado dar o dele – ainda mais tendo saído tantas vezes (solteiro!) contigo.

Depois que, se ele volta tantas vezes assim com a namorada, é porque de duas uma:

1- Ou ele gosta muito dela.

2- Ou ele está muito acostumado com ela.

O que das duas formas, caso ele finalmente engatasse algo com você, poderia te trazer problemas futuros.

Agora assim, ao mesmo tempo em que disse tudo isso, também acredito que não teria nada demais demonstrar algum interesse para caso ele termine. E aí, caso resultasse naquele “balde de água fria” que você tanto teme, entenda que talvez isso não fosse bem “um balde”, mas sim o seu ego falando mais alto caso ele não queira, né?

Não que levar um fora seja a melhor coisa do mundo. Porém, eu realmente acredito que é melhor levar um pé, chorar um pouco e depois seguir a vida, do que ficar nessa de “ai nem vou falar nada porque vai que ele não quer” e, enquanto isso, ficar criando um monte de expectativas e ilusões que, querendo ou não, você não sabe se ele (também) está sentindo, sabe?

Fale logo e faça de tudo pra não virar um eterno “e se”, porque enquanto isso ele tá lá, vivendo a vida dele e namorando outra.

E um extra aqui: Não sei se engoli que ele “é seu melhor amigo” não. Acho que você só não quer se sentir tão mal por conversar muito com um cara que tem namorada. Porém, caso seja MESMO, certeza que ele não se afastará SÓ porque você é afim dele, né? Ainda mais você que o respeita.

Boa sorte e pare de desculpas pra continuar na mesma!

Qualquer coisa, a fila anda.

Lu

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.

  • M Holmes

    Acredito que não foi uma boa ideia vc ter se tornado amiga dele tendo interesses românticos por trás. Isto fez com que criasse a ilusão de que um dia ele iria te notar e tudo iria rolar do jeito que você queria. O mais recomendável nestes casos é que se afastasse logo que soubesse do relacionamento mas, como já existe uma amizade forte, recomendo que fale como se sente de verdade em relação a ele (sempre enfatizando que respeita ele e o namoro) e que, caso ele não demonstre o mesmo, se afaste. É melhor perder uma amizade do que continuar sofrendo por quem não vai corresponder aos seus reais sentimentos, ao menos que vc consiga desencanar de vez pelo fato de ouvir um não dele e ambos superem esta situação.

    • Eu tb me pergunto se ele é mesmo o melhor amigo dela, ou se é só uma forma dela ficar por perto, se enganar e não se sentir tão mal por cobiçar o homi da outra. Ainda mais por ser certinha e claro, ninguém mandar no coração

      • M Holmes

        Exatamente! Por isso, acho melhor ela resolver esta situação de vez.

  • Logan Chigurg

    amizade entre homem e mulher só é sincera quando a mulher é feia. se a srta. for bonita ele ja pode ter pensado em te dar uns trancos, mas ele gosta muito mais da namorada dele que de vc! e pode ter certeza, cada volta dessa no namoro o sexo melhora de forma avassaladora e menos ele pensa em vc!

    espero ter ajudado

    • Eu tinha um amigo q adorava, adorava mesmooo. Tipo muito e ele tb gostava mt d mim. Daí ele arrumou uma namorada e sumiu
      Poxa aquilo doeu no meu coração pq ele era mt inteligente, mt legal mesmo, sabe? Era só amigo, mas adorava ele.
      Enfim, quando vcs falam “q não existe” dói meu coração kkk
      Saudades dele

      • Logan Chigurg

        Haha! Eu tive (ainda tenho em partes) uma amiga, que sempre foi minha amiga e sempre soube do meu relacionamento, me encontrei em segredo com ela 2 vezes quando viajei pra cidade dela em PoA, nunca senti uma ponta de vontade sexual ou afins mesmo ela sendo completamente linda, pois conheci ela pela internet em 2006 e hj, depois que ela começou os namoros, me esqueceu, e isso dói muito. Mas nosso caso é diferente do q eu citei aí, ela é bonita demais, e eu afirmo que eu tbm sou kkkkkk, mas ela sempre teve 1,77 de altura e eu 1,69, e ela sempre viu homens com menos da altura dela como amigos. Ela é muito bacana, tocávamos guitarra juntos pelo msn.. hj em dia isso morreu e dá muitas saudades tbm! Eu entendo vc perfeitamente Luiza

        • Poxa, mt triste isso
          Eu acredito mt na amizade, na parceria e que tudo é conversado.
          Tipo, só falar – caso exista problema tipo o caso da leitora -“Olha a gente não pode se comer, mas podemos fazer mil outras coisas juntos”.
          Pq não?

      • Logan Chigurg

        Ah, sobre esse amigo seu aí, é BEM provável que esse sumiço dele tenha relação com a amadinha da alma dele rsrsrs, vai vendo! Puxa papo com ele, fala o que vc sente e pq tem saudades dele!

        • Eu não, ele veio puxar papo comigo esses dias e até comentei com o Thi q ele era um dos meus melhores amigos. Eu adoraaava ele!! Meu pai tb amava ele, era muito parceirão meu, sabe?
          Ele já chegou a dizer q gostava d mim e tals, mas nunca tinha parado d ser meu amigo por isso. Depois parou e se passou tanto tempo (acho q uns 2 anos, sem brincadeira!) que agora eu que não quero mais, mesmo sentindo falta da amizade kkk
          Quando ele mandou msg disse q era por causa da namo q tinha ciúmes d mim, mas né? Foi oq falei pra ele: se gostasse mesmo da minha amizade, explicaria pra moça. Ou até mesmo daria um jeito da gente ser amiga, ela me conhecer e, assim, ver q não existem motivos para se preocupar comigo (até pq sou fiel mesmo se fosse interessada nele). MASSSS, se não quis se esforçar no mínimo, talvez ele não soube reconhecer q mesmo comendo outra, eu ainda daria uma ótima amiga – modéstia a parte kkkk
          Nisso q tb acho mt homem “burro”. Mesmo gostando da gente, pq não pode ser amigo? Ainda mais d uma pessoa como eu q sou útil para várias coisas e ainda sei contar piada? (e puxar a orelha kkk)? Só sirvo se puder me comer e minhas outras qualidades nada?

          • Jps

            “Nisso q tb acho mt homem “burro”. Mesmo gostando da gente, pq não pode ser amigo?”

            Depende muito do nivel de “gostar”, Lu

            Se for só uma atração que nunca se concretizou, blz
            Mas se já passou de certo ponto, não da para voltar mais para só uma amizade

            No caso do seu amigo, na minha opinião realmente foi frescura dele, rsrs

          • Mas se esse meu amigo teve só uma atração e me abandonou eu perdoaria menos ainda. Perdoaria mais se fosse paixão avassaladora mesmo, daquelas q não dá pra se controlar e tals kkkk
            Não se pode largar uma amizade, ainda mais com uma amiga tipo a Lu por pouca coisa não, ora!

          • Jps

            “Não se pode largar uma amizade, ainda mais com uma amiga tipo a Lu por pouca coisa não, ora!”
            Sim, isso é verdade, rs

            Acho que tudo depende da pessoa em questão. Ela vai conseguir seguir em frente mesmo mantendo contato com a “crush” ?
            Se não conseguir, melhor separar mesmo…..na minha opinião. Ou pelo menos, diminuir bastante o contato.

            Se dar um tempo para conhecer novas pessoas.

          • Logan Chigurg

            Ahahah, qdo a mulher só serve pra ser comida pelo cara, é pq ele não considera essa menina pra amizade mesmo. É tudo com segundas intenções. Hm é foda, eu digo pra nenhuma mulher confiar na maioria deles, a cabeça que pensa primeiro quase sempre é a de baixo. Não são todos lógico.. e a melhor amizade, a mais sincera, é essa mesmo que puxa orelha nos momentos que precisa. É um bom teste pra saber se fulano é mesmo seu amigo, vc puxa a orelha pq vc gosta, e se o fulano não gosta e some depois da orelha puxada, é pq nao entende o seu amor por ele. Penso assim kkkkkkkkkkkkk

          • Gostei d vc kkkk É por aí

          • Noêmia Morais

            Eu tenho um amigo que assim que ele namora diz logo: “Tenho 3 mulheres na minha vida (N. Sra, minha mãe e Nonô)… e vc tem que conhecer logo a Noêmia!!!”
            Acho legal a preocupação dele… nunca ficamos, pois nunca despertou o interesse em ambos.

          • Pudim

            Eu tive um colega na faculdade que sempre dizia que não ficava amigo de mulher nenhuma, porque se um dia ele se interessasse, não conseguiria ficar com ela. Na época achava isso meio radical, mas hoje em dia vejo que ele não estava de todo errado.

          • É, se a amiga dele não tinha outro talento que não fosse a aparência, talvez faça sentido. Mas como em qualquer outra amizade, as pessoas não possuem apenas “a aparência”, mas sim várias outras qualidades q as fazem valer a pena apesar da atração, não?

    • Blu3s

      Eu não acreditava em “apenas amizade” entre homens e mulheres a alguns anos atrás, mas depois de perceber que podia contar com o que precisasse de algumas e que dava também para ter bons momentos e boas conversas juntos sem ter que estar se agarrando, passei a rever meus conceitos e hoje já tenho algumas meninas que eu considero amigas e tenho uma estima enorme por elas. Não acho nenhuma delas feias (mas uma é lésbica e até namora rsrs) e quanto a coisa de sentir atração, acredito que meio que faz parte, não só por mim, mas por e se ambos (homem e mulher) serem heterossexuais, não controlarem exatamente por quem se atraem e dependendo de como está a vida afetiva da pessoa, @ [email protected] for a pessoa que mais se aproxima de um perfil de pessoa que atrai a gente. Eu vejo até parte dessa mesma lógica para quem tem amigo gay/bissexual, pode ser q a pessoa se atraia por você, mas se ela sabe q isso não é do seu interesse, e que pode até estragar a amizade por conta disso, ela prefere se conter a menos que o desejo seja intenso de mais a ponto de não conseguir lidar só com uma simples relação de amizade.

      • Tem um menino q eu dou consulta que é super bonito, dai um dia ele indicou meu trabalho para outra amiga dele, super bonita tb e eles tem uma amizade linda. Dava pra ver eu conversando com ela e ele dando pitaco, se interessando, tipo realmente preocupado com o bem estar dela e tals e ele nem é apaixonado por ela, visto que atendo os dois e sei disso. Enfim, existe amizade e que bom que alguém te fez acreditar nisso.

  • Gaia

    Tb já me apaixonei por um amigo muito próximo que tb tinha namorada (quando me apaixonei, já conviviamos diariamente a pelo menos seis meses e ele já tinha até ido em casa). E ao longo de 6 anos gostei dele sem que ele soubesse. E não fiquei nessa por falta de tentar gostar de outra pessoa nesse período sai, fiquei, namorei, mas era nele que sempre pensava. Até que um dia ele terminou o namoro e enfim eu tive coragem de contar o que sentia. Ouvi um “sinto muito”, chorei, levantei e segui em frente, ainda amiga dele.
    Eu poderia ter me afastado antes? Sim, mas a dor de perder a amizade dele era maior do que a de conviver com ele escondendo o que eu sentia. Foi a escolha mais saudável? Não posso dizer que sim, mas foi uma escolha que eu fiz consciente de que podia lidar com isso. E vc tb vai ter que escolher o que acha melhor: continuar perto ou se afastar. Revelar o que sente tb é uma saída (caso precise disso para desencanar), mas pela sua história, é muito possível que vc tb escute um sinto muito, pois se ele não quisesse voltar com a namorada, não estaria com ela.

    • Eu super acredito nisso, que as vezes “se declarar” já faz a gente desencanar muito mais rapidamente, do que ficar guardando pra gente e ficar num “e se” eterno. Tanto é q vc demorou 6 anos para “abrir a boca”, mas depois que abriu desencanou bem rápido kkk
      Daí pergunta: olhando pra trás, será q vc faria diferente? Tipo já teria falado no primeiro ano mesmo?
      Eu entendi oq vc disse “no grosso”, mas quis “afunilar mais no fino”

      • Jps

        “Eu super acredito nisso, que as vezes “se declarar” já faz a gente
        desencanar muito mais rapidamente, do que ficar guardando pra gente e
        ficar num “e se” eterno”

        Sim….
        Melhor tomar um “não” do que ficar a vida sonhando algo que nunca vai rolar.

        O “não” de alguém que a gente gosta é duro (sério,rs), mas depois nos liberta para ter um “sim” no futuro de outra pessoa

        • Gaia

          Sim, doi, mas depois parece que retiramos um peso das costas.
          E aquele “e se” para de nos atormentar. É um alívio.

          • Jps

            O único duro é quando não recebemos um “não” definitivo, ou não percebe-lo.
            Ai faz um mal lascado, rs

        • Eu indico isso pra todo mundo, mas tem q estar preparado, deixar o ego de lado. E mesmo se o ego doer, pensar “vai doer e vou querer morrer, mas será por alguns meses e depois passa”.
          Agora o e seeeeeeeeeeeeee mata. Tipo vc faz a sua parte, se a pessoa não fizer a dela aí já é problema dela pq ao menos o seu “e se” não tem mais.
          Ou se a pessoa não for tão importante assim, ai tb talvez valha a pena não arriscar kkk Mas se for tipo o caso da Gaia, ctz q vale o preço de qualquer ego ferido pq de fato os anos se passam e se nao se cuidar, vc continuará amando a mesma pessoa.

          • Gaia

            E nessa vc perde anos da sua vida, perde chances de amar outra pessoa.
            Por isso, tb não recomendo o que fiz.

          • Jps

            “ctz q vale o preço de qualquer ego ferido pq de fato os anos se passam e se nao se cuidar, vc continuará amando a mesma pessoa.”

            Realmente, isso é um grande problema, rs

            O importante é se arriscar falando com a pessoa e saber que se aquela pessoa não era para você, vão ter outras que serão. Só não podemos deixar de resolver isso para nós mesmos e ficar preso no “limbo”.

      • Gaia

        Eu tinha uma amiga que sempre dizia isso, que eu ia continuar presa a ele se não ouvisse logo um não. Várias vezes ensaiei essa confissão, coisas como “eu sei que a resposta é não, mas preciso ouvir isso”, mas eu tinha muito medo pq tinha muito medo de perder a amizade dele (não queria que ele terminasse com a namorada por mim, nao me sentia nesse direito) e prefiria arcar com o “e se” do que com a perda, pq a perda doeria mais.
        Se eu faria diferente? Acredita que até hoje eu não sei dizer?
        Esse sentimento de certa forma me empacou, mas tb me livrou de 2 namoros abusivos, dos quais sai sem nenhuma sequela emocional pq simplesmente não conseguia me importar com eles o suficiente para que tivessem poder emocional sobre mim. Eles bem que tentaram, mas eu não importava, namoros que duraram só até eu encher o saco e mandaram eles pastarem. Não sei se teria sido tão fácil caso eu não estivesse com meus sentimentos presos nele. De fato, quando percebi que eu não aguentava mais e queria me dar a possibilidade real com alguém, contei a ele.

        Então, para mim, acho que não foi uma má decisão, mas não é algo que eu recomende pq eu tb sei o quanto doeu e o quanto isso poderia ter me empacado caso conhecesse alguém que valesse a pena.
        E como foi semelhante a tirar um peso das costas. Pela primeira vez em muito tempo eu não pensava mais “mas se eu tivesse dito, será?”

        • Mas nenhuma amizade verdadeira é perdida “só pq um tá afim”.

          Quanto a não recomendar por causa da dor, gosto de pensar que essa dor gigante q vc sentiu por uns meses doeu menos do que a dor d uma vida inteira, q cara, era oq vc ia acabar tendo q 6 anos tá loko kkkkkk

          E hj vc já gosta d outra pessoa hj em dia? Q nem gostou deles e tals

          • Gaia

            Concordo. Mas tem muita gente que não consegue lidar com uma rejeição e aí, vai-se a amizade.

            Sim, já mencionei aqui que uma vez vi o filme “e o vento levou” e nele percebi o quanto podemos perder uma vida por estarmos presos numa relação platônica/unilateral. Ver a protagonista perder a vida dela pq não conseguiu enxergar que aquele amor era nociso me fez abrir os olhos e decidir seguir em frente.

            Maaas, mas como na vida é tão simples… o fim dessa história? Depois de tomar um fora eu desencanei dele e continuamos amigos. E 2 anos depois nós começamos a namorar e agora estamos juntos há 4 anos XDD
            Mas eu sinto uma clara diferença. Como se fossem sentimentos diferentes. Antes eu sentia um amor idealizado, cheio de “e se” e dor por não ser correspondida. Eu diria que era um amor louco e nada saudável. Agora eu sinto por ele um amor calmo, saudável. Sinto que o amo muito mais agora, mas não morro mais por ele (se acabar, vou chorar um monte, levantar e seguir em frente).
            Como já tinha desencanado dele, quando ele me pediu em namoro precisei de um tempo para pensar, meus sentimentos por ele tinham morrido, mas na época eu tb não gostava de outra pessoa. Então arrisquei (o que eu tinha a perder? Na pior das hipóteses daria errado e não sobraria a menor dúvida de que não era para ser) e não foi um início de namoro fácil. Não foi difícil me apaixonar novamente, mas tinha muito medo de me machucar de novo e isso me travava, várias vezes ouvi que se queria tentar, tinha que me atirar de cabeça e não ficar cheia de receios. Até que fui criando confiança nos sentimentos dele e fui me entregando. Hoje, temos uma boa relação, saudável, natural, sem dependência.
            Fora a amizade que se fortaleceu muito nos 2 anos anteriores ao namoro.

          • Mariana Cobra

            Que história MASSAAAA ai como amo histórias inesperadas que dão certo.

      • Gaia

        Talvez seja interessante dizer que em certo momento tive uma depressão muito pesada e ele foi um dos amigos que mais me deu apoio emocional. Ele foi um porto que me ancorei várias vezes quando achei que a dor ia me consumir. E talvez por isso eu tb não consiga me arrepender de tê-lo mantido ao meu lado

        • Ah não, se arrepender por uma amizade não. É mais fácil se arrepender por largá-la. Quando é amizade de verdade e tals.
          Mas como vc conseguiu namorar dois sem gostar o suficiente d nenhum? Eu entendo sobre amar dois, mas namorar um sem amar pra cobrir buraco do outro como consegue? =(

          • Gaia

            O primeiro eu namorei pq era um amigo com quem me dava muito bem. Eu deixei claro que nunca tinha pensado em ficar com ele, mas arrisquei tentar. Eu achava que se tentasse, podia aprender a gostar de outra pessoa e esquecer o outro. Valia a pena.
            Mas logo no segundo mês ele pôs as asas de fora e um mês depois terminamos pq eu não cedia. Doeu mais pela amizade perdida do que pelo rompimento do namoro.
            O segundo foi um ano depois, numa época que eu estava muito determinada a esquecer meu amigo, queria seguir minha vida, namorar, me apaixonar! Conheci um cara legal, aquele tipo de pessoa facilima de gostar, que me fazia rir e era muito gostoso estar com ele. Rolou até química, então arrisquei novamente. E acho que por ele eu quase me apaixonei. Digamos que bati na trave, pois antes do segundo mês ele tb pôs as asinhas para fora e começamos a brigar muito. E isso barrou a evolução de qualquer sentimento mais forte da minha parte. Mesmo assim, essa relação eu arrastei mais pq já começava a sentir algo por ele. Nessa época até desabafei para outros amigos e não para o que gostava, para não criar mais elo emocional com ele. Até que 6 meses depois eu desisti e terminei a relação.

            Com os dois eu realmente acreditei poder sentir algo, então não foi bem cobrir um buraco. Estava mais para quando vc está de coração partido, ainda gosta da pessoa, mas dá chances para outra pq acredita que pode dar certo e não adianta ficar preso aquele fantasma.
            Não deu (e foi uma sorte isso), mas talvez se fossem outros pessoas, outras situações… vai saber.

  • Franciele

    É triste o talento de algumas pessoas para o masoquismo emocional, mas, respiremos fundo…
    Leitora, tu conheceu um cara e teve tempo, apesar da atração física, sim, de amizade isso aí nunca teve nada, e, no entanto…
    Ele não caga nem esocupa a moita e tu, alimentando a fantasia da metamorfose que a pessoa certa causa, alimenta a esperança que contigo seja constante;
    Tu conta todos os teus segredos, bem quase todos né, e não tem a reciprocidade, tanto é que não sabe o porque desses términos sistemáticos com a namorada, mas prefere fantasiar uma confiança de almas gêmeas;
    Ele provavelmente fica com outras nesses “tempos de solteirisse”, enquanto tu te guarda esperando por algo incerto, qual miragem no deserto, mas tu prefere se enganar achando que ele apenas é distraído.
    Aconselho que tu te afaste desse rapaz, e daqui para frente, defina tuas atitudes pelo que possui de concreto, porque amor ou tesão platônico não sustenta ninguém emocionalmente.

  • Blu3s

    Não que isso efetivamente exista, mas olha um dos (para muitos RAROS) casos de “friendzone” feminina…

  • Roberto Silva

    Se não for com as amigas, com as inimigas é que não vai ser.

  • Mariana Cobra

    Não sei não, mas são pouquíssimas amizades entre homens e mulheres que seja realmente pura, sem desejo ou qualquer sentimento que não seja apenas fraternal.
    Sempre haverá um lado querendo e outro dizendo “somos apenas amigos” e isso não é amizade, é friendzone.

    Moça do relato, se afaste pra não se machucar mais e só retorne a amizade quando não quiser nada além disso…

  • Noêmia Morais

    Leitora, o meu namoro mais longo (3 anos) ocorreu quando me apaixonei pelo meu amigo, confesso, não fui nada romântica. Cheguei e disse: “Cara, quer ficar comigo?!?!”
    Ele me olhou assustado pela franqueza, porém depois do impacto, respondeu: “Só se for agora ou toda hora!”, dias depois me pediu em namoro.
    Chega com esse cara e fala a real, o não você já tem… não tenha receio de levar outro, pelo menos você tira logo essa dúvida e segue em frente com ou sem ele!!!!

    • Mariana Cobra

      O problema é que o moço tem namorada…aí até eu ficaria na dúvida se falo ou não..kkkk

      • Noêmia Morais

        Mas quando ele ficava solteiro… eu disparava! Maaaaassss… como bem disse a Lu, se ele tivesse interesse nela ele já teria dado sinais!

    • Blu3s

      Comigo é: “o não você já tem, agora só falta a humilhação.” -_-

      • Noêmia Morais

        Se for realmente amigo dela, não precisa humilhar.
        E se o fizer, não respeita nem o sentimento dela.

      • Mariana Cobra

        kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Gaia

    Hahaha ah Lu, se vc soubesse os outros detalhes dessa história!! XD

    Não, não sou religiosa, mas acredito que as coisas na vida acontecem por um propósito. Já pensei muito em como as coisas teriam sido se 2 anos antes eu tivesse insistido e aproveitado para ficar com ele uma vez que saímos e ele bebeu todas (não, ele não deu em cima de mim, mas estava muito chateado pelo término de uma relação de mais de seis anos e era claramente “presa fácil”), e tantas outras vezes que saímos juntos. Mas tb penso muito “será que se tivéssemos ficado nessa época estaríamos juntos agora?”, será que ele não precisava desses 2 anos sozinho para amadurecer e ficar pronto para outra? E eu não precisava disso para superar aquele amor louco e desenvolver um saudável? São tantos “será” que só posso concluir que as coisas aconteceram quando deviam acontecer. E eu não perdi vários anos nessa, eu cresci e amadureci, ele tb. E talvez os nossos eus adolescentes não tivessem tido maturidade para estarem juntos, ou eu não tivesse aprendido o que tive de aprender.
    Não sei se ficaremos juntos para sempre, mas sei que o tempo que eu passar com ele sempre será valioso e que se um dia acabar, terá válido a pena. Igual ter a amizade dele durante 6 anos valeu a pena (para mim).

    • Jps

      “Não sei se ficaremos juntos para sempre, mas sei que o tempo que eu passar com ele sempre será valioso e que se um dia acabar, terá válido a pena. Igual ter a amizade dele durante 6 anos valeu a pena (para mim).”

      Acho que esse é o ponto importante…

      Não foi 6 anos você correndo atrás dele ou algo assim.

      Vocês eram realmente amigos, se ajudavam quando um precisava do outro e cresceram juntos.

      “Não, não sou religiosa, mas acredito que as coisas na vida acontecem por um propósito”

      Também acho que muitas vezes as coisas tem um proposito, mas no momento não estou sentindo muito isso, rs……a vida é dura

  • Stanley Lewis

    Temos aqui um caso pouco comum de friendzone inversa kkkkk, minha sugestão é: quando ele largar da namorada pela quinta vez você expõe os seus sentimentos e vê no que dá.