Por que estamos juntos se nem nos amamos?

16

Leitor: Olá, eu e minha namorada temos ambos 24 anos e estamos namorando há 9 anos. Moramos em casas separadas (cada um com seus respectivos pais) minha família nos acoberta para termos uma intimidade e a família dela é extremamente arbitrária.

Em quase uma década de namoro, ela nunca pôde dormir em minha casa ou viajar sozinha comigo e só nos vemos final de semana. Para ela, essa situação é cômoda e isso sempre me gerou indignação de forma que já pensei em abandoná-la e cheguei a flertar virtualmente com outras mulheres.

Ela descobriu, brigamos, mas continuamos juntos não sei se por amor, perdão ou comodismo, pois somos pessoas muito passivas com pouca vida social em uma cidade de interior etc. Atualmente estamos distantes e com objetivos distintos, não conversamos muito, não pretendemos nos casar e estou para sair do país. Ela já disse que não vai deixar a família para vir comigo e pretende continuar no Brasil e tocar a vida.

O que me intriga é ainda existir esse nosso relacionamento nada saudável, distante e que certamente não tem futuro. Eu não sei o que fazer depois desses longos 9 anos, pois fico desencorajado a terminar ao mesmo tempo em que penso “porque ela ainda está comigo?” Afinal ela é uma mulher linda e forte em suas convicções, às vezes remeto-me a pensamentos, como que ela pode estar comigo como “estepe provisório” sem a menor culpa baseando-se no meu erro do passado, enquanto procura alguém que ature coexistir com esse modus operandi da família dela. Neurose minha? Apego? Como proceder?

Por que estamos juntos se nem nos amamos?

“Fico desencorajado a terminar ao mesmo tempo em que penso “porque ela ainda está comigo?” Afinal ela é uma mulher linda e forte em suas convicções”

Por que ela está contigo? Pelo mesmo motivo que você está com ela: medo e excesso de bundice! E sim, OS DOIS estão com o outro como muleta provisória e isso é tão claro quanto 1+1=2. Então, por favor, não se faça de coitado no sentido de “colocar a culpa nela ou na família dela”. Não deu certo porque vocês dois não quiseram, porque são incompatíveis e simples assim.

Ou tu acha mesmo que vocês não teriam dado um jeito nessa família “chata” e em todas as adversidades, caso realmente quisessem ficar juntos?  Ela falava com eles, você chegava lá bem machão da porra querendo assumir a menina, e com um pouco de esforço, sucesso!

Mas né? Quando dois não querem, o resultado é esse mesmo. Um monte de problema e motivos que fizeram não dar certo…

Quanto a ela ser “linda e forte em suas convicções”, não sei não. Se fosse mesmo, ela não estaria contigo. E outra, às vezes ela até pode ser, mas não nessa área do amor. Quem sabe até por ser interiorana, fazer questão de “ter um homem pra chamar de seu”, e aí acaba te engolindo por ser o que tem para hoje e pra não ter que dar maiores satisfações para os outros.

Enfim, ao invés de ficar se perguntando o porquê dela estar contigo, acho mais inteligente se perguntar o porquê de VOCÊ estar com ela. E olha que legal, você mesmo já respondeu em várias frases suas. Veja:

“Somos pessoas muito passivas com pouca vida social em uma cidade de interior etc”.

“Não pretendemos nos casar e estou para sair do país”.

“Ela já disse que não vai deixar a família para vir comigo e pretende continuar no Brasil e tocar a vida”.

Sendo assim, qual é a sua dúvida mesmo?

Tente não pensar no lado dela: ela que se resolva com as terapias e com os sonhos dela, visto que claramente você não faz mais parte dos mesmos e, juntos, vocês mais se atrapalham do que se ajudam. Por agora, te cabe fazer desse ano algo que te faça mais sentido do que os demais.

Em tópicos:

1- Pare de flertar outras mulheres só porque você não gosta da sua. Reconheça que a sua atual já está cachorro morto e invista seu tempo em fazer alguém realmente feliz. Reveja aonde você errou como homem e, quando recomeçar, dê seu sangue para não cair de novo no mesmo erro com sua próxima mulher. Aprenda que se você não der 100% de si, não terá 100% de nada e de ninguém.

2- Procure terapia urgente. Veja a diferença entre conselhos, psiquiatras e psicólogos. Se tiver com grana para investir, invista até mesmo em mais de um deles. Se tiver sem grana, corre pro SUS, terapia de igreja, sei lá. Só se vira, porque não existe pessoa capaz de resolver o seu problema que não seja você mesmo.

3- Aproveite a oportunidade de sair do país para já dar uma agilizada em tudo isso. Se separe e recomece do zero quantas vezes for preciso. Viaje, seja e deixe ela ser feliz também, porque assim…

Você já parou pra pensar que você não só deixa de conhecer pessoas legais, como também deixa sua mulher aprisionada em não poder conhecer um cara legal, que cuide dela e que a ame de verdade? E que você já entendeu claramente que esse cara jamais poderá ser você?

Acho que todo mundo tem o direito de viver um grande amor, e nenhum dos dois tem o direito de empacar a vida do outro. Ou você acha mesmo um bom argumento estar namorando por 9 anos e, assim, continuar e ter que se ferrar com ela pelo resto da vida?

Ao invés de ficarem se machucando e se traumatizando mutualmente (ao terem e alimentarem os mesmos defeitos em comum), lembre-se que existe vida – e pessoas maravilhosas! – além de vocês.

Boa sorte e até amanhã,

Lu

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.