Me casei virgem e agora sinto uma vontade danada de experimentar outros homens!

65

Leitora: Olá, tudo bom? Gostaria de pedir a sua ajuda. Eu me casei virgem, aos 19 anos. Meu marido, na época, tinha 25 anos e já teve outras namoradas, ficantes e etc. Antes dele aparecer na minha vida, eu já tinha beijado outros homens. Mas sexo só com ele. Hoje eu estou com 34 anos de idade e sinto uma vontade danada de fazer sexo com outros homens, principalmente os bem dotados.

Este meu desejo brotou e se intensificou com as conversas que tive com minhas amigas e colegas de trabalho. Elas contam suas experiências sexuais, e as melhores histórias são aquelas que envolvem os abençoados. Boa parte delas são mulheres comprometidas que estão traindo seus companheiros. Outra coisa que me atiça também são os filmes pornôs que assisto com meu marido. Todos os homens dos filmes são bem dotados, e fico me imaginando como sendo a mulher que está com eles.

O sexo com meu marido é bom. E o pênis dele está dentro da média dos brasileiros. Não quero substituir o meu marido ou o que faço com ele. Só quero fazer algo a mais, sentir o que nunca senti até hoje. Eu já tomei minhas decisões. Trair não é uma opção. Usar de acessórios também não, pois quero algo vivo dentro de mim. Imaginação, fantasia não rolam, pois quero que seja real. E eu vou tentar matar minha sede com uns caras bem dotados. Não vou passar minha vida sentindo estas vontades que me consomem por dentro; morrer sem nunca ter feito.

Então a solução seria eu contar para meu marido. Só que eu conheço ele, vai terminar o casamento. Eu não quero me separar dele. Nossa vida é maravilhosa. Temos filhos. Também não quero magoá-lo (tanto assim, pelo menos). Então eu queria desvendar um pouco a mente dos homens, para tentar ter com meu marido a conversa da melhor forma possível.

Por que os homens não querem que suas esposas/noivas/namoradas transem com outros homens? Por que eles se incomodam tanto assim? Ego? Orgulho? Inveja? São possessivos? “Moral”? “Respeito”? Não entendo isso, garanto que meu amor não vai diminuir nada por causa disso, fazer sexo com outros homens. O tempo que passo com ele não seria afetado em nada. Continuaria a fazer com ele o melhor sexo. Não sei como ele poderia ser prejudicado, em nada mesmo. Então qual seria o problema? Gostaria muito de entender os homens. Que eu vou transar com bem dotados eu vou, mesmo que a única solução seja eu me separar do meu marido. Mas quero fazer isso de uma forma boa e amigável. Eu confesso que gostaria que ele aceitasse essa minha condição, os meus desejos. Espero que me ajude, Lu. Beijos, linda!

Me casei virgem e agora sinto uma vontade danada de experimentar outros homens!

Uai, como assim você não entende seu marido TALVEZ não deixar você sair com outro homem, sendo que pode ser o mesmo motivo que (talvez) você também não deixaria ele sair com outra mulher? Digo “talvez” porque tem muito homem que não só aceitaria, como já aceitou que sua esposa transe com outros. No fim, tudo vai depender:

1- Do quão moderno/mente aberta ele é;

2- Do quanto ele confia em você;

3- Do quanto ele se sente amado por você.

Se é assim, vou tentar te dar dicas partindo do pressuposto que ele é um homem de simples entendimento, que não é muito machista, nem cabeça dura. Se ele obedecer a esses 3 pré-requisitos, talvez esse post seja o suficiente para você. Do contrário, se ele for um ser mais complexo, ou até mesmo vingativo/rancoroso, me procure para consultas particulares. Ou procure a pessoa que cuida de você, caso ela já exista. Só não vá estragar o seu casamento pra economizar dinheiro, claro.

Em geral, o que mais ferra um relacionamento não são as vontades e os desejos, mas sim a falta de comunicação entre o casal. Até porque, convenhamos que raramente alguém fica anos e anos com uma pessoa e nunca se sente atraída por ninguém, né? Tem gente que até fala que isso é possível, mas não sei se é porque trabalho muito com os bastidores, mas não acredito muito nisso. É claro que sentir atração não significa que você irá praticar algo, mas pense aqui com a Lu: se a sua história for convincente, bem justificada e se vocês forem também bem amigos, por que é que ele não te entenderia?

É claro que ele te entender não significa que ele será obrigado a aceitar “só porque você acha que isso seria normal e de boas para o relacionamento”. Porém, se você não está contando com nenhuma segunda opção, não vejo outra saída que não seja falar diretamente e com todas as palavras o que deve ser falado mesmo. Claro que com jeito, com educação e, acima de tudo, dentro do melhor contexto que você, como boa mulher esperta, encontrará. Só que tem coisa que não tem como colorir demais. Ainda mais se você mesma já disse que esse desejo está te consumindo tanto, que seria praticamente impossível simplesmente esquecê-lo.

Faça sempre questão de mostrar o quanto o ama, o quanto o deseja e, quando tiver certeza que ele não tem dúvidas a respeito disso, conte que sente curiosidade de experimentar outros homens. Não acredito ser necessário comentar sobre o tamanho do documento e essas coisas desnecessárias que só acabariam com a autoestima do seu marido, mas sim falar que sente o desejo.

Como você não deseja nenhum homem em específico, pode ser mais fácil ainda dele aceitar. Primeiro porque você pode propor uma troca de casal, ou até mesmo dar um passe livre para que ele faça o mesmo com outra mulher. Segundo que, por ser “aberto demais”, ficará bem mais fácil de chegar a um acordo mútuo. Sem contar que é muito provável que ele, bem como basicamente qualquer ser humano, também tenha suas vontades pessoais e queira abri-las contigo.

E outra, mesmo se você (ou ele) desejasse/desejar um homem/mulher em específico, seu marido sabendo que você o ama, não pretende largá-lo e com o outro seria só fetiche/tesão, pode até aumentar a cumplicidade entre vocês. Só se lembre do que eu disse na questão de que tudo dependerá do quão aberta é a cabeça dele + o quanto ele se sente amado/confia em você. Do mesmo jeito que cada homem é um homem, cada mulher é uma mulher e tem que levar em consideração o que vocês construíram juntos também.

Tome cuidado para não se arrepender depois, para não pagar de moderna demais e depois de ter experimentado o que tanto desejou, bater o arrependimento, ou até mesmo que seu marido não consiga mais olhar na sua cara. E aí, mais uma vez, se ele for um pouco mais fechado ou rancoroso, talvez seja melhor a consultoria particular pra tentar prever o a longo prazo e tentar remediar tudo que der – ainda que claro, nunca teremos 100% de segurança em nada – do que se lascar “só porque você encasquetou com um desejo” e acabou perdendo alguém que você ama por conta de uma noite só.

Boa sorte

Lu

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.