Sempre acho que estou sendo traído e feito de palhaço!

15

Leitor: Oi Luiza, estou com um problema em meu namoro, não consigo mais confiar em minha parceira. Estamos juntos há um ano e oito meses e já desconfiei dela algumas vezes, sendo que semana passada foi a última. Ela sempre fica magoada e chora, se sente muito mal por eu não confiar nela e fica indignada por isso, o problema é que sempre encaro tudo como armação. Antes de namorar eu já ficava com uma pulga atrás da orelha sobre mulher (não quero ofender ninguém, me desculpa se o fiz), depois do começo do namoro isso piorou muito.

No início era tudo bem, eu nem chegava a pensar sobre traição, mas com o tempo fui percebendo certas coisas que hoje eu já faço uma tempestade em copo d’água na minha cabeça. Às vezes parece que ela esconde coisas no celular, já ficou também encarando muito um amigo quando saímos todos juntos (meus amigos e as amigas dela). Uma vez estávamos num quarto de motel, daqueles que tem um espelho no teto, ela estava na beirada da cama mexendo no celular e pelo reflexo desse espelho eu vi um par de seios numa mensagem de whatsapp no celular dela, pelo menos foi o que me pareceu na hora, eu já fiquei doido, não no sentido agressivo, mas preocupado, muito preocupado, comecei a questioná-la se manda fotos pra alguém, ela começou a chorar, disse que eu podia ver o celular dela, só que eu não quis (talvez devesse).

Sempre acho que ela está me traindo ou já traiu. Eu tenho muito medo de estar sendo feito de palhaço, acho que todos temos. Ela sempre diz que me ama, que quer casar comigo, sou o amor da vida dela, mas não consigo acreditar mais. Eu me preocupo muito com ela, instigo ela a estudar quando está desanimada, a faço rir, deixo ela desabafar sobre as coisas, eu quero ela bem, e penso que para ela estar bem mesmo basta arrumar alguém melhor que eu, mas não tenho coragem de terminar, ela fica dizendo que não é mais nada sem mim, eu não quero magoar ela com isso ou fazer ela me odiar, mas a magoo só pela questão da desconfiança. Ela não reclama do sexo, do carinho, de nada, somente da desconfiança. Já mexi também no celular dela, depois de um tempo contei e ela ficou muito triste. Sempre digo pra ela que tem muita paciência pra estar comigo até hoje, mas nisso acabo acreditando que é tudo armação, mentira. Durante a semana ela é diferente comigo, parece que esquece de mim, mas ela diz que é porque tem muita coisa pra estudar, tem muito o que fazer, fica quase o dia inteiro na faculdade. Eu fico com muita dor de cabeça pensando sobre tudo isso, não consigo estudar, não consigo trabalhar, não consigo fazer nada. Por favor me responda, estou precisando muito de ajuda. Obrigado.

Sempre acho que estou sendo traído

“Não consigo estudar, não consigo trabalhar, não consigo fazer nada”.

Meu amigo, como você mesmo já deve ter percebido, você está doente. E nisso, pouco importa se ela está te traindo, se já te traiu ou se é a mais fiel do mundo: você está perdendo a sua paz, está se tornando uma pessoa insuportável e isso não é legal.

Se você não confia nas mulheres, por que namora uma? Você concorda comigo que, por mais que você a ame (não chamo isso que você sente de amor), é melhor você ter paz do que tirar a sua paz e a das outras pessoas? Até porque se você mesmo diz que a ama, você quer ver quem você ama infeliz? Acho que não.

Por sua vez, eu até poderia dizer que essa garota te ama de verdade e é por isso que te “suporta”. Porém, a única coisa que tenho a dizer é que ela pode não só estar tão doente quanto você, como tão acostumada com um relacionamento tóxico que nem percebe mais a merda de vida que você a colocou e SE colocou.

Sem contar que, se ela também se amasse, não aceitaria um amor tóxico assim e te colocaria limites. E aí, por mais que isso soe clichê, se quem não se ama dificilmente conseguiria amar alguém (ao menos não de forma positiva e “progressista”), a gente já consegue tirar muita coisa dessa situação.

“Mas Luiza, eu tenho medo de ser feito de palhaço”.

Amigo, e medo de ser infeliz, você não tem não? Tu prefere ser o “não corno” mais infeliz, controlador do mundo, ou “um corno” que ao menos foi feliz e foi um bom namorado (que alívio tirar esse peso de si mesmo, heim?) e terminou na mesma hora em que descobriu um erro que foi DELA, não seu, pra você ter que se preocupar de véspera? Ou por acaso você trai um horror e acha que todo mundo vale tanto quanto você?

Ter autocrítica nessas horas é fundamental também.

Se ainda não te convenci, vamos mudar os exemplos:

Supondo que sua namorada te traia, ela não só vai continuar traindo, como também poderá alegar ter mais motivos ainda pra trair, visto que você é um baita de um cuzão inseguro que já perdeu parte do seu charme por ser tão controlador, entende?

Sem contar essa do “ACHO” que ela estava vendo peitos pelo whatsapp. Migo, pare com isso. Até porque mesmo SE fossem peitos, agora isso é traição, é? Eu mesma vejo altos que me mandam e tenho certeza que você vê suas pepekinhas também, até quando você não quer ver. Então, com todo respeito, se poupe, nos poupe e não seja tão hipócrita nesse ponto.

De qualquer forma, seja lá o que esteja acontecendo, se você NUNCA terá certeza sobre nada na vida, nem se estará vivo amanha, relaxe e goze. Daí SEEEEEEEE um dia você for traído, você decide o que faz. Não seja aquele ser humano que usa os outros como lixos dos seus medos e frustrações, mas sim alguém que luta todos os dias para vencer as próprias fraquezas, sem ter que atrapalhar ninguém.

Se mesmo assim for difícil você absorver, me procure para consultas particulares, ou simplesmente termine com a sua namorada, porque ninguém merece viver em um relacionamento onde a BASE, que é a confiança, já não existe mais.

Sem contar que, se ninguém é obrigado a nada, tem que ser muito burro pra namorar e ter como maior preocupação da vida o medo de ser corno ou não. E medo de ser mal sucedido no trabalho, de ficar pobre e ainda inutilizar um dia por vez, você não tem não? Eu no seu lugar mudaria minhas preocupações e procuraria ter mais o que fazer. Até porque seu mundo é maior do que você e ela, né não?

Boa sorte.

Luiza

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.

  • Mariana Cobra

    Qdo um moleque chega já dizendo “nenhuma mulher é confiável ou não presta”, me pergunto no exato momento pq não namora outro homem?

    De qualquer maneira esse foi um dos seus melhores textos e em nenhum momento senti vc “politicamente correta” ou fugindo pela tangente na hora de dizer algumas verdades! Amei.

    Moço, seu caso não se resolverá aqui, procure ajuda com urgência, pois isso já virou doença. Td isso acontece somente na sua cabeça e tenho certeza q vc fica viajando e criando histórias que de tão ruins vc passa a acreditar q vao acontecer.

    Vc cria situações irreais que estão consumindo a sua saúde mental e só posso dizer que talvez um profissional (Luiza por exemplo) te ajude a superar toda essa insegurança e neurose.

    • “De qualquer maneira esse foi um dos seus melhores textos e em nenhum momento senti vc “politicamente correta” ou fugindo pela tangente na hora de dizer algumas verdades! Amei.”

      Mari, esse é um bom debate que tenho percebido até “Implicitamente” em alguns comentários aqui do site.

      Tem gente que acha que sinceridade é ser como vc, que chama sei lá, a leitora de “idiota” (assim como chamei o leitor de cuzão, por exemplo kk).

      Tem gente q acha que ser sincero nada mais é do que “a pessoa pensar como vc pensa”. Dai por ex, se a Joaquina pensa como eu, ela é sincera, se Joana é mais delicada, ela é “falsa ou ta fugindo pela tangente”. Sendo que as vezes, a Joana só pensa diferente e é tão autentica quanto Joaquina. Só q uma precisa de barraco, a outra não e ambas dizem a mesma coisa (apenas exemplos figurativos).

      Sem contar q tem gente q ainda confunde falta de educação com sinceridade e autenticidade (e é por isso q mt gente cavala fica cada vez mais cavala pq recebe elogio – geralmente de gente covarde que a admira por isso- e empolga. Tenho uns 3 assim na família kkk). Inclusive é um mal que muito brasileiro tem e eu particularmente não concordo, mas vai de cada um.

      No fim, acho que eu , vc e os comentaristas temos algo em comum (tirando os comentaristas q só aparecem pra criticar, ou fomentar a treta kkkk): damos o nosso melhor e, em nosso coração, estamos sempre sendo sinceros, mesmo que alguém possa achar que não.

      Quanto ao “politicamente correto”, dá um bom debate. Acho que apesar de todo mundo (nao só vc) se achar “mais sincero do que a média”, todo mundo é um pouco. Vivemos em sociedade.

      • Mariana Cobra

        Nem foi pela forma (cuzao) que você escreveu que teci meu elogio. Acho que vc viu por outro viés que não foi o meu.
        Em algumas respostas eu sinto que falta um direcionamento de forma direta. E nessa resposta você fez o oposto e deixou claro o que ele está fazendo e o que poderá fazer.
        E na verdade, não achei legal o cuzao pq não te vejo assim. Te vejo como vejo a minha best friend Viviane…que é uma fofa e tem as melhores maneiras de te mandar a merda sem nunca dizer merda kkkkkkk Aí parece que palavrão na boca dela vira um PALAVRÃO mesmo e não uma forma de expressão exacerbada.

        • Ao contrário d vc, eu não tenho ninguém pra revisar meus textos e dizer quando falta algo ou SEEE faltou algo, ou se tá tudo lindo e já pode postar direto. É o mal de ser dona do site pq se ficar uma bosta, ficou e vcs que aguentem o chumbo kkkk.
          Só na gramática e revisões (que não o conteúdo) eu – e todos os colaboradores – têm ajuda.
          Então as vezes vou pecar em algo e aí agradeço caso me avisem tipo “Lu, vc esqueceu d dizer sobre tal coisa”. Agora dizer que fui MENOS sincera, tb não né. Posso ter me esquecido d algo, aí sim.

          Quanto aos palavões, foram só exemplos 1- Que falo mais palavrão do q vc, tem q conhecer melhor sua amiga aqui kkkk 2- Que só quis dizer q tem gente q acha q “conselhos mais grosseiros – não necessariamente com palavrões” são mais sinceros e não necessariamente é assim.

          Só que no meu caso, no seu e no de 80% dos comentaristas,s ão todos sinceros ao seu modo. Mesmo q cada um tenha seu jeito d falar, só isso q quis dizer, tendeu?

          E por fim, sou sua fã justamente por vc ser a Mari, pq se fosse a Luiza. Ah, a Luiza já tem no site kkkk

      • Monalisa

        Essa sua analise foi bem interessante. Para muitos ser verdadeiro é sinônimo de ser grosso e ser realista é sinônimo de pessimista. Sendo que essa visão é equivocada.
        Minha mãe sempre xinga todo mundo, grita, e etc. Eu chorava mais quando meu pai conversava sério comigo. E ele não levantava a voz, nem gritava, nem xingava, mas era super sincero e direto. E isso doía mais que levar uma surra..kkk.
        Ou seja, não necessariamente a pessoa sincera tem que ser grossa, ou falar palavrão. Eu odeio palavrões porque a gente acaba se acostumando a falar e vira um habito feio. Particularmente não gosto. Meus colegas já até me chamaram de puritana, se eu falar um “porra” o mundo caiu! “Nossa! A Monalisa falou isso”. Mas simplesmente acho que devo ganhar na argumentação do que no impacto de uma palavra forte como um palavrão. Mas esse é meu jeito. E ha quem prefere ser sincero sem medir as palavras.

        “Sem contar q tem gente q ainda confunde falta de educação com sinceridade e autenticidade” concordo totalmente. São as chamadas pessoas de “personalidade forte”. Ahhh fulana tem personalidade forte! Quando dizem isso geralmente a pessoa é super, mega , hyper, chata. kkkkk.

    • Monalisa

      “Qdo um moleque chega já dizendo “nenhuma mulher é confiável ou não presta”, me pergunto no exato momento pq não namora outro homem?” Também tenho esse mesmo pensamento. É parecido com pessoas que vivem reclamando da própria relação, homens ou mulheres, e não saem dela! se ta ruim termina! para que ficar sofrendo?! As vezes penso que certas pessoas gostam de ser vitimas sempre. E não saem dessa situação porque gostam de serem vistas como coitadinhas. só pode.

  • Jps

    Amigo, vou dar uma dica semelhante a que dei para uma perguntadora passada.

    Se separe dessa garota.
    Você não está pronto para nenhum tipo de relação com alguém ainda.

    Dito isso, vou ser mais especifico para o seu caso:

    Você está traumatizado com algo que pode ter acontecido nas suas relações passadas ou algo que você viu acontecer com outra pessoa e não consegue seguir em frente.

    Você está num ponto que já imagina as coisas sem motivo algum e está no limite do ciúme doentio/violento.

    Procure ajuda da Luiza ou até de algum terapeuta conhecido seu, mas não tente resolver sozinho isso….já passou do ponto.

    Entenda também que se alguém quiser realmente te trair e depois esconder, não terá como você descobrir. Você precisaria abdicar da sua vida e ficar no encalço da pessoa por 24 horas………nem preciso dizer que isso é um absurdo.

    Largue mão dessas neuras e seja feliz mesmo.
    Se em algum momento for traido ou algo assim, paciência. São essas pessoas que serão entoxicadas com a cagada que fizeram….Não seja mais um pessoa bitolada que acha que “homens são assim” e “mulheres assim”.
    Procure se conhecer mais, gostar mais de si que automaticamente vai te ajudar com as outras pessoas

    A vida é muito pequena para ficar só nas mágoas, remorsos e medos.

  • Gaia

    Cara, ninguém quer ser traído, mas não importa o quanto vc vigie e controle, se ela quiser te trair, ela vai dar um jeito (a menos que vc a isole totalmente do mundo, o que não é possivel e seria errado de tantas formas que nem vou tentar enumerar!)
    Sendo assim, vc tem duas opções:
    1. Não namore mais, assim vc nunca correrá essa risco (mas lembre-se que tudo na vida contém riscos então se for parar de fazer as coisas por medo de elas darem errado vai ser difícil continuar vivendo…)
    2. Enquanto ela não te der um motivo concreto para desconfiar dela, desencana e aproveite a relação de vcs.

    Agora na situação que vc está hoje não dá mais para continuar. Vc não é feliz e ela não é feliz (ninguém gosta que dividem de vc) e um dos dois têm que por um ponto final nessa história.

  • josè

    A Luiza disse algo no começo da resposta dela que faz todo sentido “pouco importa se ela já está te traindo ou se ja te traiu “!
    Vc precisa arrumar um tratamento com um profissional,pq mesmo se vc terminar com ela e arrumar outra vai acontecer o mesmo ,uma pessoa assim nunca vai encontrar a felicidade e ainda vai tornar a vida da parceira num inferno !
    Confiança e tudo no relacionamento e se vc nw consegue confiar em nenhuma mulher ,nunca vai ter uma vida a dois .

  • Marcelo

    Bom, o meu diagnóstico é que você sofre de chifrefobia severa.

    A chifrefobia, por si só e na dose correta, não é algo nocivo. Afinal que homem quer despender anos de todo tipo de esforços criando um/a filho/a alheio/a? Pois é, além de ser feito de otário (e de correr o risco de contrair alguma DST), tem cara que ainda passa por isto. E, levando em conta a nossa atual cultura de relacionamentos e a minha experiência com adúlteras, afirmo que ter a consciência disto é altamente salutar ao homem.

    Porém sem exageros.

    Tenho a impressão de que você carrega um trauma dentro de si (seja por um dissabor sofrido por você mesmo ou por alguma pessoa que conhece) e o meu conselho é que você termine o seu namoro e que passe um ano frequentando a putaria (você vai gastar menos do que gasta com o seu atual relacionamento, esteja certo disto). Isto (além de lhe proporcionar sexo de melhor qualidade) servirá para ”desmistificar” a figura feminina em sua mente. Pois, ao que me parece, você ainda está preso a certos conceitos sobre mulher que precisam ser abandonados.

    Se, como dizem por aí, a Real salva vidas (tenho alguns ”alunos” realistas), a zona salva sanidades.

    Liberte-se e divirta-se muito neste processo.

    Abraços.

  • Franciele

    Leitor, se nem receita de bolo saí igual para todo mundo, quanto mais histórias de vida; portanto, se esse teu incômodo se deve a histórias que ouviu, hora de analisar essas histórias mais a fundo, justamente para não ficar com frases proverbiais para aplicar a tua vida, porque a maioria delas é reducionista, como por exemplo, homem que trabalha muito é traído.
    Tu escreveu que no começo confiava nela; o que mudou? ela transformou o jeito de vestir de menina delicada para mulher, independente do comprimento das roupas? ela tem se destacado no trabalho/faculdade mais do que tu? ela é mais extrovertida que tu ou tem uma vida social mais movimentada que a tua?
    A competição entre pessoas que deveriam agir em equipe acaba com qualquer relacionamento e, no teu caso ainda temos o agravante da autossabotagem, porque tu lembra constantemente a tua namorada que existem outros homens, que eles podem ser melhor que tu e que tu não acredita que ela possa realmente gostar de ti, o que destrói, pouco a pouco a admiração.

  • Stanley Lewis

    eu acho que ela deveria te largar, afinal de contas você é o traidor nessa história, é você que traiu a confiança dela. se você não tem maturidade para estar em um relacionamento, simplesmente não namore e viva em paz consigo mesmo. Só não fique vivendo um relacionamento onde tudo é paranóia.

  • José

    Olha, esse texto poderia ter sido escrito por mim, pois isso aconteceu..
    Mas eu só tenho a agradecer muito quem escreveu, porque com esse texto e essas respostas eu parei de querer enxergar a cura onde era doença!!

    Não existe amor que te deixa inseguro, que deixa louco, que te deixa doente, hoje eu determinei para mim mesmo, que essa pessoa nunca existiu pra mim.

    E que todo mal que eu passei do lado dela, que tudo que ela me fez, que eu acho que não cabe eu expor aqui, eu decidi que eu não quero nunca mais ter que falar com ela ou ter que falar no nome dela!!

    Mas eu sei que não é porque ela fez isso, que eu não vou me permitir encontrar alguém diferente e feito de verdade! <3

    Todo mal, eu estou enterrando hoje, junto com ela!!

    Olha, vocês me ajudaram muito!!

    <3

    • Poxa José, entro aqui no site e já é o segundo agradecimento. Tá tudo interligado mesmo kkk
      mt obrigada! Vi tb q deixou 5 estrelas na minha fanpage e agradeço por isso tb
      Bom dia e que possa te ajudar mais vezes

  • Ivan

    Se não consegue mais confiar na namorada o sinal é claro: tu não gosta dela, e tá junto por outra razão (comodidade ou talvez sensação de posse). Melhor coisa que faz é terminar, mandar a real pra ela que não tá se sentindo bem na relação e falar que não dá mais. Termina, fica sozinho um tempo, procura um terapeuta pra tratar todo esse peso emocional acumulado, e depois tu pensa em voltar a ter outro relacionamento. Pq se terminar com essa namorada agora e arrumar outra em pouco tempo, a tendencia é que a mesma coisa volte a acontecer, talvez até pior do que com a atual.