Tenho inveja do meu irmão por ele ter o que eu não tenho

23

Leitor: Tenho um sério problema. Eu tenho 24 anos e nunca tive contato mais íntimo com mulheres, máximo que cheguei é abraço. Estou meio que carente, desesperado, triste, deprimido, sei lá. Tenho 24 anos e nunca fiquei com nenhum ser do sexo feminino. Vocês não tem ideia o quanto isso afeta o psicológico de um homem, isso é horrível, me sinto um fracassado, um lixo, tenho vergonha de me olhar no espelho, minhas notas da faculdade despencaram, já estou na segunda reprovação em uma matéria.

Pra piorar, tenho um irmão mais novo que tem 18 anos e já está na quarta namorada, todas eram lindas, inclusive a primeira era muito gente fina, fora as ficantes que ele teve, mais lindas ainda. Eu invejo muito ele, muito mesmo, pq ele consegue a atenção de mulheres tão lindas e fica com elas, e eu? Eu no máximo consigo amizade das normais que me rende os abraços, mas não sai disso, fora que pra conseguir a amizade delas eu tenho que rastejar, tenho que me esforçar pra manter a amizade dela, saindo pra festa todo fim de semana, nem vou comentar meus gastos mensais com essas estripulias.

Meu irmão mora noutra cidade onde faz faculdade, ele mora num AP com mais dois, ele diz que chove de mulheres querendo sair com ele, motivo da minha inveja, ele tem namorada e ainda tem várias o querendo e comigo nada, nem uma ficante, nem uma peguete, zero. Estou na faculdade também e nem convidado para festa eu fui, ele na primeira semana já tinha 3 convites. Por mais que eu tente algo com alguma, fico só no “amigo” quando convém à elas. Estou entrando em depressão e a vontade é morrer. Eu sou careca, magrelo, antes era gordinho o que me rendeu flacidez na barriga e ginecomastia, meu corpo é estranho e tô sem grana pra fazer cirurgia, sinto que nunca vou ter ninguém por isso.

Até minha família trata meu irmão melhor que a mim, minhas primas elogiam ele direto, mas quando eu falo com elas, elas evitam contato. As amizades dele são como dizem as pessoas jovens “importantes” da cidade. Meus contatos importantes são pessoas de idade, quando eu tinha 18 minha mãe me comparava só com pessoas casadas pra tentar me alegrar enquanto meu irmão com 15 anos ia na casa da namorada dormir. Nunca nenhuma quis sair comigo até meus 23 anos. A primeira mulher que foi sair comigo foi essas gurias que meus amigos pegaram, aí elas começaram a falar comigo, mas isso é que elas foram chutadas, nem vou entrar e explicação do que eles fizeram com elas (humilharam as duas), depois disso começamos a sair, elas sempre me falam, abre o olho com seus amigos, mas detalhe, elas que escolheram eles, elas já sabiam da fama de galinha deles, mas foram atrás. O que mais me pena, é que eu tô aqui pronto pra fazer a pessoa feliz e elas correm pros braços de caras que só querem aquilo e tchau. Tanto que agora uma delas, novamente, tá atrás de um vagabundo que vou lhe contar, o cara se droga direto. Ela é linda e vai se envolver com um lixo desses, e eu aqui querendo uma chance que ela dá pra um bosta desses, mas pra mim ela é só amizade.

Tenho inveja do meu irmão por ele ter o que eu não tenho

“É que eu tô aqui pronto pra fazer a pessoa feliz e elas correm pros braços de caras que só querem aquilo e tchau.

Primeiro de tudo, pare de se fazer de coitadinho, do cara super legal que é sempre trocado pelos “bostas canalhas”, tal como você mesmo insinuou, porque isso não vai melhorar a sua realidade. Pare de tentar diminuir seus “oponentes” para se sentir melhor e foque em você.

Primeiro porque se você fosse tão legal quanto pensa que é, com certeza teria mulheres no seu pé e a gente bem sabe que se elas ligassem tanto pra beleza, não teria tanta gente feia procriando (como diz a amiga Mari kkkk). Depois que, sinceramente? Não tem como um homem que se acha um lixo como você se acha e se tratar como você se trata ser uma companhia agradável e fazer qualquer mulher feliz. Você é complexado demais pra passar segurança/naturalidade e precisa urgentemente trabalhar isso. Do contrário, você achará que tudo é um complô pra você ficar sozinho, passará a vida inteira reclamando e aí já viu…..

É clichê, é repetitivo, mas se você não se ama, como alguém irá te amar? E ó, nem caia na famosa armadilha de que “alguém precisa te amar antes, para só assim você conseguir ser feliz e se amar” porque essa é a maior furada que existe na face da Terra.

Seu caminho tá invertido e eu vou tentar resumir esse conselho em três partes.

Você tem seu melhor amigo/instrutor ao seu lado

Seja inteligente e veja o seu irmão como o seu maior aliado e, ao invés de invejá-lo, pare para admirá-lo e observá-lo um pouco mais:

Ele tem bom papo?

Bom humor?

É reclamão como você?

Possui muitos objetivos de vida?

Luta pelos próprios sonhos?

Se ele tem um obstáculo (todo mundo tem problemas), ele luta para superá-lo, ou chora?

Sem contar que assim, por que será que até as pessoas da família, ou seja, pessoas que não possuem interesse sexual nele, o adoram tanto?

Tem coisa além da aparência e você sabe disso, só não quer admitir porque é mais fácil se colocar na posição de vítima “que não tem mais nada a fazer que não seja se lamentar nessa vida injusta”, do que realmente ter força na peruca e seguir em frente. Nem que seja sangrando.

Mesmo que ele não tenha o seu perfil e, por isso, não dê pra se basear em todas as perguntas anteriores, o que acha de pedir uma opinião sincera sobre o que ele pensa a seu respeito?

Abra seu coração, esteja realmente disposto a ouvir críticas e pergunte a ele coisas como:

O que você acha que poderia melhorar no meu tratamento com as mulheres?

O que você acha que faço que pode fazer com que elas se afastem de mim?

Respeitando o meu perfil, quais dicas me daria para melhorar?

Se desejar, pode ir inclusive para a parte estética da coisa. Pedir algumas dicas de beleza, ou até mesmo de roupas. É claro que isso é secundário, mas para quem “não tem nada” como você, qualquer coisa ajuda. Concorda?

Outra coisa:

Aprenda a fazer falta

Assista primeiramente a esse vídeo

Depois, pare de achar que você precisa gastar horrores e dar todo o tempo do mundo para a mulher que você quer ficar afim de você.

Também não seja mesquinho, nem constantemente indisponível, porque isso cansa e faz a pessoa se acostumar com a sua ausência. Enfim, entenda que todo ser humano precisa/gosta de um agrado, mas que você não pode – e nem deve – se sacrificar além dos seus limites.

Em geral, mulher gosta de homem que passa segurança. Só que, se tal como você mesmo disse, você tem que mendigar por tudo, que segurança você passa? Você está barganhando, não passando segurança.

Escreva essa frase na geladeira: “Equilíbrio é a dose certa para qualquer conquista na vida.”

Seja legal, mas não seja mendigo. Ligue para ela, dê o primeiro passo, chame-a para sair, mas nem sempre. Se tiver dinheiro, dê um agrado ou outro. Passou do seu limite? Então corte e volte apenas quando tiver afim de novo.

Com isso quero dizer que você deve fazer as coisas que você tem legítima vontade de fazer, não porque você ficou super raciocinando para esperar um retorno = jogar com elas, e depois se frustou porque não obteve o resultado esperado, percebe a diferença? Tudo isso fará com que você fique muito mais leve e natural (quem só dá o que pode dificilmente ficará frustrado como você fica), como também como consequência, essa leveza te ajudará a ter mais energia para gastar com as outras áreas da sua vida que, claro, não se resume apenas às mulheres.

Para essa parte ficar mais clara, leia também esse post que fiz sobre o cara que quer que a mulher se arrependa por não ter ficado com ele e, por fim, não sei se você já conhece o meu canal, mas se não conhecer, assine e ative as notificações que em breve vou postar um vídeo sobre “Como cantar uma mulher” e que com certeza te ajudará também.

Boa sorte,

Luiza

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.