Será que todo homem pensa que casamento sem sexo não tem valor?

18

Leitora: Boa tarde Luiza, sempre acompanho vc na rede social e hoje eu preciso desabafar e talvez de um conselho. Eu tenho 38 anos e meu esposo 42 anos, somos casados há 19 anos, tivemos muitas desavenças mas nada que não fosse resolvido. 

O maior problema é que as briguinhas sempre foram por causa de sexo, mas com o passar do tempo, ele viu que não adiantava pq ele ficava sem do mesmo jeito. Detesto fazer sob pressão.

Recentemente, um final de semana depois de ter passado o dia em uma chácara com colegas de futebol, à noite chegando em casa e depois de um banho, ele queria sexo, mas aquele horário (20:30) não dava, pois tenho filhos e como eles estavam fora o dia todo podiam chegar a qualquer hora e então falei que esperasse um pouco mais tarde que eu não queria fazer com pressa, então ele fechou a cara e me deu as costas, não falou mais comigo naquela noite e eu tbm não me importei, achei aquilo ridículo, parecia uma criança mimada.

Na segunda, levantei cedo pra ir trabalhar com aquilo na cabeça e fiquei pensando como pode reagir dessa forma achando que eu teria que fazer algo só pq ele queria. E minha vontade onde fica? Então passou o dia todo sem uma mensagem nem nada e quando cheguei em casa à noite, ele me manda mensagem com carinha de bravo e perguntei o q aconteceu, ele diz que à noite não teve nada e que não iria insistir, e com o andar das conversas deu a impressão que ele estava me culpando por algo, sendo que foi ele quem me deu as costas. Ele virou a cara pra mim, tentei fazer ele enxergar que ele podia muito bem esperar mais duas horas que não custava nada. Disse ainda que o sexo não tá bom, que não iria ficar insistindo. Reconheço que ultimamente não tá 100% devido ao meu hipertireoidismo, deu uma despencada nos meus hormônios, mas o modo como reage não vai me ajudar.

E hoje, ele fala que vai sair de casa, que vai me dar o divórcio, que vai ficar na dele, que não vai insistir que eu poderia ficar tranquila. É isso mesmo que o casamento depende, só de sexo, que se não tiver não tem valor? Será que todos os homens pensam assim? Final de semana vamos discutir esse assunto e ver no que dá. Alguém já passou por isso e como resolveu esse assunto? 

Obrigada.

Será que todo homem pensa que casamento sem sexo não tem valor?

Eu não sei “se só homem pensa que sem sexo casamento não tem valor”, mas eu como mulher, acho que o sexo conta mais de 50%. E nem é o sexo pelo sexo, sabe? Acho que “sexo por sexo” geral pode ir pro puteiro que não tem problema. Mas sim sexo com a alma, com alguém que você gosta, etc, entende? Tenho certeza que o sexo não-mecânico com amor é um dos maiores energéticos e fortalecedores de laços entre um casal que existe.

Mas é só isso que fortalece, Luiza?

Claro que não! Amizade e parceria também contam, porém, é como você mesma disse: se seu marido parece uma criança birrenta e vocês não conseguem conversar (sem brigar ou ficar de mal) é porque amigos vocês também não são, concorda comigo? Com três dos pilares básicos desgastados, restam duas opções: divórcio, ou terapia de casal CASO ainda se amem. Do contrário, é tempo e dinheiro jogado fora e nem precisam começar.

Em paralelo a isso, eu, Luiza, acho que os dois estão errados. Vou tentar dar meus motivos, os comentaristas darão as análises deles e você faz como achar melhor, combinado assim? Vamos lá:

Motivos que me fazem achar que você está errada:

Você visivelmente não gosta de transar com seu marido. Possivelmente, nunca gostou (muitoooo), e com os anos, está apenas piorando.

Se pergunte e analise bem todas as suas respostas:

Você já chegou ao orgasmo?

Se sim, é a raridade ou a exceção entre vocês?

Caso você não consiga chegar ao orgasmo em ao menos 90% das vezes (mas eu queria 100%, heim kkkk), me procure para consultas particulares que tenho certeza que posso te ajudar. Não adianta querer que te conheçam se nem você mesma se conhece.

Se você chega, diria que é seu marido “que manda mal”?

Questione os erros dele:

Ele transa que nem cachorro (grande mal do pornô)?

Converse com ele: um pouco mais devagar e intenso, baby.

Goza sempre antes de você?

Seja clara e peça para procurar um urologista + estudar técnicas para retardar a ejaculação precoce.

Use essa mesma lógica para dar diretamente – e educadamente – todos os norteadores que ele precisa. Pense que é melhor ele se emburrar porque ouviu umas verdades (mesmo que na educação), porém, depois aprender a fazer gostoso para assim você poder gostar gozar também, do que acabarem se divorciando “só” por causa de sexo. Digo “só” porque apesar do sexo ser muito importante, dá pra aprender a fazer – caso os dois estejam realmente dispostos a conversar abertamente sobre os próprios defeitos – sem levar pro pessoal. E se prepare para ouvir as verdades do moço também, heim? Nada de querer revidar e justificar tudo.

Não seja cansativa como ele.

Quanto à sua doença, a gente sabe que tomando os remédios tudo se normaliza, não sabe? Conheço mulheres com o mesmo problema que o seu que transam normalmente e acredito que você deva conhecer também.

De qualquer forma, se você realmente quer salvar o seu casamento, procure todos os profissionais que você puder, inclusive ginecologistas e faça um diagnóstico total sobre a sua libido, porque nada nunca é “uma coisa só”. Se tiver plano de saúde, melhor ainda, porque dá pra abusar um pouco mais.

Sem contar que a gente sabe que, em geral, essa de colocar muito a culpa nos horários, nos filhos e em sei lá mais o quê, é muito mais porque a gente não quer, do que porque todos esses empecilhos realmente existam.

Com a periquita quente, tu se trancava no banheiro com o maridão e mandava ver kkkk. Daí era só ficar atenta ao barulho do portão e das portas pra caso alguém chegar. Pode até ser excitante e tirar vocês um pouco da rotina. Pense!

Mas quem não quer inventa desculpas…

Motivos que me fazem achar que seu marido está errado:

Já aviso que não pretendo falar muito sobre ele, até porque você quem me procurou, não ele. Porém, concordo que de fato ele tem sido uma criança bem birrenta (e chata kkk). Quis te forçar a fazer mais sexo e tudo que conseguiu foi te fazer chegar a zero libido de vez.

Nisso a gente conclui, mais uma vez, que o jeito é seguir as dicas que te dei, enquanto tenta não se culpar ou culpá-lo por tudo.

Ensine ele a te chupar (muitos não sabem, mas aprendem fácil).

Ensine ele a tocar em você. Bote a mão dele na sua bunda mesmo, se esfregue nele, peça carinho nas costas. Sei lá, do que você gosta? É SEU MARIDO!

Não tenha medo de gemer, de gozar, de gostar. Deixe ele ter o prazer de saber quando também está fazendo certo também.

Seja aquela professorinha gostosinha, aquela que ele vai pedir pra próxima aula.

Mexa seu quadril, mude a posição da boca dele. E pra isso, nem sempre precisará usar a voz: movimentos e gemidos dizem muito, mesmo sem você querer dizer uma palavra. Basta se permitir ser um livro aberto nessas horas.

Penetração?

Se tiver indo forte demais, segure um pouco o cabra. Tudo delicadamente, enquanto mexe os quadris para um jeito que você gosta. Em geral, é só não fazer as caras de bunda que ele faz, que ele aprende.

Ensine seu marido a transar contigo e aprenda a transar com ele que vai dar tudo certo. Só que, para resolver todo e qualquer problema na vida, é necessário aprender a conversar antes.

Boa sorte e até amanhã,

Lu

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.