Estou gostando de dois caras ao mesmo tempo!

93

Leitora: Gata Luiza, tô numa situação complicada! Tenho 25 anos, namoro há 4 anos com um rapaz que seria a descrição de príncipe: é carinhoso, atencioso, sempre está ao meu lado, me ama e cuida de mim. Há um mês ficamos noivos.

Eis o problema: eu trabalho num escritório de advocacia e desde o inicio do ano um rapaz vinha dando em cima de mim, eu sempre o ignorei, rejeitava suas investidas, ele dizia que não desistiria de mim, pois me ama. Ele é muito gato, charmoso, tem aquela imponência tipica de alguns homens, aquele estilo mais livre, seguro, um sonho.

Uns 3 meses atrás, num dia chuvoso, meu namorado não poderia me buscar e acabei aceitando a carona oferecida por esse rapaz do trabalho. Pra quê?! No caminho, ele foi tentando se aproximar de mim pela conversa, me xavecando, até uma música mais romântica o safado colocou, achei que tudo terminaria bem, cheguei no meu prédio e agradeci, ele perguntou se não merecia nada mais do que um simples “obrigado”, quando virei pra responder ele me roubou um beijo. Confesso que no inicio tentei resistir, mas depois me entreguei àquele beijo, um beijo proibido, que arrepia o corpo inteiro.

Depois desse dia a gente passou  a ficar direto, passamos a fase só dos beijos, ele já me levou a um motel, já nos pegamos aqui em casa, na casa dele, e até no banheiro do escritório! Meu noivo nem sonha, se ele descobrir, pelo que conheço dele, vai ficar muito mal, sinto que ele me ama de verdade, mas eu gosto dos dois, os dois me completam. Meu noivo tem aquele lado príncipe bonzinho perfeito, o cafuné depois do trabalho… A gente costuma sair bastante pra diversos locais, ele cuida muito de mim. Já o rapaz do trabalho é aquele amor paixão, fogo, um beijo incrível, a pegada, aquele sexo que deixa as pernas bambas, suada, que você faz coisas que nunca faria, enfim, acho que isso não é certo com meu noivo, ele não merece isso.

Preciso da sua ajuda miga, o que eu faço?

O que fazer?

Leitora, você sabia o que devia fazer e não fez. Sabe que tudo o que fez vai magoar muita gente, inclusive você, e sabe o que tem que fazer!

O estrago está feito, vamos entender algumas coisas e reaprender novos valores, pois tenho certeza que a sua mãe/pai/vó/tia não te criaram assim.

Primeira coisa

Você não está numa situação complicada. Quem está numa situação complicada é seu noivo que deposita numa pessoa egoísta o futuro, a felicidade, e que está sujeito a contrair uma doença venérea ao não desconfiar que seu trabalho não é levado tão a sério quanto ele imagina.

Criar as próprias dificuldades e construir obstáculos na própria estrada é de uma burrice sem tamanho. A vida é simples e repleta de escolhas simples.

Analise quantas escolhas simples que foram complicadas por más decisões no meio de seu caminho:

1- Namorou um cara sem amar de fato

Até gosto dele” não é amar, não ao ponto de dizer sim para um casamento. Portanto, primeira decisão ruim foi ter dito sim sem estar pronta para assumir um compromisso e, pior, disse SIM ao seu noivo enquanto mantém um relacionamento por fora.

2- Está em um relacionamento monogâmico para ele e poliamoroso para você

Dois pesos e duas medidas? Faz assim, abra o relacionamento e deixe-o descer pro playground também, mas duvido que fará isso. Pimenta nos olhos dos outros é refresco!

3 – Está usando preservativos até pro sexo oral?

Por que estar fazendo coisas que nunca faria tem lá seus riscos. É justo seu namorado contrair Sífilis ao praticar sexo oral contigo? Você deve primar não só pela sua integridade física, mas também pela do seu noivo!

Segunda coisa

Você poderia trabalhar no supermercado do seu João ou na padaria do Manoel que arrumaria um carinha para testar a sua lealdade e falharia miseravelmente.

Tentações existirão para mim, para o meu marido, para o seu noivo e para você. Se cedêssemos às tentações do cotidiano, que valor teríamos? A diferença básica entre os seres humanos e os demais animais é o poder da razão.

Utilize seu raciocínio nas próximas tomadas de decisões, pois ele te livrará de muitos arrependimentos e pesos na consciência. E sempre faça o seguinte exercício mental: “e se fosse comigo, como me sentiria?”. Exercitar empatia sempre faz bem.

Terceira coisa

Uma coisa é ignorar e rejeitar investidas, outra muito diferente é fazer cu doce e valorizar o próprio passe para inflar o ego.

Jamais um cara (mesmo lindo) iria tentar essas liberdades comigo, até por que levaria um murro nas bolas.

No auge dos meus 21 aninhos trabalhei num escritório de advocacia e, adivinhe só, o advogado bonitão veio todo pomposo arrastando asa pro meu lado. Sabe o que fiz? Botei pra correr o colega, pois quando estamos num ambiente de trabalho, tudo que foge do profissional é assédio e antiético. Ele era noivo e eu solteira.

Eu poderia muito bem ter dado lado e vivido “uma aventura”, mas jamais deixaria meus princípios guardados no bolso para satisfazer meu ego.

Você já arruinou seu local de trabalho e certamente os coleguinhas do advogado bonitão sabem ou saberão que estão transando. Nunca te ensinaram que não se deve defecar onde se come?

Quarta coisa

A ocasião fez o ladrão. Sabendo das suas dificuldades e do crescente encanto pelo gajo de terno, jamais deveria ter criado oportunidades para terem ficado juntos sozinhos. Use isso no futuro e reconheça que a sua carne é fraca e seus freios morais inexistentes. Evite fazer amizades com o diabo e jamais dê sorte ao azar.

Um Uber teria resolvido essa situação do beijo roubado, mas tenho certeza que você mesma amou tudo o que houve.

Quinta coisa

Termine com o seu noivo. Você não o ama, não o respeita, não o admira e não o deseja. Casar só vai piorar tudo e complicar mais ainda o rolo em que se meteu. Tenha dignidade!

Última coisa

Tenha em mente que esse cara de terno não quer nada além de uma trepada contigo e essa conversa “eu te amo e não vou desistir de você” é mais manjada que a piada do “é pavê ou pacumê” no natal. Esse tipo de homem é movido pela conquista e você foi conquistada, almoçada, jantada e lanchada no banheiro do escritório.

Ele não te respeita, não te admira e não deseja um relacionamento sério contigo. E sabe por quê? Ele te assediou no ambiente de trabalho, forçou intimidade (se é que é verdade) e desrespeitou seu relacionamento. Pra ele, seu noivo é só um corno banana e você o troféu mais recente na estante.

Como admirar uma mulher que trai com tamanha cara de pau e que só faltou dar na frente do noivo, afinal, até no seu apartamento você levou o amante. Como confiar em alguém como você?

Depois de tudo o que disse, você ainda acha que o que tem feito não é certo ou tem absoluta certeza disso?

A única saída é chegar no seu noivo e dizer: “não te amo mais, estou gostando de outro cara e, antes que o pior aconteça, é melhor cada um seguir seu rumo, você é um cara legal e não merece estar com alguém que não te ame realmente”.

Siga a sua vida e tenha mais sabedoria nas próximas tomadas de decisões.

Instagram
Share.

About Author

Mari Cobra

Colaboradora do Pergunte a uma Mulher. Intolerante à lactose, bem cuzona, nunca disse que sou legal, tenho um coração grande e geralmente tomo na tarraqueta, geminiana e fodidamente indecisa. Apaixonada pela vida e falo muito palavrão.