Como lidar com minhas crises de ansiedade que têm afastado meus amigos de mim?

7

Leitora: Olá! Tenho 18 anos. Meu problema é: As pessoas se distanciam de mim e eu fico correndo atrás, sabe?! Tipo, querendo mostrar que se eu fui babaca com elas, foi só um momento, que eu mudei, fico tentando mostrar que eu sou uma pessoa legal, entende?! Sofro de ansiedade e isso faz com que eu me sinta cada vez pior diante de tal situação… Será q cê tem alguma dica?

Eu tinha medo de perdê-las, tinha crise de ciúmes, isso com amizades… e, por conta da minha ansiedade q agora tá mais controlada, eu meio que surtava… hj eu quero reconquistar o que perdi e não tenho a mínima ideia do q fazer, algumas nem querem tentar de novo e isso me incomoda muito, me sinto uma idiota. Me culpo por tudo que aconteceu.

crises de ansiedade

Primeira coisa que você tem que fazer: parar de querer ter o controle sobre tudo, sobre todos e sobre o mundo. E sabe por quê? Porque você definitivamente NUNCA terá.

Não quero diminuir a “doença” ansiedade e, como tal, deve ser tratada com terapia e até mesmo com medicação. Porém, a maioria dos ansiosos que conheço são extremamente possessivos. Acham que o tempo, as coisas e/ou as pessoas são deles, enquanto definitivamente, não são!

Sabe da única pessoa que tem o controle sobre tudo? Deus! E mesmo assim, só pra quem acredita nele.

Por que você se acha no direito de sentir ciúmes das suas amigas? De dar piti? Elas são suas? Elas não podem ter outras amigas, por exemplo? Não podem, sei lá, ficar x dias sem falar contigo? Ou gostar até mesmo de outras amigas mais do que de você? Você possui o direito de escolha na própria vida (que por sinal, você tenta controlar o tempo inteiro), mas elas não?

Todos nós temos o direito de escolha! Inclusive ao querer parar de falar com alguém, concorda?

É claro que são apenas exemplos que joguei, mas no fim, só quero te dizer para ser mais Frozen e menos racional nesse momento em específico da sua vida, sabe?

LET IT GO!

Foi, passou, já era. Seja racional apenas para aprender a lição. Depois, pare de ficar se punindo, tenha um pouco mais de compaixão e carinho por você mesma. Pare de se frustar e ficar mal a cada vez que o mundo não te entregar o que você espera dele.

E sabe por quê? Porque isso acontecerá várias e várias vezes. E quem não aceitar esse fato, ficará doente. Simples assim.

Tá, eu sei que não é TÃO simples assim, mas né? O que na vida é? Tem que se esforçar para (se) mudar também e entender que, agora cabe a você ver que a merda já foi feita e que serviu como ponto chave para você finalmente procurar ajuda/terapia, ou apenas ficar, mais uma vez, se martirizando.

Se preocupe menos em querer “se provar uma pessoa legal”, mas sim em SER uma pessoa legal. A começar com você mesma!

Quero te ver se dando um pouco mais de carinho. Relaxando em um bom banho, cuidando do seu cabelo, da sua pele. Indo ao shopping comprar alguma roupa que você precisa, pra depois tomar seu sorvete favorito. Indo ao cinema sozinha, quem sabe? Enfim, se amando e descobrindo todo o poder que existe em você mesma e que independe da aceitação dos outros.

Aonde sua mente tem gastado mais energia?

E isso te levou a algo que não fosse piorar a sua situação?

Se a resposta for “não”, mais uma vez, você concorda que você deve usar muito mais as suas forças com tratamento para não cometer mais os mesmos erros do que ficar tentando resgatar as suas amigas no desespero?

Por falar em amigas, eu no seu lugar as daria como perdidas mesmo e, enquanto me tratava, procuraria por outras novas.

Ao fazer isso e dar o tempo delas, pode ser que a médio/longo prazo, aconteça inclusive delas verem que de fato você mudou e, quem sabe, voltem a ter amizade contigo. E se elas não voltarem, você estará bem recomeçando sua vida do jeito “certo”.

Faça atividades que, fora serem benéficas para a ansiedade (meditação, esportes e afins), te possibilitem conhecer GENTE NOVA. Gente que o vaso ainda não foi quebrado e, olha que maravilha: com a vida te dando a oportunidade de ser outra pessoa.

Uma pessoa respeitosa, paciente e com compaixão. Aquela que pressionará muito menos os outros e a si mesma.

Boa sorte!

Lu

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.

  • Jps

    “fico tentando mostrar que eu sou uma pessoa legal, entende?!”
    Esse é um dos problemas. Não tente mostrar que você é uma pessoa legal, seja uma pessoa legal

    Esse discurso é o mesmo daquelas pessoas que falam que no fundo são boas, mas na real só fazem burradas.

    Nos somos o que mostramos/fazemos para os outros

    “hj
    eu quero reconquistar o que perdi e não tenho a mínima ideia do q
    fazer”

    Entenda, nem tudo pode ser recuperado. O que passou, passou……foque no futuro.
    Lembre do que fez para não repetir, mas se perdoe para poder seguir em frente

    “algumas nem querem tentar de novo e isso me incomoda muito”

    Denovo, abandone esse controle…
    Você não pode obrigar as pessoas te perdoarem mesmo que você tenha se tornado a próxima Santa, rs

    Por fim, leia os conselhos da Lu novamente e senão achar o suficiente, procure uma terapia particular.
    Sempre vale a pena investir dinheiro em nós mesmo

    • E vc tá melhor da bad com a sua menina, Jp?

      • Jps

        Sim
        Bateu uma bad esses dias, porque acabei falando com ela, mas já estou melhor.
        Para lidar com essas coisas, tento “sentir” toda a sensação de uma vez logo e depois seguir em frente.

        Não sei se expliquei bem isso, mas resumindo eu acabo pensando bastante na coisa por um dia, escrevo algo ou falo algo se eu achar necessário e depois me sinto melhor. Evito o máximo esconder ou fugir do problema.

      • Jps

        E Feliz Páscoa, rs

  • Jps

    “Menino, vc tem convivido mt com mulheres, ou se aberto com elas?”

    Um pouco dos dois……e principalmente converso muito com a minha mãe, sobre tudo desde que era pequeno. Ela já ouviu muita crise existencial minha quando era adolescente, haha

    “Sei lá, mas seja lá oq vc tá fazendo, continue pq tá funcionando ”
    Espero que sim

  • Fernanda Miranda

    Essas dicas me valeram muito. Deixei ir, parei de pressionar, fiz sentir falta…e a pessoa voltou a falar comigo. Obrigada, Lu! E sobre a ansiedade, vou aprender a controlar, não adianta apenas ficar chorando no quarto, tenho q agir. Mais uma vez obrigada! Um beijo sabor doce de leite. <3

    • Outro beijo Fer!!! E em breve terá outro post sobre ansiedade q espero t ajudar tb (amém!)