5 atitudes que podem melhorar seu relacionamento

6

Se houvesse uma plantinha chamada “SE”, dela nasceriam “TALVEZ” de frutos.

Com essa frase enigmática de papai, abro o debate para a análise das atitudes cotidianas que podem mudar seu meio de viver e trazer mais felicidade ao seu relacionamento, pois quantas e quantas vezes já ouvistes alguém dizer “se eu tivesse feito isso…”, “hoje, faria tudo diferente”, “se eu pudesse voltar no tempo” etc.

Desta forma, antes que haja arrependimentos futuros, bora vigiar os próprios passos e escolher melhor as próximas atitudes, para assim sermos mais leves e felizes.

Atitude 1: Pense antes de falar merda

Como você trata seus amigos? Como lida com os colegas de trabalho? Como conversa com um estranho na rua?

Acredito que todas as respostas serão: com educação e polidez. Então por que trata seu marido ou sua esposa com descaso, grosseria, desdém, deselegância e rudeza?

Há um tempinho, um casal conhecido nosso se separou e a ex-esposa disse que a principal motivação era como o marido tratava os amigos em comparação com a tratativa que ela mesma recebia.

Existem várias situações nas quais somos obrigados a utilizar freios sociais, como nos momentos de estresse e raiva, em que seguramos a língua em prol da manutenção das relações de amizade ou profissionais.

Tanto é que, quando um amigo te chateia, você finge demência e acaba levando na esportiva ou responde na brincadeira, mas dificilmente diz o que realmente gostaria de dizer.

Observo que o cotidiano vai armando os casais com ferraduras de mulas e muitas vezes se torna tão habitual que nem a presença de estranhos coloca freio nas línguas ácidas.

E pior, não são situações escabrosas ao ponto de ser necessário a utilização do coice de mula, são coisas do cotidiano mesmo.

Portanto, cada vez que for responder, responda na sua cabeça primeiro, atenue a voz, atenue as palavras e diga tudo com carinho.

O hábito faz o monge, habitue-se a tratar bem o outro, pois gentileza gera gentileza.

Atitude 2: Esteja presente

Quem muito se ausenta, deixa de fazer falta.

Não estou só dizendo “fique em casa”, mas sim que o tempo em que está em casa seja de qualidade, ou seja, deixe o trabalho no trabalho, os amigos para o momento dos amigos e volte a sua atenção à sua família. Escute o que seu par tem a dizer sobre o dia, sobre o que leu, sobre o que ouviu na rua, sobre as fofocas bobas do condomínio. As conversas sobre nada e sobre amenidades do cotidiano estreitam laços.

Atualmente, as pessoas estão juntas, porém, numa solidão sem fim, pois cada um está isolado na sua TV, computador ou smartphone. Desligue a TV e vá bater um papo, deixe o celular de lado e vá curtir a companhia um do outro.

Eu sei que após um dia de trabalho o que mais queremos é silêncio e distrações do Whatsapp para sossegar a mente, porém, saiba dividir seu tempo de descanso com a pessoa que está ao seu lado e que muitas vezes clama silenciosamente por atenção.

Habitue-se a perguntar TODOS OS DIAS “como foi seu dia“, ESCUTE e compartilhe também a sua rotina, conte as fofocas do escritório que esse momento será esperado diariamente.

Atitude 3: Saiba dar e receber carinho

Contato físico não é só no sexo não viu. kkkkk

Tem muitos casais que só se tocam na hora do lesco lesco e muitas vezes nem beijo rola. Isso acontece por dois motivos:

1 – Pessoas que foram criadas sem o hábito do tocar/abraçar/beijar e se tornam adultos que não sabem abraçar/beijar. São as famosas “pessoas secas”.

Ai, eu sou seca, não consigo ser carinhosa“. Fia, você não é uma pedra que não possa mudar o próprio jeitão de ser. Basta querer.

2 – Pessoas que até tiveram uma criação carinhosa, mas com muito reforço negativo deixaram esse hábito de lado. São pessoas carinhosas, mas que o tempo as deixou assim.

Ai, eu amava beijar meu marido, mas teve um dia que ele disse que tinha nojo de saliva, aí fiquei constrangida e nunca mais beijei“. Na verdade ele não tinha nojo de saliva, mas tinha vergonha de ser beijado em público e não soube dizer com jeitinho, décadas se passaram até que ele disse que sentia falta dos beijos de sua amada (NOOOOSSA ISSO DÁ UMA MODA SERTANEJA) e ela respondeu: “AGORA COM ESSA BOCA MURCHA? NEM A PAU”… kkkkkkk

Esse é um caso triste e real viu galera.

Portanto, comece devagarzinho. Faça um cafuné, peça um cafuné. Faça uma massagem nos pés, peça uma massagem. Não é para ter segundas intenções nessa proposta, mas se rolar um lesco lesco gostoso após uma coçada no couro cabeludo também tá valendo. Reaproximem-se! Namorem! BEIJEM MUIIIIITO!

Atitude 4: Reforço positivo

Visualize a rotina:

Amoooooor, lava a louça pra mimmmmmm?”

O cara vai lá e dá “o seu melhor” e escuta da esposa “PUTAQUEOPARIU João, nem pra lavar as panelas que estão no fogão?!”

O meu pai ensinou a minha mãe a cozinhar e, semana passada, ele fez o almoço depois de bastante tempo longe do fogão e obteve a seguinte avaliação: “Nossa, você demora muito”, “Credo, olha o tanto de louça suja”, “Ihhhhhh você salgou demais o arroz”. NENHUM ELOGIO.

Cuidado com o reforço negativo. Cuidado com elogios seguidos de “MAS”, tal como o exemplo: foi bom pra você? – Foi ótimo, mas….

CUIDADO com as críticas sem solução, cuidado em habituar-se a criticar por criticar, cuidado para não se tornar uma pessoa chata que reclama de absolutamente tudo.

É massa reclamar e é muito fácil se tornar uma pessoa ranzinza e implicante. EU mesma vivo me policiando para não cair na onda da reclamação.

Aprenda a dizer obrigado às pequenas atitudes do dia a dia que deixam seu dia melhor.

Atitude 5: Cuide-se

Cuide da sua aparência.

Ah, mas eu não sou vaidoso(a)“. Também não sou, mas isso não quer dizer que a minha pele não está hidratada, que meu cabelo não tá sedoso e pintado, que as roupas que uso não estão cheirosas e bem passadas ou que não use perfume para me sentir bem.

Como você vai querer ganhar beijo (como indicado no tópico 3) se não vai ao dentista há 5 anos e seus dentes tem mais placa que a Avenida Paulista?

Dificilmente podemos exigir do outro hábitos que nós mesmos não temos. Lembre-se também da época da conquista, pois quando a periquitinha não estava conquistada, certeza que você se aprumava todo pro encontro e não vinha com esse papo de que não gosta de usar sapato e que vai sair de chinelo mesmo.

Ah, eu já casei mesmo, então nem vou mais passar um batom pra sair“. Não faça pelo outro, cuide-se e sinta-se bem consigo mesma(o).

E se você está notando que seu mozão ou a sua mozona deu uma descuidada, ajude! Faça companhia numa caminhada ou vá a academia junto. Compre um presentinho fora de época. Compre uma camisa nova que não seja de time. Fique feliz ao ver o outro bonito.

Cuide para que o seu amor não desidrate e vire uma planta murcha sem salvação. Pequenas atitudes fazem toda a diferença no cotidiano e são capazes de te fazer mais feliz!

******************************************

Agora, se você acha que sua relação pode não ter mais salvação, veja aqui os 5 sinais de que seu relacionamento acabou.

Instagram
Share.

About Author

Mari Cobra

Colaboradora do Pergunte a uma Mulher. Intolerante à lactose, bem cuzona, nunca disse que sou legal, tenho um coração grande e geralmente tomo na tarraqueta, geminiana e fodidamente indecisa. Apaixonada pela vida e falo muito palavrão.